História Te vejo, te sinto e te desejo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Henry Mills, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Once Upon A Time, Swan Queen, Swanqueen
Visualizações 160
Palavras 1.880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente eu disse que tinha mais
Enato mais um para alegra a madrugada de voces

Capítulo 5 - Desencontros


Fanfic / Fanfiction Te vejo, te sinto e te desejo - Capítulo 5 - Desencontros

Pov Emma

Emma passo o resto da tarde trabalhando ela comandava a empresa da família, a Swan design, ela planejava e decorar ambientes, a cartela de clientes era extensa e crescia a cada dia, fazendo o serviço sempre se acumular, sempre trazia trabalho para casa, hoje não fora diferente




 

Levou tudo para a varanda do seu quarto, e ali ficou praticamente a tarde toda saindo apenas para preparar um lanche, volta e meio seus olhos corria para o apartamento da frente, para sua decepção toda vez que a via sem.ninguém, um movimento a chamou atenção, o coração paro quando a porta foi aberta e sua morena apareceu, SUA MORENA SÉRIO EMMA, AGORA ELA É SUA? Bem que você queria né Emma

 

A morena estava linda, Emma se aproximou do vidro em uma tentativa de ficar mais perto da morena, ela observava cada detalhe da outra mulher, que estava vestida com um conjunto de seda preto de dormir, composto por uma blusa de manga comprida e uma calça mais larga, ela estava confortável, seu cabelo estava molhado indicando que ela havia acabado de tomar banho, ela se sentou na espreguiçadeira com uma xícara na mão, então ela olhou diretamente para Emma e sorrio, Emma sem ao menos perceber sorrio de volta e levou a mão no vidro, na tentativa de fazer carinho no rosto da morena, ficando frustrada, a morena ainda olhava em sua direção, SERÁ QUE ELA ESTÁ SENTINDO MINHA PRESENÇA? Um sorriso ainda maior apareceu nos lábios da loira com o pensamento da morena ainda sem te ver pudesse te sentir, puxou a cadeira para próximo ao vidro e se sentou.

 

E assim a semana seguiu com Emma todas as noites observando a linda morena do prédio ao lado, Emma decidido que tinha de descobrir quem era a morena do prédio ao lado, do outro lado Regina estava cada dia mais intrigada, a sensação de estar sendo observada se fez presente a semana toda e ela sentia que era do apartamento com a sacada de vidro, sua curiosidade se intensificou a cada dia, eu tenho que saber quem mora no apartamento a frente

 

Emma saiu mais cedo uma inquietação não a deixava se concentra então resolvem finalizar o dia, Regina do outro lado também tomada pela inquietação finalizou seu dia mais cedo, elas moram pertos dos seus respectivos trabalhos, hoje resolveram ir a pé, uma pela a esquerda e a outra pela direita, uma de um lado da rua e a outra do outro, a ansiedade estava presente nas duas, e acabaram tendo o mesmo pensamento

 

"Os prédios contém o mesmo tanto de apartamentos isto quer dizer que os apartamentos devem ter a mesma numeração de andares, isto quer dizer que ambos os apartamentos devem ter a mesma numeração"

 

Em um impulso Regina e Emma atravessaram a rua para o prédio de cada uma, perdida em pensamento de como se abordarem quando tocasse os interfones, nem se deram conta que passaram uma do lado da outra sendo separadas apenas por uma pessoa que estava atravessando a rua também, Regina e Emma tocaram cada uma o interfone da outra, mas não obtiveram respostas depois de inúmeras tentativas, desistiram achando aquilo a maior loucura que já fizeram, e novamente passaram uma do lado da outra cada uma perdida em seus próprios pensamentos na loucura que fizeram

 

E assim cada uma chega a sua casa

É estranho pensar que por mero acaso do destino as duas nunca se entraram antes

Quando Emma era apenas uma adolescente a mudaram de colégio, pois ela fora aceita em um colégio de maior prestígio de Nova York, por tira uma nota alta em um exame, que foi dado para todos os colégios, Regina já tinha sido aceita, a dois anos atrás, e um dia anterior a entrada de Emma, ela havia gabaritado todos os exame e assim a pularam para o último ano, Emma começava as aulas em sua antiga sala, Regina no bloco A e Emma no bloco B, os blocos só se encontrava no baile, que Regina não fora pois se formou mais cedo e ganhou de presente de seus pais uma viagem para Veneza com sua irmã, Regina ingressou na faculdade de publicidade, em Columbia, Emma entrou na mesma para fazer design

Regina nunca gostou de festas, Emma já adorava, Emma só faltou em uma festa que fora justo a que Regina que por muita insistência de sua amiga Rose fora, as duas torcia pelos ianques não perdiam um jogo, uma vez quase se encontraram Emma deu um banho de cerveja em Regina, mais antes dela poder pedir desculpas a torcida levantou em comemoração a um ponto que o time fez, Regina com muita raiva se levantou o mais depressa que pode e seguiu para o banheiro com Zelena para se limpa, Emma quando virou já não virá a morena, não podendo assim se desculpar, elas já chegaram a mora no mesmo prédio, antes de finalmente comprarem seus apartamentos, moraram lá por 2 anos, Regina saía às 7:45 de casa, já Emma às 7:50, Emma voltava às 19:00 e Regina às 19:10 elas se perdiam por minutos

 

As pessoas sempre dizem que

"O AMOR PODE ESTAR AO SEU LADO, BASTA VOCÊ OLHAR" está frase nunca estivera tão certo para elas, mas será que o destino vai continuar as mantendo separadas?

 

Pov Regina

 

_ Sis amanhã vamos jantar, eu, você, Ruby e sua melhor amiga no palads

_ Ok combinado, não vejo a hora de conhecer sua amada Ruby

 

Pov Emma

_Emma não aceito desculpas, vamos jantar amanhã no Palads eu, você, zelena e a irmã dela, vê se não se atrasa

_ Não vou me atrasar, quero conhecer a mulher que deixou você de quatro

 

Emma foi para a varanda, mais a morena não apareceu, ela pensou em mil em um motivos para a morena não ter aparecido, ela se virou na cama a noite inteira, ficou com raiva de si mesmo por se deixar fica tão afetada, a ponto de não conseguir dormir, por não ver sua morena hoje, não aguentou mais ficar na cama se levantou pegou um vinho e foi para a varanda, ISTO É RIDÍCULO EMMA, mas mesmo se achando ridícula não se levantou ficou sentada observando o apartamento escuro a sua frente

 

Pov Regina

Sai do trabalho mais cedo para buscar o Henry na escolinha, ele passou mau, odeio ver meu principezinho doente, cheguem em casa dei um banho para a febre baixar, finalmente Henry consegui dormir, Regina olhou a hora, duas da manhã, ela vendo que não conseguiria dormi, preparou um chá e foi para a varanda

 

Pov Emma

 

Emma não acredito quando a morena saiu, ela abriu o imenso sorriso

 

Pov Regina

 

Assim que se sentou os olhos de Regina foi para a varanda de Emma mesmo não vendo nada ela sentiu aquela presença que vem tem intrigado, a sensação de não está sozinha a confrontava, era loucura, ela dizia a si mesma, mas ainda sim ela sentia um misto de alegria e segurança

 

Pov Emma

 

Ela está olhando para cá, será que ela consegue de alguma maneira me ver, não é possível, mas por que ela olha tanto para cá? Ela é tão linda, imagino que se daqui o olhar dela é tão penetrante de perto deve ser ainda mais, e o sorriso deve ser de tira o fôlego, a pele parece ser tão lisa e cheirosa, ai meu deus será que estou apaixonada? Não pode ser eu nem a conheço, será que pode? Eu tenho que conhecer esta mulher ela já está me roubando o sono, isto eu tenho que a conhecer aí eu desencano logo, pensou Emma com nenhuma convicção

 

Pov Regina

 

Regina sorriu em direção a varanda a frente, como quem desejasse boa noite a quem quer que estivesse lá, e entro verificou o filho, o pegou e o levou para sua cama, o dia amanheceu e Henry ainda estava com febre resolveram não ir trabalhar e levou o filho ao médico, com sua mãe a acompanhando, Henry estava com a garganta inflamada, ligou para zelena e acabou por desmarcar o jantar, ela não queria sair e deixar seu filho, por mais que Cora insistisse em ficar com ele depois do filho ter dormido ela seguiu para a varanda, acabou por ficar triste por não sentir aquela presença que ela já estava se acostumando, ficou lá por um tempo e entrou fechando a porta atrás de si, COMO PODE EU FICA TRISTE, POR ALGUÉM QUE NEM AO MENOS CONHEÇO? pensou, EU TENHO QUE SABER QUEM MORA NAQUELE APARTAMENTO, assistiu um pouco de TV, e foi dormir, com os pensamentos na varanda da frente.

 

Pov Emma

 

Ao chegar no restaurante Emma logo viu Ruby, se aproximou sorrindo para a amiga, que tinha os olhos brilhando e um sorriso de felicidade nos lábios

 

Emma adorou zelena

 

_Então achei que não ficaria de vela hoje

 

_ Minha irmã não pode vir, meu sobrinho passo mal

 

_ Sinto muito ele está bem?

 

_Sim ele está com a garganta inflamada e dando febre Regina não quis deixá lo sozinho

 

_ Qual a idade dele?

 

_ Três aninhos, em setembro faz quatro e o principezinho da família

 

_Imagino

O garotinho da morena veio a sua mente e Emma sorriu com a.lembrança

 

_A irmã da Zelena mora no seu bairro patinho, temos que apresentar vocês duas, ela é solteira também

 

Ruby deu um olhar cheio de malícia para Emma

 

_Eu achei que ela fosse casada

 

_ Não minha irmã é solteira, ela teve o Henry por inseminação, ela sempre teve vontade de ser mãe, e depois de sair de um relacionamento conturbado, ela decidiu ter um filho, eu e minha mãe demos total apoio, e não poderíamos ter ficado mais feliz o pacotinho foi o melhor presente em nossas vidas

 

_ Mas sua irmã é...

 

_Sim minha irmã é lésbica, e eu bi

 

_E sua mãe?

 

_ Minha mãe sempre nos apoiou em tudo, Regina se assumiu ainda na adolescência ela sempre soube oque era, minha mãe como sempre disse "UMA MÃE CONHECE O SEU FILHO", quando Regina contou para ela não foi novidade, e eu logo em seguida também contei, ela só disse que queria netos, e que não éramos para deixar ela fica muito velha para ser avó

 

O papo fluiu entre elas

 

Zelena foi aprovadíssima por Swan, deixando Ruby ainda mais feliz, Emma ficou feliz pela amiga finalizaram a noite indo para uma boate

 

Pov Regina

 

Depois de uma semana corrida Henry já estava bem, Regina foi almoçar com uma amiga entre conversas Regina olha para fora do restaurante e ver Emma conversando do lado de fora, Regina estava sentado na parte espelhada do restaurante, a parte que era para a rua era toda espelhada dando a visão de quem estava dentro do restaurante, mais quem estava do lado de fora tudo que via era sua própria imagem

Regina reparo em Emma da cabeça aos pés, seu coração bateu descompassado pela visão da loira, quando Emma se virou olhando para o vidro espelhado, Regina se assustou pois o olhar foi diretamente no seu, ela se perdeu pelos olhos verdes a sua frente, sua respiração falhou, suas mãos suavam e tremiam, ela nunca vira alguém tão linda antes, se perceber seu corpo se projetou para a frente

 


Notas Finais


Me diga oque vcs estao achando
Querem que eu mude algo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...