História Teach Me (AU! Larry Stylinson) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson
Exibições 210
Palavras 2.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Party On!


Tommo.

 

Finalmente era sexta, depois da primeira semana de aulas Louis já se sentia esgotado o suficiente para voltar para as férias. Quer dizer, ele ama as aulas, ama a fotografia e tudo que ela implica, mas ele já estava cansado das pessoas fofocando sobre ele e já estava cansado de Harry.

Sim, o garoto dos olhos verdes havia conversado com Louis e seus amigos mais alguns dias. Liam e Niall se deram bem até demais com Harry e seu amigo, que Louis descobriu se chamar Zayn, e tudo isso estava bem para ele no início. Até Harry começar com suas piadas de duplo sentido pra cima de Louis, piadas que o mesmo só reconhecia porque os amigos a sua volta começavam a dar risadas demais para uma frase normal.

Tudo que Harry fazia parecia ser pensado para deixar o garoto constrangido e mesmo que eles se vissem pouquíssimo, na hora do intervalo e talvez na hora da entrada, Louis já estava cansado do garoto. Sem falar nessa sensação ridícula que curiosidade que ele carregava sobre Styles, essa vontade de saber mais do garoto, de ver o que ele tinha para oferecer e... Chega, isso é ridículo, Louis não queria nada com ele.

- Finalmente sexta! Obrigado Deus, Obrigado mundo! – Niall berrou na saída da faculdade, arrancando riso de algumas pessoas a porta e fazendo com que Louis risse de seu amigo exagerado.

Os garotos foram até o carro conversando animadamente sobre algo não muito importante e no fim o caminho todo envolveu risadas e assuntos desnecessários, tudo muito animado, afinal, era sexta!

- Então Lou, eu passo aqui as oito, ok? – Liam perguntou, deixando Louis com uma cara confusa.

- Pra que? – Ele perguntou e Liam encarou Niall fixamente que bateu com força na própria testa, parecendo lembrar de algo.

- Eu esqueci de avisar ele, Liam! – Ele disse, e Liam bufou negando com a cabeça. – Harry e Zayn vão dar uma festa na casa deles hoje! – Niall disse, e Louis tencionou. – Ah qual é Lou, vamos vai? Vai ser legal.

- Estamos na primeira semana de aula Niall, não acha que é muito cedo para as festas? Sem falar que vocês bebem pra caramba e sempre acham alguém nas festas e eu... – Louis foi interrompido por um Liam, quase que grosso.

- Você talvez deveria fazer o mesmo, Tomlinson. – Liam disse, soando rude e Louis mordeu os lábios olhando para baixo. Liam suspirou, deixando os ombros caírem como se estivesse se rendendo. – Desculpa, sério, é só que... Lou, uma hora você vai ter que se acostumar com tudo isso não é? Digo, você não quer morrer virgem e tendo beijado uma garota na... LOUIS! VOLTA AQUI CARA! – Liam tentou enquanto Louis deixava o carro, visivelmente chateado enquanto entrava no prédio, sumindo da vista dos dois.

Porque as pessoas implicavam tanto com seu jeito? Se ele não era que nem todos os outros isso era total e exclusivamente um problema dele. Liam e Niall aceitavam normalmente e sempre aceitaram esse jeito de Louis, mas desde o meio do ano passado que os garotos vinham puxando cada vez mais seu pé em relação a isso. Que droga! Deixassem ser quem ele é em paz.

Louis suspirou, ainda nervoso enquanto destrancava a porta do apartamento, soltando a alça única de sua bolsa e a jogando em cima da mesa, ele também retirou sua coroa de flores azul, chateado demais para pensar em guardá-la em algum lugar descente. O garoto respirou fundo, indo em direção a sua cozinha, tomando apenas um copo de suco, Liam tinha tirado sua fome.

Louis entrou em seu quarto, retirando as roupas do corpo e colocando-as no cesto, indo diretamente ao banheiro, entrando no box e ligando o chuveiro que havia ali. Lavou seu corpo desejando esquecer todo o nervoso e tudo mais, tomando um banho demorado e lavando seu cabelo. Ele saiu dali, se secando e colocando uma calça de moletom cinza, com uma blusa larguinha branca e colocou uma meia mais felpuda, indo sentar no sofá e ligando a televisão para que pudesse assistir algum filme ou algo do gênero.

E assim sua tarde passou, um tédio até pro rapaz que já estava acostumado com esse tipo de rotina. As sete horas Louis recebeu uma mensagem, pegando o celular e suspirando ao ver que era o contato de Liam ali. “Desculpe por aquilo no carro ok? Eu só... quero que você comece a ir comigo e com Niall nas festas Lou, nós queremos sua companhia. As oito eu passo ai na sua casa, se você não quiser ir eu vou entender. Até mais tarde, x Liam.” Louis revirou os olhos, bloqueando o celular. Ele definitivamente não conseguia ficar chateado com Liam por muito tempo.

Louis se levantou, indo em direção ao seu quarto para procurar algo para vestir. Sim, Louis iria a festa, mesmo que isso implicasse em encontrar Styles algumas vezes pelo local e aturar algumas horas sozinho enquanto seus amigos faziam o que quer que fosse com outras pessoas. Depois de alguns minutos procurando o que vestir Louis se decidiu por uma camiseta branca com uma estampa de flechas cruzadas na frente, suas calças skinny pretas, ele tinha algumas roupas casuais (o que significa que não tem toda aquela aura fofa que o mesmo é acostumado) que normalmente usava nessas ocasiões, colocando seus tons cinza claro.

Por incrível que pareça Louis decidiu ir sem alguma coisa na cabeça deixando sua produção menos fofa que o comum. Ele não iria estragar suas coroas de flores com a atmosfera de cigarro, suor e bebida que tinha ali, não mesmo. As oito horas em ponto seu celular recebeu apenas um toque, era Liam que havia chegado.

Louis pegou seu celular, descendo pela escada apenas para torturar um pouco Liam, dando a impressão de que ele não ia e então apareceu no portão do prédio fazendo tanto Liam quanto Niall abrirem um sorriso enorme dentro do carro, levando Louis a morder o lábio para não sorrir junto. Ele entrou no banco de trás, dizendo um olá simples e baixo para os meninos, respirando fundo quando Liam começou a conduzir o carro na direção da festa.

A casa de Harry e Zayn era média, não era uma mansão, mas era uma casa definitivamente boa pra qualquer família viver, quanto mais dois garotos malucos. A rua estava cheia de carros e era possível ouvir a música nos quarteirões próximos, levando Louis a revirar os olhos. Ao descer a casa estava abarrotada de gente e era possível sentir o cheiro de bebida e suor a quilômetros dali.

Eles entraram na casa abarrotada, Louis se sentia incomodado pela quantidade de pessoas e pelo calor que fazia lá dentro. Eles foram em direção a cozinha encontrando Harry e Zayn lá, o ultimo dando um sorriso a Liam que fez com que ele corasse, levando Niall a rir baixinho. Harry olhou Louis da cabeça aos pés, lambendo os lábios em seguida e dando um sorriso de lado para Louis que desviou o olhar, cumprimentando os rapazes com um “Oi” tímido.

Harry ofereceu bebida para eles e Louis pediu um copo d’água fazendo com que Zayn risse e Liam encarasse o chão com um pouco de vergonha no rosto, levando Louis a corar e gaguejar alguma coisa indecifrável enquanto Harry acenava com a cabeça para que ele o seguisse.

- Não ligue pro Zayn, ele só não está acostumado com pessoas que bebem algo mais fraco que vodka. – Harry disse, num tom calmo e Louis assentiu, ainda um pouco corado. Harry também não precisava ser legal, aquilo o deixava um pouco desconfiado.

Louis tomou seu copo d'água, agradecendo Harry em seguida e indo em direção a Liam e Niall mais uma vez, que conversavam animadamente algo com Zayn enquanto esse preparava alguns copos com alguma coisa que cheirava a álcool de limpeza na opinião de Louis. Ele deu um para Liam, que seria capaz de aceitar um copo com vômito desde que viesse de Zayn e deu um para Niall que agradeceu e bebeu mais da metade em um gole só, fazendo Zayn dar um grito de felicidade tocando a mão dele em seguida como um hi-five. Louis acompanhou os mesmos até a pista de dança, dando falta de Styles mas não comentando nada com os rapazes.

Eles começaram a dançar e Louis foi junto, dançar ele sabia, apesar de ser um pouco tímido. Louis dançou por um bom tempo, apenas acompanhando Liam e Niall toda vez que os mesmos iam pegar alguma bebida nova. Liam parecia ignorar Louis genuinamente, assim como ele havia feito em algumas outras festas, e Niall fazia seu máximo para pelo menos demostrar se importar com Louis ali.

Louis sentiu alguém grudado ao seu corpo após um tempo dançando e se assustou virando para trás e encontrando alguém com um sorriso extremamente carregado e um corpo musculoso demais pra opinião do rapaz. Liam, Niall e Zayn deram um berro comemorativo quando o homem avançou em Louis e ninguém se habilitou a tirá-lo, nem por um segundo, mesmo com o garoto fazendo seu máximo para se desprender dos braços fortes do homem e tentar desviar de seus lábios molhados demais e cheirando a álcool.

- Vamos deixá-los a sós. – Louis conseguiu distinguir a voz de Zayn, fazendo com que ele tentasse se soltar mais ainda, em desespero.

- Mas... – Niall disse, sendo interrompido por outra voz conhecida.

- Deixe ele aproveitar, Niall. Vamos. – Liam disse, e Louis quis chorar, na verdade, ele já estava chorando.

Em alguns segundos o enorme corpo do homem foi afastado e Louis já estava encolhido na parede mais próxima, os olhos fechados e as mãos no rosto, tentando se limpar e de acalmar. Ele ficou assim por alguns instantes, passando a mão pelo rosto, esfregando ali. Uma mão apertou seu ombro levemente e ele olhou para frente, encontrando Harry o olhando com uma expressão preocupada.

- Tudo bem Louis, ele já foi embora. – Harry disse, sua voz grossa nem um por cento tão embargada de bebida quanto a de Zayn ou Liam e Louis agradeceu por isso. – Onde estão seus amigos?

- E-Eu não sei... eles saíram e eu... eu quero ir embora. – Louis disse, o tom de voz ficando choroso enquanto ele se afastava de Harry indo em direção a porta. A mão de Harry porém o alcançou antes que ele saísse e Louis se virou para ver o que o garoto queria.

- Eu te levo em casa, vamos, você não vai aguentar ir a pé todo esse caminho, e não vai achar um táxi essa hora. – Louis pareceu pensa um pouco, assentindo em seguida, acompanhando Harry até a saída dos fundos, onde o mesmo pegou uma chave de carro e saiu com Louis em seu encalço.

Louis entrou no carro preto e caro de Harry, o caminho foi silencioso, apenas com Louis indicando em um volume baixo, as coordenadas até seu apartamento. O carro de Harry era limpo e cheirava bem, nada como cheiro de bebida e cigarro como Louis havia imaginado. Ao chegar no apartamento Louis esperou um pouco para descer, agradecendo Harry e respirando fundo antes de segurar a trava do carro.

- Liam sempre foi assim? – Harry perguntou, fazendo Louis parar e se virar para responde-lo.

- Assim como? Eu... – Louis foi interrompido por Harry.

- Com vergonha do seu jeito, Louis. – Harry disse, simples e Louis abriu um pouco a boca, chocado. Ele vinha remoendo na sua mente que o que Liam sentia era vergonha de ter alguém assim por perto, mas nunca tinha pensado nisso para valer, e ninguém nunca tinha jogado isso na cara dele desse jeito.

- Ele não tem vergonha de mim Harr... – Louis foi interrompido novamente.

- Eu poderia te ajudar, sabe. – Harry disse, mordendo o lábio inferior para conter um sorriso safado enquanto encarava Louis sem um pingo de vergonha.

- O-Oque? – Louis perguntou atônito, Harry estava lhe propondo...

-Eu poderia te ajudar a combater toda essa inocência. – Ele disse, confirmando os pensamentos de Louis. – Qual é, você é inexperiente e eu... bom, sou o contrário. – Ele disse, rindo e sorrindo de lado, deixando Louis um pouco quente. – O que você acha Louis? De eu te fazer sentir e te mostrar tudo que você já deveria saber. Você me deixa corromper toda essa inocência que você está louco para jogar fora e só não tem coragem? Hein, Louis? O que você acha de eu ser seu professor particular?

 

 

 

 


Notas Finais


Todos os créditos a @larrystuff (wattpad).

Espero que gostem!
Não se esqueçam de comentar o que acharam e favoritar a fanfic, por favor♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...