História Teach Me (AU! Larry Stylinson) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson
Exibições 207
Palavras 3.775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - 2nd class.


Louis havia acordado mais cedo aquele dia, ele se sentia estranhamente mais disposto para acordar cedo, o sol estava quase saindo quando ele se pôs a tomar banho. Ele lavou seus cabelos com calma, não tendo pressa nenhuma em seu banho, cantando baixinho com sua voz fina algumas músicas que o mesmo gostava. Ele terminou seu banho, e se trocou, optando por colocar apenas uma camiseta branca com várias e pequenas âncoras pretas espalhadas por ela, colocou uma calça com um tecido em azul quase da cor do céu, mas não florescente, e seus pequenos pares de tons branco.

Ele esperou que seus cabelos secassem, comendo um cereal com leite enquanto esperava e arrumando as coisas na sua bolsa. Depois de um certo tempo seu cabelo já estava quase totalmente seco e então ele colocou sua pequena touca cinza. Louis preferiu assim hoje, ele já havia ido de coroa de flores por todas as duas primeiras semanas de aula, era bom variar.

Ele pegou seu celular, deixando uma mensagem para Niall avisando que não precisariam passar para pegá-lo hoje e nem esperou que o amigo respondesse antes de colocar o celular na bolsa, suspirando antes de trancar o apartamento e ir até o elevador. Hoje Louis iria de metrô para a faculdade, nada complicado, ele já havia feito isso algumas vezes e eram apenas duas estações. Ele então foi andando até o metrô que era próximo de seu apartamento, entrando com calma ali, e assim foi.

Louis se parabenizou por chegar a universidade ainda com alguns minutos de antecedência, podendo observar seus amigos junto de Zayn e Harry no local de sempre, o ultimo fazendo com que Louis corasse, mais deixando de lado em seguida, dando de ombros para si mesmo. Ele entrou, recebendo alguns olhares que o deixavam desconfortável e então se sentou. Os meninos o cumprimentaram e Louis explicou que havia decidido vir de metrô hoje apenas para variar um pouco a rotina. Tudo estava indo normal até Niall ficar um pouco mais pálido que o habitual, apontando para o pescoço de Louis. E droga! Ele tinha esquecido da marca que Harry havia deixado ali.

- LOUIS O QUE É ISSO? – Niall perguntou, chamando a atenção dos outros três, fazendo com que Louis corasse.

- É...eu.. – Louis foi interrompido pela gargalhada de Zayn ao seu lado, provavelmente já notando quem havia feito o estrago. Zayn respirou fundo em seguida, deixando uma rápida piscada para Louis e se virando para Niall.

- Não fale como se já não soubesse o que é! – Ele disse, arqueando a sobrancelha de modo sugestivo e fazendo Harry rir baixinho, negando com a cabeça.

- Você está saindo com alguém e não contou pra mim e Liam? – Niall perguntou, a voz soando um pouco magoada e Louis olhou para Liam, a expressão continha um pouco de curiosidade e algo a mais que Louis não identificava. Louis abaixou a cabeça, balbuciando alguma coisa baixinho que nem ele mesmo havia entendido.

- Ah qual é, pra que esse drama todo? – Zayn perguntou, poupando Louis novamente e ele quis abraça-lo. – Não é vocês dois que implicam com ele toda vez porque ele não tem alguém? Pois agora o garoto tem, deixem ele viver. – Ele disse, passando um braço pelo ombro de Louis e colocando a boca perto do seu ouvido. – Acredite, o cretino não me contou nada, eu só associei pela cara que ele fez quando Niall perguntou. – Zayn se explicou e Louis soltou uma risada, assentindo.

O sinal tocou e Niall levantou rapidamente, sem nem olhar para trás enquanto saia para seu prédio. Liam encarou Louis mais um pouco ainda com a expressão estranha e Louis sentiu um pouco de magoa ali, talvez remorso? Ele não sabia. Liam se virou, indo para seu prédio também sem falar nada ou sem se quer olhar para Zayn que seguiu o caminho dele com os olhos, virando novamente para Louis e Harry que estavam se olhando com pequenos sorrisos nos lábios. Zayn bufou, atraindo a atenção dos dois.

- Grande amigo você em Styles. – Zayn disse e Harry riu baixinho dando de ombros. – Sortudo também. – Ele completou, piscando para Harry e batendo os ombros de leve em Louis, saindo dali em seguida, deixando os dois sozinhos.

- Tudo bem? – Harry perguntou calmo, e Louis assentiu, voltando a olhá-lo. – Eles vão superar, e se quiser pode contar pra eles.

- Não quero. – Ele disse e Harry arqueou a sobrancelhas. – N-Não que eu tenha vergonha disso ou... eu só, só quero que seja algo entre nós... e Zayn. – Louis brincou e Harry riu, assentindo.

- Tudo bem, Lou, não tem problema. – Harry disse, o apelido causando alguma coisa estranha no estomago de Louis mas ele só sorriu. – Amanhã é feriado e.... bom, eu estava pensando se poderíamos passar para... nossa segunda... aula? – Harry perguntou, sorrindo de lado em seguida deixando à mostra apenas uma covinha e Louis engoliu em seco, assentindo. Harry esticou o celular para Louis e o mesmo olhou confuso, pegando-o. – Escreva seu número ai. – Ele assentiu, digitando o número e entregando o aparelho novamente para o cacheado. – Te ligo. – Harry disse simples e Louis assentiu, sorrindo. Cada um foi para seu lado e Louis respirou fundo ao sentar em sua cadeira na sala, observando o cacheado piscar para ele da janela do prédio a frente, fazendo com que ele risse baixinho, corando.

 

 

***

 

 

Niall o ignorava deliberadamente no almoço, Liam ainda quieto, parecendo pensar em alguma coisa além de tudo aquilo, o que deixava Louis com a clara e ótima opção de conversar com Zayn e Harry. Zayn era uma pessoa ótima no final das contas, eles ainda não tinham tido muito contato apesar de estarem se vendo com frequência mas hoje o mestiço mostrou ser alguém muito divertido, e que talvez, Louis pudesse confiar.

Liam levantou sem aviso nenhum no meio do pequeno intervalo, deixando todos um pouco confusos e interrompendo a conversa entre Niall e Harry sobre algumas pessoas que ficaram bêbadas demais na festa em sua casa, dando vexames engraçados. Zayn olhou para Liam indo em direção ao banheiro e se levantou, fazendo com que Louis o impedisse.

- Eu vou. – Ele disse baixinho e Zayn assentiu, um pouco receoso. Ele parecia gostar de Liam. Louis sorriu, o tranquilizando e o mestiço voltou a se sentar, deixando que Louis fosse atrás de Liam sem realmente saber o que o esperava e o porquê daquilo. Louis abriu a porta com cuidado, vendo que ninguém estava ali, apenas Liam em frente a pia, lavando as mãos enquanto encarava Louis pelo espelho.

- Liam? – Louis chamou e o mais alto se virou, apoiando as costas no mármore enquanto olhava para frente com os braços cruzados no peito. – O que aconteceu? – Ele perguntou e Liam deu de ombros, não respondendo. – E-eu... me desculpa? – Louis perguntou imaginando que ele deveria ser o problema e Liam fechou os olhos abaixando a cabeça.

- Não Lou, você não precisa pedir desculpas... – Liam falou, encarando o amigo que tinha uma expressão curiosa. – Eu que tenho que pedir, né? – Liam explicou e Louis se aproximou, se encostando na bancada de frente para Liam. – Eu venho sendo péssimo com você sempre e eu só me toquei disso ontem quando parei para pensar. Eu só... estava – Louis o interrompeu.

- Com vergonha de mim. – Ele disse, abaixando a cabeça e Liam assentiu, suspirando pesadamente.

- Me desculpe cara, eu fui um merda total. – Ele disse e Louis o encarou. – Eu não tenho motivos para ter vergonha de você Lou, e você é sempre ótimo comigo e com o Niall, desde pequenos nós três... e eu percebi o quanto eu estava deixando isso de lado, me desculpa, sinceramente. – Liam disse, e Louis sorriu, negando com a cabeça. Ele não estava bravo com Liam de qualquer forma, ele gostava muito dele pra isso. – Isso ai... é pelo que eu falei? – Liam perguntou e Louis pensou um pouco antes de associar com a marca de Harry.

- Não. – Ele respondeu calmo, mesmo sendo uma quase mentira.

- Então vai contar de quem veio? – Uma voz soou da porta e Louis sorriu ao reconhecer. Niall não iria aguentar ignorar ele por mais que algumas horas e ele sabia disso. Ele se virou, encontrando o Irlandês com uma expressão divertida no rosto. – Qual é Tommo, eu exijo saber. – Ele disse, entrando no banheiro e segurando os ombros de Louis para sacudi-lo. – Por favor!

- Me solta, Niall! – Louis gritou, rindo e Liam riu também, negando com a cabeça. –Isso é.... hm, uma coisa minha, tudo bem? Me desculpem. – Louis disse, abaixando a cabeça e Niall o abraçou.

- Coisa fofa. – Ele disse apertando Louis e Liam e o mesmo caíram na gargalhada. Niall era sempre tão afetivo, eles nunca se acostumariam com isso afinal, embora Louis gostasse muito, ele gostava de afeto, só normalmente era um pouco tímido demais para demonstrá-lo tão intensamente. – Nunca imaginei você com um chupão a mostra, Tommo. – Niall disse e Liam concordou, fazendo Louis corar fortemente, dando de ombros.

- Vem, temos o segundo período. – Louis disse, arrastando Louis e Liam, que resmungavam, pelos braços. – Pensem que amanhã é feriado e... voilà! dormir até mais tarde! - Ele gritou, a voz ficando fina e infantil fazendo com que os meninos rissem.

 

 

***

 

 

Louis estava entediado, não era atoa que ele já havia adiantado seus estudos e lições, arrumado o apartamento e assistido alguns programas desnecessários na televisão. Ele bufou, frustrado, talvez ele deveria ligar para os meninos? Niall certamente estaria desocupado, mas era bem provável que Liam havia saído com Zayn. Ele estava todo animado hoje alegando que o mestiço disse que pretendia o chamar para sair em breve.

Como se fosse ironia do destino o celular de Louis anunciou uma mensagem, alegando que era Zayn. O garoto tinha pegado seu número logo cedo, passando o dele também para que Louis salvasse. Ele não pensava que Malik iria mandar uma mensagem tão cedo no entanto.

“Me ajude Tommo, Liam tem algum lugar que ele goste muito, para sair ou sei lá...” Zayn perguntou e Louis sorriu, negando com a cabeça. Ele torcia por Zayn e Liam.

“Hm... sério Zayn? Honestamente acho que Liam não ia se importar muito com o lugar desde você esteja incluso no pacote.” Louis enviou soltando uma pequena risadinha em seguida.

“Uh, parque de diversões soa clichê? Ai cara, eu não costumo levar a sério muitas pessoas, não sei se vou conseguir levar isso muito certo...” Zayn mandou e Louis roeu um pouco as unhas pensando no que falar.

“Liam tem medo de altura, sabe... brinquedos e essas coisas” – Louis enviou, e não recebeu exatamente a resposta que previa.

“Uh, então parque de diversões era exatamente o que eu precisava... Haha. Obrigado tommo x” Ele respondeu e Louis deu de ombros, não entendendo o duplo sentido ali e deixando sem responder, apenas bloqueando o visor.

Ele decidiu então que deveria sair para comer alguma coisa, algum café? Shoppings seriam ainda mais entediantes no entanto, Louis não gostava de andar por eles sem alguma companhia. Louis bufou, decidindo ficar em casa mesmo. Ele se levantou, pegando algum livro, que provavelmente já tinha lido, da prateleira e ir para sua cama, se enfiar nos edredons, já que já estava esfriando, e ler até dormir, o que não demorou muito.

Louis no entanto foi acordado por seu celular tocando, ele acordou assustado passando a mão pelo rosto e tateando a cama inteira até achar o aparelho, nem vendo quem era e murmurando um “Alô” sonolento enquanto tentava acordar de fato.

- Te acordei? -  E voilà, Louis despertou. Era Harry ao telefone. O cacheado riu baixinho quando Louis negou, infelizmente bocejando em seguida, e pediu desculpas, aceitas pelo menor corado.

-Uh, o que... O que você quer, Harry? – Louis perguntou, sem soar rude nem nada e mordeu o lábio esperando ansiosamente a resposta.

- Estou entediado, Lou. – Harry disse, o apelido saindo naturalmente de sua boca como se conhecesse Louis a anos e o menor sorriu do outro lado da linha.

- E o que eu posso fazer por você? – Louis perguntou, sem se dar conta das palavras, aquilo não soava malicioso em sua cabeça e Harry riu baixinho.

- Já jantou? – Harry perguntou simples e Louis negou com a cabeça se esquecendo que Harry não poderia ver.

- Não. Uh, acabei de acordar, lembra? – Louis disse baixinho e Harry concordou com um resmungo.

- Tudo bem se eu levar algo pra comermos ai e... você sabe, uma segunda aula? – Harry perguntou, e Louis engoliu em seco, seu corpo se arrepiando involuntariamente e sua garganta ficando seca antes que ele pudesse responder. Ele pigarreou, concordando baixinho com Harry que disse que estaria lá em pouco menos de meia hora.

Louis respirou fundo voltando a se jogar na cama de barriga para cima, respirando fundo. Ele tentava imaginar o que Harry iria fazer hoje, mas sua imaginação talvez era um pouco limitada. De qualquer modo ele não poderia negar que estava ansioso, e que provavelmente... seria bom.

Louis não se preocupou em trocar sua calça de moletom pela de Jeans novamente, e nem de trocar a camiseta que estava usando desde a aula da uni. Ele apenas escovou os dentes, por ter acabado de acordar, e deu uma ajeitada em seu cabelo, indo para a sala e ligando a televisão para esperar que Harry chegasse. Ele não precisou esperar muito no entanto.

Louis poderia admitir para ele mesmo que estava um pouco nervoso com a chegada de Harry. O mesmo estava com roupas diferentes das da faculdade, uma blusa de alguma banda com uma calça escura e um all star, nada muito elaborado, mas o cacheado não deixava por um minuto de ficar maravilhoso.

- Oi. – Harry disse, ainda encostado na soleira da porta, dando um sorriso de lado mostrando apenas uma covinha e fazendo com que Louis se sentisse um pouco quente.

- Oi Harry, entra. – Ele disse, calmo. Harry sorriu de verdade com o tom doce do rapaz a sua frente, entrando na casa e deixando a mesma mochila de sempre em cima de um dos sofás. Louis trancou a porta entrando em seguida e encontrando Harry pegando seu telefone. – O que você está fazendo? – Louis perguntou, cruzando os braços na frente do corpo parecendo uma criancinha brava e Harry riu baixinho.

- Pedindo comida... – Ele disse e Louis deu de ombros se sentando no outro sofá, ainda olhando para Harry, que tampou a parte do telefone que captava a fala com uma das mãos, olhando para Louis. – Você gosta de comida japonesa? – Ele perguntou, fazendo uma careta de confusão e Louis apenas assentiu, fazendo com que o cacheado relaxasse, voltando a falar no telefone.

Louis se virou continuando a assistir o programa que passava na televisão enquanto Harry conversava com a atendente de algum lugar de Londres que fazia comida Japonesa, a ligação demorou um pouquinho e Louis nem se incomodou em prestar atenção no que Harry estava pedindo, ele nunca tinha sido uma pessoa enjoada para comida e ele costumava gostar de tudo da culinária japonesa, então não seria um problema.

Harry terminou de falar no telefone finalmente, se virando para Louis e sorrindo, e o encarando por um momento fazendo o menino morder o lábio inferior, olhando para Harry de canto de olho. Harry riu baixinho, chamando a atenção do menor que o olhou arqueando as sobrancelhas perguntando de um jeito mudo do que Harry ria e ele deu de ombros, não respondendo.

-  Vem aqui, por favor. – Ele falou baixinho e Louis engoliu em seco e se levantou, sentando no sofá maior ao lado de Harry. – Hm, a moça no telefone disse que ia demorar uns quarenta minutos para chegar. – Harry falou, encarando as coxas de Louis que ficavam um pouco coladas a calça de moletom, fazendo Louis corar.

Harry pegou Louis pela cintura, trazendo-o até seu colo e fazendo o menino se assustar, logo relaxando em seguida ao notar que era apenas a posição que fizeram da última vez, Harry deixou suas mãos na cintura do menor, acariciando ali de leve e encarando Louis, que retribuía o olhar, mordendo os lábios.

- Me beija, Lou. – Harry disse, a voz soando manhosa o que fez Louis ter vontade de sorrir, assentindo enquanto corava e se aproximava encostando seus lábios nos de Harry, obviamente ele não era um especialista nisso ainda, mas digamos que pensar na hipótese de alguém não o assustava mais. Nah, pensar na hipótese de beijar Harry não o assustava mais.

Os rapazes encerraram o beijo, um pouco ofegantes e Harry mordiscou os lábios de Louis, não aguentando vê-los vermelhos e um pouco inchados daquele jeito. A mão do maior começou a entrar por baixo da camiseta de Louis, passando um dos dedos de leve pela base da sua costela até o meio de suas costas, fazendo com que ele se arrepiasse e estremecesse enquanto beijava Harry.

Harry retirou a blusa de Louis, parando o beijo para retirá-la e fazendo o mesmo com a sua antes de voltar a colar seus lábios com os de Louis. Eles encerraram o beijo ainda mais ofegantes, Louis puxando de leve alguns cachos de Harry enquanto o maior mordiscava e beijava seu pescoço, fazendo com que o corpo todo de Louis se arrepiasse com a sensação dos lábios de Harry em sua pele. Harry mordeu de leve o lóbulo da orelha de Louis, sugando ali em seguida ouvindo um ofego do mais baixo. Ele se afastou, olhando para o menor.

- Senta aqui, Lou – Harry disse, indicando a parte do sofá ao seu lado e Louis obedeceu, meio confuso. Era impossível dizer que Harry não amava esse jeito submisso e inocente do rapaz. Harry se levantou, retirando suas calças e ficando só de boxer, olhando para Louis que o admirava. O mais alto sorriu, puxando Louis do sofá com uma das mãos e o beijando. – Tira suas calças e boxer, e senta no sofá. – Ele mandou, e Louis engoliu em seco, assentindo em seguida e Harry sorriu.

O garoto fez o que o maior havia pedido, sentando no sofá, nu, com seu membro já extremamente duro e vazando. Harry sorriu, se ajoelhando no chão, na frente do menor que arregalou levemente os olhos. O cacheado puxou o rosto de Louis, beijando-o e voltando a sugar seu pescoço. Levou sua mão até o membro de Louis acariciando ali, sem nenhum aviso e levando o mesmo a soltar um gemido surpreso e manhoso, fazendo a virilha de Harry dar uma fisgada. Louis afastou um pouco os lábios continuando a gemer e Harry se abaixou um pouco mais, deixando beijos leves em sua coxa e sorrindo ao que o menor afastou-as levemente, se deixando um pouco mais exposto para Harry inconscientemente.

Harry parou de masturbar Louis que soltou um resmungo, fazendo com que ele risse baixinho e levasse o menor a corar. Ele empurrou o tronco de Louis, fazendo com que ele encostasse na parte de trás do sofá, o quadril mais pra frente, uma posição um pouco mais exposta. Ele abriu as pernas do menor, deixando beijos e chupões na parte interior, subindo em direção ao membro, fazendo Louis ofegar e morder os lábios. Harry olhou Louis nos olhos, sorrindo de lado ao observar a expressão desnorteada do rapaz, perdido em sensações, e então, ainda encarando Louis ele se abaixou, tomando a cabeça do membro do menor na boca, dando uma sugada ali e observando o mesmo quase gritar enquanto revirava seus olhos e jogava a cabeça para trás.

Harry avançou, tomando o membro inteiro de Louis na boca e se deliciando com os sons que saiam da boca do rapaz. Já Louis estava perdido, ele não conseguia pensar, falar, ele só conseguia apertar as mãos no ombro de Harry, sentindo a boca sugar todo o seu membro, descendo e subindo. Harry pegou suas mãos, levando até seu cabelo e Louis acariciou ali, puxando em seguida quando ele sugava mais forte. Harry continuou nesse ritmo, descendo e subindo a cabeça variando entre o rapidamente e o lento.

- Harry... Harry, oh! – Louis gemeu e Harry se arrepiou, enfiando a mão dentro de sua boxer e liberando seu membro, começando a se tocar rapidamente. Louis segurou os cabelos de Harry com força, claramente chegando ao ápice, Harry começou a se movimentar mais rapidamente, sugando também com mais força. – E-Eu vou... Harry, Oh meu deus! – Louis disse e jogou a cabeça para trás gritando enquanto gozava na boca de Harry, que gozou no chão enquanto se masturbava e ouvia os gemidos de Louis. Harry terminou de suga-lo, limpando-o e em seguida se afastou, limpando sua boca com o braço e sorrindo em direção a Louis que ainda estava jogado no sofá, respirando rapidamente e se recuperando do orgasmo. Harry colocou sua cueca novamente, saindo a procura do banheiro do apartamento, pegando o papel higiênico ali e voltando a sala para limpar o gozo do chão, terminando logo em seguida e deixando um beijo na coxa de Louis fazendo o menor olhar para baixo, o encontrando.

- Gostou? – Ele perguntou, e Louis assentiu tímido, mordendo o lábio e fazendo Harry sorrir, deixando as malditas covinhas a mostra. A campainha tocou e Harry nem se importou em colocar uma calça para ir atender, ele pegou uma quantia em dinheiro de dentro da sua mochila, pagando o motoboy e trazendo a comida para dentro. Louis colocou sua cueca, sentando no sofá e sentindo o cheiro maravilhoso de comida, fazendo sua barriga roncar.

Harry sorriu para ele e ele retribuiu, ambos sentaram no chão, colocando todas as comidas sobre o tapete e Louis foi pegar pratos e talheres caso Harry não soubesse comer com o hashi. Ao contrário do que pensava, Harry sabia sim usá-los e ambos começaram a comer, nem mesmo utilizando os pratos e simas pequenas tigelinhas que vieram.

- Prova isso aqui. – Harry disse baixinho para Louis, que desviou os olhos da televisão olhando para Harry que esticava um pedaço de frango com um molho diferente, preso aos palitos. Louis se aproximou, pegando com a boca e fazendo Harry sorrir ao observar o garoto. Ele mastigou, fazendo uma expressão boa enquanto mastigava. – Bom? – Ele perguntou e Louis assentiu, sorrindo. – Agora me dê um pouco disso ai. – Ele disse, apontando para a tigelinha de Louis que sorriu, pegando um pedaço de rolinho primavera, dando na boca do cacheado que gemeu assentindo quando Louis perguntou se era bom. Eles continuaram ali comendo, rindo de algumas coisas da televisão e aproveitando a companhia um do outro. E nem Louis nem Harry poderiam se culpar se algumas borboletas passaram para fazer uma visita em seus estômagos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Não se esqueçam de favoritar e comentar o que acharam!

Todos os créditos reservados a @larrystuffs (wattpad)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...