História Teach Me || Sterek - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Brett Talbot, Cora Hale, Decaulion, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jennifer Blake, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Sterek, Steter
Exibições 317
Palavras 1.536
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 25 - •°• Gain Some Self-Control •°•


Fanfic / Fanfiction Teach Me || Sterek - Capítulo 25 - •°• Gain Some Self-Control •°•

Peter estava deitado em uma rua qualquer com uma mulher em seu quadril, ela desejava tal coisa, mas ele estava bêbado demais para raciocinar ou para comandar o próprio corpo.

O homem suspirou e se levantou quando ouviu seu celular tocar, os telefonemas que vinha recebendo ultimamente não eram lá de seu agrado, mas sendo CEO de uma empresa, ele precisava atender a cada um deles.

— Saía daqui! — gritou com a mulher, que revirou os olhos e saiu do quarto. Peter se recompôs e atendeu o telefone, a voz ainda arrastada. — Peter Hale.

— Sem essa, por favor. — ouviu a voz juvenil.

— Liam! — sorriu — Como vai, meu querido?

— Bem, e não muito bem.

Peter andou até o banheiro do quarto de hotel enquanto pensava se perguntava ou não perguntava o motivo para o garoto.

— Por quê? — a curiosidade falou mais alto.

— Adivinha quem está dando aula de biologia para a minha classe?

— Não sei.

— Stiles Stilinski... — ouviu o garoto bufar — Fingir que o suporto já está ficando chato.

Peter se olhou no espelho, soltando um sorriso maldoso, finalmente poderia rever o "seu garoto".

— Ora, ora... Meu Stiles voltou da Inglaterra? Que surpresa! Posso ter mais detalhes? — o homem só conseguia sorrir.

— O xerife está doente, enlouqueceu por causa do que você fez com o filho dele, então ele voltou para cuidar do pai. — Liam parecia cansado, provavelmente estava caminhando — E sinto em dizer, mas ele estava fazendo com outro cara, o mesmo que fez com Scott. E falando nisso, McCall me ignora até hoje.

— Que outro cara? — o sorriso de Peter foi embora, e Liam pôde escutar algo se quebrando do outro lado da linha. O mais velho havia dado um soco no frasco em que ficava o sabonete líquido.

— Calma aí, sr. Alfa. — Liam riu — Eu também não sei. Eles mantém segredo. Mas eu o ouvi gemendo no banheiro no dia do baile. Então...

— Liam, acho que vou adiantar a minha volta à Beacon Hills, você pode vigiar para mim?

— Claro! Quando irá chegar?

— Em dois meses.

— Nos vemos em breve.

Peter desligou o celular, seu sangue estava fervendo, raiva incontrolável. Só de pensar que Stiles estava transando com outro homem, ele tinha vontade de matá-lo. Aquilo era mais forte que si.

O homem andou de um lado para outro dentro do banheiro, tentava se acalmar, mas não deu certo. Então, ele andou rapidamente até o quarto, e com um grito, jogou seu celular na parede. O smartphone se partiu em pedacinhos.

Peter sentia a mesma coisa que sentira há alguns anos atrás, ódio incontrolável, e a única coisa que ele queria fazer agora era ir para Beacon Hills e acabar com Stiles, mostrar para o garoto que ele era apenas seu. Mas não podia, não agora, daria mais algum tempo para Stiles, deixaria ele relaxar um pouco. Ou não.

°°°

A única coisa que Stiles fez durante o tempo que passara na casa Derek foi dormir, o garoto se sentia exausto, e tudo que há de ruim e bom. Ele não tinha esse privilégio há um tempo, nunca ficava deitado por tantas horas como ficou, mal sabia como se levantar novamente.

Ele se pegava pensando em Derek uma vez ou outra, não sabia o que fazer em relação a sua possível futura relação. O que soava engraçado. Stiles vinha tentando fugir de sentimentos, não queria, resistiu inúmeras vezes, então o carinha de olhos verdes e feições brutas apareceu e acabou com tudo. Como ele amava aqueles olhos verdes...

Stiles bufou e se levantou, caminhando até o banheiro que havia no quarto mesmo, mas parou na porta ao ouvir seu celular tocando, voltando todo caminho. E ao chegar perto do criado mudo, olhou para ver quem era, e logo atendeu.

— Scott? — a voz saiu sonolenta.

— Seu pai está uma fera com você... Malia e Lydia também. — o menino parecia feliz.

— Eu volto para casa essa semana. — Stiles avisou.

— E onde o senhor está?

— Adivinha? 

— CHAMADA DE VÍDEO AGORA!

Stiles riu ao escutar a voz animada do amigo, e afastou o celular do ouvido, esperando pela chamada de vídeo, e logo ele viu a própria imagem na tela do celular, estava horrível.

— Nossa, Stiles... Que bad. — Scott fez uma expressão quase assustada — Não era para você está com um sorriso?

— Eu dormi o dia todo... Derek está em San Diego, resolvendo problemas da tal empresa em que ele é subdiretor. — bufou.

— Espera aí! Empresa? Subdiretor? E ele faz faculdade de ciências forenses? — o moreno ria.

— Eu não sei muito, não perguntei... Não quero...

— STILINSKI, VOCÊ PARA AGORA! — Scott gritou, e Stiles viu um menino de pele clara acordar assustado.

— Por que está gritando desta maneira? — perguntou a voz familiar, e instantes depois o moreno focou a câmera no rosto de Isaac, que riu. — Oi, Stiles.

— Desculpe, Isaac, sabe como seu namorado é. — O menino sorriu.

— Tudo bem... Mas eu posso participar da conversa?

Stiles assentiu sorridente, a mão cansado por segurar o celular.

— Então do que estavam falando? — os olhos azuis não paravam de encarar Scott de modo apaixonado nem quando o assunto era com outro.

— Amor, Stiles está fazendo doce com um cara super gos... — engoliu a seco — Super legal.

Isaac riu, conhecia bem o jeito do namorado.

— Por que, Stiles? — perguntou.

— Isaac, eu só não quero me enganar... Sabe? Tenho medo de começar a me aprofundar nele, e acabar me perdendo. De novo...

Scott apenas deixava os dois conversarem; Isaac ainda tinha o cargo de melhor conselheiro.

— Por que você não faz assim, põe um tempo, se vocês derem certo até o mesmo, você começar a se aprofundar.

— Será que ele aceita? — Stiles perguntou.

— Se ele quiser ficar com você, com certeza irá aceitar.

Stilinski soltou uma risada tímida, fazendo os outros dois rirem juntos. Ao longe, ele ouviu a porta principal sendo aberta, e se despediu sem jeito dos amigos.

Já com o celular desligado, ele correu para o banheiro com uma calça de moletom na mão, afinal, suas roupas em casa e resumiam a essas calças.

Stiles pensou em tomar um banho rápido e ir falar com Derek, pois sabia que o barbado havia chego, mas quando a água quente entrou em contato com sua pele, seu corpo relaxou, fazendo o garoto perder a noção do tempo passado. Quando viu, já estava no chuveiro há vinte minutos.

Ele saiu de dentro da banheira e mal se secou, vestindo a calça em seguida.
Stiles ficou mais alguns minutos no banheiro, pois ao encarar seu reflexo no espelho, aqueles cabelos e barba grandes, decidiu que deveria mudar de cara, então tratou de cortas as madeixas e os pelos faciais.

Quando se encarou de novo, ficou feliz pelo resultado, se sentia um "nenê" de novo, pois era isso que parecia sem a barba.

Stiles saiu do banheiro secando os cabelos — agora curtos — e cantarolando alguma música de The Neighbourhood, e riu ao perceber que Derek o encarava com um sorriso de lado.

— Boa noite, Derek. — disse, se aproximando do barbado. O mesmo estava sentado na ponta de sua cama.

— Boa noite, Stiles.

Derek sorriu e agarrou a cintura de Stiles, beijando-o calmamente, afobando o beijo em seguida. Em minutos, ambos já estavam sem roupa. O menino por cima do barbado soltando gemidos baixos e finos, Derek se perdia naqueles gemidos, e Stiles se perdia em Derek, mesmo que não admitisse.

Já quase meia noite, os dois estavam deitados na cama enquanto tentavam se manter acordados para continuar a conversa sobre o dia de Derek.

— Por que está tão calado? — o barbado perguntou.

— Não sei... — o tom de voz preocupado de Stiles assustou Derek. — Você está sentindo algo por mim?

Derek conteu um suspiro, não conseguia pensar em nada para responder, então uma voz começou a ecoar por sua cabeça.

Um amor... E eu não quero que isso me prenda a esse lugar novamente.”

Se respondesse a verdade, poderia perder Stiles, então apenas sorriu e disse:

— Depende...

— Depende? — o menino perguntou.

— É apenas uma amizade colorida, Stiles... Não se preocupe, eu não estou apaixonado por você.

Stiles perdeu o ar. Tinha que responder algo, mas não conseguia.

— Que alívio...

A frase machucou ambos corações.

— Estou exausto. Podemos dormir? — o menino perguntou.

— Claro...

O barbado observou seu companheiro se ajeitar em seu travesseiro, tentando não manter contato físico com o barbado.

Derek olhava para Stiles o tempo todo. Ambos deitados e afastados um do outro, distância pequena que mais parecia uma imensidão.

O barbado encarou a mão do menino, estava perto da sua. Ele mexeu os dedos para mais perto, mas quando estava prestes a entrelaçar seus dedos, cerrou sua mão em punho, levantando-se da cama um pouco nervoso, não aguentaria dormir ao lado de Stiles essa noite. Talvez, não só essa, mas todas.


Notas Finais


Não me batam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...