História Teach Me || Sterek - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Brett Talbot, Cora Hale, Decaulion, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jennifer Blake, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Sterek, Steter
Exibições 631
Palavras 900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - •°• Probably •°•


Fanfic / Fanfiction Teach Me || Sterek - Capítulo 3 - •°• Probably •°•

Stiles dormiu durante quase toda a viagem, afinal, ele não ficaria olhando para um monte de metal durante dez horas. Então resolveu acabar com isso dormindo pelo menos a metade do tempo.

Quando acordou, pegou o celular e reajustou a hora para o fuso de Beacon Country, não queria chegar em Beacon Hills e não saber a hora, e oito horas de diferença fariam muitos estragos.

Stiles passou toda a viagem pensando em como seria pisar não só em solo americano novamente, mas como seria encarar todas as pessoas que ele deixou para trás. A maioria ainda nem tinha explicação, ele não tivera coragem nem de se despedir de todos. Pensou e Lydia, Malia... Scott... Como serie ver McCall novamente após três anos? Como seria encarar aquela vida louca e cheia de aventura? Se é que ela ainda existe. Se é que tudo que aquele lugar lhes proporcionou existisse ainda. Caçadas a animais, invasão a Casa Eichen, fugas à México... Eles realmente curtiram toda a sua adolescência, mas tudo passa, tudo tem que normalizar uma hora. E o McCall's Pack não era lá um dos mais normais.

O menino estava já andando até a saída do aeroporto quando se deu conta, ele não encontrou ninguém dentro do aeroporto e quis seguir até a casa de seu pai sozinho. Não que isso fosse uma escolha.

— Pensou que a gente ia esquecer de você? — ele ouviu aquela voz suave com entonação inigualável.

— Lydia... — sussurrou virando-se para ela, e dando de cara com toda a galera de antigamente. — Meu Deus... — ele sussurrou e sorriu prendendo as lágrimas. Levou suas mãos até a cintura e balançou a cabeça.

— Ah, qual é? Não vai nos abraçar? — Malia perguntou.

Ele riu e deu passos largos até os outros. Todos estavam ali; Scott, Malia, Lydia... Bem... Nem todos. Allison faltava. Em uma noite em que eles saíram para fazer qualquer coisa que não fosse assistir Dance Mom com John e Melissa, decidiram ir em uma lanchonete que havia perto do colégio. Mas infelizmente foram parados por dois assaltantes no meio do caminho, eles deram tudo o que tinham, mas o problema era que Allison não tinha nada. O assaltante começou a discutir com ela, falando que ela estava mentindo e ela negou, então o homem lhe esfaqueou. E dias depois, outro de seus amigos morrera quase da mesma forma. Aiden se envolveu em uma briga com caras perigosos. Não foram bons tempos, mas eles superaram, ou pelo menos aprenderam a conviver com isso.

— Eu senti tanto a falta de vocês... — ele sussurrou — Me desculpem por ter ido embora.

— Nós entendemos perfeitamente, meu cabeludo. — Lydia sorriu — Vamos?

Os quatro saíram do aeroporto rindo ainda. Stiles estava com a mochila nas costas enquanto tentava ajeitar a touca cinza em sua cabeça, e quase caiu no chão, mas quando levantou o olhar deu de cara com o mascote que tanto sentia saudade. SEU JIPE. Seu grande e azul jipe. Como ele sentiu falta daquele troço. Bons tempos aqueles que tudo se consertava com um simples pedaço de fita adesiva, mas o carro parecia em bom estado agora e Scott disse que John havia reformado todo ele.

Stiles dirigiu até a casa de cada um dos seus amigos, despedindo-se de cada um deles, e quando ficou sozinho no carro, começou a dirigir um pouco devagar, para que pudesse se familiarizar novamente com cada parte da pequena cidade. Ele sentia saudades, não podia negar, tudo acontecera ali; seu primeiro aniversário, sua primeira visita da fada do dente, primeiro tudo. E era quando ele via aquelas pessoas andando pela calçada que sentia que aquele era o seu verdadeiro lar.

Ao chegar à seu destino, ele desceu do jipe, pegou sua mochila e andou até parou de frente para a casa com paredes pintadas de um branco gelo. Ele podia jurar que eram amarelas. O menino andou lentamente até a porta, e sorriu ao ver que estava destrancada, então entrou e contemplou a casa que em quatro anos não mudara nada.

— Sem você essa casa fica vazia... — ele ouviu a voz de seu pai e se virou, vendo-o com aquele pijama cinza e rosto amarrotado.

Stiles correu até seu encontro e lhe deu um apertado abraço, matando toda a saudade que sentia de seu velho e bom John. Seu corpo estava quente e molenga, Sti sentiu isso, mas fingiu não ter percebido, o momento estava tão bom.

— Eu senti tanta saudade... — disse.

— Eu também, meu filho.

°°°

— Bem, então você vai sair para arrumar um emprego amanhã? — John perguntou enquanto abocanhava um pedaço do frango frito.

— Sim, sim! Eu preciso dar aula, e vou poder te ajudar com as contas. Caso tenha alguma. — Stiles riu e bebeu um pouco da cerveja que encontrara na geladeira. — O senhor bebe cerveja de London?

— Não, mas você mora lá perto, achei que deveria gostar. — disse.

— Eu ainda prefiro vodka. — riu.

— Velhos e bons hábitos familiares.

Os dois riram e ficaram em silêncio em seguida.

— Pai, você sabe do Peter? — Stiles o quebrou.

— Não... A última vez que o vi foi quando ele... — suspirou.

— Está tudo bem. Isso não me afeta mais. — Stiles sorriu adoravelmente.

— É bom saber disso.

— Eu acho...


Notas Finais


Derek já já vai aparecer hahahahahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...