História Teachers of love - Jikook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bottom!jeongguk, Bottom!jungkook, Comedia, Escolar, Fluffly, Jikook, Kookmin, Lemon, Romance, Taegi, Taeyoonseok, Top!jimin, Universo Alternativo, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 234
Palavras 2.934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin pessoas. Obrigada a todos que comentaram e favoritaram! E obrigada pelas visualizações aaaaaa *surta* Estamos com 285 visualizações! Obrigada mesmo!

Capítulo 4 - Capitulo 4


Fanfic / Fanfiction Teachers of love - Jikook - Capítulo 4 - Capitulo 4

 

Taehyung andava de uma ponta a outra da sala, vez ou outra sorria maliciosamente sozinho e para o nada, pois sua cabeça estava trabalhando a mil, mas tudo isso era: curiosidade, sim estava impaciente, queria notícias, mesmo ainda sendo sábado, afinal, JungKook havia pedido o número do professor de Hangul, Park Jimin, aquele pelo qual o amigo nutria sentimentos dês do dia que o viu uma única vez em uma palestra na faculdade - e Taehyung sabia que era um penhasco -, ele queria ligar, mandar mensagem, mas grande era o risco de estragar um momento crucial e também não podia pois tinha marcado com Yoongi para tratar do projeto, no qual o mesmo se encontrava quase deitado sobre a mesa observando a inquietação do outro - apartamento do Tae -.

- Eu não sei o que se passa na sua cabeça, mas pode sentar para terminarmos logo por que quero ir para casa dormir. - Yoongi fala endireitando-se enquanto Taehyung senta na cadeira em sua frente.

- Tá bem! - diz abrindo o caderno. - Eu pensei em pedirmos mudas de árvores para os alunos e colocarmos naquela área atrás da escola, lá tem um canteiro de flores, precisa apenas ser organizado.

- Hm... E alguns alunos que sabem tocar violão e cantar, ficarem tocando, sem palco, um ripo de música ambiente, alias, já tenho o repertório, mas se quiser tirar ou acrescentar algumas. – indagou o esverdeado.

- Entendo. E ficar em exposição aquele negócio que coloca inseto/borboleta morto borboletas que eles falaram nas aulas ao ar livre, enquanto explicam aos visitantes, o que acha?

- Boa ideia!

Enquanto Taehyung fica fazendo anotações e olhando a todo instante o celular, como se por algum milagre JungKook fosse ligar ou mandar mensagem, Yoongi percebe a inquietação dele novamente.

- Não é querendo ser intrometido, mas já sendo, o que você tanto espera nesse celular? Por que desde que cheguei você ficou andando de um lado para o outro e olhando direto para o celular... – Yoongi fala olhando para o Taehyung.

- Não é nada. - Taehyung diz sem olhar para Yoongi, ele continua escrevendo em seu bloco de anotações.

-Se não é nada, então se concentra. Você quer ganhar esse ano de novo, certo?

- Sim! - Taehyung diz e decide desligar o celular.

-x-

.

.

.

*Do outro lado de Seul*

- O que vamos fazer? – Hoseok falou olhando para Jin e Namjoon.

- Eu estava pensando em – Jin pronunciou-se fazendo pose de pensador, com o indicador sobre o queixo – Hum... Fazermos um pequeno túnel e dentro dele colocarmos as passagens da Dinastia Joseon.

- Boa ideia, Jin Hyung! E dentro desse túnel podemos colocar alguns alunos explicando as passagens e outros fantasiados das pessoas importantes e essas coisas. – Falou Hoseok.

-Certo. Já que é assim, podemos visitar o Palácio Gyeongbok, já que foi uma das coisas importantes que aconteceu na dinastia. – Namjoon falou olhando para os outros rapazes.

- Vamos então – Retrucou Jin.

Os três rapazes seguiram até a próxima estação de trem para seguirem até Jongno-gu.

Ao chegar à estação, ambos compraram suas passagens e caminharam até a plataforma para esperarem o próximo trem. Enquanto Namjoon e Jin conversavam, Hoseok se matava mentalmente pensando em que o Taehyung e o Yoongi estavam fazendo, afinal tinha ciúmes do seu namorado até com os irmãos do mesmo. Possessivo? Claro, na visão de Hoseok tinha-se que cuidar do que é seu. Até que finalmente resolveu mandar uma mensagem para seu namorado, o trem chega e ele tem que embarcar no mesmo.

Logo que chegaram ao Palácio Gyeongbok, avistaram todas aquelas pessoas vestindo seus hanbok, ambos de diversas cores que dava ao lugar uma áurea mais viva. Os estrangeiros paravam e tiravam fotos, o dia de hoje estava bastante movimentado no local. Os três rapazes com suas mochilas nas costas e papeis nas mãos, seguiram para dentro do grande Palácio, para conhecer mais sua cultura e os acontecimentos que se passaram ali, para poder já apresentar suas ideias na segunda para o diretor.

-x-

[Jimin On]

Merda! Merda! Merda

O que eu fiz? Toda e qualquer chance por mínima que fosse de ter algo com ele foi para o pé! Sim, o pé, pois acabei de esmagar. Aish, por que ele tinha que estar tão perto? Aqueles lábios que sempre parecem me chamar. Eu cedi! Como Jeon JungKook fazia isso comigo? Eu devo admitir que já tive algumas quedinhas por outras pessoas, mas, nenhuma repito, nenhuma causa o santo efeito que JungKook me causa. Aigoo! Acho melhor eu parar de pensar na merda que eu fiz, e ir logo arrumar as coisas para levar na segunda para a escola e me desculpar.

Assim que terminei de arrumar as coisas que havíamos usado para preparar as coisas, tomei um banho e em seguida vesti uma calça moletom preta, junto com uma blusa de mangas compridas. Percebi que depois de tanto tempo se passou minha omma não havia voltado da casa de minha tia, o que era muito estranho já que ela não gostava do marido da mesma.

Depois que tomei banho fui até meu quarto e peguei meu celular para poder ver as mensagens das pessoas e tentar ver se o JungKook me bloqueou, o que era quase provável. Assim que abri as mensagens, tinha algumas do grupo dos professores, outras da minha tia, uma da minha omma avisando que não viria para casa hoje porque queria passar o dia com minha tia. Bom, não tinha nenhuma do JungKook o que era ruim, mas o que era bom é que ele não havia me bloqueado – bom, ao menos isso-

-x-

Já era segunda feira, professores e alunos estavam fazendo seus respectivos trabalhos para que a feira acontecesse tudo perfeito. E antes que você pergunte não, eu ainda não falei com o JungKook, e sim estamos um do lado ao outro sem nós se falar. Bom, enfim os alunos ajudaram bastante na costura e montagem do cenário para o dia da feira e isso ajudou bastante, já que não conseguiríamos fazer os figurinos e montar o cenário em menos de dois dias. Enquanto os alunos e alunas faziam suas tarefas, JungKook estava ajudando os alunos a colocarem as coisas do cenário no ginásio da escola, já que seria ali a nossa apresentação. E eu, bom, estava corrigindo o roteiro junto com duas meninas do 3° ano B.

- Não eu já lhe disse que ele é namorado do professor de matemática, pare de querer dar em cima dele, Choi Taeyeon! – Escutei uma das alunas falar para a outra que estava em seu lado.  Virei-me para as duas e as observei, podem me chamar de fofoqueiro.

- Mas ele é muito perfeito, Soomin! – A outra lhe olhou – Ta, eu sei que ele é namorado dele, mas não custa nada olhar a bunda dele né!

- Ele tem cara de passivo – A outra lhe olhou fazendo negação com sua cabeça – É sim! Olha aquela bunda, é bunda de passivo!

Mas o que?!

- Ele é ativo miga, às vezes os passivos são aqueles que têm mais cara de macho alfa, e os ativos os fofinhos. Nunca se engane por rostinhos bonitos. – Suspirou – E não discuta comigo, eu sou formada em fanfics sei do que estou falando.

- Claro né dona Soomin – Deu língua para a amiga.

Aproximei-me das mesmas que logo pararam o assunto.

- Posso saber o porquê das senhoritas estarem discutindo uma coisa tão besta como essa e não estarem fazendo as coisas que eu entreguei? – perguntei olhando para as duas que estavam com suas bochechas ruborizadas.

- É-É O-Oi Professor, como vai? Ta bonito hoje hein – A Soomin falou enquanto voltava ao seu trabalho, e sua colega apenas a acompanhou.

.

.

.

.

.

.

.

.

[Jungkook On]

Eu sei, não deveria ter saído de lá correndo como um desesperado, afinal, era isso que eu queria, o sentimento é bom, saber que estou sentido isso novamente me deixa feliz, mas os sentimentos passados que me levavam a certo alguém estavam me perturbando. Preciso dormir e pensar um pouco sobre tudo que estar acontecendo, e amanhã mandar mensagem para o Taehyung, preciso desabafar, e apenas ele pode me ajudar, apesar de saber pouco do que aconteceu no meu passado, pelo menos sobre isso...

-x-

Assim que cheguei em casa naquele dia, fui imediatamente para meu quarto. Minha Omma á se encontrava em casa, com tudo a mesma não me viu chegar. Depois de tomar um banho e vestir meu pijama, peguei meu celular com o propósito de contar ao Taehyung o que tinha acontecido na casa do Jimin. Assim que desbloqueei meu celular, não havia mensagens do Jimin, tinha apenas algumas mensagens dos grupos dos professores, os quais estavam desesperados com a feira, já que a mesma determinava qual sala e professor era “o melhor” na escola.

JungKook; 19h30Min

 Tae eu preciso falar com você.

TaeHyung; 19h31Min

Toda vez que você começa com “Preciso falar com você” é por que não é coisa boa. Mas pode falar. Como foi o seu dia com o Jimin?

JungKook; 19h32Min

É sobre isso mesmo que quero falar com você.

TaeHyung; 19h32Min

O que houve, criatura?

JungKook; 19h33Min

Bom, digamos que eu estava na rua e certa chuva me atingiu, e eu tive que tomar banho na casa de certo professor de Hangul, e lá eu o vi sem camisa e depois de um tempo... Acidentalmente nós beijamos...

TaeHyung; 19h34Min

EITA PORRA! PARACE QUE FINALMENTE JEON JUNGKOOK SAIU DO DESERTO QUE ELE VIVIA, E AINDA MAIS COM O SER QUE ELE TEM UM PENNHASCO! EU TO MUITO ORGULHOSO DE VOCÊ MEU JOVEM.

JungKook; 19h34Min

Eu ainda me pergunto por que sou seu amigo.

Mas, falando serio, eu acho que o deixei magoado.

TaeHyung; 19h35Min

Por quê? Você fez o que dessa vez?

JungKook; 19h35Min

Bom, Eu sei que fui um trouxa, mas eu sai de lá depois de tudo. Sem falar nada.

TaeHyung; 19h36Min

Eu não acretido que você fez isso Jeon JungKook! Você passa anos e anos procurando o ser que você tem um penhasco de amor, e quando finalmente acha, você faz glicose anal?

JungKook; 19h36Min

Não foi glicose anal! Eu apenas me lembrei do outro embuste que um dia chamei de namorado!

TaeHyung; 19h36Min

JungKook, meu biscoitinho de mel. Esquece aquele ser pelo amor de nossa senhora da bicicletinha, e vai atrás do homem que você gosta. Você não pode deixar sua vida apenas por conta de um erro no passado.

JungKook; 19h37Min

Você tem razão Tae. Eu vou fazer alguma coisa. Pode deixar.

Ah, e eu quero detalhe da sua tarde com certo esverdeado tocador de piano.

TaeHyung; 19h37Min

Hahaha! YoonGi Hyung é a melhor pessoa! Serio, ele me deu algumas ideias que são geniais. Pode se preparar JungKook que esse ano eu ganho novamente.

JungKook; 19h37Min

É o que vamos ver.

 

FlashBack On

- JungKookie! Vamos! Estamos atrasados! Eles iram sair sem nós!

- Espera um pouco Yugyeom!

Assim que peguei a câmera fotográfica e alguns cadernos, sai do meu quarto e em seguida de casa, dando de cara com o Yugyeom sentado na calçada olhando para uma das flores do jardim da minha mãe.

- Agora podemos ir Yugyeom. –Sorri – Desculpa a demora – Andei até a frente de casa próximo a cerca. – Vamos!

-Espera JungKookie – Veio até mim – Você não está esquecendo de alguma coisa? – Me olhou e depois levou seu dedo indicador até seus lábios – Popo – fez um biquinho.

- Claro que não – Me aproximei dele e depositei um selar em seus lábios – Agora vamos – Peguei em sua mão e o puxei.

FlashBack Off

Acordei atordoado. Eu havia mesmo sonhado com ele depois de um ano sem ao menos lhe ver? Como assim Yugyeom estava em meus sonhos novamente?

Bom, não é que eu tenha ódio profundo do Yugyeom, afinal foi ele que me ensinou tudo que eu sei sobre a vida. Eu era um nerd que só focava nos estudos e não tinha vida social, e Yugyeom havia me ensinado as coisas que eu estava perdendo. Mostrou-me o lado divertido da vida, e que existia coisa melhor alem de livros e cálculos, e eu agradeço muito a ele por ter me mostrado isso, de verdade, mas, depois do que ele me fez eu não posso simplesmente deixar isso pra lá e sorrir como se nada tivesse acontecido.

-x-

E a segunda feira havia chegado. Dois dias antes da feira. Me levantei cedo naquele dia, estava com uma disposição que nunca havia tido. Depois daquela conversa com o Taehyung ontem eu finalmente vou tomar coragem e ir fazer alguma coisa em relação ao Jimin, afinal, éramos adultos não podíamos deixar que um simples beijo atrapalhasse nossa relação no trabalho.

Assim que me levantei direto para o banheiro tomar um banho de água gelada para tirar todo nervosismo de mim. Quando terminei o banho sai com a toalha enrolada envolta a minha cintura, abri meu guarda roupa e de lá tirei uma blusa listrada em preto e branco, junto com uma calça preta com rasgos nos joelhos. Assim que me vesti, peguei meu all-star preto e arrumei meus cabelos. Depois disso desci as escadas de minha casa e fui até a cozinha, minha omma já tinha saído para o seu trabalho, e havia deixado algumas panquecas para mim. Depois de ter comido, peguei minha mochila junto ao meu casaco  e fui em direção a escola.

Após minha chegada na escola, vi os de mais professores juntos de sua turma fazendo a montagem de seus locais. Fui até a sala do 3° ano B e vi que não tinha ninguém, então foi aí que me lembrei que iríamos fazer uma peça então, caminhei até o ginásio. Assim que cheguei, lá estava o Jimin ajudando os alunos a carregarem as coisas para montarmos o palanque.

- Bom dia pessoal! Hoje teremos um dia cheio! – Disse colocando minha mochila em cima de alguma cadeira que havia ali perto. – Hoje teremos que deixar esse palco pronto e algumas das roupas e o roteiro pronto. – Todos olharam para mim, inclusive o Jimin. – As meninas irão ajudar na parte das roupas, os meninos virão comigo para montarmos o palanque – Após falar isso cada aluno foi fazer sua respectiva coisa. – E vocês duas – Apontei para duas meninas uma de madeixas azuladas e outras de madeixas castanhas – Vocês irão ajudar o Professor Jimin a terminar o roteiro. – Ambas assentiram – Agora vamos trabalhar!

-x-

Eu nunca senti minhas costas doerem tanto na minha vida. Eu estava morto! Completamente morto! Carregar tabuas e martelar os pregos nelas era mais difícil do que eu imaginava. Mas voltando para realidade. Os alunos já estavam indo embora para as suas casas, e dentro do ginásio só ficamos Jimin e eu. O clima estava pesado, nenhum dirigia a palavra ao outro. Com tudo, eu havia saído de casa com um propósito de fazer as pazes com ele. E era isso que eu iria fazer.

- Jimin... – Rompi o silencio que existia ali – Desculpa por ter agido igual a uma criança no sábado – O olhei.

- Não precisa se desculpar Kookie, eu que deveria. – Suspirou – Desculpa por ter feito aquilo com você, eu me deixei levar e acabei deixando tudo estranho entre nós.

- Mas eu gostei! – Exclamei, ficando vermelho logo em seguida – Realmente gostei, mas havia me lembrado de coisa que não queria ter lembrado e por isso que sai daquele jeito – Me aproximei dele, me aproximei até demais.

- É-é, eu também... – Ele andava para trás e eu me aproximava cada vez mais – K-Kookie... – Ele me olhou quando bateu em uma das paredes. Já não existia mais saída.

Eu confesso que lá no fundo queria ter feito isso no momento que soube que o Jimin era o ser dos cabelos alaranjados que eu havia tido uma atração enorme na faculdade, mas, eu era muito lento para esse tipo de coisa. Mas finalmente eu fiz! Fui até ele e o beijei! Finalmente eu tomei coragem e beijei Park Jimin. E que beijo. Foi exatamente como a primeira vez. Os lábios macios de Jimin estavam junto aos meus.

Depois de separarmos os lábios, o olhei no fundo dos seus olhos e dei um sorriso.

- Até mais, Jiminie Hyung – Falei em um sussurro e deixei o ginásio.

[ JungKook off]

-x-

 - Espera Taeyeon Unnie! Eu esqueci meu casaco em cima da cadeira lá no ginásio. – A garota de madeixas castanhas olhava para sua amiga com uma cara de cachorrinho que caiu na mudança – Vamos voltar? Por favor, Unnie!

- Aish! SooMin! Vê se cuida bem das suas coisas! Vamos logo pegar esse casaco!

As garotas seguiram até o ginásio, mas o que menos esperava ver era seus dois professores se beijando em meio a quadra.  A SooMin quase gritou mas, a mais velha das duas a puxou e tapou sua boca para que a mesma não estragassem aquele clima que havia entre os professores.

A de madeixas azuladas pegou seu celular escreveu no mesmo “Não grita! Pelo amor de Deus! Apenas pega o celular e tira uma foto desse momento magnífico e depois a gente surta” Depois de escrever, amostrou para sua amiga e a mesma entendeu o recado, em seguida fazendo o que a mais velha mandou. Pegou seu celular e tirou muitas fotos de deus professores. Assim que viram que eles já haviam acabado aquele clima todo, ambas correram para fora da escola.

- E meu casaco?

- Esquece o casaco! Depois a gente pega ele, agora vamos ver essa beleza de fotos!

- MEU OTP É REAL MUNDO! – As garotas gritavam em conjunto.

 


Notas Finais


Obrigada a todos por lerem <3 Obrigado mesmo. Me desculpem por esse capitulo ter saído um pouco atrasado, eu estava trabalhando no meus mais novo bebe <3 Espero que tenham gostado desse capitulo e me desculpem algum erro, acabei de escrever ele e não tive tempo de revisar.

ONE SHOT JIKOOK NOVA: https://spiritfanfics.com/historia/my-little-infinitude-9890559


ONE SHOT NAMJIN: https://spiritfanfics.com/historia/love-is-not-over-namjin-5535291


ATÉ O PRÓXIMO CAPITULO <3 DEEM AMOR E APOIO AO BANGTAN !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...