História Teaching and loving - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Alice, Aluna, Literatura, Paolacarosella, Professora, Teacher
Exibições 139
Palavras 1.194
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


A titia ama vocês!
PORRA TIABELLA DOIS MESES SEM ATUALIZAÇÃO?
É :/
Sorry
Desculpem mesmo! *Leiam as notas finais!*
Eu sei também que o capítulo tá curto, a minha ideia pra esse capítulo ia dar umas 3500 palavras, mas vou deixar a continuação pro próximo, ou eu ia levar mais um bom tempo pra atualizar.

Capítulo 21 - Capítulo XXI


Fanfic / Fanfiction Teaching and loving - Capítulo 21 - Capítulo XXI

18 anos atrás 

Patrícia tinha tudo o que desejava desde os dezenove anos, trabalhava na gerência de uma empresa de comunicações ainda no primeiro ano da faculdade de administração, estava casada com o rapaz com quem namorou por três anos e finalmente se livrara das repreensões do pai, estava bem mas não feliz como imaginara, se livrou dos sermões do velho pai, no entanto o príncipe encantado com quem se casou não se parecia nada com um príncipe.     

Patrícia estava saindo de sua última aula da noite quando notou que os óculos de sua professora ficou na mesa, pegou o mesmo e se dirigiu apressada para a sala dos professores. Encontrou Susana, a Doutora em Adm. Acompanhada de Beatriz, a jovem apenas alguns anos mais velha que a ruiva, e que pelo pouco que a ruiva observara estava sendo orientada por Susana em seu Trabalho de Conclusão de Curso.

- Com licença?

- Sim querida? – disse Susana ignorando completamente o que a morena em sua frente dizia.

- Seus óculos... – Entregou o objeto com o olhar em Beatriz. A morena sorriu docemente pra Patrícia e baixou o olhar.

- Obrigada querida! – Susana respondeu e voltou a falar com Beatriz ignorando totalmente os olhares entre suas alunas.

- O que ainda faz aqui? – A morena questionou ao encontrar Patrícia encostada numa das paredes do corredor.

- Estava te esperando para irmos beber algo. – Dizia meio ofegante apesar de estar parada à alguns minutos.

- E o que te faz pensar que eu aceitaria? 

- Você não parece ser do tipo CDF que recusa uns drinks sexta à noite para ir estudar.

- E você não parece ser o tipo de hétero que trai o marido com qualquer lésbica que conhece na faculdade. – meneou com a cabeça para a aliança de Patrícia.

- Primeiramente eu não sou hétero e segundo você não é qualquer lésbica que conheci na faculdade.

Beatriz bufou revirando os olhos – Exato! Você nem me conhece! – Respondeu e deu as costas para a ruiva.

Patrícia segurou o pulso da outra e aproximou o rosto nos cabelos escuros.

- Você não pode ser tão difícil assim Srt.ª Corella...

*-*

Alice tinha o corpo boiando na superfície da piscina, as mãos tapava o sol que lhe machucava os olhos e a mente possuía vários pensamentos aleatórios.

Tudo parecia tão calmo desde que Verônica aparecera em sua vida, tão leve, deve-se concordar que também aconteceu tudo muito rápido mas dizem que quando duas almas destinadas uma à outra se encontram, as coisas fluem naturalmente. E foi o que aconteceu, nenhuma das duas esperava uma nova relação amorosa nesse momento.

Verônica sentou na beirada da piscina e as pernas brincavam com a água, o que despertou a mais nova de seus pensamentos.

- O almoço está pronto querida, saia dessa piscina. – acariciava a face da menina.

- Apenas se me prometer que vai nadar comigo mais tarde.

- Claro Alice! 

Sorriu ternamente e curvou a lombar para deixar um beijo rápido nos lábios finos.

- Agora vá se secar, estaremos esperando lá dentro. 

Alice ainda levou alguns minutos pensando em toda aquela tranquilidade, parecia até que previa que algo ruim iria acontecer em breve.

Nadou até a escada da piscina e saiu, secou o corpo com a toalha deixada por Verônica mais cedo e colocou a saída de praia bege.

As três mulheres conversavam sorridentes na sala de jantar, Alice observou àquela cena com um sorriso bobo e os olhos brilhavam apaixonados; não apenas pela mulher sentada à sua frente, mas pela leveza do ambiente, o quanto as três estavam sendo importante para uma menina recém recuperada da solitária e amarga depressão.

Alice fitou por alguns segundos algumas das marcas que possuía no corpo, principalmente no pulso, e então voltou a sorrir  contagiada pela gargalhada gostosa de Eleonor.

- Alli anda logo, eu estou com fome! – A loura chamou sua atenção indicando a cadeira ao lado de Verônica na mesa.

Sentaram-se todas à mesa e começaram a se servir, em meio a uma conversa bem humorada.

*-*

Patrícia falava ao telefone com o carro encostado na estrada para o litoral, um motociclista parou logo atrás perguntando se estava tudo bem e a mulher disse que apensa precisava atender uma ligação.

- Sim Clarice aconteceu algo?

- Não Dona Patrícia, é que a senhora pediu pra avisar caso o Senhor Augusto aparecesse antes, ele mandou o Sérgio vir buscar uns documentos e levar uma mala com metade das coisas dele.

- Que documentos são esses Clarice? – A ruiva desconfiava de qualquer tipo de negócio que o marido fizesse, pois sabia bem dos pequenos desvios que o mesmo já fizera anteriormente.

- A eu não sei não senhora, parece que é algo do contrato daquele senhor que cuida dos galpões.

Patrícia bufou do outro lado, sabia o que o homem estava armando e pedia a Deus ou qualquer força maior para que estivesse enganada.

- Tudo bem Clarice, mais tarde eu passo aí, mantenha-me informada ok?

A funcionária confirmou  e então a mulher voltou a dirigir para a cidade afim de encontrar-se com a corretora de imóveis.

- Boa tarde Chloe, é um prazer conhecê-la! – Patrícia cumprimentou a loura dando dois beijos em seu rosto.

- O prazer é meu, a senhora já almoçou? – A jovem sorria amigavelmente com um brilho no olhar.

- Pode me chamar de Patrícia querida e não ainda não comi nada. – Retribuiu o sorriso.

- Bom estou com as informações de três apartamentos e um sobrado, todos no centro como me pediu. O que acha de comermos algo enquanto eu falo sobre cada um deles é então nós visitamos os que te agradar?

- Perfeito! – Seguiram pra um restaurante e começaram um diálogo animado sem nem perceberem. 

*-*

Dizem que tudo o que é bom dura pouco; na verdade quando aproveitamos com alegria o tempo que nos é dado, é que temos a sensação de que passou rápido de mais. E foi o que aconteceu na chácara de Eleonor; entre longas conversas, goles de vinho, banho de cachoeira, piscina e maratonas de filmes, a semana passou como num piscar de olhos e já era sexta-feira. Beatriz conversava animadamente com Alice sobre suas viagens e os mais belos lugares que conheceu, enquanto Eleonor e Verônica compartilhavam de suas experiências em sala de aula. 

- Pegue! – A mulher loura entregou uma chave à Verônica que a olhou confusa. – É a chave do chalé que tem perto da cachoeira, leve a Alli pra lá, sabemos que vocês querem um pouco de privacidade. – Sorriu. – deixamos uma garrafa de vinho e alguns doces pra vocês. – Piscou arrancando uma risada gostosa da morena. – Podem passar a noite lá se quiserem só não se esqueça do jantar com as suas duas sogras. 

- Pode deixar sogrinha! – A italiana bateu continência e riu mais uma vez.

Era tudo tão diferente para Verônica, seu riso estava tão solto e tão mais alegre, sentia falta do filho, Fernando apenas se deu ao trabalho de mandar uma mensagem dizendo que estava tudo bem. A frieza do rapaz lhe doía o peito, sua felicidade seria completa caso o menino aceitasse de vez sua relação com Alice.


Notas Finais


EU NÃO VOU PARAR COM A FIC!
Na verdade ela já está chegando no final, vai chegar a mais ou menos 30 capítulos.
Explicando meu atraso: Eu não sei como me explicar, aconteceram várias coisas que mexeram muito com o meu emocional, além de estar muito insatisfeita com a minha escrita e então me veio um belo de um bloqueio e peço mil perdões por isso.
Vou tentar atualizar novamente em duas semanas mas não garanto nada! Obrigada aos que ainda estão aqui e não desistam de mim❤
Obs: VEM TRETA POR AÍ!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...