História Tear In My Heart (Imagine BTS) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Festa, Hentai, Hoseok, Jimin, Jungkook, Namjoon, Romance, Seokjin, Suga, Sungoh, Taehyung
Exibições 34
Palavras 2.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello :) Obrigado a todos os leitores <3 Desculpem não estar escrevendo muito etc, só não quero deixar nada cansativo.

Boa leitura.

Capítulo 11 - Parte 2.


- Velhos tempos, huh? - pego as caixas de sua mão, seguindo para a sala com um sorriso enorme no rosto. Eu amo frango.

- Sei que seus domingos, são sempre solitários... - coça a nuca enquanto morde o lábio. - Até quando namorávamos... - segura em meu antebraço, mas faço questão de tirar sua mão rapidamente.

- Eu... Já venho. - coloco o frango na mesinha de centro e vou até a varanda recolher minhas coisas: prato de comida e celular.

Passo por Tyler que está sentado no chão com um porta-retrato em mãos. Provavelmente uma foto minha e de Sungoh.

Assim como Sungoh é meu melhor amigo, ele era de Tyler, mas como não deu nada certo, ambos se afastaram, assim como me afastei de Tyler. Desde então Sungoh odeia qualquer garoto que eu tente me envolver, ele se tornou super protetor e ciumento. Ele diz que o único homem que existirá em minha vida para sempre será ele.

Deixo o prato na pia, e vou para o quarto colocar uma calça de algodão. Eu ainda não tinha confiança em Tyler para ficar de camisetão e short de dormir dois palmos acima do joelho.                       

Coloco minha calça de algodão preta e prendo o cabelo em um rabo de cavalo.

Assim que chego na sala vejo uma expressão "triste" no rosto do Tyler, e não consegui sentir dó, aliás, ele me fizera sofrer diversas vezes.

- Sinto saudades de você e de Sungoh - fala baixo ainda olhando a foto. - Sabe que não sou uma pessoa ruim, só impulsivo. - coloca o retrato na mesinha e se levanta do chão.

- Eu sinceramente não sei, Tyler. Você que estragou tudo. - cruzo os braços enquanto observo Tyler absorver as palavras que disse.

- Eu... Me desculpa. - se aproxima de mim, mas coloco a mão em seu peitoral, impedindo que me abrace ou sei lá. - Eu quero reparar meus erros. Quero ser o Tyler que você sempre teve. - segura minha mão com força, ainda em cima do seu peitoral.

- Chega... Vamos ver o filme, ok? - tiro minha mão e olho seus olhos verdes marejados.

Tyler estava vulnerável, assim como eu o conheci. Estava sendo sincero e o pior era que minha mente estava dizendo que era tudo um teatro, para eu acabar voltando a ser seu brinquedo, mas meu coração dizia que ele estava tentando de verdade.

- Se quiser, posso ir embora. - eu podia ser fria com Tyler, mas não deixaria ele ir depois de trazer esses mimos, em um domingo, depois de pedir desculpas.

- Yah! Senta aqui. - bato no lugar vago ao meu lado. - Esse filme é triste - comento pegando o DVD.

- Vai gostar... Dá aqui. - pega o DVD e coloca no aparelho. - Bombons de morango. - fala baixo assim que senta ao meu lado.

- Mentira! - pego a caixinha marrom em mãos e a abro. - Eu amo - pego um bombom e dou uma mordida. - Wow! - coloco um bombom em sua mão.

- Eu sei que você ama. Lembra quando fomos naquela sorveteria e você começou a colocar um monte de bombons de morango e na hora de morder caiu tudo? - começo a rir lembrando-me que aquele fora nosso terceiro encontro e tudo tinha dado errado.

- Quando estávamos indo embora e eu escorreguei na neve. - falo rindo lembrando do desastre que Hirai Naomi sempre fora.

- Foi nosso primeiro beijo... - Tyler fala com um brilho nos olhos. - Sua luva estava com chocolate e sua touca cheia de neve.

- E seu nariz estava tão gelado, que acabei esquentando-o com minha luva de chocolate.  - ambos estávamos com aquele olhar nostálgico. Eu sentia saudades desses momentos, Tyler era tão carinhoso e atencioso no começo do namoro,  mas depois de alguns meses, se tornou frio, ausente e só sabia beber com os amigos da Universidade.

- Sinto sua falta - fala baixo pegando em minha mão. - Eu... Preciso de você.

- Nada de tentar me beijar! - dou uma risada sem graça, tentando quebrar o clima.

- Ok Mimi-San. Dá play no filme, por favor? - como mais um bombom antes de dar play no filme.                       

 (...)

O filme já estava acabando e eu não parava de chorar, a história era tão linda, e o que eu mais gostei é que não era àqueles filmes de romance onde a mocinha pobre e caipira fica com o bad boy mais popular e rico da escola, e sim uma história de superação de uma família.

- Porra... - cubro a boca por falar um palavrão em meio aos soluços. - Eu não gosto de filmes assim!

- Você só gosta de filmes de ação e ficção científica! - Tyler seca minhas lágrimas ainda rindo. - Preciso ir... Nos vemos amanhã? - levanta arrumando o suéter que estava torto.

- Ok! - levanto arrumando o camisetão e pegando a antepenúltima coxinha de frango. - Não trabalha amanhã?

- Trabalho sim, mas saio no mesmo horário que você. - Tyler tira uma touca vinho com orelhinha do bolso do seu suéter. - Combina com você. - solta meu cabelo e coloca a touca.

- Yah Tyler... - abro a porta do apartamento com um sorriso. - Obrigada.

- Até mais Mimi-San. - Tyler afaga meu ombro e sai sorrindo largo.                       

Volto para sala e olho às horas no celular, estava estranhando a demora de Sungoh para chegar, já era 10 PM e estava pensando sinceramente em ir dormir e deixar a porta sem trancar.

Recolho a sujeira que estava em cima da mesinha e a levo para cozinha, descartando os lixos fora e colocando os copos na pia para lavar.

Volto para sala jogo-me no sofá. Pego meu celular e vejo uma chamada perdida de Taehyung no Skype, retorno a chamada com a câmera desligada.

- Noona! - olho bem para câmera e vejo TaeTae na sala, com os garotos de fundo, pelo o que parecia assistindo algo. - Liga a câmera, huh?

- TaeTae - falo animada e ligo a câmera - Como você está?

- AIGO! - grita assustando-me. - Você está tão fofinha suja de chocolate e com esse gorrinho!  - escondo o rosto, e passo a mão no canto da minha boca.

- No nariz! - escuto a voz de Jimin, que faz eu arregalar os olhos.

- Não faz mais isso Taehyung! - aponto para a câmera com uma cara emburrada.                       

 - Omo! Vem aqui - Jimin joga Taehyung para o lado e abraça o notebook.

- Calem a porra da boca. - escuto Yoongi gritar.

- Mas hyung, estou falando com a noona. - Taehyung fala de cabeça baixa, enquanto Jimin morde o lábio, segurando o riso.

- Vai para o quarto de vocês, ok? - falo baixo, enquanto vou para o quarto.

- Vem V, vamos subir, a Mimi pediu. - escuto algo cair e Taehyung começar a rir.

- Mimi? - escuto Namjoon falar longe.

Jimin já estava subindo os degraus com o notebook em mãos, e como sempre, estava com uma camiseta regata deixando seus bíceps malhados a total disposição.

- Deixo você pegar. - Jimin fala rindo tirando-me do meu pequeno transe.

- Do que está falando? - viro o rosto com um sorriso sapeca no rosto.

- Você me admirando. - escuto a voz de Jin longe, e parecia estar brigando com alguém. - Não liga, Jin está brigando com J-Hope. - Jimin abre a porta e entra no quarto mal iluminado.

- Jimin... Acho melhor vocês ligarem amanhã - os gritos estavam mais altos e pude ouvir Jin chamando Hoseok de irresponsável.

Hope sempre foi tão paciente, responsável e acima de tudo amigável, o que será que ele andou aprontando para deixar Jin bravo?

- Relaxa Mimi. Saiu hoje? - Jimin deita na cama com o notebook em seu colo.

- Sai com uma amiga e com Jin, e você? - Taehyung pega o notebook do colo do Jimin com um sorriso fofo no rosto.

- Os outros querem falar com você! E para de dar atenção ao Jimin. - sai do quarto com o notebook em mãos.

- Eu estou conversando Taehyung! - Jimin corre atrás de Taehyung dando um tapa em sua cabeça.

- Ei! Parem. - falo rindo - Eu posso ligar amanhã gente, os meninos estão ocupados.

Os dois descem a escada correndo e quando chegam na sala Jungkook puxa o notebook.

- Noona! Yah! Que saudade. - fala com a bochecha levemente rosada e um sorriso tímido.

- Meu maknae, você precisa vir aqui, assim já faremos mais covers. - falo com os olhos brilhando.

- Eu sou seu favorito! - Taehyung grita aparecendo atrás de Jungkook.

- Na verdade é o Jin. - Jungkook fala com uma cara emburrada.

- Todos são meus favoritos, ok? Só que o Kook é o mais novo. - falo rindo e me ajeitando na cama.

- Isso não vale. - Yoongi aparece sorrindo atrás de Taehyung e Namjoon ao seu lado sorrindo.

- Oppas. - acenei sorrindo.

- Mimi. - Namjoon fala com uma voz doce.

- Nam. - faço um coração com os dedos.

- Sai! Esse coração é para mim - Taehyung empurra tanto Namjoon quanto Yoongi.

Ouço batidas em minha porta, levanto da cama e vou até a mesma abri-la. Sungoh estava parado em frente a porta com a cabeça baixa.

- Trancou a porta? - pergunto voltando a deitar em minha cama.

- Sim... Está com fome? Trouxe sushi... - senta na ponta da minha cama.

Olho para o celular e vejo os garotos prestando atenção em minha conversa com Sungoh.

- Não. Comi frango e bombom de morango com o Tyler. - Sungoh fecha a cara e trinca o maxilar.

- Tyler? - Yoongi fala juntamente de Sungoh.

- Meninos, vou desligar, amanhã falo com vocês! - antes de desligar a chamada Hoseok aparece com Jin ao seu lado. - Hope! - ele olha em direção ao notebook e manda um beijo.

- Não sai noona... Deixa o microfone no mudo então... - Jungkook fala com uma carinha tristonha, assinto e deixo no mudo o microfone.

- Pode começar explicando. - Sungoh fica em pé ao lado da cama com os braços cruzados.

- Tyler quer meu perdão, e está fazendo o possível para que eu faça. Hoje como sempre fiquei sozinha, ele meio que lembrou disso, e veio me ver. Trouxe frango apimentado, bombom de morango, um filme e esse gorrinho, além de termos um momento nostálgico e ele falar que sente saudade de você também. - dou uma pausa recuperando o ar e aponto para o gorrinho em minha cabeça.

- Você está pensando em voltar com o Tyler? - fala andando de um lado para o outro. - Sabe o inferno que você sofreu, da porra que sua vida ficou. Aish! - coça as têmporas.

- Não vou voltar com ele, ok? E eu sei o que passei com ele. Eu... - tiro o gorrinho colocando-o na minha cama e fazendo um coque.

- Não fica brava. Eu só me preocupo, sabe disso, sabe também que eu serei o único para sempre. - Sungoh segura meu rosto com as duas mãos e dá um beijo em minha testa.

Qualquer um que veja isso acharia que eu e Sungoh temos algum tipo de relação, mas na verdade é apenas "o nosso jeito".

- Eu sei oppa... - dou um sorriso tímido e recebo outro beijo na testa.

- Vou trazer seu sushi! - solta meu rosto e sorri saindo do quarto.

Olho para meu celular e vejo os meninos com uma cara confusa. Ligo o microfone novamente.

- Miane... Sungoh é um pouco... Ciumento. - Yoongi, Jimin e Namjoon estavam conversando entre si, enquanto Taehyung estava com um sorriso sem graça e Jungkook de cabeça baixa.

- Sem problemas. – Jin aparece na câmera sorrindo e mandando um beijo.

- O que vocês estão fazendo? – Sungoh senta ao meu lado, entregando-me uma barquinha de Sushi. – Que delícia! – bato palmas enquanto olho aquela variedade.

- Você não cansa de comer? Acabei de ver o tamanho da caixa dos frangos apimentados, e a de bombons. – Sungoh fala deitando em meu colo. – Guardou algum para o seu oppa? – faz aegyo.

- Deixei dois na geladeira. – volto minha atenção para a chamada do Skype com os meninos.

- Yoongi e Namjoon então assistindo televisão, Hoseok e Jin vão cozinhar, e nós estamos falando com você! – Taehyung fala excluindo os mais velhos.

- Estamos tentando falar com você – Namjoon tenta pegar o notebook, mas Jimin bate em sua mão. – Eu sou seu hyung!

- Mi, preciso falar com você. – Yoongi fala praticamente gritando.

- Esse branquelo está na chamada também? – Sungoh fala baixo.

- Aigo fica quieto – tapo sua boca. – Ok Yoongi, e Nam podemos falar depois, ok?

- Mimi, estou com saudades! – Hope aparece gritando e mandando beijos, mando beijos novamente e Jimin fingi pegá-los – Yah! São para mim – Hope bate na cabeça de Jimin e sai andando ao lado de Jin.

- Meninos, está tarde, preciso dormir. – Sungoh estava apontando para o relógio com uma cara sonolenta. – Adoro vocês, até amanhã – mando beijo para cada um e desligo a chamada.

- Vou dormir com você – Sungoh fala roubando um sushi da minha barquinha.

- Ok! Só vou colocar meu short, leva isso na cozinha. – entrego a barquinha para Sungoh.


Notas Finais


Beijos de elfo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...