História Tear In My Heart (Imagine BTS) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Festa, Hentai, Hoseok, Jimin, Jungkook, Namjoon, Obsessão, Romance, Seokjin, Stalker, Suga, Sungoh, Taehyung
Exibições 22
Palavras 1.933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello :) Obrigado quem vêm acompanhando "a vida" da Mimi ❤ Eu ando um pouco desanimada, mas nada que faça eu desistir das minhas fanfics.

Boa leitura.

Capítulo 12 - Colors.


Segunda-Feira

- Você tem certeza de que a cor cinza ficará bom? - olho para Yoongi que estava pensativo olhando a paleta de cores. 

- Sim, eu nunca erro. - responde ainda concentrado nos diversos tons. - Hoseok? - Hope estava um pouco distante de nós, conversando animadamente com sua namorada.

- An? - olha com o cenho franzido para Yoongi. - Fala hyung. - se aproxima com seu costumeiro sorriso largo.

- Cinza escuro, ok? - Hope olha rapidamente para mim, antes de assentir. - Mi, pode pegar rolos de tinta? 

- Ye, três? - ele assente enquanto fala com uma atendente sobre a tinta. 

- Já pensou na minha cor favorita? - Nam começara a andar ao meu lado em direção aos acessórios de pintura.

- Com certeza salmão! - Namjoon fala erguendo o queixo e sorrindo.

- Azul bebê! E você sabia disso! - empurro seu ombro e olho sua cara de indignação.

- Yah! Como pude esquecer? - levanta as mãos e as balança .

- Eu gostaria de pintar e arrumar meu quarto de outra forma... - pego dois rolos entregando-os para Nam, enquanto fico com um.

- Podemos fazer isso! - Nam passa o braço por meu ombro, enquanto encosto minha cabeça em seu peito. 

- Você é cheiroso. - falo baixo enquanto dou uma risada tímida. - Vou falar com Sungoh, sobre mudar a cor dos quartos. 

- Você tem cheirinho de morango. - lembro que Hope dissera a mesma coisa, e percebo que o mesmo está usando o moletom que eu dera.

Yoongi olha para mim e depois para Namjoon, e parece que o mesmo não gostara. Fez um gesto para que entregassemos os rolos logo.

- Hiromi, eu já entendi, ok? - Hope começa a coçar as têmporas, enquanto sua namorada apontava e falava alto com ele. - Hyung já podemos ir? - toca no ombro de Yoongi, e sua cara demonstrava que estava cansado.

Eu devia estar muito imersa ao cheiro de Namjoon, para não prestar atenção na pequena discussão de Hoseok e Hiromi.

- Vamos - Yoongi toca em meu ombro enquanto entrega a sacola com os rolos para Namjoon. - Mi vou te deixar em casa, ok? - assinto enquanto ando mais a frente dos meninos, não queria sentar atrás e ter que ir com Hiromi.

Mesmo eu tendo falado apenas duas vezes com ela, eu não conseguia aceita-la. Talvez eu esteja sendo babaca e a garota seja mega legal, mas eu não conseguia... Não por enquanto.

Sento no banco de passageiro ao lado de Yoongi, enquanto Namjoon, Hoseok e Himori sentaram atrás.

- Suga, pode me deixar em casa? - Hiromi fala baixo enquanto fecha a porta. - Por favor...

- Ah... Claro, deixo você antes da Naomi. - Yoongi dá a partida fazendo o carro se mover moderadamente. Meu celular apita avisando a chegada de uma mensagem.

"Nos encontraremos hoje, sem falta. 11 PM na frente do seu prédio". - Admirador.

Li a mensagem novamente, mas agora atenta à todos os detalhes, e motivos possíveis, para que meu admirador quisesse me encontrar.

Eu só tinha duas horas para enrolar os meninos, principalmente Yoongi que quer falar algo e me evitou o máximo que pode.

Estava pensando em alguma mentira para que Yoongi não saísse do carro e viesse conversar. Caso ele saísse do carro, com certeza, me levaria até o apartamento, o que me atrasaria... Já que eu mentiria para Sungoh também.

Olho de canto de olho para Yoongi, vendo o mesmo com uma mão no volante e outra no queixo. Ele parecia distante e estava tão concentrado.

- Suga, próxima rua à esquerda. - escuto Hiromi falar e colocar a mão no ombro de Yoongi.

Olho para o retrovisor e vejo Namjoon com o celular em mãos, como sempre. Hope estava de olhos fechados, com a cabeça encostada no banco, parecia um ursinho.

- Você vai voltar Hiro? - Namjoon desvia os olhos do celular e olha fixamente a ruiva.

- Hoje não Nam, Hobi precisa ficar sozinho. - fala arrumando a saia de pregas preta. - Fiquem bem, popo. - manda beijo para os três e sai andando graciosa para sua "casa".

Nesse curto tempo de diálogo, eu sorria forçadamente.

- Brigaram? - Yoongi pergunta olhando para o Hope. Fico olhando fixamente para frente, para que não pensem que estou me metendo.

- O de sempre. - Hoseok fala dando de ombros.

- Kook vai ficar magoado. Hiro combinou de fazer bolo com ele. - Namjoon fala baixo.

Pendo a cabeça para o lado, assim apoiando-a na janela do carro. Pego meu celular e mando uma mensagem para Yoo, talvez eu tenha sorte e Sungoh esteja com ela.

"Yoo, Sungoh está com você?" - Naomi.

O carro volta a se mover e por acaso, não prestei atenção no fim da conversa sobre a japonesa. 

"Soohyun acabou de levá-lo na porta. Moon estava aqui com o irmão mais velho. (Lindo)" - Yoo.

"Moon disse que você nos abandonou" - Yoo

Um sorriso triste se forma em meu rosto. Eu sentia saudades dos meus momentos com as meninas, minhas noites eram divertidas, e eu não brigava com Sungoh. Talvez eu precise de férias dos meninos.

Respondo Yoora da forma mais animada que achei, guardei o celular no bolso e voltei a olhar o movimento dos carros e pessoas que passavam nas ruas.

- Mimi está tão quieta... - escuto Namjoon sussurrar, provavelmente falando com Hoseok.

- Será que aconteceu algo? - Hope sussurra de volta.

O problema é que eles não sabem sussurrar baixinho, como se fosse um segredo. Estavam parecendo o TaeTae quando quer me contar algum segredo.

- Quer ir jantar lá em casa? - sinto as mãos de Namjoon em meu ombro, puxando-me de leve para trás.

- Não posso. - sinto o aperto de suas mãos se tornarem fraco, e só então percebi que eu fui grosseira. - Tenho aula amanhã. - passo uma mão por cima da sua massageando-a.

- Ah, verdade... Está tarde mesmo. - tira as mãos de meu ombro e se ajeita no banco.

- Está magoada com algo? - Yoongi finalmente me olha, já que havia parado no sinal vermelho. 

- Não. - falo sincera olhando em seus olhos.

- Ok então - volta a olhar para a rua.

Mais 5 minutos de puro silêncio no carro, e eu já estava em frente ao meu edifício.

- Obrigada, pela carona. - tiro o cinto e abro a porta, saindo do carro apressada.

- Até mais Hirai. - Hope fala abrindo a porta e abraçando-me em seguida.

- Até Hope - dou um beijo em sua bochecha e o mesmo entra no carro, sentando onde segundos atrás eu estava.

- Até depois Nam. - Nam me abraça bem forte, como se dependesse desse abraço.

- Até Mimi - sai do abraço sorrindo.

- Vou pegar seu abajur. - Yoongi fala frio, abrindo o porta-malas. - Eu levo. - sai andando com o abajur de cogumelo, sem aos menos me ouvir.

- N-não precisa. - ando rapidamente atrás de Yoongi, segurando seu ombro.

- Precisamos conversar, esqueceu? - vai diretamente para o elevador com o objeto em mãos. Me reverencio rapidamente ao ver o síndico e corro em direção ao elevador, atrás de Yoongi.

O que Yoongi tinha de conversar tão sério?

- Yoongi calma... Você não pode deixar Namjoon e Hoseok no carro. - paro ao seu lado enquanto o elevador fecha as portas.

- Posso. - olha para mim e depois volta a olhar para os botões espelhados. - Está namorando com seu ex novamente? - pergunta com escárnio.

- Não! Você está tão bravo por isso? - olho indignada para Yoongi, que continuava a encarar os botões. - Você não é assim, Yoongi. O que aconteceu? - toco em seu queixo, fazendo-o me olhar.

- Eu não sei... Você parecia estar tão interessada em Namjoon, depois em mim e agora em Tyler. E - interrompo Yoongi colocando meu dedo em seus lábios.

- Vocês são meus amigos, Yoongi! Você nunca teve ciúmes, ou brigou com seus amigos por uma garota. Você me deu esse colar com o significado de nossa amizade. - tiro o colar de dentro do meu moletom do Batman. - Honre isso.

- Miane Mi... Eu estou misturando as coisas, eu não devia ter sido tão precipitado, achando que estávamos... - selo nossos lábios rapidamente.

Eu não queria nada sério com ninguém no momento, mas ver Yoongi tão desolado, me fez agir sem pensar. 

Yoongi nunca gostou de relacionamentos assim como eu, e sempre prevaleceu a amizade em vários momentos, mas agora o Yoongi seguro de sí, que sempre soube como agir e falar, não estava ali.

- Você fica fofo quando está nervoso, mas não quero você se tornando algo que não é. - dou outro selar em seus lábios macios e rosados.

- Mi... Obrigado. - podia ver que Yoongi estava mais aliviado e sua expressão carrancuda, já sumira.

- Dá isso aqui, você precisa ir para casa jantar. - pego o abajur de suas mãos gélidas e pude ver um sorrisinho se formando naquele rostinho pálido.

- Agora sei porque Namjoon sempre escondeu você de todos nós. - Yoongi me dá um beijo na bochecha, e pude ver seus olhinhos direcionados a meus lábios. 

- Te vejo depois, Suga. - falo seu apelido sorrindo enquanto saio do elevador.

Abro a porta com cautela, pois não queria quebrar meu abajur. 

O coloco ao lado da porta para tirar os tênis e substitui-los por minhas pantufas.

- Mimi, demorou para chegar. - Sungoh fala jogado no sofá... Apenas de cueca, sabe-se lá o que se passa na cabeça desse menino. 

- Aigo! Sungoh é outono, não está com frio? - pego o abajur e me direciono para o meu quarto.

- Tyler deixou um presente! E eu não estou com frio. - fala gritando, enquanto escuto o volume da televisão aumentar. - Maratona da série Gotham. - grita novamente.

- Omo! - tiro minhas roupas, jogando-as na cama, e vestindo meu pijama da Mulher Maravilha, visto meu par de meias com estampa de joaninhas, e saio correndo para a sala com o celular em mãos. - Começou? - pergunto me jogando no sofá ao lado de Sungoh.

- Vai começar! - Sungoh fala animado me entregando um sanduíche.

- Uuuh! Estou animada. - falo quase pulando em cima de Sungoh. - Faz tempo que não vemos Gotham! 

- Você não vê faz tempo, eu andei vendo com a Yoo. - sorri diabólico.

- Aigo! Traidor! - prendo minha atenção na televisão, assim que aparece a faixa etária.


(...)

Sinto meu celular vibrar bem na parte do mistério, o que me fez resmungar, mas mesmo assim fui ver do que se tratava.

"11:13 PM, está atrasada" - Admirador. 

Arregalo os olhos ao ler a mensagem, e perceber que esqueci completamente do "meu compromisso". 

Olho para o sofá ao lado e vejo Sungoh completamente imerso na série.

- Sungoh? Namjoon está lá na portaria... Já volto, ok? - ele murmura "hm", e eu saio praticamente correndo do apartamento.

Foi necessário mentir, se eu realmente quisesse saber quem estava por trás de todas as fotos e mensagens.

Aperto o botão diversas vezes na tentativa que o elevador chegasse mais rápido.

Assim que o mesmo chega, adentro o cubículo espelhado rapidamente, e aperto o botão de térreo.

Mando uma mensagem para o admirador, enquanto arrumo algumas madeixas que estavam fora do lugar.

"2 minutos estou aí". - Naomi.

Mexo as mãos de forma nervosa, estava ansiosa...

Acompanho cada andar que o elevador vai passando, e cada vez que sinto que estou mais perto, meu coração parece querer sair pela boca.

Assim que as portas se abrem, saio com as pernas levemente bambas e com a garganta seca. Ando cada vez mais rápido, até que percebo que já estou fora do edifício.

- Hirai Naomi? - escuto a voz grossa atrás de mim, e viro-me lentamente.

Minha boca fica em um O perfeito, assim que meus olhos encontram o ser encostado ao lado da porta.


Notas Finais


Próximo capítulo será pelo ponto de vista do Stalker. Espero que gostem bastante da nova passagem da fanfic.

Bom, não sei quando atualizarei a fanfic... Estou doente e isso fode todo o conograma.

Beijos de elfo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...