História Tear In My Heart (Imagine BTS) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Festa, Hentai, Hoseok, Jimin, Jungkook, Namjoon, Obsessão, Romance, Seokjin, Stalker, Suga, Sungoh, Taehyung
Exibições 40
Palavras 2.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yoo.. Próximo capítulo só domingo :c preciso atualizar Miss Right e Neverland :3

Capítulo 9 - Talvez


Sua respiração batia em minha nuca e podia sentir seu corpo colar ao meu aos poucos.

- Hirai – sinto sua respiração bater em minha nuca. - meus olhos estavam marejados, e eu só queria sair dali, me sentir segura, longe desse ser. Eu não sabia quem era e o que faria comigo. – Relaxa, não lhe farei mal... No seu armário tem um presente - o mesmo aperta mais meus lábios em sua mão.

Eu não conseguia reconhecer a voz, era tão familiar, mas tão distinta ao mesmo tempo.

- Eu vou deixar você ir trabalhar novamente, mas antes quero que veja seu presente - respiro fundo e assinto. - Boa menina. - suas mãos deixam minha visão e meus lábios livres. Seu corpo já não era possível sentir colado ao meu, o que me deu um grande alívio.

Viro-me lentamente, com receio de que o ser ainda pudesse estar ali. Ando até meu armário, respirando fundo. Com as mãos trêmulas, abro o armário e vejo um envelope.

Seguro o envelope e analiso-o. Era como um simples envelope. Abro cuidadosamente e retiro o que parece ser fotos. Assim que as pego, sinto meu coração se acelerar.

Fotos minha: na entrada da universidade, nas aulas de dança, no refeitório com minhas amigas, uma foto do meu quarto antigo, do novo quarto.

Tinha fotos minha dormindo também, tanto em meu apartamento, quanto na casa dos meninos, e na minha antiga casa.

Estavam todas organizadas e com a data embaixo de cada uma. Tinha um pequeno papel com um número de telefone e um recado em baixo.

"Docinho... Conversaremos hoje".

Será que poderia ser o Tyler? E Porque? Ele estava se tornando realmente um psicopata?                       

Coloco o envelope no bolso dentro da minha mochila. Eu precisava conversar com Sungoh, contar que Tyler havia voltado.

Saio da sala dos funcionários com a cardeneta em mãos. Olho para Sungoh que estava atrás do balcão atendendo TaeTae e Kook. Faço um gesto de que preciso conversar com ele, o mesmo assente com sobrancelha arqueada.

(...)

O trabalho foi exatamente como sempre. Horas o local ficava cheio, horas ficava sem ninguém. Hoje diferente dos outros dias, eu não estava cansada e nem irritada, deveria faltar mais vezes na faculdade, ou ter mais noites com Min Yoongi.

Termino de guardar meu uniforme em meu armário, e saio com minha costumeira mochila no ombro direito.

Sungoh estava ao meu lado, e dissera que as meninas iriam lá em nosso apartamento. Se já não estavam por lá, à nossa espera.

- Sabe de uma coisa? - Sungoh me abraça forte, e eu jurava que iria quebrar ao meio. - Estamos muito distantes, e brigando muito. - separa nosso abraço e passa um braço por meu ombro.

- Até amanhã Sr.Wang - aceno para nosso chef e giro a maçaneta saindo do local quentinho - Também acho - paro de andar, no mesmo instante que meus olhos encontram Namjoon encostado no carro em frente ao meu trabalho.

Nam estava olhando para baixo com fones de ouvidos e celular em mãos. Estava como sempre: Lindo.

Estava usando um gorro vermelho, que deixava seu cabelo platinado caindo em seus olhos, uma calça jeans skinny clara, uma blusa larga preta, coturnos caramelo, e uma jaqueta estilo de jogador de futebol americano.

- Kim - Sungoh fala cumprimentando o mais velho.

- Sung - Nam aperta a mão de Sungoh e seus olhos na mesma hora, param em mim, mas ele desvia assim que vê que estou olhando.

- Nam! - ando rapidamente ao seu encontro. - Yah! Porque não me ligou? - dou um abraço demorado em Nam, apreciando aquele perfume e calor maravilhoso.

- Acho que você não trouxe o celular Mimi - Sungoh fala com um tom zombeteiro. Pensando bem... Fazia um bom tempo que eu não o via.

- Não sei. - saio do abraço do Nam e volto para o lado de Sungoh - Estava trabalhando? - Nam olha-me com o cenho franzido, abre a porta do carro e faz um gesto, para que eu e Sungoh entremos.

- Hoje não - Sungoh aponta para sua bicicleta. - Leva a Mimi, e com cuidado. - Sungoh acena para nós e sai andando em direção a sua bicicleta.                        

- Sungoh... Eu preciso conversar com você - falo um pouco alto para que ele escute. Nam segura minha mão fazendo-me entrar no carro.

- Depois vocês se falam - finalmente Namjoon falou algo direcionado a mim. Ele estava com raiva de algo? Estava com um semblante sério e parecia não querer olhar diretamente para mim.

- Fiz algo? - coloco o cinto e ajeito a mochila em meu colo. Eu conhecia Namjoon, e sabia que quando estava com sua famosa cara de poucos amigos, é porque algo tinha acontecido.

- Não - fala rápido sem olhar para mim.

Dou de ombros, aliás, não é todo dia que acordamos de bom humor. Abro a mochila, à procura do celular, e finalmente o acho enrolado em uma camiseta, que eu jurava ter colocado-a para lavar.

Olho as notificações das redes sociais, em seguida vou para as mensagens. O carro já estava se movendo e aquele silêncio todo estava incomodando-me.

- Kim Namjoon, o que aconteceu?  - coloco a mão em seu joelho para chamar sua atenção, mas o mesmo não desvia o olhar da estrada, e ainda me ignora. - Ok. – entro no seu joguinho, e começo fingir que ele não estava ali.

Yoora e Soo mandaram trilhões de mensagens, e todas totalmente aleatórias. Moon mandou uma mensagem falando que tinha novidades. O que me deixou curiosa.

Uma das mensagens fez um sorriso crescer em meu rosto.

"Saudades princesinha, sábado estou por aí" – Jin.

E como sempre tinha as mensagens no grupo dos meninos, não só mensagens, mas fotos. Respondo todas as mensagens e coloco o celular na bolsa novamente. Nenhuma mensagem de Yoongi e ele não falou nada no grupo também. Se eu realmente acreditasse em suas palavras, eu poderia estar até agora te esperando.

- Chegamos - Nam fala baixo e meu olhar encontra o dele, talvez estivesse mais calmo? - Miane... - segura minha mão e passa o polegar por minha bochecha. - Me preocupo com você.

- Nam... Porque está se desculpando? - pergunto segurando sua mão que acariciava meu rosto.

- Eu e Yoongi brigamos. - fala quase sussurrando a última palavra. - Mas só porque acho que nenhum de nós a merece, entende?

- Quem deve achar isso sou eu, não acha? - dou uma risada e passo o indicador na ponta do seu nariz. - Minhas amigas estão esperando... - solto sua mão e abro a porta do carro.                       

(...)

Tiro meus tênis e coloco minhas pantufas. Ando em direção ao meu quarto e Namjoon caminha para a sala. Sou jogada no chão com o impacto do corpo pequeno de SooHyun. Minha sorte é que ela é tão magra e pequena, que não fui esmagada ou algo do tipo.

- Você faltou! - grita em meu ouvido. - Sabe quem estava te procurando? - Soo senta no chão e me ajuda a sentar também. - Isso mesmo! Tyler - ela ajeita seus cabelos caramelos e faz uma expressão de surpresa, arrancando-me risos.

Soo sempre era animada e divertida, mas quando estava séria, o melhor é apenas tentar agradá-la, Soo ama que a elogiem ou dê um presente.

- Ele falou com você? - pergunto abrindo minha mochila.

- Mimi eu existo, ok? - Yoora aparece fazendo bico.

Yoora é irmã mais nova de SooHyun,  na verdade só um ano mais nova, às vezes acho que as idades estão erradas, que Yoora é mais velha que a SooHyun.                      

- Yoo - falo sorrindo largo. Fazia três meses que eu não a via, e sinceramente estava morrendo de saudades. Ela resolveu fazer uma viagem para o Japão, disse que queria descobrir mais sobre o mundo, e não queria ficar apenas em Seul.

- Tem um bonitão na sala. - ela aponta para Nam que estava sentado mexendo no celular.

- Como vocês entraram aqui? - semicerro os olhos olhando para as duas que se olharam cúmplices.

- Sungoh - Yoora tira a chave do bolso traseiro da calça, e balança a chave com um sorriso diabólico.

- É o Kim? - Soo olha com um brilho nos olhos em direção a Nam.

- Tyler falou com você Soo? Parem de babar - reviro os olhos ao ver as irmãs vidradas em Namjoon - Querem conhecê-lo? - ambas assentem com um sorriso malicioso no rosto.

Se tem uma coisa que essas duas têm em comum, é esse lado malicioso.

- Falou, não só comigo, mas com Moon também. - Soo levanta arrumando sua calça. - Você voltou com ele? - pego o envelope com as fotos e fecho a mochila, ficando em pé em seguida.

- Não mesmo – faço uma careta, e começo andar em direção a Nam que agora olhava para nós três sorrindo. - Nam, essas são Yoora e SooHyun - falo apontando para ambas. – As duas são irmãs, e minhas amigas desde que cheguei em Seul.

Yoora faz um jóia com o polegar, enquanto Soo acena sorrindo.

- SooHyun? Eu conheço! - fala ficando em frente da mesma - Mesmo assim prazer em conhecê-las.

Escuto a porta ser aberta, olho em direção a mesma, encontrando Sungoh, com o nariz levemente vermelho, e o cabelo todo bagunçado.

- Soo, Yoo - ele acena para ambas e tira os vans imundos, substituindo-os por pantufas.                       

Percebo o olhar que Sungoh e Yoora trocaram e já sabia que ambos estavam "escondendo" algo.

- Mimi, eu preciso ir, Yoongi mandou uma mensagem, dizendo que queria conversar... Só vim deixá-la em casa - Nam fala ficando ao meu lado agora - Te ligo amanhã - recebo um beijo na bochecha, que deixa minhas bochechas vermelhas. - Até mais - acena para as meninas e anda em direção a porta.

- Até - Soo acena sorrindo.                        

- Fala para os meninos que em breve irei visitá-los - Nam assente e termina de calçar os coturnos.

Sungoh se joga no sofá com mochila e tudo.

- O que queria falar Mimi? - entrego o envelope e o vejo olhar com curiosidade.

Tanto Sungoh, quanto as meninas começam a olhar tudo com curiosidade, em algumas fotos faziam caretas, provavelmente sem entender o porquê delas.

- Você se ama muito em - Yoo comenta mostrando uma das minhas fotos dormindo. - E nos ama - começa a rir ao ver as fotos de todas elas.

- Eu não tirei foto nenhuma - pego uma minha dormindo - Como eu iria tirar isso? - mostro a foto.

- Mimi... - Soo mostra uma foto que eu ainda não tinha visto. Eu e Yoongi dormindo juntos. - Quem está fazendo isso?- Soo estava séria e olhava as imagens com preocupação.

- Hirai Naomi - Sungoh senta e pega a foto que eu e Yoongi estamos dormindo juntos - Quando esse branquelo dormiu aqui? - ele poderia fazer tantas perguntas, mas se preocupa quando dormi com Yoongi?

- Tem a data babo - Yoo passa o indicador em cima da data.                       

Sungoh! Tem um psicopata atrás da sua amiga, e você só pensa se ela transou ou não? - SooHyun fala claramente irritada. - Naomi você acha que pode ser o Tyler?

- Sim... - falo olhando para as fotos a minha frente. - Ele veio aqui ontem, e estava bêbado - comento pegando as fotos e guardando-as.

- Mas que merda! - Sungoh levanta do sofá rapidamente.

- Calma - Yoora coloca as mãos nos ombros de Sungoh, o mesmo parece se acalmar na mesma hora que Yoo começa a massagear seus ombros.

- Eu preciso de um banho e comida - ando preguiçosamente em direção ao meu quarto.

- Comida japonesa e o Sungoh paga - Yoora fala alto, rindo em seguida.

(...)

De banho tomado e barriga cheia, já estava deitada pronta para dormir. As meninas já tinham ido embora e deixaram uma puta bagunça. Eu adorava a companhia das irmãs Wonjo.

Yoora sempre com sua sinceridade, que na verdade era super engraçada. O melhor de tudo é que ela e Sungoh estavam... “Íntimos”.

Soo já é do tipo que ri de exatamente tudo, por isso tudo o que a irmã fala, ela acaba rindo. Eu quero que Soo encontre alguém tão especial quanto ela, mas talvez ela nem queira alguém... Soo prefere ficar, a namorar.

Arrumo o despertador, e coloco o celular na mesinha ao lado da cama. Enquanto eu jantava, acabei conversando com os meninos, e eles disseram, que talvez essa e a próxima semana não estivessem presentes, pois estavam cheios de coisas acumuladas. 

Poderia até ser bom, ficar distante por uns tempos, botar minha cabeça no lugar, e resolver minha vida que vem se tornando uma confusão.


Notas Finais


Beijos de elfo. Até Miss Right e Neverland :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...