História Tears - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hentai, Jimin
Exibições 14
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


RELLLOOOOU
Terá duas partes por causa que a primeira parte será da parte da Clarice e a segunda parte será da do Jimiiiiiiin.

Se ficar uma bosta, podem falar.

Capítulo 1 - M e m o r i e s - pt.1


Fanfic / Fanfiction Tears - Capítulo 1 - M e m o r i e s - pt.1

                   ~Clarice~

Caralho! Não tô acreditando que eu estou voltando para a Coreia do Sul. Eu não tenho traços coreanos e nem nada do tipo, mas eu nasci lá e morei lá até meus 10 anos de idade.

             CLARICE! - Minha mãe não parava de me gritar. - Desce logo, porra! Você vai se atrasar. - Minha mãe sempre foi assim, estressada com qualquer coisa, assim como eu.

Termino de arrumar minhas coisas numa pequena bolsa que eu iria deixar comigo no avião, havia apenas algumas coisas importantes que eu tinha medo de desaparecessem.
Pego minhas malas, desço as escadas e vejo pequenas lágrimas escorrer pelos olhos da minha mãe, acabo chorando junto com ela. Nos despedimos e tals.
Havia um táxi me esperando na porta de casa, adentro no mesmo e o taxista segue viagem até o aeroporto.
Uma hora depois já estou dentro do aeroporto, faço todo aquele processo para entrar no avião e tudo mais. Já dentro do avião, me sento na poltrona indicada. Um sorriso não saia do meu rosto, bem, eu sempre sorrio para tudo e todos mas hoje era um sorriso mais radiante que o normal, o que contagiava todo mundo.
Memórias ressurgem e junto com elas veio; Jimin.
Ele não dava mais notícias, nem eu dava. Eu o amei demais, eu era tão nova, não sabia o que era o amor. Agora eu sei o que é isso. A cada dia que se passava após eu ter deixado a Coreia e junto com ela, o Jimin, sentia um vazio. Eu apenas chorava e não conseguia parar de chorar.
Ele era como um irmão para mim, sempre estava comigo em qualquer situação que estivesse passando. Um perfeito irmão.
Amava correr com ele.
Amava fazer tudo com ele.
O melhor amigo.

                      ~10 anos atrás~

Corri e corri, como sempre, o Jimin chegou primeiro. Um dia eu ainda vou conseguir correr na velocidade que ele corre. Estou fedendo e suada demais, eca!

            Você é muito lenta, mais lenta que uma lesma! - Jimin apenas zombava de mim e ria ofegante.
          Cala a boca! Você só é mais rápido por que é mais velho. - Mostro a língua.
          Ei! Eu não sou tão velho assim, ok? Eu só tenho 13 anos e você tem 10 anos, não vejo muita diferença. O problema é que você é realmente lenta e eu sou um ótimo atleta. - Jimin mostra seus músculos e beija os mesmos. Que retardado!
         Só vejo osso - ri - Jiminnie, estou indo embora hoje. - cai uma lágrima dos meus olhos.
         Eu sei pequena, até porquê na minha casa você não dorme. - ele ri.
         Não, idiota! Eu vou embora para o outro lado do mundo.
         Como assim? - Vejo um olhar triste diante de mim.
         Minha mãe vai voltar para o Brasil junto comigo, e como eu já sei falar português facilmente, ela disse que vou me adaptar rapidamente.
        E quando você volta?
       Eu não sei. - Começo a chorar.
      Calma! Vai ficar tudo bem. - Ele se abaixa, me abraça e da um beijinho em minha testa.
     Você vai sentir saudades?
     Claro que eu vou sentir saudades. - O mesmo sorria triste. - Com quem mais eu vou correr? A pessoa nem sequer vai ter esse cheiro de rato morto depois de correr tanto. - Dou um soco no ombro do mesmo e um beliscão.
     HEEEEEEEEEEEY! O meu cheirinho é único e especial, tá? - Ele ri - Me promete uma coisa?
     Claro que sim. O que é?
     Que nunca vai se esquecer de mim e de todos os nossos momentos juntos. - Ele é muito especial, como um irmão, tenho medo de que se esqueça de mim.
     Prometo. - Ele estende o dedo mindinho e entrelaça no meu. - Posso te dar uma coisa? Uma pequena lembrança pra você não se esquecer de mim.
      Pode. - Jimin junta nossos rostos, podia sentir a respiração do mesmo e sentir o cheiro de suor dele. Jimin respirava abafado, o mesmo me dá um beijo. Sorrio - Eu acho que eu nunca vou esquecer disso. - Fico vermelha.
     Nem eu. - Jimin me abraça e ficamos assim até o horário de ir para casa.
Depois disso fomos para o aeroporto e eu só chorava, assim como o Jimin.
      Adeus.
      Adeus.

                      ~Memórias off~

Lágrimas escorriam por meus olhos.


Notas Finais


Tá uma bosta, sim.
Se você gostou, pelo menos comenta pra eu poder continuar ♡
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...