História Teen Complications - 1° temporada - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Contos, Drama, Escola, Fanfic, Ficção, Ficçãogeral, Juvenil, Lésbica, Mistério, Popular, Romance, Selenagomez, Suspense, Teen
Exibições 1
Palavras 2.744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Décimo quarto episódio.

Capítulo 14 - Tempo de Readaptação (Readaption's Time)


Fanfic / Fanfiction Teen Complications - 1° temporada - Capítulo 14 - Tempo de Readaptação (Readaption's Time)

Lívia (narração): "Qual é a reação de um passarinho ao ser solto da gaiola? Ele, claro, voa bem alto, alegre e feliz por ter conseguido a liberdade. É tão bom ser livre, poder andar, tocar, sentir a vida soprando no seu rosto. O melhor de ser adolescente é que você pode pular, dançar, gritar, chorar... Fazer tudo o que quiser, em plena liberdade. Mas também temos que pensar que há pessoas como nós, jovens e alegres, mas que nunca experimentarão a sensação de andar ou pular, já que estão presas a cadeiras de rodas ou a camas de hospitais. Mas enfim, liberdade por liberdade... Todos temos uma".

Kezya finalmente consegue se recuperar totalmente e já se levanta da cama, podendo andar. Mas ela está muito preocupada com Leo, que está em coma.

Kezya: Meu amor... Volte logo. Olha, eu vou te deixar sozinho aqui por uns dias, mas eu prometo que venho te ver, tá bom. - ela beija a mão dele.

Victória: Vamos? - pergunta, já parada na porta do quarto esperando.

Kezya: Vamos. - ela dá uma última olhada para Leo e vai embora do hospital. - Agora... Vou começar uma nova vida.

Alessandra ainda não estava acreditando nas descobertas que havia feito. Ela descobriu que Ava não só mantinha um caso secreto do marido como também tinha um filho com o amante, e descobriu logo no começo da relação com Robert que ele tinha um caso com a esposa do irmão e que eles adotaram um filho juntos, que vive numa cidade vizinha a Seattle.

Alessandra: Robert, Robert... Parece que a família Shepherd esconde mais segredos do que se imagina. Quem diria, a tão renomada pedagoga, esposa de um dos nomes mais importantes na história da educação em Seattle, dando um exemplo desses... Não sei quem é pior.

Ela olha um porta retrato com a foto de Robert e começa a lembrar do que sua irmã lhe contou.

"Penny: Foi horrível, Less... Ele me levou para um matagal, praticamente me estuprou lá... E eu já tinha dito pra ele que eu queria fazer o serviço, mas ele disse que estava querendo fazer com você o que estava fazendo comigo e ele quase me matou. Estou muito mal..."

A irmã de Alessandra, Penny, era garota de programa - Less vem de uma família muito desestruturada -... E Robert, na noite em que foi rejeitado por Less, a procurou e a estuprou, transando violentamente com ela, a fazendo sangrar. Ele estava com ódio de Less e descontou tudo em Penny.

Alessandra: Você vai pagar, Shepherd... Ah vai... - ela joga o porta retrato no chão e pisa em cima, fazendo com que o vidro do mesmo se quebre e os estilhaços fiquem espalhados no rosto de Robert na foto.

Teen Complications

Created by Junior Pereira

Special Guest Starring:

Selena Gomez - Alícia

Eu estava cada vez mais me sentindo livre de David. Ele também já não me dava mais bola - ou pelo menos fingia. Encontro com Gabriela, Daniel, Werlley, Victória e Eduardo, que estão rindo e conversando.

Lívia: Oi, seres mais maravilhosos... Ontem foi maravilhoso...

Eduardo: Oi... Maravilhoso, você perdeu pra Gabi...

Gabriela: Haha... Eu sabia que iria ganhar, eu sou dez.

Lívia: Ei... Olha só... Eu só perdi pra Gabi porque errei o último round... E ainda quase fiz strike. Foi por pouco.

Alessandra chega e se senta com a gente.

Alessandra: Bom dia. Pra todo mundo...

Lívia: Até que enfim estou te vendo conosco, Less.

Daniel: Você perdeu uma noitada na pista de boliche ontem à noite.

Gabriela: Tentei te chamar, mas você sumiu. Não sei onde se enfiou.

Alessandra: Tive... Coisas pra resolver... Mas prometo que na próxima vou com vocês.

David passa por nós, mas não nos cumprimenta e... estupidamente, se senta perto da April, que está não muito longe de nós. Ela estuda e reside no terceiro bloco.

Kezya já havia voltado pra casa, mas ela não queria ficar lá.

Kezya: Ah, mãe.. Porque?

Lilian: São recomendações médicas, filha. Repouso total. Você ainda não está bem da cirurgia.

Kezya: Mãezinha querida... Hello... Estou perdendo muitas aulas, as provas já vão começar e o que eu vou fazer? Vou ter que fazer uma prova por dia aqui deitada na cama?

Lilian: Não discuta comigo, Kezya. Você não vai pra escola e ponto.

Kezya: Droga.

Na escola, estávamos todos empolgados com a implementação do PRCE. E também já estávamos marcando outro programinha. Mas o que chama a atenção é um motoqueiro maluco que invade a escola e quase atropela várias pessoas... Ele é um show no guidom da moto, porém um pouco inconseqüente demais. Ele faz uma manobra e freia a moto, fazendo a roda gritar e soltar fumaça. Mas o que mais nos impressiona nisso tudo é que... o motoqueiro, na verdade, é uma motoqueira... Ela tira o capacete e revela seus lindos cabelos negros. Ela é muito bonita e logo chama a atenção de todos. Está usando calça jeans preta, rasgada no joelho, uma jaqueta de couro maravilhosa na cor preta também, e uma blusinha vermelha e branca. Ela deixa a moto ali mesmo no meio do pátio e segue em direção ao nosso bloco. Ela se aproxima de nós e pergunta:

Alícia: Onde fica a direção?

Alessandra: Fica no terceiro andar. Quer que eu te acompanhe? - Alessandra não esperou ninguém responder ou se pronunciar, foi logo levantando e se aproximando da linda moça.

Alícia: Sim... Obrigada. - elas vão e seguem juntas até a direção.

Daniel: Vocês sacaram, não sacaram?

Ninguém responde e o sinal toca.

Minha mãe e Violet não paravam de se falar... A amizade que elas tinham era muito legal. Afinal, foram anos sem se ver e agora elas haviam se reencontrado. Mas a mentira que a Vanessa espalhou fez com que minha mãe odiasse meu pai e que ele fosse afastado da novela - sim, isso aconteceu! As atrizes ficaram com medo de serem "exploradas" pelo meu pai e ele foi afastado das gravações. Aff... Eu vou dar uma bazucada na cara da Vanessa.

Violet: Vamos ao Caribbean Dream hoje?

Anna: Claro... Eu estou precisando me divertir mesmo. Estou precisando.

Amélia: Vamos nós três lá. Também faz tempo que não saio com amigas. E... Violet... Que bom que está de volta.

Violet: (ri) Eu não estou de volta, Amélia. Estou aqui apenas para fazer um desfile. E também porque serei a capa da edição deste mês da Beauty Feminine. Depois que o Phillip foi dispensado.

Anna: Pois é... Então vamos nos divertir como nunca.

Amélia: Vamos...

Violet: Uhuu!

Na sala, estávamos na aula de história, quando Alícia aparece acompanhada do diretor.

Robert: Com licença, Agatha.

Agatha: Ah, claro, diretor.

Robert: Bom dia a todos.

Todos: Bom dia.

Robert: Quero lhes apresentar uma aluna nova que veio de Washington, o nome dela é Alícia Dean, e ela estudará aqui até o fim do ano. Na turma padrão, infelizmente ela não participará do Programa de Residência em Curso Específico. Pronto, Alícia, pode se sentar.

Alícia: Obrigada.

Alícia se senta perto de mim. Acho Ela muito estilosa... Nossa, que tênis são esses, garota? Ela é muito... foda. Já chegou roubando a cena quando quase matou uns 21 alunos com a moto, e ainda vem MUITO BEM VESTIDA... Ela deve ser filha da Britney Spears. Não é possível.

As aulas passam um pouco rápido. Eu... Claro. Puxo logo assunto com a novata.

Lívia: Alícia?

Alícia: Oi.

Lívia: Espera aí... Olha... Eu queria te dar as boas vindas.

Alícia: Obrigada...

Lívia: Você mora em Washington?

Alícia: Morava. Me mudei com meus pais pra Seattle. Ele é assistente do governador agora daqui de Seattle. Por isso, eu, ele e minha mãe viemos morar aqui.

Lívia: Ah, entendi. Legal.

Alessandra: Oi... Alícia.

Alícia: Oi... Alessandra, não é?

Alessandra: Olha... ela aprende rápido.

Me afastei quando percebi que estava meio que "segurando vela". Será que Alícia tinha se interessado por Alessandra? Eu não duvido nada... Alessandra já tentou dar até em cima de mim...

Kezya estava deitada, pensando... Quando ela relembra tudo o que viveu... O momento em que conheceu Leo, as transas, quando ela experimentou drogas pela primeira vez, a vez em que iria lutar contra isso, as recaídas e a overdose.

Kezya: Eu vou sair disso... eu tive uma segunda chance, e não vou decepcionar você... - ela fala olhando para o céu.

Alessandra e Alícia estavam bem"amiguinhas" já. Não sei como, mas elas se identificaram tão rápido. A garota mal chegou, e Less já conseguiu fazer amizade com ela. Não que eu esteja com ciúme, mas é impressionante. Eduardo chega de surpresa e me tira do transe.

Eduardo: No que que você tanto pensa, hein?

Lívia: Ah... Nada não, Edu.

Eduardo: Você... Gostaria de sair comigo?

Alícia: Sair com você?

Alessandra: É... Sair comigo. A gente pode dançar, tomar um drink, se conhecer melhor... O que que você acha?

Lívia: Aceito. Preciso mesmo me distrair e com você vai ser fácil.

Eduardo: Tá bom, então... a gente se vê mais tarde. Tchau.

Lívia: Tchau - ele beija minha bochecha.

Alessandra: As 20h então.. No The Rocker, combinado?

Alícia: Combinado.

Estou sozinha quando sinto o cheiro de um perfume familiar. Olho para o lado e vejo David. Ele está perto de mim e me olha.

Lívia: Ai que susto... Você quer me matar?

David: Me desculpa eu não tive a intenção.

Lívia: E o que você quer?

Ele se aproxima mais um pouco de mim, até que fica estranho demais.

David: Sinto sua falta... Falta da sua compreensão, da sua companhia, do seu amor, do seu calor... Quero você de volta... Volta comigo , Lívia? - Ele pega na minha mão. - Sei que fui um idiota com você, mas agora estou disposto a mudar. Volta pra mim?

Lívia: Ah, é? Meu amor... Claro que não. Quem vive de passado, é paleontólogo. De você... eu não quero mais nada. Depois que você teve a audácia de bater no meu rosto, eu jamais quero sonhar em sequer falar com você. Dá licença... - me levanto P da vida. Vou embora sem dizer nada e nem olho pra trás.

Ele me olha com muita raiva... E se levantando em seguida... Pensa no nosso primeiro beijo.

Passam-se algumas horas. Alessandra está em seu apartamento, e liga para Ava.

Ava: Alô?

Alessandra: Oi querida... Como está? Tudo bem?

Ava: Ah... é você? O que fez com minhas fotos?

Alessandra: Estou ótima também. Olha... Suas fotos estão seguras comigo. Mas... eu preciso cobrar alguma coisa pra mantê-las.

Ava: Do que está falando?

Alessandra: Eu quero 80 mil reais em troca da segurança dessas fotos, do Robert e da imprensa.

Ava: Mas o que? 80 mil reais? Você ficou louca? Eu não vou te dar esse dinheiro todo!

Alessandra: Não vai, é? Ah, tudo bem então... Agora vou apertar o enter no meu notebook e todas as suas fotos vão para o Google, e de lá... Todos os jornais vão receber em seus e-mais a mais nova bomba de Seattle.

Ava: Não... Não. Tudo bem. Olha só... Eu levo o dinheiro até você. Me dá o endereço.

Ava anota tudo.

Ava: Muito bem, vou separar a quantia e levar até você. Até logo.

Alessandra: Muito bem. Até.

Ela desliga o telefone e quebra um vaso contra a parede.

Ava: Eu não acredito que estou sendo manipulada e chantageada por uma qualquer. Mas é Anthony que está em jogo. Eu faria e faço qualquer coisa para protegê-lo.

Ela abre o cofre que possui em seu escritório e retira a quantia para levar até Less.

Kezya aproveita que não há ninguém em casa e decide sair. Mesmo tendo que ficar em repouso, ela sai e vai até o hospital.

Ela chega ao seu antigo quarto e encontra Leo, ainda em coma.

Alexia: Kezya? O que faz aqui? Era pra você estar em repouso.

Kezya: Eu sei, Alexia. Mas é que... Eu não consigo ficar longe dele... Sabe como é. Eu estou muito preocupada.

Alexia: Claro... entendo sua preocupação. É natural que as esposas e... no seu caso, namoradas de pacientes em estado de coma fiquem assim, sem notícias.

Kezya: Posso ficar um tempo com ele?

Alexia: Tudo bem.

A residente se retira e Kezya se senta ao lado da cama de Leo. Começa a tocar a música tema deles, "Let It Go", James Bay.

Kezya: Eu sei que posso ser enjoada... Mas eu tô aqui de novo... Sabe, tá sendo muito difícil pra mim ver você assim... Amor, acorda logo... Preciso de você. Preciso salvar a gente... Preciso salvar você... - ela começa a chorar e pega na mão dele - Eu quero você aqui do meu lado, me apoiando, me ajudando, me levantando e quero fazer a mesma coisa por você... Quero casar com você e ter muitos filhinhos... Quero levar você pra jantar com minha família no dia de ação de graças... Quero ficar bem velhinha do seu lado e... Olhar pra trás e ver que nunca vou me arrepender de ter escolhido você. Eu amo você, Leo. Amo... Ela limpa as lágrimas, o observa um tempo. E decide que é hora de ir embora. Ela dá alguns passos, quando ouve uma voz fraca, mas que diz o seguinte:

Leo: Também amo você, meu amor.

Ela olha para trás e vê que Leo acordou. Ela sorri pra ele.

Ava chega até o prédio onde Less mora. Ela toca a campainha e Less a recebe com um sorriso no rosto.

Alessandra: Ah... Finalmente. Já era hora.

Ava: Cala a boca... Então é aqui que você mora. Lugarzinho bem chique né.

Alessandra: Eu posso.

Ava: Escute aqui, garota... Eu estou com tanto ódio de você... Mas só estou fazendo isso tudo pelo meu filho...

Alessandra: Seu filho? Mas e o Robert? Tadinho... Mal sabe a esposa que tem... - ela fala como se Ava fosse a canalha da relação... Gente, alguém aí me conta se certo alguém já pegou o diretor?

Ava: Eu não lhe devo nada agora. Tenho sua palavra de que vai manter essas fotos guardadas?

Alessandra: Sim... Tem... Agora, vamos... Vá embora. Vou sair daqui a pouco e preciso me arrumar.

Ava: Você ainda me paga garota... - Ava sai do apartamento bufando.

Alessandra: O seu marido é quem vai me pagar, velha. - Ela liga para Robert.

Robert: Less?

Alessandra: Queria falar com você... Pode ser amanhã?

Robert: E porque não hoje?

Alessandra: Não posso... Vou visitar umas amigas.

Robert: Ah... (respira fundo)... tudo bem então. Amanhã. Aonde?

Alessandra: Na sua sala, antes das aulas.

Robert: Ok.

Ela desliga o celular sem falar mais nada.

Alessandra: Vou ficar milionária... Ou quase... Se eu colocar esses dois na palma da minha mão... Eles verão... Vão se arrepender de ter mexido comigo.

Anoitece. Me arrumo toda para ir ao "encontro com Eduardo". Estava usando um vestido branco e preto que eu odiava, mas agora estava servindo. Minha mãe também está deslumbrante.

Anna: Filha? Onde vai assim?

Lívia: Vou sair com um amigo. E você?

Anna: Vou sair com Amélia e Violet.

Lívia: Está linda mãe...

Anna: Obrigada... você também... Liv, que bunda é essa?

Lívia: Mãe!

Anna: Não é sério... filha, não está usando travesseiro aí atrás está? Você disse que odiava esse vestido por ele ficar grande em você e não valorizar a sua bunda.

Lívia: Isso foi ha uns três anos. Agora ja da em mim.

A campainha toca. Abro e vejo Eduardo bem gatinho. Ele usa uma camiseta amarela e boné. Está bem gato.

Eduardo: Nossa... Você tá muito gata!

Lívia: Sabe que... Não é a primeira vez que ouço isso de vc? Mãe, já estou indo.

David nos observa detrás de uma árvore que tem próximo a minha casa. Ele está muito sério. Eu e Eduardo pegamos um táxi e David volta para sua casa... Ele está atordoado.

David: Vou acabar com a alegria de vocês... Vão ver só... Eduardo, seu.... Desgraçado. Mal posso esperar pra colocar minhas mãos em você.... Vou matar você.

Alessandra chega ao The Rocker, Alícia está sentada bem gata, com um vestido xadrez de uma manga só que valoriza sua pele.

Alessandra: Uau! Você está linda.

Alícia: Não só eu... - as duas se olham com certo desejo.

Começa a tocar a música"Hands To Myself", Selena Gomez - que ironia né.

Lívia (narração): "Readaptar-se requer liberdade. Se permitir, ser quem você realmente é. Liberdade é uma palavra tão grande. Adoro falar nela. Amo ser jovem, curtir coisas de jovem, ser quem eu sou... Sabe... Isso é muito realizador. Seja você mesmo e relaxe... o que vem no futuro pra você... ahhh... Com certeza, vai te fazer bem feliz".

Lívia dança em uma festa com Eduardo, Alessandra e Alícia também se divertem, Amélia, Anna e Violet dançam no Caribbean Dream, Ava e Robert jantam em silêncio, Kezya abraça Leo, que está se recuperando ainda... Até que nos momentos finais da música, Alessandra segue Alícia até o banheiro.

Alessandra: Porque me trouxe até aqui?

Alícia: Quero te mostrar uma coisa. - ela abaixa o vestido e fica completamente nua.

Alessandra: Ou... Que que isso?

Alícia: Esse é o meu verdadeiro eu... - ela se aproxima de Less... E toca o seu rosto... - Sabe, Alessandra, por muito tempo eu me escondi. Por vergonha... Mas agora, quero provar pra mim mesma que não tem porque fugir da minha natureza...

e elas se beijam.

O episódio termina com um beijo quente entre Less e Alícia.


Notas Finais


#TempodeReadaptação postado. Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...