História Teen Wolf Apenas uma noite - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Exibições 169
Palavras 5.734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capitulo...
Desculpe os erros de portugues e as loucuras de uma mente fantasiosa...

Capítulo 23 - Promessa


CAPITULO XXIII_ Promessa

 

_ Eu estou bonito papai?_ Alex perguntou depois que Liam terminou de pentear seus cabelos negros e ondulados.

_ Sim lobinho, você sempre está bonito!_ Liam sorriu ajeitando o moletom azul que o filho usava_ Para o papai não existe ninguém mais lindo que você no mundo!

O menino se virou para ele sorrindo, enquanto saia do quarto em direção á sala. Liam suspirou profundamente, ainda não sabia se estava agindo certo em deixa-lo passar a tarde com Lydia e Jordan, e se acontecesse algo? Ele não estaria por perto para protege-lo ou até mesmo acalma-lo. Mas não, ele não podia voltar atrás em sua decisão e destruir a felicidade do filho por seus medos bobos, eles estavam entre amigos agora, Alex merecia ser livre e feliz.

_ Papai!_ Alex o chamou e ele foi para junto de seu lobinho que estava sentado no sofá todo preocupado_ Eles não estão demorando muito? Será que eles desistiram de passear comigo?

_ Não Alex, é só o papai que gosta de ser pontual!_ Ele se aproximou rindo, colocando o dedo sobre os lábios do pequeno_ Quer dizer que papai gosta de obedecer os horários combinados, então você está todo bonito e arrumado antes da hora marcada, porque assim quando tia Lydia e tio Jordan chegarem você está pronto para ir com eles!

_ Ah, bom, entendi!_ Ele colocou o dedinho debaixo do queixo_ Papai o dia que eu tiver uma irmãzinha você vai continuar me achando bonito do mesmo jeito?

_ O que?_ Liam praticamente gritou_ De onde você tirou isso Alex!_ O menino deu de ombros_ Você não terá uma irmãzinha!

_ Mas papai, eu queria uma irmãzinha!

_ Só essa que me faltava, você anda me saindo com cada uma que parece duas!_ Ele riu_ Papai mal consegue cuidar de você, Alex!_ Liam se ajoelhou á sua frente_ Eu sei que é chato não ter irmãos, papai também não tem, mas...

_ Eu quero uma irmãzinha papai!_ O menino continuava firme_ Mesmo que ela venha diferente de mim, porque ela vai ser diferente, não é papai?

_ Sim, ela será uma menina e você é um menino!_ Ele balançou a cabeça cortando o rumo de seus pensamentos, só Alex mesmo para fazê-lo pensar numa maluquice como essa.

_ Não papai, não estou falando dessas diferenças!_ Ele levantou as mãos virando as palmas para cima revirando os olhos_ Isso eu sei né?

_ Mas diferente como então Alex?

_ Diferente, oras!_ O menino deu de ombros_ Falo assim, de como ela seria, o cabelo dela poderia ser como o seu, porque o meu não é! Eu não sei porque meu cabelo é diferente do seu, eu não me pareço com você!

_ Seus olhos!

_ Não, não são iguais, os meus são mais escuros!

_ Mas são azuis!_ Liam tornou se agarrando a isso.

_ Mas você é diferente de mim papai._ Ele levantou as mãos com as palmas virada para cima novamente encarando-o_ Porque eu sou diferente de você?

_ A porta!_ Ele levantou-se depressa suspirando de alivio indo em direção a ela_ Deve ser tia Lydia e tio Jordan que chegaram!

_ Papai!_ Ele chamou e Liam se virou olhando para ele_ Mesmo diferente de você, eu gosto de ser seu filho!

_ Papai também gosta de ser seu papai! Mas sem irmãzinhas, tudo bem?_ Ele disse aliviado pelo pequeno encerrar a conversa, enquanto abria a porta.

_ Tia Lydia!_ Alex gritou dando um salto correndo em direção a ruiva abraçando-a_ Achei que você não vinha mais!

_ E quebrar minha promessa com você!_ Ela o pegou nos braços_ Vamos nos divertir muito lobinho!

_ E aí amigão!_ Jordan disse_ Vai ficar ai abraçando só a minha namorada é? Eu não mereço um abraço também!

Alex esticou os bracinhos trocando de colo, recebendo o carinho do jovem oficial que riu, quando teve seu pescoço agarrado pelo pequeno.

_ Vocês viram a classificação do filme?_ Liam perguntou e Lydia balançou a cabeça rindo_Você tem meu numero, qualquer problema...

_ Não vai ter problema nenhum Liam!_ Lydia revirou os olhos_ Esqueceu que somos mais velhos que você!

_ Mas não tem filhos!_ Ele os olhou sério depois sorriu envergonhado por sua reação_ Por favor cuida dele!

_ Não se preocupe Liam!_ Jordan disse colocando o pequeno no chão_ Dou minha palavra que Alex vai voltar inteirinho para você! Nós só vamos ao cinema e depois ao boliche! Nada vai acontecer e esqueceu que ele está com o mágico do fogo e sua linda assistente com voz de cristal?

_ Eu..._ Liam tornou.

_ Eu vou voltar papai!_ Alex o interrompeu sério_ Não precisa ficar com medo não, eu nunca vou te abandonar!

_ Eu sei meu pequeno!_ Liam se ajoelhou na frente dele dando-lhe um beijo na bochecha_ Vai se divertir!

_ Vamos então lobinho!_ Lydia estendeu a mão a ele_ As menininhas bonitas te aguardam no cinema!

Liam suspirou revirando o olhos enquanto Jordan o olhou sorrindo, para depois pegar a outra mão de Alex, saindo pelo corredor. O jovem lobo levantou-se encostando-se á porta, sentindo as lágrimas rolarem por sua face, era bom poder sentir a alegria vinda de seu pequeno, era uma coisa inexplicável, mesmo com o coração apertado, ver a felicidade de Alex era a coisa mais linda em sua vida. Entrando em seu apartamento ele trancou a porta, seguindo em direção ao quarto, ele precisava de um banho e se vestir apresentavelmente, precisava percorrer os restaurantes da cidade atrás de trabalho, não podia viver de caridade para o resto da vida, Alex era sua responsabilidade e precisava cuidar bem dele.

Stiles estacionou o jipe na frente da delegacia, olhou para o antigo edifico se lembrando de cada aventura ali vivida, sorrindo consigo mesmo ele desligou o radio, abrindo a porta desceu de sua baby azul, caminhando em direção a sala do xerife, mas antes que pudesse tocar a maçaneta foi barrado por uma jovem que o impediu de entrar.

_ È... Você não pode entrar aí!_ Ela sorriu_ É a sala do xerife e ele está ocupado no momento!

_ Ah, sim!_ Stiles retribuiu seu sorriso_ Você deve ser nova por aqui?_ A jovem balançou a cabeça_ Eu sou Stiles, Stiles Stilinski!_ Ele estendeu a mão.

_ Stiles Stilinski? O xerife também é Stilinski?_ Ela aceitou o cumprimento com um ar de quem tentava ligar os pontos.

A porta da sala se abriu e o xerife colocou a cabeça para fora, procurando por algo, rindo quando avistou seu filho ali parado esperando que a jovem lembrasse de soltar sua mão.

_ Eu sabia que tinha ouvido uma voz conhecida!_ Ele disse segurando a porta entre aberta.

_ Ah, xerife esse rapaz aqui tem o mesmo sobrenome que o senhor!_ A jovem sorriu ainda segurando a mão de Stiles.

_ Claro que tem Ana!_ O xerife disse_ Ele é meu filho!

_ Ah, seu filho!_ Ela riu ainda mais_ Stiles Stilinski, prazer eu sou Ana!

_ Venha Stiles!_ O xerife abriu a porta dando passagem ao filho.

_ É, o prazer é meu Ana, mas será que você poderia soltar minha mão agora?_ Stiles sorriu.

_ Ah, claro!_ A jovem soltou a mão e ele caminhou até a sala_ Não quer uma água, uma...

_ Ana!_ O xerife a olhou balançando a cabeça_ Arvore errada novamente minha querida, meu filho já está tomado!

_ Droga, os melhores sempre estão!_ Ela levantou a mão em rendição saindo dali_ Se continuar assim vou ficar encalhada para o resto da vida!

O xerife sorriu voltando para dentro da sala trancando a porta olhando para Stiles que já estava sentado em sua cadeira mexendo em seu computador.

_ Ei, Stiles!_ Ele exclamou, mas só recebeu um olhar do jovem_ Saia dai!

_ Ah, pai! Quantas vezes essa ordem funcionou?_ Seu filho disse olhando-o com um sorriso nos lábios_ Não acha que a esta altura da minha vida, isso irá funcionar não é?

O xerife suspirou segurando os riso, mas a felicidade de ter seu filho aqui com ele não tinha tamanho e saber que mesmo com o passar dos anos, seu garoto continuava o mesmo, com seu espírito livre e sua boca inteligente, ele agradecia aos céus por manter seu menino intacto e com a alma pura, tal como Stiles sempre fora apesar de tudo pelo que já tinha passado.

_ Mas o que o trás aqui, além de ter acesso ao meu computador?_ Ele se sentou na cadeira em frente a sua mesa.

_ Desculpe pai, mas é força do hábito!_ Ele parou de mexer_ Tem que trocar essas senhas senhor xerife, minha data de nascimento já está bem velha!

_ Oras, seu...

_ Tá, tá legal pai!_ Ele sorriu enquanto brincava com sua cadeira, deitando-a para trás olhando para o teto_ Você pode me ajudar a investigar a vida de Michael Taylor White?

_ Não!_ O xerife respondeu sorrindo_ Mas espera ai, esse não é o namorado do Scott? Porque você quer investigar a vida dele? Não acha que já está bem grandinho para ter ciumes do seu amigo Stiles?

_ Eu? Com ciumes do Scott!_ Ele sentou-se ereto puxando a cadeira fazendo barulho_ Eu nunca tive ciumes do Scott pai!

_ Sei!_ O xerife puxou a cadeira para mais perto da mesa, dobrando o corpo para perto do filho_ Vou fingir que acredito!_ Sussurrou rindo, depois voltou-se a sentar ereto novamente_ Me diga o porque desta investigação e quem sabe eu te ajudo!

_ Eu não posso pai! Vai ter que confiar em mim!

_ Confiar em você?_ O xerife levantou as mãos para o alto_ Eu só o que tenho feito desde que você e o Scott se envolveram naquela investigação de homicido anos atrás, lembra? Corpo na floresta! E tudo mais...

_ É que se eu abrir o jogo com você eu vou trair a confiança que alguém depositou em mim pai! É complicado!

_ Stiles sou seu pai e também por acaso xerife desta cidade! Não tem ninguém melhor do que eu para você dizer o que está acontecendo, ainda mais quando envolve o namorado do Scott, aquele menino é como um filho para mim, se algo tiver o prejudicando, você tem a obrigação de me contar!

_ Não, não ele!_ Stiles disse voltando a brincar com a cadeira_ Não de imediato quer dizer! Mas esse Michael, eu sempre soube que tinha algo de ruim nele!

_ Stiles você...

_ Eu sei, eu nunca gosto de ninguém! Só não entendo porque todo mundo diz isso. Acho que o fato de eu ter um super radar para detectar problemas, não faz de mim um problemático!

_ Não, você não é problemático filho, só ciumento e um tanto desconfiado demais! Agora vamos lá, sejamos sincero aqui, o que o maldito do homem fez? Ele é algum ser sobrenatural?

_ Não, quer dizer não sei pai!_ Ele sentou-se encarando seu pai sério_ Tudo o que eu disser, não poderá sair daqui, certo?_ O xerife o olhou desconfiado_ Tem que me prometer pai? A vida do Liam e do Alex, quer dizer acho que mais do Alex..._ O homem mais velho franziu a testa em confusão_ Bom, a vida dos dois dependem do seu silêncio sobre tudo o que eu te contar!

_ Pelo amor de Deus, Stiles desembucha de uma vez, melhor confessor que eu só o papa! Ande logo com isso fale, tem minha promessa que não contarei a ninguém!

_ Ele, o Michael, sabe? O namorado do Scott._ O xerife suspirou pesado esfregando as mãos no rosto_ Bom, ele. Ele está ameaçando o Liam!

_ Ameaçando? Ameaçando como Stiles? Porque cá entre nós, ele tem razão de ter ciumes do Liam, não tem? Mas o menino é um lobisomem, o que um humano como o Michael poderia fazer contra ele?

_ É, se ele fosse um humano normal tudo bem!_ Stiles o olhou com a testa franzida_ Eu não estou falando de ameaças vazias pai, tipo aquelas em que um diz que vai quebrar a cara do outro se não ficar longe, blábláblá... Não! Estou falando de ameaças sérias, ameaças verdadeiras! O superboy quase surtou!

_ Superboy?

_ Sim, o Liam, cabelo castanho, olhos azuis, super força, a coisa toda de Clak Kent adolescente acontecendo! Você não viu o filme? Liam é a cara...

_ Stiles!_ O xerife disse_ Foco!

_ Ah! Então, o tal Michael foi lá no apartamento do Liam e o ameaçou de dá-lo como brinquedinho sexual para algum alfa louco, mas isso não surtiu tanto efeito, o estressadinho partiu para cima do homem, só que levou a maior surra, Michael tinha truques na manga, usou um feitiço, ou sei lá o que, que mandou o Liam pelos ares e ainda usou pó de palo santo...

_ Palo o que?_ O xerife o interrompeu.

_ Sim, soa pervertido não é?_ Stiles riu, mas o xerife fechou a cara cortando a graça dele_ Palo santo, originária do Peru, sua madeira era usado em rituais de proteção pelos incas, sua fumaça perfumada naturalmente, afasta os demônios e segundo lendas, pode imobilizar os possuídos! Derek enciclopédia ambulante que disse.

_ Mas lobisomens não são demônios?

_ Por isso não é mortal, só os tiram de combate por um certo tempo! Confusão, falta de ar, essas coisas básicas!_ Stiles balançou a mão como se isso não fosse nada_ Acho que aqui entra o fato que como dizem, a licantropia é uma maldição, por tanto eles não estão possuídos, mas de certa forma amaldiçoados! Teoria minha, claro!

_ Sim, claro!

_ Continuando!_ Stiles dobrou os cutuvelos sobre a mesa juntando as mãos debaixo do queixo_ Como se isso já não fosse o suficiente para preocupações, Michael foi além e ameaçou a vida do Alex, ai já sabe, Liam ficou desesperado, o filho é o ponto fraco dele e ele perde totalmente o controle quando usam isso contra ele.

_ Eu posso entendo-lo Stiles, quando você for pai, vai poder compreender também.

_ Se eu for, não é? Mas isso não vem ao caso, o maldito quer Liam e Alex fora do caminho dele, o porque eu não sei!

_ Oras Stiles, por Scott, só pode ser isso!

_ Não é só isso, pai!_ Stiles se levantou_ Scott pode ser bonito e gostoso!_ O Stilinski mais velho levantou uma sobrancelha encarando o filho_ Ele pode ser meu melhor amigo pai, mas não sou cego!_ Ele sorriu.

_ Continue seu raciocínio Stiles!

_ Então, tanto Derek quanto eu achamos que o interesse dele no alfa verdadeiro, não é puramente romântico! Mas estamos de mãos atadas, agindo com cautela, Liam e Alex correm perigo. Se algo acontecer com Alex, Liam vai surtar de vez pai! Nem kriptonita vai segura-lo!

_ Por isso ele queria ir embora de Beacon Hills!

_ Sim, ele queria levar Alex para longe de Michael, mas Scott fez o favor de ameaça-lo, obrigando-o a ficar! O lobinho ficou entre a cruz e a espada. Juro, que não sei o que faço para acabar com esse melodrama mexicano! Liam é um bichinho arredio e cabeça dura, Scott é lesado e cego! Alex é o único são no meio dos dois!_ Ele calou-se fitando o pai_ Então vai me ajudar a investigar Michael, sim ou não?

_ Diante dos seus argumentos e pelo que me contou deste sujeito, sim Stiles, pode contar comigo!

_ Valeu pai!_ Stiles correu em direção ao pai abraçando-o.

_ Mas então esse Michael é o que? Um druída, darach, bruxo? O que ele é realmente!_ O xerife perguntou.

_ Ainda não sabemos!_ O jovem respondeu se afastando_ Outra coisa que eu queria te perguntar, como faço para concorrer a um vaga de policial aqui pai?

_ Stiles? Você não está falando sério está?

_ Claro que estou pai!_ Stiles encarou o xerife sério_ Onde mais eu ia querer começar minha carreira rumo ao topo! Quero ter a honra de trabalhar com o melhor!

_ Stiles!_ O xerife se aproximou do filho abraçando-o.

_ Verdade pai! Você sempre foi minha fonte de inspiração, trabalhar com você vai ser a realização da minha vida!

_ Mas filho aqui em Beacon Hills..._ John se afastou tentando encontrar argumentos, mas sua alegria era visível.

_ Aqui, lá, tanto faz pai! Para eu chegar longe, vou ter que começar por alguma lugar, certo! Então porque não em Beacon Hills!

_ E Derek?_ O pai o perguntou_ O que ele acha de voltar para cá?

_ Eu não sei pai, não vou obrigá-lo a voltar comigo!

_ Mas filho, vocês se amam! Não...

_ Se ele realmente me ama e quer um futuro comigo, vai ser o primeiro a me apoiar pai!

_ Certo..._ O homem mais velho andou pela sala_ Puxa Stiles, vou começar a ver a possibilidade da vaga, hoje mesmo! Não acredito, meu filho trabalhando comigo! Mas se prepare Beacon Hills é cheio de casos sem soluções!

_ Eu sei pai!_ Stiles sorriu_ Vou ter o melhor para me ensinar! Te vejo a noite no jantar?

_ Vai estar em casa para o jantar?

_ Vou pai! Pode apostar que vou!

A ruiva levantou uma sobrancelha inquisitiva para a mulher que conversava com Parrish a alguns passos de distância. Ela ficou aguardando na porta do cinema enquanto ele havia ido levar Alex ao banheiro, mas Lydia já estava ao ponto de ir até lá e arrancar os olhos daquela gorda sem vergonha que estava dando em cima do seu cão do inferno. Pelo amor do céus, a maldita estava com a filha, será que não podia respeitar a criança e parar de esfregar aqueles peitos falsos no rosto de seu namorado. Inalando pesadamente notou quando Parrish sorriu se afastando da desavergonhada arrastando Alex pela mão.

_ Vamos!_ Ele teve a pachorra de lhe sorrir_ Se não vai ficar muito tarde e Liam é capaz de pirar se demorarmos muito!

_ Porque você está braba tia Lydia?_ Alex perguntou segurando sua mão enquanto Jordan a olhou surpreso_ Tio Jordan te ama!

_ Alex!_ O menino a olhou_ Tem certeza que não existe um bruxinho aí dentro de você não? De quem você herdou essa perspicácia e inteligencia? Liam e Sc..._ A ruiva parou um segundo dando-se conta do que ia falar_ Bem seu papai não tem tanta inteligência assim!

_ Papai é inteligente sim tia Lydia!_ Alex fez biquinho olhando-a_ Ele não é burro não!

_ Tia Lydia não quis dizer isso Alex!_ Jordan interrompeu-o enquanto caminhavam em direção ao carro_ Ela só está dizendo que você é muito, muito inteligente!

_ É isso mesmo Alex! Tia lydia quis dizer que você é muito, muito inteligente, diferente de certo cãozinho vira lata que fica de papinho e risinhos com qualquer uma por aí!

_ Você já jogou boliche Alex?_ Parrish se apressou a dizer enquanto abria a porta do carro, o menino balançou a cabeça negando.

_ Tia Lydia é campeã neste jogo lobinho!_ A ruiva acomodou a criança na cadeirinha no banco traseiro_ Nós dois juntos vamos acabar com tio Jordan!

_ Vamos apostar um sorvete então?_ Jordan disse aliviado com a mudança da conversa_ Eu contra vocês dois!

_ Combinado!_ Lydia disse dando um sorriso cínico acabando com o alivio do rapaz_ Um sorvete! E eu tenho certeza que vou ganhar Jordan Parrish!_ Ela frisou bem a pronuncia do nome dele_ E vou fazer questão de comprar duas enormes bolas falsas de sorvete e deixar você só olhando, porque isso é tudo sabe fazer, olhar!

_ Você gosta de olhar para bolas de sorvete tio Jordan?_ Alex perguntou a ele dentro do carro_ Porque você gosta de olhar para elas, não é melhor chupar elas antes que derretam?

_ Seu tio Jordan não sabe que geralmente bolas de sorvete derretem Alex! Somem como coisas falsas!

_ Você não sabia que sorvete derrete tio Jordan?_ Alex exclamou.

_ Claro que o tio Jordan sabe disso Alex, tia Lydia é que está falando bobagens homenzinho! Não lhe dê ouvidos!_ Ele manobrou o carro saindo do estacionamento do cinema.

_ Eu falando bobagens Parrish!_ Lydia tornou sorrindo cínico novamente_ Por enquanto só estou falando de você olhando para bolas falsas de sorvete, bobagem será quando eu cortar certas outras bolas fora e ferve-las em água quente para servi-las como calda! O que acha?

_ Vocês dois são engraçados!_ Alex riu.

E Lydia deu o assunto por encerrado olhando para a cidade através da janela do carro, mas Jordan sabia que a fúria da banshee apenas tinha começado, maldita hora em que resolveu dar a atenção aquela mulher, ele só quis ser gentil e veja no que deu.

Liam estava deitado no sofá com os braços cobrindo seus olhos, ele estava cansado, suado e com dor nos pés, a voz de Stiles ao seu lado estava longe, como um zumbido chato em seus ouvidos.

_ Liam?_ Stiles perguntou, mas não obteve resposta_ Liam?_ Ele gritou.

_ Droga Sty!_ Liam deu um salto assustado_ Quer estourar meus tímpanos! Sabe que minha maldita audição é superior a sua!

_ Então porque não me responde quanto te pergunto!

_ Sabe eu que quero te perguntar uma coisa._ Liam se virou de barriga para baixo olhando para o amigo_ Porque você não está atormentando o Scott?_ Ele sorriu_ Ele é seu melhor amigo, não eu.

_ Engraçadinho!_ Stiles se jogou no outro sofá_ Michael e eu nunca nos demos bem, então geralmente quando ele está por perto, eu não estou!

_ Conseguiu algo sobre ele?_ O lobo tornou apoiando o pescoço sobre o braço do sofá.

_ Sobre quem?_ Liam revirou os olhos olhando para ele_ Sou tão previsível assim?_ O garoto sorriu_ Não, não consegui nada sobre Michael, a ficha dele é mais limpa que a sua casa!

_ Ei, não precisa esculachar também!_ O menor se defendeu_ Conviva com um padrasto feito o meu, ai você vai ver o que é mania de limpeza e organização!

_ Tá, não está mais aqui quem falou estressadinho! Mas tenho certeza que logo descobrirei algo, não posso deixar meu amigo a mercê daquele ser que nem sabemos direito quem e o que é?

_ Sty!_ Liam esperou que o jovem o olhasse_ Você sabe que se eu pudesse eu mesmo contaria tudo ao Scott não é? Eu..._ Ele suspirou_ Eu não sei se saberia viver se algo acontecesse com aquele idiota! Ele...

_ Eu sei lobinho!_ Stiles riu_ Tenho certeza que Scott também sente a mesma coisa em relação a você! Até agora eu não entendo o que mantem vocês dois separados!

_ Ele não me ama Sty! Eu só fui uma obrigação para ele, o beta que ele teve que cuidar, depois um corpo quente onde ele pode aliviar-se de suas frustrações! Uma noite apenas.

_ Está errado e sabe disso Liam!

_ Ele tem outro Sty! Que esperanças você quer que eu ainda tenha?

_ Mas quando vocês dois foram para o telhado do hospital para aquela conversa, você já sabia sobre Michael! Então o que, apenas uma segunda noite?

_ Argh!_ Liam se levantou_ Corpo quente, carente e idiota ao quadrado Sty, isso é tudo o que sou para Scott! Só o meu amor não basta!

Ele caminhou para a cozinha irritado e Stiles revirou os olhos, imaginando quando esses dois parariam com essa bateção de cabeça e resolvessem se beijar logo de uma vez. Ele já estava ficando cansado dessa enrolação.

_ Eu estou indo lobinho, ainda tenho que falar com Derek, antes de ir para casa!

_ Eu achei que sua casa fosse aqui junto de Derek!_ Liam apareceu segurando um copo de água.

_ Estou rindo por dentro Liam!_ Stiles se dirigiu a porta, abrindo-a.

_ Eu não estou sendo sarcástico Sty!_ O garoto o olhou_ De verdade achei que morasse com o lobo azedo!

_ Não, Liam! Eu não moro com Derek!_ Ele saiu pela porta cabisbaixo.

_ Quantas noites você dorme na "sua casa" Sty?_ Liam fez aspas com os dedos, como ele conseguiu fazer isso e não virar o conteúdo do copo, era mistério para Stiles.

_ Ah, sei lá moleque, não faz pergunta difícil!_ Ele virou-se para ele com metade do seu corpo dentro do apartamento e metade para fora._ Eu durmo praticamente quase todas as noites com Derek!

_ Então, elementar meu caro Watson!_ Liam revirou os olhos_ Sua casa é ao lado do lobo grandão!

_ Eu...

_ Até mais, diga a seu pai que eu quero meu carro de volta!_ Liam se despediu.

_ Pode deixar, eu vou dar o recado!

O jovem lobo voltou para cozinha bebendo o resto da água, lavando o copo colocando-o no seu devido lugar, seu celular vibrou na mesa da sala e ele correu para atende-lo, rezando para que não fosse nada com Alex.

_ Strike!_ Alex gritou batendo palmas enquanto Lydia levantava o punho para cima, olhando vitoriosa para Parrish.

_ Isso ai lobinho, nós ganhamos nosso sorvete!

_ Não vale!_ Parrish se jogou no banco desanimado_ Vocês estão em dois!

_ Azar o seu meu querido, trato é trato!

_ É tio Jordan trato é trato!_ O menino repetiu as palavras de Lydia arrancando uma gargalhada da ruiva_ Vamos tomar sorvete!_ Ele bateu palmas novamente.

_ Tá, tá legal!_ Jordan riu se levantando indo em direção a Alex carregando-o_ Vocês venceram!_ Ele tomou a mão de Lydia saindo dali.

A sorveteria não era muito longe, então os três foram andando. Jordan olhava para Lydia sorrindo vendo a interação dela com Alex, o cão do inferno se perguntava se algum dia eles estariam fazendo este mesmo programa com seus filhos. Era um sonho bonito, o único medo e duvida que ele tinha, era o de que seus filhos pudessem nascer como ele, com a maldição de ser um precursor da morte, de servir como um urubu do mundo sobrenatural, carregando os mortos para que nada alterasse a ordem natural da vida.

_ Pode tio Jordan?_ Ele ouviu a voz de Alex que interrompeu seus pensamentos mórbidos.

_ Pode o que homenzinho?

_ Posso ter duas bolas de sorvete?_ Ele olhou para cima e Parrish olhou para Lydia que segurava o riso_ A tia Lydia falou que queria duas bolas, eu também quero duas!

_ Quantas você quiser lobinho!

_ Oba! Então eu vou querer uma de chocolate, não as duas de chocolate, com bastante!_ Ele soltou a mão de Lydia gesticulando a quantia que queria_ Bastante calda de caramelo!

_ Bastante mesmo homenzinho, será que seu papai não vai querer arrancar minha cabeça depois!_ Ele questionou parando de andar, quando um calafrio o percorreu e ele teve a impressão de estarem sendo observados.

_ O que foi Parrish?_ Lydia puxou Alex para perto de seu corpo, enquanto via o jovem oficial olhar para todos os lados_ Você viu ou sentiu algo?

_ Não!_ Ele balançou a cabeça_ Só uma... Esquece!_ Ele sorriu para os dois_ Nada demais! Então vamos ao sorvete homenzinho!_ Alex balançou a cabeça rindo_ Depois vamos dizer que a culpada foi a tia Lydia tá! Se papai ficar brabo pela quantidade de açúcar no seu organismo, a culpa é da ruiva!

_ Pois sim, grandes covardes que vocês são! Vamos logo, tenho certeza que o papai lobo não vai brigar não! Se o filho estiver feliz, papai filhote também vai estar!

_ Papai filhote?_ Alex riu.

_ Sim, seu papai ainda é um menino!_ Lydia disse séria_ Então papai filhote!

Scott estava sentado em frente a televisão já fazia algum tempo, o filme a muito acabara, a sua volta ele podia escutar as conversas entre sua mãe e Cris, mas sua mente estava em outro lugar. Ele não conseguia parar de pensar em Liam e Alex e no lobo estranho que atacara Michael. O homem estava deitado no quarto de hospedes, são e salvo, mas seus filhotes não. Eles estavam longe dele, desprotegidos. Se de algum forma o alfa estranho descobrisse sobre seus dois lobinhos. O maldito Liam podia se achar autossuficiente, mas será que ele teria forças para lutar contra um lobisomem sem escrúpulos algum e ainda proteger Alex? Esse medo estava corroendo-o por dentro, não podia deixar que algo de mal acontecesse a eles, era seu dever protege-los.

_ O que foi filho? Ainda preocupado?_ Melissa o perguntou e ele levantou a cabeça olhando para ela_ Michael está bem Scott!

_ Minha preocupação não é com ele mãe!_ Ele respondeu.

_ Então vá atrás deles Scott!_ Cris sorriu abraçando uma Melissa confusa, trazendo-a para junto de seu corpo_ Vá proteger os seus filhotes!_ A enfermeira abriu um sorriso quando finalmente entendeu sobre o que o marido falava. 

Scott apenas balançou a cabeça em afirmação, inalando duramente levantando-se decidido.

_ Posso..._ Ele virou-se para a mãe.

_ Claro filho! Você sabe onde estão as chaves!_ Melissa disse sem esperar que ele terminasse a frase_ Scott...

_ Sem ameaças!_ Scott disse caminhando para a porta.-_ Eu quero protege-lo mãe, não ameaça-lo!

Derek estava sentado no chão do quarto com Alex, o pequeno estava deitado de barriga para baixo, enquanto fingia ler a história do livro aberto a sua frente, ele estava emburrado desde o momento que Liam saíra, ficando só os dois no apartamento, nem a promessa de pizza o fizera desistir do bico.

_ Então vai ser assim lobinho!_ Derek disse_ Vai ficar ai ignorando o tio grandão!_ O menino fungou sem lhe dar atenção_ Eu também estou triste, tio Sty saiu e me deixou sozinho!

_ Tio Sty também te deixou sozinho!_ Ele perguntou, ainda debruçado em cima do livro_ Ele também teve que ir trabalhar?

_ Não, tio Sty não teve que ir trabalhar!_ Derek disse.

_ Então para onde tio Sty foi que deixou você sozinho!_ Alex se mexeu se aproximando dele_ Eu não gosto quando papai tem que trabalhar! Mas ele diz que precisa ir, senão, não vamos ter dinheiro para comprar comida, roupa.

_ Seu papai está certo Alex!

_ Mas se ele trabalha tanto porque a gente não tem um montão de dinheiro então?_ Alex deitou a cabeça no colo do lobo_ As vezes ele não come algo, porque ele quer que eu coma! Ele acha que eu não percebo, mas eu já to grande, eu sei quando ele finge!

_ Alex!_ Derek começou a acariciar a cabeça do menino_ Seu papai é uma pessoinha muito especial, e ele te ama muito! Ele vai fazer coisas que agora você pode até não entender, mas quando você for grandão como o tio Derek, tudo vai ficar esclarecido!

_ Escla o que tio grandão?

_ Esclarecido, ficar claro, você vai entender!

_ E onde tio Sty está que deixou você sozinho também!

_ Tio Sty foi para a casa dele jantar com o papai dele, que é o tio John, lembra do tio John?_ O menino balançou a cabeça_ Então tio Sty foi para lá.

_ Mas o tio Sty, não mora aqui com você?

_ Não._ Derek respondeu_ Tio Sty tem a casa dele.

_ Porque você não traz ele para morar com você então?_ Alex virou-se fitando bem dentro dos olhos dele_ Você e o tio Sty, se gostam não é? Papai me disse que existem diferente tipos de casais!_ O lobo maior deu sinal para que ele continuasse_ Ele disse que as vezes, menino gosta de menino, que menina gosta de menina e também menino gostando de menina, mas que tudo é o mesmo gostar! Eu gosto de menina tio Derek!

_ Ah, danadinho, como você sabe que gosta de menina!_ Derek disfarçou a emoção com as palavras do pequeno, Liam tem se mostrado tão adulto na forma de educar seu lobinho.

_ Porque quando eu crescer quero namorar uma menina tão bonita quanto a tia Lydia!_ Ele sorriu_ Eu queria crescer logo para namorar com ela, mas ai tio Jordan iria ficar triste e eu não quero que ele fique triste! Ele é legal, eu gosto dele!

_ Você está certo, não podemos roubar namoradas dos amigos!_ Alex olhou para ele balançando a cabeça_ Mas a tia Lydia é bonita mesmo, não é?

_ Sim!_ O lobinho se levantou sentando em cima do calcanhar fitando o lobo com seriedade_ Porque você não tem um filho, assim como papai tem eu tio Derek?

_ Alex!_ Derek riu só imaginando o sofrimento que Liam deve ter com com a boca inteligente de seu filho_ É complicado! Tio Derek não tem como responder isso para você!

_ Eu acho que tio Sty ia ficar muito contente se você tivesse um filho!

_ É, pode ser!_ Ele parou ouvindo a porta_ Deve ser a pizza! Você ainda não vai querer comer?

_ Claro que quero comer sim tio Grandão!_ Ele deu um salto_ Minha barriga já ta roncando como um urso! Eu quero um pedação de pizza!

_ Então venha!

Derek colocou o menino em suas costas e foi em direção a sala, onde primeiro parou pegando o dinheiro que Liam havia feito questão de deixar em cima da bancada, rindo junto com os gritos de Alex, ele abriu a porta.

_ Scott!_ Ele disse_ Achei que fosse o...

_ O que faz aqui Derek?_ Scott perguntou sem mesmo esperar a explicação do outro.

_ Eu..._ Ele colocou Alex no chão_ Liam saiu para trabalhar então...

_ Trabalhar?_ O jovem alfa perguntou já dentro do apartamento_ Oi campeão!_ Ele se abaixou tentando conversar com o menino que estava escondido atrás do Hale.

_ Você veio fazer papai chorar de novo!_ O menino perguntou saindo de trás do lobo de olhos verdes encarando-o de braços cruzados_ Papai disse que você não brigou com ele, que você é um alfa bonzinho como eu devo ser, mas eu não vou ser bonzinho com você se fizer meu papai chorar de novo!

O jovem alfa olhou para o pequeno ali, mal escondendo o sorriso e o espanto notando a ondulação de cor nos olhos da criança. Assustado olhou para o lobo mais velho que apenas assentiu com a cabeça pedindo que não dissesse nada.

_ Me perdoe por isso meu lobinho!_ Ele disse_ Eu não queria fazer seu papai chorar e prometo tentar nunca mais fazer com que ele chore novamente!

Alex se aproximou esticando a mãozinha, esperando que o jovem fizesse o mesmo, mostrando o mindinho ele juntou com o do alfa torcendo-os juntos.

_ Promessa de dedinho!_ O garoto falou_ Não pode quebrar, papai diz que promessa assim é para sempre!

_ Para sempre meu pequeno!_ Scott abraçou-o_ Para sempre!

 

 


Notas Finais


Juro que hoje eu me empolguei...
Como sempre, espero que curtam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...