História Teenage Love - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Jikook, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 219
Palavras 3.780
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MEU DEUS!
EU FIQUEI TANTO TEMPO SEM POSTAR UM CAPÍTULO QUE ATÉ EU ACHEI QUE HAVIA MORRIDO!
Gente, AAAAAAAAA, Eu estou aqui ok?
De verdade, nem sei como agradecer pelas pessoas que me chamaram no privado, no facebook ou me mandaram uma mensagem aqui mesmo preocupados com a fic e até mesmo com a minha pessoa. Obrigada, do fundo do coração! E também a todos que tiveram paciência até este momento.
Como eu havia explicado em um ''capítulo aviso'' que já excluí daqui, tive muitas complicações quanto a fanfic. Escrevi um capítulo que simplesmente apaguei sem querer e foi aí que meu bloqueio de ideias tomou conta de mim.
Prometi a mim mesma que só postaria um capítulo se ele saísse melhor do que aquele, me cobrei uma coisa ''perfeita'' pra compensar a demora, então espero que eu tenha conseguido.
Gente... Eu acho que vocês vão perceber nesse capítulo como minha escrita mudou. Eu amadureci bastante quanto a isso, então acho que consegui trazer uma coisa legal.

Porém, tenho uma notícia:

ESSE CAPÍTULO AINDA NÃO É O ÚLTIMO!

POR QUE JÉSSICA, SUA IDIOTA?
A resposta é simples: Porque eu não acho justo fazer um capítulo na pressa apenas pra dizer que já terminei, quando tenho tempo suficiente pra trazer um final digno pra vocês.

Bem... Eu nem vou pedir desculpas pelo atraso pq acho que seria muita cara de pau da minha parte. Eu realmente demorei, mesmo quando disse que isso não aconteceria, então não tenho os direitos de me desculpar.


Eu prometo por todas as coisas que são importantes pra mim, que o último capítulo não vai demorar. Eu sempre postei capítulos semanalmente, e isso não vai mudar, não agora que eu finalmente consegui um capítulo que preste, e eu estou muuuuuito feliz! ❤ ❤ ❤ ❤ ❤

Tenham uma boa leitura meus bebês! Esse capítulo ficou longo como eu queria! ❤

Comentem o que acharam, porque isso me deixa felizinha :3

Me desculpem qualquer erro ortográfico. Esse capítulo não tem capa, e eu vou apagar a capa dos outros também porque eu não acho tão necessário ter uma.

Por último: Muito obrigada aos quase 200 favoritos! Amo vocêsssss!


Até as notas finais! ❤

Capítulo 22 - TL - Chapter (22)



(Um tempo depois)


(Jimin POV) 

PARK JIMIN! - Fui tirado de meus devaneios com um berro dado pela professora de química.

-Entalpia é a quantidade de energia contida em uma determinada substância que sofre reação. Ela calcula o calor de um sistema e é a forma mais usada de expressar o conteúdo calorífico de um componente em uma reação química. - Respondi ligeiramente ao perceber que aquela mulher iria me perguntar sobre a matéria.

A sala toda ficou de boca aberta, inclusive a própria professora. Acho que se surpreenderam ao notarem que mesmo na distração, eu posso prestar atenção​ nas aulas quando quero. Isso nunca foi surpresa pra ninguém, eu sempre fui considerado NERD e nada mudou. As pessoas só se esquecem disso porque eu não gosto de me pronunciar muito nas aulas e estou sempre esperando que me chamem a atenção pra poder falar algo.
Jungkook, que está logo do meu lado, começa a rir baixo enquanto me encara, e isso só me atrapalha cada vez mais. Eu fico perdido e completamente desfocado, mas o pior de tudo é que eu gosto de retrucar o olhar e sorrir de volta. É automático, ver Jungkook sorrindo me faz sorrir e ele gosta de me ver assim, por isso está sempre arranjando uma forma de me chamar a atenção durante as aulas, embora eu o ignore muitas vezes para não me prejudicar nas matérias.  Prometi a mim mesmo e aos meus pais que nosso relacionamento oficial não atrapalharia nos meus estudos, e por mais que muitas vezes eu falhe miseravelmente, estou fazendo o possível sobre isso.
Exatamente 4 meses e 29 dias de namoro. Eu não imaginei que minha vida tomaria certo rumo. Nunca me imaginei em um lance sério com ninguém, mas meus dias estão melhores assim e me sinto cada vez mais alegre conforme o tempo vai passando.
Jungkook e eu nunca comemoramos essas datas especiais, tipo um, dois ou três meses de namoro, que seja. Tem gente que conta até os dias e horários que está junto com seu parceiro, mas isso já é um pouco de mais pra mim. Quanta babaquice! Porém, acho que amanhã devíamos fazer algo diferente. Sabe, não é como se 5 meses fosse um puta tempo, mas também não é pouco. Durante 5 meses fizemos muitas coisas juntos, muitas coisas aconteceram, muitas brigas por causa de ciúmes, pra decidir quem trocaria a frauda do Jongyeon... Mas também tivemos noites de doramas com pipoca, deitados no sofá até de madrugada e gargalhadas com beijos aqui e ali. Acho que por todos esses motivos, amanhã não precisa ser um dia normal como todos os outros. Talvez eu invente algo de especial para Jungkook.
Ultimamente, eu tenho pensado de mais em tudo o que aconteceu comigo esse ano. As vezes minha vida parece um filme. Do nada eu entro em um Colégio onde a primeira pessoa que me chamou a atenção vira meu namorado e eu faço alguns amigos que também são gays, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo de se acontecer. Começo a pensar no Jungkook de uma forma que não consigo mais parar, e mesmo quando sei que devo tirar ele da minha cabeça, eu prefiro levar minhas imaginações adiante, imaginações essas que possuem coisas eróticas.
 Não está sendo fácil pra mim namorar alguém que me parece tão confiante e inocente ao mesmo tempo. Jungkook com toda a certeza do mundo não é virgem, uma vez que precisou bancar o pegador no Colégio inteiro e faria de tudo pra manter esse disfarce. Me pergunto se ele não sente vontade de fazer um pouco mais do que só beijos comigo. As vezes rola umas brincadeirinhas onde acabamos tornando a situação mais quente, porém quando percebemos isso, acabamos parando tudo. Isso é extremamente frustrante! É como se eu estivesse esperando a boa vontade do Jungkook e o Jungkook esperando a minha, e então no fim das contas, nada acontece. Será que ele quer transar comigo tanto quanto eu quero com ele? Será que Jungkook me deseja da mesma forma que eu o desejo? Se eu soubesse a resposta dessas perguntas, tudo seria tão fácil... 
Acho que no fim das contas somos dois idiotas por nunca termos conversado sobre isso, mesmo sendo o tipo de casal que dão amassos calorosos e salientes nas horas vagas. Eu só queria, do fundo do meu coração, saber se meu namorado se sente da mesma forma que eu. É tão difícil assim rolar um sexo entre duas pessoas que se amam?

-Hoseok, Yoongi e Taehyung! As conversas paralelas entre os três está atrapalhando a minha aula desde o início! - A professora gritou extremamente alto me tirando dos pensamentos, mais uma vez.

O que ela quis dizer com "está atrapalhando minha aula desde o início"? Novamente minha cabeça só tem espaço pra aquele meu garoto, e nem os outros alunos falando ao meu redor eu percebo mais.

-Tá, foi mal! - Escutei meus amigos se desculpando em uníssono e acabei por sorrir ao olhar na cara de pau que aqueles três idiotas possuem.

Por um momento, eu esqueci que a sala de aula tem diversos alunos ao meu redor. Isso acontece frequentemente quando deixo meus pensamentos assumirem minha posição. Acho que está na hora de pesquisar se eu sou de Humanas, Exatas, ou de Jungkook.


(Jungkook POV)


Lá está ele, do meu lado esquerdo com os óculos de grau quadrados olhando fixamente para a lousa, tornando sua expressão mais linda do que o normal. Jimin é tão inteligente que pode responder perguntas pelas quais nem os alunos que estavam prestando mais atenção que ele, conseguiria. Foi isso que ele acabou de fazer, deixando todos de boca aberta, enquanto eu só sei sorrir por ter um namorado tão sábio e lindo.
Desde que comecei a namorar com Jimin, foi como se as coisas ruins que me aconteceram no passado se transformassem em pequenos grãos de areia e saíssem voando por aí. Tudo parece tão certo e feliz que eu tenho medo de ser um complô da vida preparando alguma coisa ruim contra mim mais tarde. Sei lá, é difícil acreditar que tudo possa ser tão perfeito assim. De toda forma, estive pensando muito recentemente sobre como as coisas tomaram rumo. O que eu quero dizer, é que Jimin sempre foi o maior responsável pela minha mudança e pelas mudanças que aconteceram ao meu redor, mudanças positivas. Foi ele quem teve a iniciativa de me pedir em namoro e aquele momento provavelmente nunca teria acontecido se dependesse da minha vontade, por eu ainda ser um pouco tímido e inseguro. Sei que é meio inacreditável, mas sim, eu sou tímido! Isso só muda quando estou a sós com Jimin, mas fingir ser um galinha na escola toda foi complicado pra mim, já que minha verdadeira personalidade não era aquela.
Bom... Acredito que está na hora de retribuir isso tudo com uma coisa legal. Amanhã é nosso aniversário de 5 meses juntos, embora eu não considere bem um aniversário, já que nunca comemoramos os outros meses. Porém, isso acaba tendo seu lado positivo. Se nunca comentamos sobre as outras datas, é porque Jimin não faz ideia que eu possa querer preparar algo pra gente, então é o momento perfeito pra fazer uma noite especial.
Noites especiais acabam me lembrando de coisas obscenas com Jimin. Talvez eu esteja ficando louco de tanto pensar nisso, mas faz mais ou menos uns dois meses que a frase ''Será que Jimin é virgem'' não sai da minha cabeça. Eu sei que a coisa mais fácil do mundo é simplesmente perguntar e também sei que é extremamente idiota da minha parte não saber isso do meu próprio namorado de quase 5 meses, mas eu realmente não sei e também não cheguei a perguntá-lo sobre tal. 
Muitas coisas aconteceram durante o tempo que estamos juntos e um dos melhores dias foi quando assistimos um dorama no sofá da sala, até de madrugada. Eu queria comer o Jimin, apesar de só ter pipoca. Esse dia foi quase perfeito. Mais uma vez, aconteceu aquilo sobre Jimin ter todo o controle da situação e eu simplesmente só aceitei, eu estava gostando e queria que continuasse, mas não rolou. Eu não sei porquê diabos essas merdas acontecem! Eu quero, eu sei que ele quer, mas simplesmente paramos quando estamos quase no ''ponto''. Ainda sou virgem e ver como Jimin é extremamente confiante sobre si mesmo, me faz pensar que ele não é, então eu espero ele tomar uma iniciativa sempre. Isso tem que parar. Preciso começar de uma vez por todas a tomar coragem e dar um passo a frente. Não pode ser tão impossível fazer sexo com seu namorado quando você sabe, ou pelo menos acha que ele também quer isso. Tornar nosso relacionamento mais aberto deve regressar em um namoro mais saudável, não é?
Seria muito mais simples se eu soubesse como Jimin pensa sobre tudo. 
Antes, apenas tocar em Jimin já apagava um pouco o fogo do meu corpo, mas quando isso acontece agora, só sei pedir mentalmente por mais e mais. Eu o amo tanto... Jimin é a pessoa que eu mais amo na vida e está sendo difícil continuar me controlando. Preciso aproveitar o dia de amanhã pra entrar nesse assunto e descobrir de uma vez por todas se ele se sente da mesma forma.

-AI CARALHO! - Acabo gritando alto de mais sem querer, quando percebo Namjoon cutucando minhas costas com certa força.

-Jeon Jungkook! - Levo sermão da professora, ganhando atenção de Jimin e da sala inteira que parecia querer rir da minha cara.

-DESCULPA! - Gritei. - Por quê diabos você fez isso? Perguntei ao Namjoon irritado com tal atitude.

-Do que você está falando? Eu estou te chamando há séculos, Jungkook! Fiz isso porque parecia estar no mundo da lua.

Fiquei meio perplexo com o que acabo de ouvir. Eu realmente fico no mundo da lua quando penso tanto no Jimin?

-Tá, mas o que você quer? - Continuei sentindo meu rosto ruborizado.

-Eu só queria uma borracha emprestada Jungkook, uma borracha! É tão difícil?

-Fala sério... - Reclamei baixo. - Pode ficar com isso desde que não me encha mais o saco!

Não é possível que ele preferiu ficar meia hora me chamando pra pedir uma borracha emprestada, quando poderia fazer isso com qualquer outra pessoa!

-Agradecido! - Namjoon respondeu e se virou, voltando a prestar atenção na aula de química, que por sinal já estava prestes a acabar sem eu nem perceber.

Eu juro que minha conversa com Jimin não passa de amanhã.


(18:30)


(Seokjin POV)

Hoje a aula passou de fato, muito rápido. Quase ninguém se voluntariou e eu só sabia pensar em chegar logo em casa pra comer. Novamente, Namjoon vai pra minha casa já que hoje é sexta e ele têm dormido bastante lá pra passarmos o final de semana juntos. Ele é meu melhor amigo, então acho que isso é normal. 
De toda forma, me pergunto porquê hoje foi tudo tão calmo, apesar de escutar Jungkook gritar um palavrão do nada. Todos pareciam estar muito quietos e viajando nos próprios pensamentos. Talvez seja o cansaço de toda sexta-feira.


(19:00)


(Jimin POV)

-A gente podia sair amanhã. Faz tempo que não marcamos algo em grupo. - Yoongi sugeriu.

Fiquei meio perdido com a resposta que daria a Yoongi. Amanhã é o dia que eu pretendia fazer algo especial pra Jungkook, então eu não queria sair de casa a menos que fosse a sós com meu namorado. Olho pro lado e percebo pelo semblante de Jungkook que ele também não estava muito afim, então antes mesmo de inventar uma desculpa, ele fez isso.

-É... Eu acho que prefiro ficar em casa estudando um pouco. Ultimamente tenho me deixado levar e ando desfocado das aulas. - Respondeu me encarando com um olhar de -fique em casa também-.

Ao notar o que Jungkook queria, assenti e dei continuidade no que havia acabado de dizer.

-Eu e Jungkook vamos estudar.

De repente, Taehyung começa a rir, sem eu entender os motivos.

-Cara... Vocês realmente não aproveitam a vida como um casal. - Começou.

-Hum...? O que quer dizer com isso? - Perguntei.

-Por que não usam o tempo que vão ficar sozinhos em casa pra fazer uma coisa mais interessante? - Dessa vez, Hoseok que continuava com assunto.

Os garotos começaram a fazer uma expressão maliciosa, então eu me senti corado com o rosto quente. Meus olhos se voltam pra Jungkook e vejo que ele também parecia tímido.

-Vocês não deveriam forçar a barra assim. Cada um tem o seu próprio jeito de fazer as coisas e no seu determinado tempo. Tenho certeza que Jungkook e Jimin estão esperando o momento certo pra isso. - Namjoon nos defendeu, apesar de só ter me deixado com mais vergonha ainda.

-É-é... - Gaguejo. - Obrigado, eu acho.

-Jimin, vamos pra casa, já tá meio tarde. - Jungkook parecia querer sumir o mais rápido possível.

Ele estava constrangido com o rumo que a conversa havia tomado tão repentinamente.
Nos despedimos dos outros e cada um foi pra seu devido destino.

(Jungkook POV)


Eu sabia que precisava desconfiar da vida quando tudo tivesse indo perfeitamente bem. Qual a chance dos meus amigos iniciarem um assunto do nada, sobre a única coisa que eu sei pensar recentemente? Ou como diabos eles falaram, tendo tanta certeza que eu e  Jimin nunca transamos? Provavelmente essa foi a noite que mais me senti envergonhado. Decidi cortar tudo de uma vez e chamei Jimin pra irmos embora logo.
Não é novidade pra mim que Tae, Hobi e Suga transam, mas eu não esperava ouvir aquele sermão de Namjoon como se fosse o cara mais experiente do mundo. Ele por acaso já perdeu a virgindade com alguém? Namjoon não namora. Isso me causa certa dúvida na cabeça.
O caminho pra casa foi silencioso. Eu não me senti confortável pra conversar com Jimin sobre qualquer coisa depois da situação que havíamos acabado de passar. O pior de tudo, é que não dá pra fugir e fingir que nada aconteceu, então eu sinto cada vez mais a vontade de conversar sobre "aquilo" com ele e nem se quer esperar o dia de amanhã pra fazer isso.
Os pais de Jimin já estavam dormindo quando chegamos. Geralmente, Nimie e Kenki não dormem até saberem que estamos seguros e em casa, mas acho que Jongyeon tem dado muito trabalho e os cansando bastante.
Subimos para o quarto como de costume, e depois de jogar a mochila na cama como se fosse minha, quebrei o silêncio.

-Jimin...

-Hum? - Ele respondeu baixinho enquanto tirava os óculos e colocava sobre uma mesinha, ainda sem me encarar nos olhos.

Engoli em seco e fiquei pensando no que estava prestes a dizer. Eu só precisava esperar até o dia seguinte. Me controlo e invento de ir tomar um banho frio pegando uma toalha e roupas leves.

-Você já não tomou antes de irmos pro colégio? - Fui questionado.

-Tá meio calor, só quero me refrescar um pouco.

Caminho até a porta do banheiro e quando estou prestes a abri-la, Jimin me puxa pelo outro braço que estava livre e me faz encara-lo seriamente.

-Você quer conversar sobre aquilo, não é? - Me perguntou.

Sua expressão parecia tão calma e normal, mas no fundo, Jimin também parecia estar com receio de falar sobre tal. Me sinto ficando vermelho e isso serviu como uma resposta.

-É... Você quer. - Confirmou ao me ver naquelas condições.

Obrigado Kim Taehyung, por me deixar nesse beco sem saída.
Respiro fundo e decido responder, prevendo meu futuro gaguejo.

-É... Jimin...

Ele me encara fixamente esperando que eu continue. Pra variar, eu não o fiz.

Sinto Jimin desistir de querer dialogar comigo, soltando meu braço e dando-me passagem pro banheiro, onde eu fico por horas e horas tomando um banho gelado e imaginando coisas sempre que fechava os olhos pra lavar o rosto. Também aproveitei pra escovar os dentes.
Após pensar bastante, saio de lá um pouco mais confiante, então começo uma conversa com Jimin que estava sentado na cama, provavelmente esperando eu desocupar o banheiro pra poder fazer suas higienes bucais antes de dormir.

-Jimin... Você não acha que Namjoon estava certo no que disse? - Começo indo me deitar na cama sem camisa, que por algum motivo, esqueci de vestir.

Jimin abria os lábios prestes a dizer algo, mas desfazia tal movimento. Após uns bons segundos que ele consegue formular uma frase e decide me responder.

-Bem... Sim. - Respondeu indo ao banheiro - Namjoon com toda a certeza está certo. - Ele me respondeu de maneira séria e curta. O clima não parecia muito agradável entre nós dois. 

Após sair do banheiro já com os dentes escovados e roupas confortáveis, Jimin me chama pra dormir.

- Vamos deitar, Jungkook?

Fico feliz que Jimin não pareça apressado, mas não vejo isso como um lado positivo. Talvez eu tenha me tornando um idiota que só pensa em sexo e nada mais.

-Sim. - Respondi curto deitando na cama, me apoiando no travesseiro e sentindo Jimin apoiar a cabeça em meu peito nú, apagando as luzes.

-Boa noite, Jungkook-ah.

Dou um beijo na cabeça de Jimin e um leve cheirinho em seus fios que sempre estavam maravilhosamente perfumados, e o respondi da mesma forma.

-Boa noite, Jimin-ah.

(Jimin POV)

Eu queria, eu juro que queria conversar com Jungkook sobre aquilo, mas quando ele me perguntou sobre Namjoon, eu percebi que ele simplesmente não tem a mínima pressa quanto aquilo, então apenas respeitei seu tempo.
Nunca pensei que chegaria ao ponto onde eu só conseguiria pensar em sexo. Espero que isso seja normal, pois me sinto um desgraçado pervertido com tudo isso.

~~\\~~

(Madrugada)

Eu ainda não havia conseguido dormir. Eram muitas coisas pra se pensar. Jungkook me fazia um cafuné e foi quando eu notei que ele também estava acordado.
Sem mais nem menos, sinto sua mão soltar meu cabelo e agora seu corpo estava em cima do meu, uma perna de cada lado, me deixando completamente imóvel. Era uma posição perfeita pra iniciar um beijo quente, e assim o fiz, sem enxergar absolutamente nada. Pude sentir sua língua, seus dentes morder os meus lábios e uma das mãos puxar meus fios com força como quem desejava muito algo, enquanto o outro braço apoiava na cama. Coloco minhas mãos sobre sua cintura e aperto forte sua pele. Jungkook estava sem camisa, com toda a certeza, ele sentia muito calor.

-J-Jimin... - Me chamou sussurrando quando paramos o beijo pela falta de ar.

-H-hum...?

-Você.... - Ele pausava suas falas, até que aproximou sua boca em meu ouvido, e continou. - Você... Me deseja?

Fiquei intacto e arrepiado, mas finalmente era o momento perfeito pra admitir tudo o que eu estava segurando.

-Eu... Te desejo. - Falei lentamente causando certo silêncio. - E você... Me deseja? - Continuei engolindo em seco.

-Eu te desejo, Jimin. Eu quero você como nunca quis antes. Você pode entender esse meu sentimento? - Disse baixinho com uma voz extremamente sexy e ofegante.

Jungkook... Realmente se sentia da mesma forma que eu?
Deixo uma leve felicidade me atingir, felicidade essa que durou pouco, pois quando eu estava prestes a responder com um ''sim''... Choros. Altos choros. Jongyeon havia acordado, minha mãe havia acordado pra cuidar dele, meu pai havia acordado pra ajudar, as luzes dos corredores todas estavam acesas, provavelmente porque eles iriam preparar leite na merda da madrugada que tudo parecia estar indo perfeitamente bem.

-Fala sério... - Ouço um resmungo vindo de Jungkook com uma risada sarcástica enquanto saía do meu colo.

Nesse momento, eu realmente não sabia o que dizer. É constragedor quando momentos assim acabam falhando por algum motivo.

-Será que era pra ser hoje? - Decido perguntar com ironia, então o ouço rir novamente.

-Eu não sei... - Me respondeu voltando a se deitar de forma que eu pudesse apoiar minha cabeça em si como antes. - Talvez a gente não devesse fazer isso com pressão dos outros, e sim pela nossa própria vontade.

-É esse o problema. - Falei. - Eu tenho vontade, Jungkook. Você também tem, não é? Por que simplesmente não acontece? Essas coisas costumam rolar de forma natural. - Finalmente estávamos no assunto, então eu não pararia agora.

-Jimin... - Ouço me chamar.

Decido responder após ficar certo tempo em silêncio.

-O-o que foi? - Respondi com certa aflição do que poderia ouvir.

-Você é virgem?

(Jungkook POV)

Sim, eu decido perguntar de uma vez por todas, já que estávamos no assunto e não daria pra fugir agora. De toda forma, passou da meia noite, então realmente era o dia em que eu havia prometido tomar coragem.
Sinto Jimin respirar de maneira nervosa, até que saiu uma resposta.

-Eu... Eu sou virgem. - Respondeu sutilmente apertando minha cintura.

Tá... Por essa eu realmente não esperava. Meu cérebro para de funcionar, sem conseguir captar as palavras que Jimin havia acabado de dizer. Então ele também é virgem? Como eu? Nós dois... Isso é simplesmente... PUTA QUE PARIU!
Me deixo rir por um breve momento, deixando Jimin com vergonha sem querer.

-D-do que você tá rindo, idiota?! - Disse um pouco alto.

-A que nível podemos ser tão idiotas? - Perguntei.

-O que quer dizer com isso? - Me perguntou ainda sem graça.

-Não rolou ainda Jimin... Ainda não aconteceu, unicamente porque somos dois inexperientes que nunca conversou sobre e nem passou por isso.

Sinto sua mão soltar minha cintura, passando a alisar meus gominhos da barriga.

-Você... Jungkook-ah.... Você também é? - Sua voz estava mais baixa. Ele parecia um pouco tímido em me perguntar aquilo.

-Somos. - Respondi curto.

Ficamos certo tempo sem dizer nada. Pude sentir a bochecha de Jimin no meu peito fazendo um movimento de riso. Com toda a certeza, ele estava sorrindo, e se sentindo aliviado por saber que passava pelo mesmo que eu.

-Cem por cento. - Ouvi de repente.

-O quê?

-A pergunta que fez. ''A que nível podemos ser tão idiotas?''. A resposta é cem por cento. - Jimin respondeu.

Começamos a rir juntos. A que ponto chegamos por algo tão bobo?

(Jimin POV)

Não sei se é certo ficar tão feliz por saber que seu namorado passa pelas mesmas complicações que as suas, mas era isso que eu estava sentindo.
Depois de rir tanto do quanto somos idiotas, decidimos tentar dormir, já que estava tarde e já era sábado. Eu adormeci primeiro com o cafuné que estava recebendo e a noite que parecia tão torta, se tornou agradável de uma hora pra outra.
No fim das contas, Namjoon estava certo. 
 

Tudo no seu devido tempo... 
 


Notas Finais


Olá bebês :')
O que acharam?
Eu nunca sei o que dizer nas notas finais, mas vou deixar aqui uma fanart Jikook que no momento é a minha favorita, que me inspirou um pouco na hora de escrever este capítulo. É um GIF maravilhoso de uma artista maravilhosa!

https://puzzlepeace.tumblr.com/post/163065507996/some-things-just-need-to-exist-like-jungkook

Beijos, até a próxima! ❥❥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...