História Teenage Love - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Jikook, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 99
Palavras 1.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA CARACA NEM ACREDITO QUE A FIC ATINGIU 200 FAVORITOS!
SERIO GENTE VCS SÃO INCRÍVEIS! AMO VCSSS!!

Eu apaguei o capítulo para arrumar uma coisinha importante, mas está aí <3
Espero que não tenha ficado ruim porque eu não sou boa em escrever hot ;-;
Nos vemos nas notas finais! Boa leitura :33

Capítulo 24 - Te explorando



(Jimin POV)

-Me prova. - Disse sem pensar.

Não sei o que deu em mim, mas as palavras saíram sem raciocínio lógico, apesar de que eu não me arrependo de nada. Graças ao que me deixei soltar, sinto Jungkook virar seu corpo ficando por cima, abocanhando meu pescoço com todo o gosto do mundo, como se estivesse faminto. Sinto seus dentes me dar leves mordidas e sua língua úmida criar uma trilha da minha nuca até meu peito. Com uma de minhas mãos, seguro seus fios lisos e macios que estavam bem perfumados arrastando pra baixo, era como se eu o guiasse.
Jungkook estava fazendo tudo perfeitamente bem me levando ao delírio, e eu não hesitava em nada. Era como se fossemos os garotos mais experientes do mundo, provavelmente porque isso já estava predestinado a acontecer e que somos feitos um para o outro.

(Jungkook POV)

Sem nem mesmo notar, Jimin estava controlando todos os meus movimentos. Quando ele descia com sua mão que apertava fortemente meus fios, era isso que eu fazia, quando subia, lá estava eu subindo junto e esse ciclo foi se repetindo. Jimin para sua mão no próprio mamilo direito, então eu imagino que ele queria um chupão bem ali, então assim o fiz, e aproveito para circular com a língua naquele local durante um tempo.
Pude ouvir Jimin dar um leve gemido interno, que mais se pareceu com um suspiro. Ele se controlava pra não soltar um som alto, mas eu queria ouvi-lo e saber que eu estava proporcionando tal ação, que eu era o motivo daquilo. Pra obter o que queria, mordo o mamilo que ainda não havia abusado e novamente Jimin soltou um pré-gemido. Ainda não era o que eu gostaria de ouvir.


(Jimin POV)

Jungkook estava de alguma forma querendo me enlouquecer. Quando ele mordiscou meu mamilo esquerdo, me curvo pra cima automaticamente, fazendo com que nossas ereções ficassem ainda mais coladas. Minha mão livre agora arranhava suas costas e eu usava seus cabelos e sua pele pra saciar meus desejos.

-U-uugh... - Solto em tom meio alto.


Meu namorado estava agora lambendo meu mamilo esquerdo. Como ele foi parar ali? A primeira sensação sempre vai ser tão gostosa assim a ponto de me causar um arrepio tão grande e me fazer gemer sem ter controle do meu próprio corpo?
Pude vê-lo sorrindo de lado, era uma expressão maliciosa. Jungkook queria isso, ele queria me ver soltar sons de desejo intenso, então decido-me não tentar mais me conter e apenas aceitar o que meu corpo fizesse.
Sinto a boca de Jungkook descer cada vez mais pela minha pele. O que começou pelo pescoço foi para os mamilos, dos mamilos para o abdômen onde ele deixava diversas mordidas e beijos, e do abdômen até...


-J-Jungkook-ah...


(Jungkook POV)


Eu já estava com o rosto na ereção de Jimin e não conseguia parar de encarar o volume da calça que estava enorme devido seu tesão. Olho pra cima e vejo Jimin com os olhos semicerrados me observando. Sua boca estava entreaberta e vejo uma saliva quase escorrer no canto daqueles lábios carnudos e deliciosos. Passo meu dedo polegar ali e direciono até minha própria boca como se estivesse chupando um doce. De certa forma, era sim um doce, o doce do Jimin, e que não teria nada mais gostoso de se experimentar.
Passo minhas mãos por todo o corpo de Jimin levemente fazendo movimentos lentos, com a intenção de arrepiá-lo por completo. Pouso minhas mãos em sua calça de couro que estava marcando seu órgão perfeitamente por serem justas e começo a acariciar o mesmo.
Jimin imulsionava um pouco seu corpo pra cima, e eu adorava isso. Só mostrava como ele estava tão louco de prazer a ponto de não se controlar.
Sua carícia em meus fios estavam mais leves e minhas costas que estavam sendo arranhadas agora tinha o toque de seus pequenos dedinhos subindo e decendo. Seus lábios ainda estavam entreabertos e estava prestes a dizer algo.


(Jimin POV)


-J-Jungkook... - Falo ofegante e impaciente.


-H-hum...? - Sou respondido por sua voz em tom baixinho.


-T-Tá... Tá apertado! - Reclamei.


-O que está apertado, Jimin? - Me respondeu de maneira sínica.


-A-arrrgh! Não se faça de idiota! Essa calça... Tira logo, Jungkook!


Pude vê-lo sorrir de lado novamente. Maldito sorriso de lado...


-Qual a palavra mágica, Jimin-ah? - Jungkook me provocava.


-I-idiota!


Sem aguentar mais a pressão de minha ereção na boxer com a calça justa, coloco eu mesmo as mãos em meu zíper para abri-lo, mas sou impedido.
Jungkook segura minhas mãos pelos pulsos com as suas e continua com sua provocaçãozinha, que por sinal eu precisei me render.


-Você sabe o que precisa dizer, Jiminnie.


Arfando e com muitas dificuldades que eu pedi de uma vez por todas.


-P-por favor...


(Jungkook POV)


Eu realmente não sei que tipo de pervertido me tornei, mas ver Jimin enlouquecendo de tal forma é gratificante pra mim. Provavelmente, quem estava ficando louco de tanto desejo, fosse eu.
Ouço Jimin dizer o que eu queria, então é com muita sutilidade que abaixo o zíper de sua calça. Faço questão de apreciar cada momento pra ver com muita atençao sua ereção se libertando do tão sufocante tecido, e então tenho a melhor visão do mundo. Era como se o pênis do Jimin gritasse por liberdade, e então abaixo suas calças que mais estavam atrapalhando tudo com agressividade.
Jimin estava só de cueca, era só Jimin com sua boxer, boxer essa que ele tanto queria arrancar de uma vez, já que não parava de por a mão, mas eu mesmo fazia questão de tirar peça por peça, então não deixaria que o mesmo fizesse isso.


-T-tira! - Pediu.


-Não tiro! - Provoquei.


Sinto sua respiração ficar cada vez mais derrotada, até que...


(Jimin POV)


-Já brincou de mais comigo! É a minha vez. - Soltei segurando com força os braços de Jungkook pra que eu pudesse voltar a posição inicial, onde eu tivesse o maior controle.
Tiro com força seu moletom que marcava tão bem suas pernas e vejo que Jungkook estava completamente duro. Até o momento, pensei que somente eu estivesse com tanto tesão e desejo, mas vejo que ele também estava passando por isso. Aquela era a melhor visão que eu poderia ter.
Estávamos ambos apenas de boxer, a sensação de ver nossas ereções se chocarem com menos tecidos era maravilhosa. Puxo Jungkook pela nuca iniciando um beijo quente onde pude sentir sua língua dançar com a minha, e enquanto estávamos nesse processo, nossos corpos se levantaram um pouco pra que ficássemos em uma posição diferente. Eu ainda estava com o corpo no dele, mas agora estávamos sentados. Meus joelhos estavam dobrados enquanto Jungkook mantinha suas pernas esticadas na cama. Pauso o beijo para morder e lamber seu pescoço, era minha hora de revidar.


-J-Jimin-ah... - Ouço sussurrar meu nome, quase gemendo.


Puxo seus fios para entortar seu pescoço de forma que ficasse ainda mais espaçoso de meus lábios explorarem, então enquanto eu o fazia, sinto Jungkook agarrar minhas nádegas e apertar com força. Suas mãos pesadas estavam as levantando pra cima e pra baixo. Minha bunda estava sendo usada pra acariciar seu pênis, e até o momento, esse foi o movimento mais delicioso e prazeroso que já havia sentido na vida, pela qual Jungkook não poderia ter feito de forma mais fascinante e sensual.
Após deixar diversos chupões em seu pescoço, volto a beijá-lo. Eu queria descobrir qual a era a sensação de ser beijado com as nádegas sendo pressionadas em seu órgão, então o fiz, e de fato, a sensação é incrível.
Passo um de meus braços ao redor de seus ombros, então com uma de minhas mãos acaricio sua nuca enquanto com a outra aperto sua coxa com força, controlando meus desejos dos movimentos que estavam sendo feitos ali.


(Jungkook POV)


-A-ahh... - Suspirei quando senti a mão de Jimin que estava na minha coxa segurar meu pênis com leveza.
A cada pausa dos beijos eu percebia o quanto estávamos arfando, e não fazia ideia de como estávamos nos controlando bem até então, já que era o limite.


-Jungkook... - Ouço Jimin me chamar com seu tom de voz baixo, rouco e manhoso. - Eu... Eu quero tirar...


Não deixei Jimin terminar a frase, então o empurrei na cama pelo abdômen com uma das mãos cuidadosamente, e quando o fiz ficar deitado, arranco o último tecido que restava em seu corpo.
Coloco minhas mãos sobre as dele e as levo até minha boxer, fazendo com que ele as retirasse pra mim, e assim foi feito.
Estávamos nus, completamente pelados um na frente do outro pela primeira vez. Confesso que me espantei ao ver o tamanho do conteúdo que Jimin escondia, e que ereto ficava absurdamente longo. Me deixo abrir a boca de espanto. Era um pênis maravilhoso, branquinho como ele e eu queria usa-lo de pirulito. Eu não sabia se queria aproveitar de seu buraco que pude notar ser tão apertadinho e quente, ou a sensação que seria aquele membro dentro de mim.


(Jimin POV)


Sinto meu rosto ruborizar por completo quando finalmente vejo Jungkook nú na minha frente. Eu também estava despido por inteiro e não sabia com o que me sentia mais envergonhado, mas não era momento pra isso. Tudo o que eu mais queria havia acabado de acontecer, e de uma maneira incrível.
Não consigo parar de olhar o pênis de Jungkook sem pensar o quão grande ele pode ser, ainda mais quando o motivo sou eu. Confesso que saber o quanto Jungkook estava satisfeito comigo da mesma forma que eu estava com ele, me deixava feliz e cada vez mais audacioso.
Naquele instante, eu meio que dei uma travada. Não sabia se eu queria enfiar ou dar, se é que é possível alguém ficar em dúvida disso.



-J-Jimin-ah...


-H-hum...?


-Eu... Eu não sei se sou passivo ou ativo.


-J-Jungkook...


-S-Sim?


-Nem eu.
 
 


Notas Finais


Eu espero que não esteja ficando ruim os capítulos sem parágrafo, é que eu realmente acho mais organizadinho assim já que faço o rascunho em um programinha chato.
E também espero que tenham gostado :')
Até a parte 2 do lemon!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...