História Teenagers - Capítulo 100


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drogas, Jovens, Musica, Romance
Visualizações 5
Palavras 972
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


I miss her - Jessie J

Capítulo 100 - I Miss Her


Após a dança magnífica, o garçom chegou e avisou ao casal feliz que a sua janta tinha chego e os dois voltaram a se sentar. Eles comeram com direito à bebidas e sobremesa. No fim, Natalie ficou quieta e pensativa fazendo com que Chace percebesse.
- O que vamos fazer quando chegar o resultado, Chay?
- Achei que não fôssemos falar sobre isso...
- Mas eu quero encarar isso como adultos. O que vai acontecer?
- Vamos fazer o que for melhor pra você - Chace falou dando um suspiro - Isso se você tiver alguma coisa.
Logo Natalie deixou o ar de preocupação pra trás e sorriu com aquilo.
- Ótimo. Porque essa deprê vai ficar aqui.
Ela pegou a mão de Chace e se direcionou pra recepção onde o namorado pagou o jantar e depois eles saíram no carro que vieram.
- Onde nós vamos agora?
- Para algum club.
Chace sorriu e acelerou o carro se direcionando para um pub que estava bem cheio com uma fila enorme. Natalie foi logo indo pra fila mas o garoto a puxou pela mão e foi até o segurança e falou com como ele.
- E aí, Big Joe.
- Chace? É uma surpresa te ver por aqui. O que te fez voltar a esse lugar?
- Nada demais. Só mais uma das perseguições da minha vida.
Big Joe olhou pra Natalie que logo sorriu e foi abrindo a porta para os dois.
- Vá lá se divertir com a sua garota.
Chace entrou e foi logo puxando Natalie para o centro. Ela dançava com as mãos no pescoço dele e por um momento ela se lembrou de quando fazia isso com Moses. Ela olhou ao redor e viu as garotas sentindo  inveja da cena. Mas Natalie decidiu deixar aquilo pra lá, ela olhou pro namorado e esqueceu de tudo que estava à sua volta se focando no que estava lhe fazendo feliz.
Se divertindo bastante, Natalie se afastou dele e foi andando entre as pessoa na multidão, Chace estranhou aquilo mas foi atrás dela. Natalie continuava encarando o rapaz e ia indo cada vez mais rápido. Ela chegou em uma porta e entrou nela e para a sua surpresa tinha uma escada que levava para um terraço assim como a do clube de Nova York. Ela subiu ali devagar fazendo com que o seu salto soasse durante todo o lugar. Assim que Chace chegou lá, lembrou da cena de antes e sabia o que estava por vim. Ele subiu as escadas nas pressas e encontrou a garota sentada na beirada apenas encarando ele.
Chace se aproximou dela rapidamente que logo foi se inclinando para trás se apoiando nos próprios braços. O garoto a segurou com medo de ela cair e Natalie foi tirando o blazer dele. Ele foi descendo suas mãos parando nas coxas arrepiadas dela.
- Você se lembra?
- Claro que lembro. Você estava magnífica, mas ainda prefiro hoje, porque você é minha.
- Lembra que eu disse que aquela não era eu? Que era por um dia?
Chace fez que sim com a cabeça.
- Tenho uma surpresa. Eu realmente sou assim.
Natalie puxou a camisa dele e deu um pulo ficando em pé e sair daquele perigo. Ela foi empurrando ele pra trás até se encostar em uma parede que ficava pra um canto onde qualquer um que aparecesse não os visse. Logo Chace tirou a camisa dela e fez do seu blazer uma cama para os dois. Natalie se deitou e Chace se deitou sobre ela. Ambos aproveitaram a noite que ainda era muito longa para eles.
Enquanto isso, Stephan tomava um banho na piscina um pouco pensativo. Ele adorava o fato de finalmente ter Cory para si mas sentia a falta de Lou, sua melhor amiga. E sempre que ligava pra ela, o telefone dava fora de área e se questionava onde ela deveria estar.
Perdido em devaneios, Cory se aproximou lhe dando um beijo no rosto fazendo assim com que ele se assustasse.
- O que foi? Te assustei?
- Não. Eu só tava pensando na Lou.
Cory se encostou na beirada da piscina e ficou pensativo também.
- Também sinto falta dela. Ela foi uma das melhores pessoas que conheci.
Stephan encarou Cory e logo nadou até ele para se aconchegar em seu peito.
- Nós crescemos juntos e fizemos tantas coisas juntos. Queria que ela estivesse aqui para que eu pudesse contar o quanto estou feliz por estar com você.
Cory sorriu e beijou Stephan.
- Que bonitinho!
Os dois se afastaram e encararam a voz que falava bem surpresos.
- Eu sei que vocês não viveriam sem mim.
Steph olhou pra loira que agora tinha o cabelo mais branco e parecia mais magra.
- Lou! Você voltou!
Stephan e Cory saíram da piscina e caminharam até ela.
- Eu estava prestes a seguir o meu caminho, iria comprar alguma passagem para seja lá onde, mas eu parei e pensei: "Não viveria sem os meus meninos" e tive de voltar. Eu amo tanto os dois. Vocês sempre serão o meus melhores amigos.
E Lou ganhou um abraço dos dois.
- Mas e você? Tem certeza de que tá tudo bem? Quero dizer entre todos nós.
- Sim. Aliás, essa é a surpresa. Lembra quando Stephan lhe falou que estava preocupado com você e que ele era calmo comigo porque sabia como eu era? Pois é, esse é o Christian.
Um garoto loiro de cabelos compridos e de muitas tatuagens coloridas nos braços. Ele se aproximou e apertou a mão de Lou.
- Mas esse aqui é só meu! - ela falava abraçando o rapaz e lhe dando um beijo.
- Já que estamos bem, vamos fazer uma festa!
E Lou e Cory estavam felizes que o Stephan de sempre estava de volta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...