História Teens in love (Imagine BTS) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Love
Exibições 85
Palavras 2.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 📖 😘

Capítulo 29 - […] Que porra é essa?!...


Fanfic / Fanfiction Teens in love (Imagine BTS) - Capítulo 29 - […] Que porra é essa?!...

  Já era mais ou menos umas 8:00 horas da noite, e eu já estava arrumada para ir a festa com o Vernon e o Jeonghan.
  Eu já pronta, desço as escadas e quando chego lá na sala todos me olham desconfiados.

    [ Jimin ] - Aonde cê vai?
  - Sair!
    [ Gaby ] - Sozinha?
  - Não o Jeonghan e o Vernon vão também.

  Jimin fica cabisbaixo e sai da sala.

    [ Natally ] - E que horas volta?
  - Oxe!  Eu só acho que meus pais estão lá no Brasil tá, eles são as únicas pessoas que eu devo satisfações, e não vocês.
    [ Natally ] - É que eu sou uma amiga muito legal sabe, que se importa com os amiguinhos.
  - Não precisa, e você sabe que se acontecer algum imprevisto eu sei me virar.
   
  Vou saindo da sala ver o que deu no Jimin.

    [ Vivian ] - Ultimamente você está muito revoltada. Isso é falta viu?! E você sabe do que.
  - Vai se fuder Vivian!
    [ Vivian ] - Tá vendo? Que foi que eu disse?!

  Saio da sala e vou atrás do Jimin,  procuro na cozinha, nada, jardim, nada, vou olhar na varanda e acabo achando ele sentado na poltrona, me aproximo e me sento no braço da mesma.

  - Jimin!
    [ Jimin ] - Oi!  - Fica com a cabeça abaixada.
  - Olha pra mim! - Faço cafuné na sua cabeça.
    [ Jimin ] - Que é? - Me olha revelando seus olhos cheios de lágrimas.
  - Por que você está assim?
    [ Jimin ] - Não é nada não!
  - É porque eu vou pra festa com os meninos?

  Ele concorda com a cabeça.

  - Poxa Jimin, eu preciso sair de casa e me divertir um pouco.
    [ Jimin ] - Vocês vão pra um festa tipo aniversário ou boate?
  - Boate.
    [ Jimin ] - Ai meu deus! - Coloca suas mãos em seu rosto demonstrando preocupação.

  E eu apenas o observo.
   
    [ Jimin ] - Vai só vocês três?
  - Sim.
    [ Jimin ] - Ai meu deus! - Respira fundo.

  Eu tô adorando ver ele com ciúmes, ele fica tão fofo! - Penso

  - Eles iriam chamar as meninas, mas têm os meninos né? Aí não dá.
     [ Jimin ] - E você tem a mim! Então você não pode ir!
  - Haha Engraçadinho. Eu estou solteira tá?! E meu namoro com você acabou!
    [ Jimin ] - Então posso ir à festa também?
  - Pra que? Pra ficar me vigiando?!
    [ Jimin ] - Exatamente!
  - Não! Se for assim você vai ficar  em casa.
    [ Jimin ] - Eu lhe pesso pra fazer alguma coisa e você não faz, e por que eu tenho que lhe obedecer?
  - Porque você não tem opção, ou obedece ou obedece, simples assim!
    [ Jimin ] - Eu só te obedeço porque eu te amo e faço tudo por você.
  - E quem ama obedece?! Não sabia!
    [ Jimin ] - É sim.
  - Pois eu não lhe obedeço, iaí?!
    [ Jimin ] - Ai, isso doeu lá no fundo do coração! - Fica cabisbaixo. - Agora fiquei magoado! - Se levanta da poltrona.
   - Não não não, se senta aí! - Me levanto do braço da poltrona onde estou sentada, e vou até o Jimin fazer ele se sentar de volta na poltrona.
    [ Jimin ] - Estou magoado. - Fingi uma cara triste.
  - Own...E o que eu posso fazer pra você não ficar magoado comigo? - Sento em seu colo.
    [ Jimin ] - Me perdoa e volta pra mim?! - Faz carinha de cachorro pidão.
  - Peça algo sem ser muito difícil!
    [ Jimin ] - Vai pra cama comigo hoje?!
  - Não, outra coisa!
    [ Jimin ] - Aff!...Me beija?!
  - Pode ser,  mas você não quer outra coisa não?!
    [ Jimin ] - Tipo o que?
  - Um chocolate?!
    [ Jimin ] - Não, não quero. Eu prefiro muito mais o seu beijo.
  - Então vai ser o nosso último beijo, porque esse negócio nosso já tá virando cachorrada. A gente não está namorando mais e ficamos nos beijando, isso não pode!
    [ Jimin ] - Pode sim, é beijo de amigo.
  - Beijo de amigo?! Aham sei! Se for assim eu vou beijar todo mundo na boate.
    [ Jimin ] - Num vai não!
  - Vou sim a boca é minha!
    [ Jimin ] - Não, sua boca é minha!
  Ele me puxa pra mais perto dele e coloca uma de suas mãos em minha nuca, começando um beijo calmo. Como eu estava de vestido, não tinha como ele passar suas mãoszinhas por debaixo da minha blusa, já que eu não estava de blusa. Então a opção que ele tinha era por debaixo do vestido e assim ele fez! Começa a passar sua mão em minha cocha, depois apertava minha banda, depois apertava minha cintura, tudo isso por debaixo do vestido, e óbvio sem nem se quer ficar um segundo sem tirar seus lábios dos meus. Paramos o beijo por causa da falta de fôlego, mas não parou por aí, ele começou a beijar e  cheirar meu pescoço.

    [ Jimin ] - Seu cheiro é muito bom.
  - O seu também. - Falo mordendo o nódulo de sua orelha.

  Ele começou a chupar meu pescoço, e eu apenas entrelaçava meus dedos em seu cabelo e gemia baixo. Voltamos a nos beijar só que dessa vez mais intenso onde nossas línguas disputavam por espaço. A falta de ar se fez presente, e logo tivemos que parar o que estavam fazendo.

    [ Jimin ] - Tem certeza que não estamos namorando?!
  - Tenho!

  Não vou negar, mas se isso que acabou de acontecer tivesse ocorrido no quarto eu teria deixado rolar algo a mais.
  De repente cinto o membro do Jimin da sinal de vida.

  - ÔPA! Isso foi só por causa do beijo?!
    [ Jimin ] - Olha quem fala, aquela que fica molhada só de me ver sem camisa.
  - Ah me deixe! Agora eu preciso ir embora.

  Saio do seu colo, mas acabo sendo puxada de volta.

    [ Jimin ] - Eu não quero que você vá! - Me dá um abraço apertado por trás e beija meu pescoço.
  - Jimin eu tenho que ir, os meninos devem está me esperando.
    [ Jimin ] - Aff...eu não estou gastando desses meninos.
  - Pois fique sabendo que eles são muito legais.
    [ Jimin ] - Uhum sei!
  - É sério!
     [ Jimin ] - Você tem segundas intenções com eles?
  - Eles não fazem meu tipo.
    [ Jimin ] - Que bom, assim fico mais aliviado de você ir.
  - Mas isso não quer dizer que eu não irei beijar outros rapazes na boate.
    [ Jimin ] - Agora você vai ficar!
  - Oh Jimin é sério! - Olho em seus olhos. - Você abre o portão pra mim?

Ele ficou um tempo me olhando desconfiado.

  - Se não quiser eu mesma abro!
    [ Jimin ] - Ta bom eu vou.

  Fui até minha moto e o Jimin em direção ao portão. Antes de sair paro um tempinho perto do portão para me despedir do Jimin.

  - Tchauzinho.
    [ Jimin ] - Você vai de vestido na moto?!
  - Que que tem?!
    [ Jimin ] - Nada... Tchau, e juízo!
  - E eu num tenho não?!
    [ Jimin ] - Mais ou menos.
  - Haha tenho sim, e outra coisa, não durma no meu quarto!
    [ Jimin ] - Certo!
Até parece que ele não vai dormir lá!  - Penso

Na boate...
  Cheguei na boate e logo avisto o Vernon e o Jeonghan. Falo com eles e depois fomos nos divertir.
  Resumindo tudo que aconteceu na boate foi a seguinte: eu bebi orrores, dancei e beijei todos os homens de lá(os bonitos), e recebi muitos convites para ir pra cama, mas não aceitei nenhum.
  Já era 1:00 da manhã e eu estava muito mais muito bêbada, que cheguei a ficar fora de mim mesma.
     [ Vernon ] - Eu acho melhor você ir pra casa!
  - Por quê?
    [ Jeonghan ] - Porque você chegou ao ponto de perde o controle de se mesma, se algum homem chagar em você lhe pedindo pra ir pra casa dele você concorda na hora, sem ter noção de nada do que está falando ou se metendo.
  - Eu sei o que estou fazendo! - Falo com aquela voz típica de bêbado.
    [ Vernon ] - Você precisa ir embora agora! Você consegue dirigir até sua casa?!
  - Consigo!
    [ Jeonghan ] - Ta bom, a gente te acompanhar até lá fora.

  Os meninos me acompanharam até minha moto, e depois eu fui pra casa, com um pouco de dificuldade mas consegui.
  Chego em casa e não consigo estacionar minha moto direito e acabo deichando ela cair, não ligo e sigo em direção ao meu quarto.

               _ Jimin ON _
  Fiquei a noite toda deitado na cama esperando a Isabelle chegar, até que vejo ela entra no quarto.

  - Você demorou!
    [ Isabelle ] - Oi Jimin! - Fala toda alegre!
  - Você bebeu não foi?
    [ Isabelle ] - Só um pouquinho!

  Ela vai até seu quarda-roupa e pega seu baby doll e segue para o banheiro, provavelmente pra tomar um banho. Só que ela acaba deixando a porta aberta.

  Ela tá muito bêbada! - Penso

  Como eu não sou de ferro me levantei da cama e entre no banheiro, mais por má sorte ela já tinha tomado seu banho e já estava vestida.

    [ Isabelle ] - Oi amor, saio da cama?! - Fala ainda alegre.
  - Amor? Você tá bem?
    [ Isabelle ] - Eu estou, por quê?
  Meu deus ela tá muito bêbada! - Penso.
  - Por nada!

  Ela se aproxima de mim e passa sua mão por debaixo da minha camisa.

    [ Isabelle ] - Jimin me leva pra cama! - Fala com a voz sexy.
  Ela tá muito fácil! - Penso
  - Eu não posso, você está bêbada e quando voltar ao normal irá ficar com raiva de mim.
    [ Isabelle ] - Eu não vou ficar com raiva de você. Por favor me leva pra cama, eu te quero, eu te amo e te perdôo.
  Assim meu coração não aguenta! - Penso.
  - Já que ensiste, seu desejo é uma ordem.

  Pego ela pelos braços e a levo até a cama. Deito em cima dela e começo a beija-la. Não demora muito e logo tiro nossas roupas e pego o preservativo. Começo a me divertir com seus seios e depois faço uma trilha de chupões até sua intimidade. Ela já estava gemendo loucamente de prazer, e eu aproveitando cada momento. Não aguento mais esperar e penetro meu membro sem dó nem piedade, fazendo ela gemer muito alto. Começo a fazer estocadas rápidas e profundas, fazendo ele delirar de prazer. Quando chegamos ao nosso ápice Paramos e depois dormirmos abraçados.

              _ Isabelle ON _

Acordei com muita dor de cabeça, e no corpo todo. Esfrego meus olhos e vejo que estou abraçada com o Jimin completamente nua!

  - Que porra é essa! - Falo alto e na mesma hora Jimin acorda.


Notas Finais


Desculpa algum erro!😂
E até amanhã! 👋 ✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...