História Tell me what is love - Kyungsoo - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun
Tags Exo, Fanfic, Kyungsoo
Visualizações 72
Palavras 1.081
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Yeol net


-Pode contar... -Olhei em sues olhos. -Confia em mim. 

-Então vou começar mas não me julgue a primeira impressão com o decorrer você vai entender. 

-Você está me deixando nervoso. Não matou ninguém não é Sehun? -O olhei desconfiado. 

-Não Hyung, -Disse rindo. -não matei ninguém não sou louco a esse ponto. 

-Fale de uma vez. -Ordenei, já estava nervoso com tal enrolação.

-Sabe quando falei que comecei a trabalhar de modelo e estava fazendo uns trabalhos? -Assenti o olhando. -Primeira mentira, eu nem sei como isso funciona mas foi a primeira coisa que veio a minha cabeça e vocês acreditaram, as vezes duvido da inteligência de vocês. 

-E o que estava fazendo? -Questionei. 

-Não estava, ainda estou. Sou acompanhante.  

-Garoto de programa?  

-Isso, mas minha primeira "cliente" -Ele fez aspas com os dedos. -me deixou louco e não sei mas o que fazer. Não me envolvi só com o corpo mas com a alma também.

-E o dinheiro que está trazendo aqui para casa vem dela? 

-Não, desde a primeira vez que ficamos juntos não consegui gastar nada, então pedi para meu pai me dar dinheiro e quando conseguir um trabalho eu vou pagar tudo. Mas essa mulher me deixou completamente apaixonado. -Passando as mãos em seus cabelos ele parecia aflito. -Fico esperando sempre ela ligar ou mandar mensagem para ir encontra-la. 

-E porque não diz isso pra ela? 

-Porque não sei o que ela sente, sinto que sou apenas um objeto de prazer para ela. 

-Tá, não sei o que dizer. -Falei no mesmo tempo que me encostava no sofá. 

-Só queria desabafar mesmo, não aguentava mais segurar isso. Nem precisa falar nada. 

-E você agora –Apontei para porta. -estava com ela? 

-Sim, -Ele estava com um sorriso bobo no rosto. -ela me ligou no meio da apresentação do Lay e tive que ir. 

-Não vou julgar você, pelo meu ponto de vista não acho o que está fazendo ruim, só espero que um dia devolva o dinheiro para ela e fale sobre seus sentimentos. 

-Quando eu tiver certeza dos sentimentos dela por mim eu irei me confessar. 

-Quer beber? -Já estava de pé quando perguntei.

-Não vai trabalhar amanhã? Quer dizer hoje no caso, está tarde e você acorda cedo. 

-Não, segunda-feira é minha folga, não lembra? –Disse em direção a geladeira pegando duas cervejas. 

-Esqueci, mas porque duas? Você não bebe. 

-São para você, -Disse rindo. -acho que precisa de mais de uma. -vou fazer um chá. 

-Quando voltar com o chá trás mais uma por favor. -Falou enquanto levantava a garrafa e virou logo em seguida tomando um gole da mesma. 

Conversamos a noite toda, quando vimos que o dia estava amanhecendo resolvemos ir dormir. Fui para o banheiro e Sehun para seu quarto. Na volta do banheiro encontrei Kai. 

-Bom dia! Porque acordou cedo? -Ele questionou enquanto saia do banheiro e ele parava na porta do mesmo. -E que cara de acabado é essa? 

-Aish! Pra que tantas perguntas logo cedo? Ainda não dormi. -Disse parando na porta do meu quarto. -Boa noite! -Fechei a porta do quarto e deitei, bem rápido peguei no sono e quando acordei já estava de noite. 

 

A semana passou muito rápido, todos estavam ansiosos para sábado, mas esse por incrível que parece não tinha chego. Ainda era quinta-feira quando Chanyeol veio no café do Sr. Yoo me encontrar, devido eu falar tanto de meus horários ele veio em um bem tranquilo. 

-Oi D.O. -Disse ele acenando depois de adentrar no local e vindo em minha direção para sentar em um dos bancos em frente ao balcão. -Da um expresso por favor. 

-Oi Yeol. Tá aqui. -Ele me entregou o dinheiro. 

-Você viu o novo filme que vai estrear? Estou mega ansioso, vamos? -Ele disse depois de beber um gole do café. 

-Vi sim, vamos, mas quando? 

-Não sei o dia, mas quando souber eu falo. -O sino da porta tocou anunciando a chegada de um novo cliente. 

-Seja bem.... Oi pequena. -Disse assim que Sook entrou no local. 

-Oi Soo. -Selou nossos lábios e logo depois abraçou Chanyeol. -Oi Channie, quanto tempo. Como você está? Não sabia que o Chanyeol tanto D.O falava era você. Da um cappuccino amor, por favor. 

-Em minha defesa como ia saber que vocês se conheciam? -Disse enquanto fazia o pedido dela. -E de onde vocês se conhecem? 

-Eu sou ex da Joohyun. -Disse e seu semblante mudou. 

-Eles terminaram, até hoje não sei porque, e a Unnie colocou fogo na cortina dele e saiu mas o Channie apagou tudo antes de a casa entrar em chamas. E felizmente não a denunciou para a policia.

-E porque essa cara Yeol? -Perguntei. 

-Ah queria conversar com ela, mas ela mudou o número e quando apareci no apartamento delas ela não me deixou subir. E sinto falta da Sook e da Yoona elas eram minhas amigas, paramos de nos falar devido a Joohyun. 

-A Sook poderia dar o número dela para te ajudar não é? -Disse enquanto entregava sua bebida. 

-Nem pensar, você não conhece a Unnie, ela me mataria e depois mataria você por te dado a ideia. -Ela depois de falar começou a beber.  

-Isso é verdade. -Chanyeol disse dando risada. 

-Tive uma ideia, porque Channie não vai no sábado para a casa do Soo, vamos comer pizza e fazer nossos amigos se conhecerem assim você pode ir e conversar com a Unnie. Acho que ela não vai colocar fogo em você lá com todo mundo. -Disse dando uma risada fazendo com que eu e Yeol a acompanhasse. 

-Não sei, acho que ela não vai gostar. 

-Não custa tentar e concordo com a Sook, ela não vai tacar fogo em você. Acredito que devia tentar. -Disse. 

Depois de muito insistir ele aceitou. Sook e ele tinham muitas coisas em comum desde músicas a desenho animado e ficaram conversando até meu final do expediente. 

O sábado tinha chego e estava ansioso para ver no que ia dar a tal conversa de Joohyun e Chanyeol e se todos iam se dar bem. Avisei aos meninos que Chanyeol iria vir e gostaram e conhecer meu único amigo na faculdade. A tarde chegou e com ela Chanyeol foi o primeiro a chegar, bem cedo na verdade, nem tinha escurecido. Ele começou a conversar com todos nós mas se aproximou muito rápido de Sehun, assim como Sook eles tinham muitas coisas em comum.  
Liguei para Sook para ver se elas já estavam vindo.

-Oi Soo... -Ela disse ao telefone.

 

 


Notas Finais


Juro que estou tentando ser rápida, porem a muita coisa para fazer nessas semanas. Mas juro que estou tentando.
Aproveitem, qualquer erro me perdoem, amanhã irei revisar porque estou com sono c=.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...