História Tell Me Why I'm Here - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Tags Alphys, Flowey, Frisk, Papyrus, Romance, Sans, Toriel, Undertale, Undyne
Exibições 40
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi. Sentiram minha falta? xD

Capítulo 5 - Novo parceiro.


Fanfic / Fanfiction Tell Me Why I'm Here - Capítulo 5 - Novo parceiro.

 

ASRIEL POV ON

Acordei e não encontrei Frisk ou Toriel. O fato de não encontrar Frisk acabou me deixando preocupado, pois eu NÃO confio naquele esqueleto sem moral. Sans causou um mal imenso a Chara. Ele não merecia aquilo.
Me levantei, tomei banho e bebi três xicaras de café. Olhei dentro da geladeira e vi uma barra de chocolate, com um bilhete fortemente preso:

ISSO AQUI É DA FRISK!!!!!!! 
POR FAVOR NÃO TOCAR.
sério, não toca.
- Frisk

Ri ao ler o bilhete. Aquilo me lembrou Chara. Ah... Como eu sinto saudades dele. Pego um casaco e decido fazer uma caminhada. Quando vejo, já estou no inicio das ruínas. Mais precisamente, onde Chara caiu.
As flores continuam brilhantes e vivas como sempre, mas algumas coisas mudaram desde a ultima vez que eu vim aqui. Agora, haviam alguns pilares ao redor da sala, e ela estava um pouco arrumada. Haviam algumas fotos dos monstros com Frisk nas paredes.
Decidi me sentar e ficar olhando aquelas flores. Até que algo que me olhava se escondeu atrás de uma pilastra.
- Quem quer que seja... Para de se esconder por que eu já te... - Até que eu percebi quem era. - CHARA?!
Chara saiu lentamente de trás da pilastra. Ele estava sujo e ferido, e seu rosto tinha uma expressões de medo. Ele sentou do meu lado.
- Asriel, eu... Estou confuso. Eu acordei aqui hoje, eu acho. Eu não sei o que me acordou... 
- Eu acordei... Ontem. Eu acho. Não lembro direito. - Eu respondi.
- O que mudou enquanto estavamos fora? - Chara olhava para mim.
- Tudo mudou, Chara. Tudo mudou.
- Eu não quero mais matar ninguém. Eu quero... Mudar também.
- É isso que eu quero também. - Eu disse olhando para Chara.


Voltei com Chara até a nossa casa. Quando eu entrei, eu escutei algumas risadas de Frisk e do esqueleto. Olhei para Chara. Ele não parecia estar com medo.
- Aquele esqueleto... Está na nossa casa? - Chara apertou parte da camiseta com força. - Eu não posso acreditar... Como você deixou ele entrar..?
- Pode acreditar, não fui eu que deixei.
- Então quem...
- Vai tomar banho, Chara. Tem toalhas o suficiente no banheiro. As roupas você pega no quarto em reforma.

Chara subiu as escadas rapidamente e logo se trancou no banheiro. No mesmo minuto, Sans saiu do quarto da Frisk.
- Você... - Tentei não colocar muita raiva na voz. - ....
- Fala logo, ô pirralho.
- Não sou pirralho, tenho 16 anos.
- Eu não dou a mínima pra sua idade, Asriel. E sinceramente... Não quero escutar suas baboseiras. Fique longe da minha namorada.
- Você tem certeza que ela te ama? Isso vai ser testado mais cedo ou mais tarde.
- O que você quer dizer com isso? - Ele cruzou os braços.
- Não vou mais dizer nenhuma baboseira. Vá embora desta casa.
Revirou os olhos e se teletransportou para o lado de fora. Chara saiu do banheiro.
- O que foi aquilo, hein?
- Eu não suporto esse esqueleto. Não sei como Frisk foi logo se apaixonar por ele....
- Espera, quem é Frisk?
Chara não conhecia Frisk.
- Se arruma que eu te apresento ela.

Alguns minutos depois, com Chara arrumado, bati três vezes na porta do quarto da Frisk.
- Quem é? - Ela perguntou.
- Azzy. Me deixa entrar.
- Entra logo.
Quando eu entrei, Frisk estava lendo um livro. Os olhos de Chara se iluminaram ao vê-la. Será que ele gostou dela..?
- Oh. Quem é esse garoto? - Ela se levantou.
- O nome é Ch-Chara. - Ele estendeu a mão para ela.
- Oi Chara. Tudo bem?
Eles se cumprimentaram formalmente, até que eu e Chara saímos do quarto.
- Ela... Ela é linda... - Chara estava mais rosado que o normal. - E tão educada! Ai meu Deus... É a primeira garota que eu gosto.
- Ela tem namorado, Chara. - Eu ri.

Chara passou o dia sonhando sobre a Frisk.
Eu prefiro o Chara com ela do que aquele esqueleto nojento.
O que ele fez não tem perdão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...