História Temptation - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Jikook, One-shot, Opskira
Exibições 592
Palavras 3.772
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI SEUS LINDOS
Trouxe mais uma One-shot pra vocês
Espero que gostem
Boa leitura 📖

Capítulo 1 - Temptation


Fanfic / Fanfiction Temptation - Capítulo 1 - Temptation

O dia continha uma brisa fresca e um ar gélido, os pássaros cantavam animadamente em um galho de uma árvore qualquer. Parecia que o destino traiçoeiro tinha tirado o dia de folga e dado uma manhã de completa paz para as pessoas ali. Jungkook estava bastante disposto e animado, não por ser sábado - onde poderia dormir até tarde - mas sim por saber que naquela noite seus pais sairiam em mais um encontro de casal, como faziam todos os finais de semana, e assim o moreno poderia passar mais um tempo com um certo loiro que estava o tirando do sério a alguns meses.

 

Os Sr. e Sra. Jeon já tinham dois filhos, JungKook e Jongwoon, sendo que esse último tinha apenas nove anos de idade. Os pais dos garotos decidiram que estava mais do que na hora de se divertirem um pouco sem os filhos por perto e foi daí que veio a idéia - que de início Jungkook não gostou - de fazerem um programa sozinhos todos os sábados. O filho mais velho tinha odiado, já que teria que cuidar do irmão mais novo em pleno sábado a noite onde só queria sair com os amigos e curtir sua juventude. E pensando nisso a mãe dos meninos decidiu contratar uma babá que viria todos os sábados e passaria a noite na casa dos Jeon e só voltaria no dia seguinte que era quando os mais velhos voltavam.

 

Park Jimin era diferente de todas as babás que o pequeno Jongwoon já tivera, primeiramente era um homem e aparentava ter um pouco mais de vinte anos. E não somente tinha um amor grande pelo pequeno como também se empenhava bastante em cuidar do mesmo.

 

No primeiro dia que viu Jimin, JungKook quase teve um treco e caiu para trás. Tinha ficado completamente perplexo com a beleza que o mais velho exibia. Suas madeixas loiras bem hidratadas combinavam perfeitamente com o tom de pele do garoto e seus olhos castanhos era intensos,literalmente tiravam o fôlego do moreno. Havia ficado tão encantado que tinha até desmarcado a balada que iria com os amigos naquela noite apenas para ficar desfrutando mais daquela beleza exótica que Park Jimin exalava. Mas infelizmente não havia conseguido proferir nenhuma palavra com o Park. E isso perdurou por mais alguns sábados até que finalmente tinha criado coragem e dito um simples e singelo "olá". E isso foi o suficiente para dar início a uma longa conversa.

 

Não foram necessárias muitas horas de conversa para JungKook perceber que além de lindo o mais velho também possuía um caráter invejável e uma personalidade alegre e contagiante. Descobriu que ele tinha vinte e dois anos e que havia aceitado o trabalho de babá para poder ajudar seus pais a pagarem a faculdade que fazia além de gostar bastante de crianças.

 

Embora Jungkook desejasse o loiro na sua cama - de preferência sem roupa e ofegante - Jimin não se sentia assim, pelo menos era o que tentava dizer a si mesmo. Tinha achado o mais novo bastante atraente com aqueles poucos músculos bem distribuídos e aquela boquinha rosada que por muitas vezes pensou em atacar com um beijo urgente. Mas sabia que não poderia fazê-lo, na sua perspectiva Jungkook era muito muito novo e seria errado ter algum tipo de relacionamento com o filho dos seus chefes e irmão do garotinho que cuidava.

 

Mas isso não impedia as investidas nada discretas que Jungkook dava. Passou a não sair mais de jeito nenhum aos sábado apenas para ficar com Jimin, seus amigos estranharam mas nada falaram, sabiam que quando o mais novo queria algo ele geralmente não desistia até conseguir. O moreno começou a usar roupas provocantes, como calças de couro extremamente apertadas que realçava bastante suas coxas torneadas e seu bumbum, também passou a fazer pequenos gestos simples perto do mais velho, mas que sempre eram levados na malícia, como chupar pirulitos da forma mais sexy que podia. Poderia até negar, mas todas aquelas provocações causava reações no corpo de Jimin que nem ele mesmo sabia explicar, teve de usar seu autocontrole diversas vezes quando estava na presença do mais novo. Principalmente quando Jongwoon estava por perto.

 

Jimin e Jungkook tinham muito em comum, entretanto a tensão que sempre os rondava os impedia de se aproximarem mais. Isso dificultava um pouco o plano do moreno de levar Jimin para cama, já que o mesmo o evitava sempre, mas sabia que uma hora ou outra Park iria ceder. Jungkook não se achava a última coca cola do deserto, mas sabia que não era de se jogar fora então suas chances já eram um tanto quanto grandes. Ele nunca cansaria de provocar Jimin e ver a reação de total desespero do louro e naquele dia não seria diferente.

 

Sorriu ao constatar que faltava menos de dez horas para que seus pais saíssem para mais um encontro. Finalmente levantou-se da cama jogando os lençóis no chão e indo ao banheiro. Fez sua higiene matinal e não demorou para descer e tomar o café da manhã que sua mãe deixou preparado antes de ir trabalhar. Estava sozinho em casa e não deixou de pensar que tudo seria mais interessante se Jimin já estivesse ali. E como se lesse seus pensamentos o telefone de JungKook tocou e no visor mostrava o nome de Jimin juntamente com uma foto que o mais novo tinha tirado escondido. Haviam trocado os telefones para emergências em relação o Jongwoon, mas nenhum dos dois era idiota, sabiam o real motivo de terem trocado os telefones. O moreno imediatamente atendeu o telefone com o sorriso largo que sempre se formava quando falava com o louro.

 

— Jungkook? - ouviu a voz meio rouca do mais velho e deduziu que o mesmo havia acabado de acordar.

 

— Sim, hyung... -  falou em um tom um tanto quanto manhoso.

 

— Você pode avisar sua mãe que hoje a noite eu vou demorar um pouco para chegar? - falou meio nervoso. Falar com Jungkook o deixava nervoso, sempre.

 

— Ah... Tudo bem Jiminie - poderia ser loucura mas Jimin achava extremamente excitante quando o moreno o chamava assim ainda mais daquela forma tão manhosa que sempre falava consigo.

 

— M-muito obrigada Kookie... Ahh - Jimin gemeu sem querer quando por acidente bateu seu dedo na quina da mesa que estava sentado fazendo o mais novo estremecer ao ouvir tal som tendo diversos pensamentos em relação aquilo, sendo nenhum puro ou inocente.

 

— Jimin? - o moreno pronunciou, era a hora perfeita para provocar o mais velho - Você gemeu? Sabe, sempre imaginei que ouviria você gemer, mas não por telefone - Park sentiu suas bochechas corarem violentamente com a palavras que tinha acabado de ouvir. Tinha vontade de desligar o telefone sem nem ao menos se despedir ou brigar com Jungkook por conta da sua ousadia, mas tudo que fez foi suspirar.

 

— Jungkook... - disse baixinho - Não faça isso. - sentiu pequenas gotículas de suor descerem pela sua testa e tudo isso por simples palavras ao telefone, imagine se fosse pessoalmente?

 

— Fazer o que? - JungKook era um filho da mãe que gostava de brincar com a sanidade de Jimin, disso os dois tinham certeza - Eu não fiz nada Jiminie. Mas se quiser que eu faça algo...

 

— Você - o menor tentou falar algo, mas as palavras provocativas de JungKook haviam o acertado em cheio. Quando viu que aquela simples conversa no telefone poderia durar mais que o necessário decidiu acabar logo aquilo antes que dissesse qualquer besteira, já basta ter gemido sem querer - Tenho que ir agora Jungkook - e desligou deixando um sorriso satisfeito no moreno, pois esse sabia que tinha mexido com o loiro da forma que queria, assim as coisas seriam mais fáceis de noite.

 

Já Jimin não estava tão animado quanto o mais novo, logo após o fim da ligação deu um longo suspiro tentando recuperar o ar que a pouco percebeu que fazia falta em seus pulmões. Só Deus sabia tamanho controle que o louro deveria ter naquela noite, caso contrário faria uma besteira que já estava em sua cabeça a algum tempo.

***

 

 

Park demoraria um pouco mais como havia dito para JungKook, o motivo nada mais era do que nervosismo. Estava necessitado, a um bom tempo não saciava seus desejos e sabia que teria que se preparar psicologicamente para enfrentar seu pecado capital: Jeon Jungkook.

 

Já fazia mais ou menos uma hora e nada de Jimin chegar na casa dos Jeon. Jungkook já havia tomado banho, passado uma quantidade bem exagerada de perfume, colocado sua melhor calça colada juntamente com uma blusa preta e uma jaqueta de couro vermelha. Resolveu dar mais uma olhada no espelho apenas para se certificar que estava perfeito.

 

— Vai sair Hyung? - ouviu Jongwoon falar descendo as escadas.

 

— Não maninho, estou me preparando para uma batalha. - sorriu para seu reflexo.
 

 

O pequeno iria falar algo, mas foi interrompido com batidas leves na porta. Ambos os irmãos já sabiam de quem se tratava e correram para atender. A felicidade era evidente no semblante dos dois, mas o motivos eram diferentes. Jongwoon estava feliz pois poderia brincar com seu hyung favorito já Jungkook também pretendia brincar, mas não seria de carrinho como o irmão. Abriram a porta dando de cara com um Jimin meio envergonhado trajando uma calça jeans rasgada e uma blusa de uma banda qualquer, seus cabelos estavam meio desgrenhados e suas bochechas meio coradas.

 

— Não vão me deixar entrar? - Jimin falou sem jeito percebendo que ir irmãos não falariam nada. Os Jeon eram bem lerdos as vezes pensou Park.

 

— Hyung! - Jongwoon gritou abraçando o mais velho.

 

"Esse garoto conseguiu mais contato com Jimin do que eu consegui em toda minha vida" pensou Jungkook enquanto bufava e dava espaço para que Jimin entrasse. Seria uma noite longa.

***

 

 

Colocar Jongwoon para dormir foi um verdadeiro desafio, mas Park finalmente conseguiu fazer o pequeno ir para a cama. Depositou um beijo na testa do mesmo enquanto o cobria com suas cobertas azuis. Jungkook observavam toda a cena encostado na porta. Não deixou de pensar que talvez o que ele sentisse por Jimin não fosse apenas algo carnal. Claro que ainda queria foder com Jimin, mas depois da noite de prazer gostaria também te tomar um sorvete com o mais velho e falar besteiras, como um verdadeiro casal.

 

— Você está bem Jungkook? - o mais novo teve seus devaneios interrompidos por um Jimin sorridente balançando as mãos na sua frente.

 

— Poderia ficar melhor sabe... - Jimin ficou um pouco pensativo com a frase proferida pelo moreno e mal teve tempo de pensar mais quando Jungkook fechou a porta do quarto do irmão se apaixonando do mais velho.

 

—E-eu tenho que descer agora - o loiro falou na tentativa de fugir daquele silêncio desconfortável que surgiu, mas ao dar as costas teve seu pulso levemente apertado por JungKook que o fez virar para si ficando em uma proximidade um tanto quanto perigosa segundo Park - O-o que está fazendo? - tentou se soltar da mão firme do maior, mas foi inútil. Era forte, mas não mais do que o moreno.

 

— Ah Jimin... - falou baixo levando sua mão livre para as madeixas hidratadas do menor - Você é tão lindo - falou bem próximo do pescoço do loiro o que fez subir um arrepio no mesmo.

 

Não tardou em atacar o pescoço do mais velho com beijos e mordidas. Ouviu um pequeno arfar vindo de Jimin e isso só o motivou a continuar tal alto. Qualquer controle que o mais baixo estava tendo em todo esse tempo estava indo para os ares ao sentir aquela boca quente e suave beijar e chupar com vontade naquela área, mal notou quando jogou um pouco a cabeça para trás dando uma melhor visão de seu pescoço para o mais novo como um pedido silencioso para que o mesmo continuasse com suas carícias. Quando teve certeza que Jimin não fugiria dali Jungkook soltou seu pulso e levou suas mãos para a cintura do loiro o aproximando mais de seu corpo sem separar seus lábios do pescoço dele.

 

— Jungkook...ahhh - o mais velho até tentou contestar, mas no exato momento que faria isso o moreno desceu as mãos até suas nádegas fartas as apertando com vontade fazendo vários gemidos e arfares saírem da boca de Jimin.

 

— Jimin você é muito gostoso sabia... - JungKook dessa vez levou seus lábios para a clavícula do rapaz beijando carinhosamente o local antes de depositar ali um chupão que com certeza deixaria uma bela marca, que era o que ele mais queria. Marcar Jimin e mostrar que ele já tinha dono. A ereção de ambos já roçavam uma na outra fazendo o prazer só aumentar.

 

Foi quando Jungkook ja estava subindo sua camisa que o baixinho percebeu a loucura que estava fazendo. Estava a poucos minutos de transar com o moreno ali mesmo em frente à porta do pequeno Jongwoon. Empurrou de supetão o mais alto fazendo o mesmo ficar bravo e confuso.

 

— Jimin, o que você... O que - JungKook tentou falar algo mas estava extasiado e confuso demais. Jimin estava tão entregue, achou que naquele momento tinha conseguido finalmente desdobrar o mais velho, mas não passou de uma mera ilusão.

 

— Jungkook você não pode fazer isso - depois de recuperar as forças e a sanidade de seu corpo Jimin falou firme.

 

— Por que não? Eu sei que também quer Jiminie - droga! Pensou Jimin. Ele estava o chamando daquela forma que o excitava tanto e ele sabia disso.

 

— Isso é errado. Caramba Jungkook você só tem dezesseis anos, nem maior de idade você é - pronto. Aquilo foi o suficiente para desafiar o mais alto. Se tinha algo que odiava era que achassem que ele não era capaz para algo por ser novo. Ele provaria de uma vez por todas que ter dezesseis anos não importava.

 

Antes que Jungkook o atacasse ali mesmo Jimin desceu rápido as escadas indo sentar-se no sofá. Precisava se distrair para diminuir aquele volume em sua calça. Pegou o controle e ligou a televisão em um programa qualquer e passou a concertrar-se nele. Mas isso não durou muito. Em questão de segundos Jungkook já estava em sua frente, pegou o controle do mais velho desligando a televisão e logo sentou-se no colo do mesmo fazendo o mesmo arregalar os olhos em puro susto.

 

— O que você... - Antes que pudesse terminar de falar teve seus lábios urgentemente tomados pelo mais novo. Jungkook não iria com calma, era agora ou nunca e ele queria mais do que tudo que fosse agora.

 

Jungkook lambeu os lábios de Jimin pedindo passagem para que invadisse sua boca e não demorou para Park ceder fazendo as línguas se juntarem em um ósculo molhado e úmido. Na tentativa de provocar ainda mais o mais velho Jungkook começou a fazer movimentos circulares com a sua cintura causando uma boa  e leve pressão no membro de Jimin. O loiro tentou até segurar, mas um gemido contido saiu de sua boca entre o beijo que davam.

 

Aquilo era tentação demais até para Jimin que por muitas vezes manteve-se controlado, mas agora estava sendo impossível pois tinha o corpo do mais novo em cima de si fazendo coisas com as quais eles sempre quis que ele fizesse.

 

As mãos do moreno, que até então estavam obedientes, começaram a explorar toda as costas do mais velho colocando-as dentro da camisa do mesmo dando leves arranhões.

 

— Isso é tão errado... - Jimin disse um pouco sem ar separando seus lábios dos de JungKook.

 

— E daí? - o mais novo sorriu sacana — Você quer tanto quanto eu, pra quê segurar Jiminie? Eu quero ser seu, quero que me tome esta noite.

 

E aquilo foi o suficiente para o mais baixo acordar o seu lado totalmente violento. Puxou os cabelos do mais alto juntando ainda mais seus rostos para dar-lhe mais um beijo urgente e feroz. Dessa vez Jimin estava mais afoito. Não pensava mais nas consequências, dane-se tudo aquilo ele só queria foder com Jungkook. As mãos do menor tiraram rapidamente a blusa do mais novo interrompendo brevemente o ósculo, mas logo voltando a chocar sua língua com a do outro. Levando as unhas ao abdômen razoavelmente sarado de JungKook, Jimin o arranhou com vontade como uma espécie de castigo pelo mais alto tê-lo provocado tanto o que fez com que o moreno soltasse um rugido baixo.

 

Jungkook estava ansioso, excitado e feliz. Finamente estava beijando a boca que tanto desejou e logo teria seu corpo tomado pelo mais velho coisa que ele queria desde a primeira vez que tinha o visto. Logo tratou de tirar a camisa do loiro também se deliciando com a visão dos gominhos perfeitos que o mais baixo tinha.

 

— Gosta do que vê Kookie? - Jimin falou com sua voz rouca tomada pelo tesão.

 

Jungkook até poderia responder, mas não queria perder tempo com diálogos desnecessários. Sorriu sacana para o loiro e começou a distribuir selares no abdômen de Park que estremecia com cada toque em sua pele. O mais novo saiu de cima do colo de Jimin apenas para abrir a calça do mesmo tirando-a e tendo uma visão privilegiada do membro do mais velho. Jimin estava sem cueca. Seu membro era consideravelmente grande e grosso, JungKook olhou aquele pedaço de carne como se fosse um grande doce.

 

— Me chupe - Park ordenou e Jungkook adorou aquele jeito domador do loiro.

 

Não tardou em passar a língua pela extensão do mais baixo fazendo o mesmo soltar alguns gemidos contidos. Distribuiu selares no pênis do garoto da forma mais provocativa que conseguia. Jungkook começou a passar a língua pela glande do mais velho. Não era sua primeira vez fazendo aquilo, o mais novo era muito bom no que fazia. Relaxou a garganta e logo e seguida engoliu todo o membro de Jimin fazendo movimentos rápidos de vai e vem com a boca. Jungkook era um filho da puta que fazia um ótimo baquete, Jimin tinha que admitir.

 

— Jung... - não conseguiu terminar de gemer o nome do moreno, o prazer que sentia não o deixava nem ao menos raciocinar direito.

 

Jungkook continuou com os movimentos rápidos e quando viu que seu hyung iria gozar parou imediatamente o que estava fazendo recebendo um olhar furioso de Jimin juntamente com muxoxos de desaprovação.

 

— Eu quero que você goze dentro de mim Jiminie... - falou manhoso enquanto voltava a beijar o pescoço de Jimin.

 

— Você é bem apressado Jungkook... - o mais velho falou colocando a mão por dentro da calça do moreno que gemeu com a atitude repentina.

 

— Se você soubesse o quanto esperei por isso... - sussurrou contra a boca do loiro.

 

— Eu sei Kookie, eu sei...

 

Jimin retirou o restante da roupa que Jungkook possuia deixando-o totalmente despido assim como estava. Segurou o mais alto  pela cintura e o mesmo colocou uma perna de cada lado do quadril do mais velho. Jimin o levou para o primeiro quarto vago que viu, não se importava se era de JungKook ou não. Apenas o jogou na cama com força. Pediu para que o mais novo virasse de costas e o mesmo obedeceu. Sua lingua percorria desde a nuca de JungKook passando pelas suas costas, até encontrar sua deliciosa bunda.

 

Passou a lingua quente em sua entrada e o moreno pediu para que ele não parasse. Quanto mais ele o lambia, mais o garoto queria senti-lo dentro dele. Jimin então subiu a lingua novamente pelas suas costas até chegar à sua orelha, JungKook sentia seu abdômen encostando em suas costas e seu pau já duro encaixar-se bem no meio da sua bunda já toda lambuzada.

 

O membro de Jimin era quente e automaticamente Jungkook se empinou enquanto ele forçava bem devagar aquela verga. Foi entrando devagar, mas não sem dor. Cada centímetro que ele avançava, rasgava o mais novo. Park o abraçou e apertou até que entrasse todinho nele. E sem esperar permissão Jimin começou a estocar sem dó, para falar a verdade naquele momento não se importava se Jungkook sentia dor, só queria foder o mais forte que conseguia.

 

— M-mais rápido hyung... - JungKook praticamente suplicava, o loiro logo aumentou a velocidade das suas investidas fazendo o mais novo literalmente revirar os olhos de tanto prazer - I-isso... Mais f-fundo...

 

Os dois estavam tomadas pelo tesão, toda a vontade contida de ambos estava sendo posta para fora naquele momento. Jimin só aumentava sua velocidade das estocadas fazendo com que as pernas de JungKook fraquejassem várias vezes. Ao atingir o ponto sensível do mais alto o loiro colocou toda a força que tinha fazendo o moreno urrar e gritar como um louco. Ele tinha chegado ao seu ápice, mas Park ainda não. Com mais algumas estocadas, dez ou onze mais ou menos, um gemido alto e arrastado do loiro foi ouvido por toda a casa, ele finamente tinha tido seu orgasmo. E que orgasmo. Ainda ofegantes os dois corpos se separaram e ambos deitaram na cama fitando o teto tentando processar o que havia acabado de acontecer.

 

— Jimin... - JungKook falou meio inseguro.

 

— Pode falar Jungkook - Jimin puxou o mais novo para perto de si fazendo o mesmo deitar a cabeça em seu peito. Ele não queria mais afastar Jungkook de si, não queria mais repreender tudo que sentia em relação a ele.

 

— Você não vai fugir, não é? - Park se surpreendeu da forma medrosa e baixa que a voz de JungKook saiu. Não parecia o garoto confiante de minutos atrás.

 

— Não vou - respondeu confiante.

 

— O que fazemos agora? - JungKook fitou o rosto do loiro que agora sorria para ele quase deixando seus olhos fechados.

 

— Bem, eu não sei você, mas eu quero um segundo round - sorriu malicioso.

 

— Você é um safado Park Jimin - moveu o corpo ficando sentado no colo do mais velho e aproximou-se do ouvido do mesmo - Mas dessa vez você vai ser o passivo. 


Notas Finais


E é isso espero que tenham gostado
Até a próxima fanfic ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...