História Tenho Salvação ? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook
Exibições 35
Palavras 1.333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLA PESSOAS 🙆🙆🙆🙆

Capítulo 8 - 8


   Jungkook on

  Eu vejo o garoto se aproximando e junto a ele vem mais pessoas que costumavam me insultar e até me bater às vezes.

- O que ?? - eu não sabia direito onde ele queria chegar com tudo aquilo.

- Você achou  que ninguém ia descobrir que você não passa de um inútil - ele fala e me empurra contra a parede, nesse momento haviam mais pessoas em nossa volta e elas só olhavam e não faziam mais nada - você não passa de um viadinho que só suja a reputação do nosso país - ele falou com raiva e se aproximando ainda mais e desferindo um soco contra meu rosto.

A Coréia é um lugar muito homofóbico algumas pessoas até aceitam, já outras simplesmente falam: "Não existem gays na Coréia ".

Isso é realmente difícil aqui pois a maioria segue esse padrão.

- O-o que vo-você está fa-falando ? - eu perguntei com certa dificuldade pois o maior já havia me acertado na barriga.

- Está em todos o jornais - ele fala jogando o jornal em cima de mim, e eu pego o mesmo para poder ver.

" O  mais conhecido, Park Jimin dono de uma das maiores empresas da Coréia do Sul, foi flagrado em um parque aos beijos e abraços com um garoto que aparenta ser mais novo. "

Logo abaixo tinha uma foto de nos dois nos abraçando... Mas pera aí, isso não foi no dia do Parque e sim quando ele me acalmou no cemitério... Então quer dizer que eles estavam nos vigiando desde o início?
Logo em seguida havia mais fotos nossas no parque, em que eu e ele estávamos nos beijando... Aish isso era para ser pessoal !!!

- EU SABIA QUE VOCÊ NÃO PASSAVA DE UM IMPRESTÁVEL...
AFINAL ERA ESTUPRADO PELO PAI TODOS OS DIAS E PELO VISTO ISSO GEROU RESULTADO !! - como ele sabia sobre aquilo ?

- Você não tem o direito de falar assim comigo !! - eu falei um pouco baixo pois eu já estava sentindo as lágrimas vindo.

Sinto um soco sendo desferido contra meu rosto logo seguindo para minha barriga, e só aí eu percebi que tinha mais de uma pessoa me batendo.

A última coisa que eu consegui ver foi a coordenadora vindo em direção a "rodinha " e me tirando de lá.

Depois eu simplesmente apago.

  (***)

Eu acordo um pouco tonto e com uma dor muito forte na região de minha barriga.

Abro os olhos e vejo que eu ainda estou na enfermaria da escola.

- Ohh Jeon você se sente melhor ? - a enfermeira da escola pergunta e eu só concordo com a cabeça.

- Você se sente bem o suficiente para ir embora sozinho ? - ela pergunta meio preocupada - nos ligamos para o Jimin mas o mesmo não atendeu, tentamos ligar para o trabalho dele mas a secretaria avisou que ele estava em reunião. - ela finaliza com um suspiro.

- Sim, eu posso voltar sozinho não se preocupe - na verdade eu estava com dores horríveis no estômago e estava sentindo tonturas também mas nada disso importava no momento pois eu só queria ir para casa.

- Tudo bem, eu vou assinar a autorização para você poder ir embora ok ? - ela fala e eu concordo com a cabeça.

Depois de um tempo ela volta com um papel e fala para eu entregar a diretora pois a mesma liberaria minha saída.

   (***)

Depois de mostrar e explicar o que aconteceu a diretora ela me liberou e eu sai da escola indo para casa.

Cheguei em casa larguei a mochila no sofá e fui direto para o quarto.

Me joguei na cama e fiquei pensando, eu realmente sou um inútil, um imprestável, eu só causo problema na vida dos outros...
O Jimin estava em uma reunião importante e com certeza quando ele ver as chamadas perdidas da minha escola, ele ficara preocupado... Eu só trago preocupação a ele.

Acho que se eu morrer ele irá superar pois ele é lindo e é o sonho de várias pessoas. Ele irá encontrar alguém melhor do que eu... Alguém que não tenha problemas psicológicos, alguém que possa o fazer realmente feliz.

Com esses pensamentos eu me levanto e vou em direção ao banheiro, tiro minha roupa com a intenção de tomar um banho mas assim que eu entro no box, vejo a gilete e uma vontade de cortar meus pulsos e entrar em um sono profundo invade meu corpo.

É isso que eu faço, pego a gilete e corto meus pulsos... Vejo o sangue descendo junto com a água morna do chuveiro... E pela segunda vez no dia eu desmaio mas dessa vez eu não quero acordar...

   Jimin on

Depois de deixar Jeon na escola eu vou para a empresa pois eu teria uma reunião muito importante com meus futuros sócios.

Chegando lá minha secretária me olha com uma cara não muito boa...
Não sei porque afinal ela nunca me olhou assim então eu simplesmente ignorei e segui para meu escritório.

Quando eu entrei vi que a maioria já tinha chegado, só faltava algumas pessoas então resolvi me sentar e esperar elas chegarem.

- Então Sr.Park - odeio quando me chama assim, até parece que eu sou velho - eu fiquei sabendo sobre você e o tal garoto... - ele fala e eu o olho surpreso, como ele havia descoberto sobre Jungkook ?

- Ahh sim mas como você... - eu falo mas logo sou interrompido pelo mesmo.

- Está em todos os jornais - ele fala e me entrega o Jornal que estava em suas mãos...

Realmente estava em todas as páginas e só falavam sobre isso nas revistas de fofoca.

- Eu acho que não será bom nos sermos sócios Sr. Park - ele fala parecendo constrangido pela situação.

- Sério que o Senhor vai deixar de fazer um ótimo negócio só por causa de um preconceito idiota - eu falo um pouco irritado... Na verdade muito irritado.

- Olha Sr. Park eu sinto muito mas isso não seria bom para a empresa - ele fala - a não ser que você fale que foi tudo um mal entendido e que...

- O que você está dizendo ? Acha mesmo que eu irei fazer isso ? - eu estava muito irritado, como ele poderia pensar em algo assim? - agora quem não quer saber de nada sou eu !! - eu falei e sai da sala deixando todo mundo espantado pela minha atitude.

Assim que saio da sala, minha secretária fala que a diretora da escola de Jeon ligou perguntando se eu podia ir buscar o mesmo.

Na hora eu sai correndo em direção ao carro, liguei o mesmo e fui em direção a escola.
Chegando lá vou direto ir falar com a diretora.

- Licença, onde o aluno Jeon Jungkook se encontra ? - eu perguntei preocupado, vai que ele estava machucado ou algo do tipo.

- Ah sim olá, bom o aluno já foi embora pois ele falou que conseguia ir embora sozinho.

- Mas o que aconteceu ? - eu estava aflito pois algo me dizia que ele não estava bem.

Ela me explicou tudo e só o que eu queria fazer era arregaçar a cara da quele moleque que mexeu com a minha life.
Mas depois eu resolvia isso pois eu sei que Jeon é muito sensível com as palavras e ele poderia fazer uma besteira.

Entrei no carro e fui o mais rápido que pude para a casa do mesmo.
Eu estava me sentindo muito mal, mas não era nada relacionado ao físico e sim ao sentimento.

Chegando lá eu entrei correndo e percebi que a porta estava destrancada o que me deixou ainda mais preocupado.

Ouvi o barulho do chuveiro vindo do andar de cima então eu subi as escadas e segui o barulho da água e entrando no banheiro logo em seguida.

Me deparei com a pior cena de todas...


Notas Finais


Não me matem por ter parado nessa parte mas eu ainda vou postar hoje 🙏🙏🙏🙏🙆🙆🙆🙆🙆

Desculpem os erros 🙏🙆🙆

Até 👋👋👋👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...