História Tentação - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Desejos, Sexo, Sonhos Eroticos, Violencia
Exibições 135
Palavras 1.018
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Obrigada a todos que estão acompanhando e comentando a fic...
Boa Leitura

Capítulo 11 - Quase estupro


Naquele dia Jasper e eu fizemos o de sempre, seguimos para casa e fiz o nosso jantar, dormimos no mesmo quarto e fazíamos amor, isso era algo que estava se tornando comum para nos, conforme os dias passavam nos estávamos mais próximos, não éramos de brigar, apesar de odiar aquelas garotas que davam em cima dele.

 

Hoje estava novamente entrando na universidade de mãos dadas com o Jasper, algumas garotas me olhavam com fúrias, eu estava me sentindo tão bem perto dele, entramos em nossa sala e nos sentamos em nosso lugar de sempre, não tínhamos mais nada a fazer a não ser esperar pela professora, vi aquela maldita ex do Jasper entrar.

 

- Jasper podemos conversar? - perguntou o olhando e depois para mim.

 

- Monica o que quer aqui? - perguntou irritado.

 

- temos que conversar, mais não aqui. - disse nervosa, Jasper suspirou e se levantou, me deu um selinho e os dois saíram da sala, Yuto passou a manha me irritando e nada do Jasper aparecer, com o Yuto do meu lado seguimos para almoçar e depois ele me levou para a loja, Jasper não estava lá, me sentia assustada, iria perder ele também, assim tão fácil, hoje nem clientes apareciam, estava sozinha e irritada, o pai de Jasper apareceu ali e meu corpo tremeu de medo, aquele sonho me veio a mente e me afastei dele, parecia que algo ruim iria acontecer, afinal o senhor Fernando não era flor que se cheire.

 

- senhor algum problema? - perguntei ao vê-lo com um sorriso malicioso e um brilho diferente nos olhos.

 

- tem sim, vem comigo. - disse pegando meu pulso e me arrastando para os fundos da loja.

 

- senhor pare por favor, esta me machucando. - disse tentando me soltar.

 

- meu filho escolheu muito bem agora, a Monica não é tão bonita e gostosa, apesar de ser boa de cama, agora você minha querida, deve ser fantástica. - disse ainda me puxando, estava com muito medo.

 

- não por favor, pare senhor, não me faça mal, por favor, eu estou com seu filho, lhe imploro.- pedi assim que ele me empurrou com força contra a parede, eu já chorava desesperadamente, não sabia o que fazer e estava morrendo de medo.

 

- mulheres como você vale a pena obrigar a se entregar, meu filho não vai se importar de dividir mais uma namorada. - disse rindo, tentei fugir mais ele me puxou e me deu um tapa no rosto, em seguida senti uma dor forte no estômago.

 

Vi ele retirar as roupas, abrindo os botões da camisa, retirando em seguida, depois foi abrindo as calças, a deixou cair no chão, desviei o olhar e tentei me levantar, estava sentindo dor mais não iria deixar ele fazer isso com facilidade, ele me puxou pelos cabelos, senti uma dor forte na cabeça, em seguida me jogou no chão, me deu um chute forte novamente e me Encolhi, gemendo de dor.

 

- maldita vadia, vai aprender a fazer o que mando e amanha não precisa vir trabalhar, se não quer dar para mim não a quero aqui. - disse enquanto me batia, tentava proteger meu rosto, mais não conseguia direito, ele parou e o olhei com dificuldade, ele retirou a cueca e ficou nu, chorei por não conseguir me manter em pé, ele me puxou e rasgou minha blusa, deixando meu sutiã a mostra, em seguida tentou tirar minhas calças acariciando meu corpo, chorei mais alto e pedi por ajuda, mais ninguém me ouviria, iria ser estuprada por aquele maldito.

 

- solta ela seu maldito. - essa voz, era o Yuto, só conseguia ouvir os barulhos, eles estavam brigando.

 

Gemi tentando me erguer, mas estava difícil, a dor era insuportável, mais agora já conseguia ver, Yuto batia no pai de Jasper com raiva e falava varias coisas que não, Fernando já estava inconsciente e eu morrendo de medo de perder meu primo e de tudo que ocorreu.

 

- Yuto. - chamei com dificuldade, ele me olhou e largou o Fernando vi do em ajudar.

 

- Angelike você esta bem machucada, vou te levar no medico. - disse me pegando no colo, gemi de dor mais não queria sair dos braços dele, estava assustada.

 

- obrigada. - disse com dificuldade, ele me levou para o hospital e fizeram vários exames, aparentemente não quebrei nada, só ficaria dolorida, ele me levou para o apartamento e não tinha sinal do Jasper, Yuto me colocou na cama e me trouxe algo para comer.

 

- olha eu tenho que ir, mais me chama se precisar de alguma coisa me ligue. - disse Yuto assento e ele saiu do meu quarto, assim que ouvi a porta da frente se fechar me entreguei ao choro compulsivo, doía tudo, meu corpo, minha alto estima estava destruída, por dentro e por fora, quase fui estuprada por aquele monstro, ouvi o Jasper me chamar mais não respondi, simplesmente continuei a chorar, estava deprimente, por causa de Jasper isso aconteceu, ele não podia ter me deixado sozinha, por que ele fez isso, por que não insistiu em falar comigo, talvez fez alguma coisas e não quer me contar, eu queria sair desse quarto e perguntar o que ele foi fazer com a ex dele, mais simplesmente não consegui, a dor em todo meu corpo era muito grande, cada movimento era um gemido de dor agoniado, meus rosto estava machucado e pelo que Yuto me mostrou através do espelho estou um lixo, meu rosto esta cheio de hematomas, não terei coragem de sair assim tão cedo, com o dinheiro que juntei desse trabalho e com o que vou ganhar pela demissão poderei me manter por um tempo, não posso contar o que aconteceu para a minha mãe, ela pode falar para a Annabeli e ai estarei perdida, não quero ser motivo de risos por ter sido espancada e quase estuprada pelo pai do meu namorado, se é que ainda tenho um, me cobri e Fechei os olhos tentando acima de tudo dormir e esquecer aquele dia horrível, mas esse dia ficara marcado para sempre em minhas lembranças.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Poderiam dar uma olhada em minha oneshot com uma amiga, aqui é o link...
Link: https://spiritfanfics.com/historia/feel-invincible-6729863

Obrigada desde já...

Beijos e até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...