História Tentação{JB} - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Fifth Harmony, Justin Bieber
Exibições 108
Palavras 756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Eu Te Conheço?


´P. O. V Angel

Acordei com uma puta dor de cabeça, droga! Eu só lembro, de uns tres caras, que mais pareciam montanhas, entrar em meu quarto, e me dar o famoso, boa noite cinderela. Porra, eu tinha que ser filha de Justin Bieber, o traficante mais procurado do mundo, literalmente!

Logo, um carinha passa pela porta, me olhando, ahh porra não que nojo! Sim ele me olhava com malicia, eca! Cade o justin? Deve ta fodendo com uma qualquer, só de pensar nisso, meu sangue ferve! Droga eu to com cuimes daquele ninfomaniaco, era só o que me faltava!

- olha só a princesinha acordou! - disse o tapado

- não isso é coisa da sua cabeça, eu ainda to dormindo - é hoje que eu morro!To ate me preparando mentalmente para isso,

- filha da...

- ouse falar mal da minha mãe 

- ou o que, em gatinha?

- deixa eu me soltar, que o diabo vai ganhar mais uma alma de brinde, se bem que voce é um nada, não vai nem fazer diferença

- gosta de provocar, né projeto de vadia?!

- vadia são as mulheres da sua familia, capacho! - nessa hora ele me da um soco, e outro cara entra, so que esse ta de terno, azul marinho 

- calma leandro, essa vadia ai vai ter o que merece logo logo - disse com um sorriso malicioso, eca!

-perai eu conheço voce de algum lugar, né? - eu acho que ja vi esse cara em algum lugar, só não lembro aonde

- claro que voce me conhece, angel!Pelo visto não se lembra né anjo?

- se eu me lembra-se não taria perguntando, genio 

- deixa eu te contar a uns anos atras eu... - nessa hora, escutamos tiros e mais tiros - filha da puta, anda, anda leva a garota daqui - o carinha disse e saiu, o outro veio pra cima de mim, mas eu tinha conseguido soltar minha perna direita, e chutei o pau dele, e ele se contorceu de dor, e nessa hora justin entra e me solta, e me entrega uma arma. Ele ai falar algo mas sai de lá antes, podia jurar que ele travou o maxilar, mas eu to pouco me fudendo!

Uma carinha veio em minha direção tentando me dar um soco, esquivei, encher as pouca paciencia de meu pai, e dos meninos para me deixarem ir ao galpão, serviu pra algo! Dei um tiro em sua nuca, eu sou muito vida loka!Olhei pra tras e os meninos, me encaravam, aiaia, tabom o justin me obrigou a fazer Jui Jitsu , os meus tios crushs não sabem, porque eu vim morar com meu pai aos 9 anos, antes eu morava com minha vó, porque meus avos, não queriam, eu nesse mundo, e nesse tempo, os meninos, eram muito mais ocupados, pois o imperio deles, estavam quase passando pra um carinha ai, que eles mataram, e meu pai quase não me dava atenção, então ,me colocou em aulas de Jui Jitsu, ai meu pai me tirou de lá, por... eu esqueci!

- vamos? - perguntei e eles continuavam a me encarar

- eles nunca viram voce matando alguem - disse justin

- ah sim, mas vamos?- perguntei

eles assentiram, fomos ate a van, matando todos que vinham em nossa frente, entramos na van e eles ficavam conversando e eu encarando a paisagem, voces devem esta se perguntando se eu sei lutar, por que eu não me livrei dos seguranças, porque eles me pegaram distraida! Fico encarando a janela, ate eu sentir alguem deitar a cabeça em meu colo, não é nada mais nada menos, que o carinha que tirou minha virgindade, se eu arrepende? Não, eu gostei e muito! Acariciei seus cabelos, louros escuros, ate ele quase fechar os olhos, quando ai tirar minha mão, ele a segura, e fala :

- Não mandei parar - disse e os meninos riram, e eu continuei, ate chegarmos em casa, sai da van, e os meninos foram dar um fim na van, e meu pai se trancou no escritorio. Eu tomei um banho e coloquei uma roupa qualquer, e fui para o escritorio, bati na porta e escutei um ¨entre¨ e entrei, assim que ele me viu sorriu

- pai eu quero falar com voce, sobre aquele homem. Ele me disse, na verdade eu perguntei se eu o conhecia e ele me disse, que eu o conheço, e se voce conhece, quem é aquele cara? - perguntei e vi ele engolir a seco

- ele é...

 


Notas Finais


eai gente boa!
ignorem os erros, please????!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...