História Tentando - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Armin, Kim, Nathaniel
Exibições 18
Palavras 421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Perdida nos pensamentos.


Fanfic / Fanfiction Tentando - Capítulo 4 - Perdida nos pensamentos.

DUAS SEMANAS ANTES...  (3 PARTE)

Thalia aceitou o convite  com desconfiança, mas Aline Marines  era  uma mulher sensata  a qual pareceu compreender que  a escolha de uma carreira de escritora não era nada simples.

- Eu sempre quis ser escritora. Falou Thalia.

- Entendo, mas não recebeu muito apoio. Disse Aline.

- Como sabe?

- Muitos pais brasileiros, não apoiam a leitura e ainda mais um filho escritor.

- Meus pais não gostaram muito da ideia mesmo.

- E o que vai acontecer com Marina, agora nas mãos dos contrabandistas? Ficará na geladeira? Ou você vai terminar a história?

- Eu só escrevi a historia por diversão.

- Dar para ver, mas é uma aventura interessante contada com entusiasmo de uma jovem, e do ponto de vista feminino. Se você conseguir sustentar o desenrolar da história no mesmo nível de interesse, acho que consigo encontrar mais de um editor interessado.

- Ai meu Deus! Exclamou Thalia.

Aline sorriu.

- Bem nesse caso, talvez eu deva pensar nisso seriamente.

- É isso ai. E falando mais, o tal de Douglas, é um herói atraente, mas falta algo nele. Ele é baseado em alguém?

- Sim no meu vizinho.

- Ahh! Sabe você precisa colocar mais atrativos nele, para valer apena a Marina se arriscar tanto.

- Entendo.

- Bem, você sabe que eu trabalho em Londres?

- Sei que a revista tem um escritório lá.

- Então, caso aceite a proposta você vai ter que se mudar para lá.

- Não posso escrever daqui?

- Não, pois sou a chefe do escritório de Londres e para eu auxiliar você, você precisa ser encontrar no meu perímetro.

- Mas, eu só tenho uma prima chata que mora lá.

- Olha a empresa dar uma ajuda de custo para os novos escritores.

Thalia achou que ajuda de custo era boa no inicio, mas depois de semanas vivendo em Londres, notou que a vida ali era muito cara e se quisesse continuar a escrever precisaria arrumar um emprego.

- Thalia? Thalia? . Chamou o gerente.

- Me desculpe, estava lembrando os motivos que me fezeram sair do Brasil.

- Tudo bem, aqui está o seu salário.

- Obrigada.

- E, se o próximo emprego não der certo, basta ligar para nós.

Thalia agradeceu com voz comovida.

- Obrigada.

Quando passou na agencia de empregos temporários, a gerente também disse que lamentava perde-la. Era bom saber que tinha empregos garantidos, caso precisasse.

Mas agora ela ia mudar-se para o novo emprego e dedicar-se ao seu livro.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...