História Tentando Amar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Animes, Mangá
Exibições 8
Palavras 506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Oque eu sou..?


Está escuro. Eu não enxergo nada, apenas posso sentir minhas mãos latejando. Há algo escorrendo em minhas costas, é molhado e quente. Há uma luz vindo para cá, no fundo do corredor, acho que alguém veio me ajudar...
-Como se sente?
Disse aquela pessoa. Ele falou comigo? Se sim, acho melhor responder...
-E...e..eu....n...não....sinto....nada.
Não consigo falar direito, oque há comigo..? Eu estou doente?
-Hmm, parece que isto não é o suficiente. Você é impressionante!
Disse aquela pessoa novamente. Impressionante? Eu? Porque? Eu já não entendo mais nada, como vim parar aqui?
-Deve estar confuso não é ? Sou James, você vai ficar aqui por um tempo... Só um momento, vou acender as luzes.
Ele andou em direção a algum tipo de interruptor enquanto assoviava.
-Pronto. Agora enxerga onde está?
Era uma sala estranha onde as paredes estavam com marcas de tortura e sangue. Eu estava lá agora, pendurado em uma dessas paredes coberto de sangue e arranhões, minhas mãos estavam acorrentadas, haviam vários pregos enferrujados nelas, por isso latejavam. O homem chamado James chegou perto de mim, sorriu e disse:
-Confortável? Foi eu quem te trouxe aqui e fez isso com você.
Eu olhei nos olhos dele. Eram profundos, eu podia sentir uma enorme sede de sangue vindo deles. Eu disse:
-P.....porque?......o....o...oque...eu..fiz...para....você..?
E ele respondeu:
-Oh, logo você vai lembrar, é uma questão de tempo. Vou te tirar daí.
No momento em que James soltou as correntes, eu cai como uma pedra no chão. Ele me puchou pelos braços até uma sala-de-estar comum e me jogou no sofá, mesmo sabendo do meu estado horrível.
-Bem, acho melhor te explicar tudo desde o começo...Você é um demônio...por isso você não consegue sentir nada, porém, os demônios normais conseguiriam sentir algo do jeito que eu te torturei, você nem gritou. Fiquei interessado.
Um demônio....? Eu sou um demônio? Isso explica metade, más, a outra metade do porquê de eu estar aqui, não.
-Continuando...eu te trouxe aqui para te testar, e ver como você reagiria a uma tortura. E me parece que o resultado é =100% indolor. Você é um demônio de alta classe! Más o teste não acaba por aí, eu vou deixar você morar aqui, vai poder ir aonde quiser, eu verei como se comporta normalmente, vamos até ser amigos! Direi oque você quiser ouvir, perguntas e respostas, más, tudo isso terá um preço que será uma ordem minha.
-Uma.... Ordem? Terei que obedece-lo toda vez que fizer uma pergunta e tiver uma resposta?
-Sim! Exatamente! Vejo que está se recuperando rápido! Com exceção de hoje é claro! Uhh, afinal, qual seu nome?
-Meu... Nome?
-É seu nome. Você não sabe?
-Faz um tempo que me lembrei, as pessos me chamam de Chrollo.
-Chrollo, é ? H....ha.... Ah! Que tal Harui?
-Harui..?
-Sim! É mais fácil de lembrar, e soa bem.
-Hmm, tudo bem então...
-Ótimo! Tudo de acordo então, "Harui-Kun"?
Ele esticou a mão para que eu pudesse fazer um acordo. Eu não tinha muita certeza disso ainda. Mais, mesmo assim apertei a mão dele....
Fin~



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...