História Teoria das flores - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Amor Não Correspondido, Flores, Hanahaki, Hanahakibyou!au, Homofobia, Jimin, Teoria Das Flores
Visualizações 27
Palavras 223
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Quase meio-dia e eu acabei deixando de ir lavar a louça para escrever e postar essa pequena drabble aqui. (hahahaha)
Não tenho muito o que falar, por isso, tenham uma boa leitura. :)
— Observação: Fiquem atentos as entre linhas e aos significados de cada flor; isso fará muita diferença na estória.
— Observação²: Irei colocar uma capa mais tarde, okay? *risos, risos.*

Capítulo 1 - .único; higanbana.


No começo, havia sido uma Gloxínia; foi amor à primeira vista.

Você, meu amado, era como uma Camélia Branca; o rapaz mais belo e perfeito que meus olhos já poderiam ter visto.

Porém, eu fui um tolo e ingênuo, assim como um Cravo Branco; tua flor predileta.

Todos me alertaram que a única coisa que tu cultivavas por mim era um Cravo Amarelo, contudo, eu como um bobo Cravo Branco que sou não acreditei em uma única palavra se quer e por ti declarei um Heliotrópio; achava que nosso amor seria eterno.

Foi maravilhoso quando disse que sentias um Cravo Vermelho por mim, mas tuas palavras eram como um Acônito; envenenadas.

E eu, como um tolo e ingênuo Cravo Branco que sou, entreguei-me de corpo e alma há você, assim como uma Lisianthus. Mesmo sabendo que o que sentias por mim era apenas um pequeno e inocente Lírio Laranja e que eu sairia machucado como das inúmeras outras vezes.

Por que me desdenhas assim? Tudo por que sou uma Cravina, assim como tu eres?

Oh! Mas ainda assim tenho um tico de Amendoeira em meus sentimentos por ti. Por isso, peço lhe para que aceites minha Cristâneo Vermelha.

Para que posemos cultivar uma simples Dália Amarela.

Para que eu não acabe tendo uma Higanbana; para que eu não morra no final dessa história.


Notas Finais


Bem, foi isso, espero ter agradado vocês. Muito obrigada a cada um que leu até o final, isso me alegra bastante!
Talvez eu poste mais uma drabble ainda hoje e quem sabe eu faça uma long dessa aqui (Hanahaki é um tema que realmente me encanta).
Enfim, dois beijos em suas bochechas esquerdas e um abraço bem apertado da Lolita. Menor que três. (<3)
Tchau.~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...