História Teoria do Caos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias John Mayer, Katy Perry, Rihanna
Tags Ciumes, Katy Perry, Katyanna, Rihanna, Rihkaty, Traição
Visualizações 104
Palavras 3.996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii, boa leitura <3

Capítulo 7 - Pense melhor.


Fanfic / Fanfiction Teoria do Caos - Capítulo 7 - Pense melhor.

Porque metade de mim
Pertencia a ela,
E a outra metade,
Também.

 


NARRADOR 

 

Os olhos de Katheryn e John estavam presos em Lizzie, que estava agarrada a um urso e olhava a cena atenta. 

 

- Desde quando você está aí, querida? - Katheryn que quebrou o silêncio, se afastando da parede e desviou os olhos para John, irritada. Depois olhou para Lizzie novamente, chamando-a com a mão. - Venha cá, nós vamos pra casa. 

 

- Eu ouvi a sua voz e vim receber você. - a menina murmurou baixo, se aproximando e agarrando as pernas da mãe, que a pegou no colo. 

 

- Nós já vamos. - Katheryn afirmou dando as costas e foi parada por John. 

 

- Não vai se despedir de mim, filha? Eu vou poder vê-la só no fim de semana agora. - John tentou pegar Lizzie no colo, mas a menina segurou no pescoço de Katy, negando o carinho do pai. 

 

- Até lá. - a menina murmurou, escondendo o rosto na curva do pescoço de Katy, que olhou debochada para o ex-marido, antes de se retirar do apartamento dele. 

 

Quando as duas já estavam no carro e Katy arrumava a filha na cadeirinha, notou que Lizzie não parecia confortável. 

 

- O que foi, querida? - Katy perguntou, indo se sentar. - Está tudo bem? - ligou o carro, saindo dali. - Eu apertei muito o cinto? 

 

- Mamãe, a senhora está bem? - Lizzie perguntou, esticando o corpo para frente o máximo que conseguia presa na cadeirinha. 

 

- Sim, não foi nada. - Katy sorriu, prestando atenção na estrada. - Não se preocupe, sim? - Lizzie assentiu, ficando quieta. - Não pense mais nisso. Hoje só não é um bom dia, está bem? - a menina assentiu novamente e Katy se manteve calada, ligou apenas o som, curtindo a melodia suave que acabara de começar. 

 

(.....)

 

Quando chegou em casa, Lizzie foi logo em direção ao seu quarto, sem esperar que Katheryn dissesse nada, a menina não falou nem com Rihanna que estava esperando as duas na porta. 

 

- O que houve? - Rihanna questionou surpresa, Lizzie nunca a ignorava. - Tudo bem? - fechou a porta, depois que Katheryn já estava dentro. 

 

- Sim. - afirmou com um meio sorriso. - Acho que eu gritei muito com John e ela acabou assustada. 

 

- John? - Rihanna ergueu a sobrancelha. - Por quê? 

 

- Oh! - Katy exclamou, lembrando que Rihanna ainda não sabia que John tinha pegado Lizzie sem a autorização dela. - É que John pegou Lizzie na escola e quando cheguei ela não estava lá, fui na casa dele e acabamos discutindo na frente dela. - Katy colocou a bolsa no sofá, assim que elas chegaram na sala, massageou a própria cabeça. Cansada. 

 

- Katy! - Rihanna exclamou em um resmungo. - Não se briga na frente de criança, qual é! Você sabe disso. 

 

- Olha... - Katy murmurou, suspirando. - Eu não a vi lá. Quando percebi ela já estava lá. Por que não vai lá falar com ela, sim? Não é você que é boa de conversa? - Katy revidou um pouco rude, mas mordeu os lábios em um arrependimento instantâneo. - Me desculpa, eu tive um dia meio ruim hoje. - se aproximou da barbadiana, beijando os lábios dela. - Me desculpe. - sussurrou entre os beijos, arrependida. - De verdade, eu sinto muito. - abraçou Rihanna, quebrando o beijo. 

 

- Eu acho que você está me pedindo desculpas demais esses dias. - Rihanna sorriu um pouco, retribuindo o abraço. 

 

- É porque eu estou vacilando muito. - Katy sorriu amarga. - Eu vou subir pra tomar um banho, quer vir? - mordeu os lábios, completamente maliciosa e Rihanna sorriu, ao sentir as mãos de Katy em suas pernas. 

 

- Não! - Rihanna negou com um sorriso, segurando a mão de Katy. 

 

- Eu não acredito que você está me recusando! - Katy deu um tapa leve na perna de Rihanna. - Eu sou bonita pra caramba, sabia? - Rihanna gargalhou, segurando o rosto de Katy com as mãos e beijou rapidamente os lábios dela. 

 

- É claro que eu sei disso. Acha que eu me casei  com você por quê? - ironizou. - Porque você não é uma pessoa legal. - brincou.

 

- Você é uma pessoa terrível. - Katy retrucou aos risos. Sabia que Rihanna estava brincando. 

 

- Eu vou falar com Lizzie, talvez ela queira conversa. - Rihanna falou uma pouco mais séria dessa vez. - Depois eu te encontro na banheira. 

 

- Se eu ainda estiver lá. - Katy se afastou, piscando para a mulher que sorriu. 

 

A barbadiana subiu as escadas rapidamente, encontrando Lizzie sentada em sua cama, com a cabeça apoiada no travesseiro, olhando para o teto. 

 

- Está tudo bem? - Rihanna sentou-se na cama, ao lado dela. - Fiquei triste que você nem falou comigo quando chegou. 

 

- Titia? - Lizzie virou o rosto para Rihanna, encarando-a. - Acha que está tudo bem se eu não quiser passar esse fim de semana no papai? 

 

- Hey, por que isso agora? - Rihanna perguntou um pouco perdida. - Katy ficou brava com seu pai hoje, mas está tudo bem, os adultos ficam bravos algumas vezes. - sorriu, tentando animar Lizzie. - Melhora essa carinha, não gosto de lhe ver triste, sim? 

 

- Eu não quero mais ir. - Lizzie sentou-se na cama, suspirando. - Acho que papai está errado. 

 

- Não foi legal ele pegar você na escola sem avisar ninguém hoje, mas ele queria passar um tempo com você. - Rihanna fez um carinho suave no cabelo da menina. - Sua mãe é muito preocupada, às vezes Katy surta um pouco, você sabe. 

 

- Mas eu não gostei de ver ele empurrando mamãe na parede. 

 

- O quê? - Rihanna calou-se um pouco, tentando entender aquela nova informação. - Como assim, querida? - Rihanna perguntou, prestando mais atenção dessa vez. 

 

- Ué, titia, eu vi. - Lizzie deu de ombros, abraçando mais o travesseiro. - Ele ficou bravo com ela.

 

- Lizzie... a vida é complicada. - Rihanna murmurou, fazendo um carinho suave no cabelo da menina. - Eu nem sei o que falar para você. - suspirou verdadeira. - Escute, não vai mais acontecer isso, ok? Eu prometo para você. - Rihanna se inclinou o suficiente para beijar a cabeça de Lizzie. - Vou falar com a sua mãe, vai ficar tudo bem.

 

- Diga ao papai que eu não quero vê-lo esse fim de semana. - Lizzie voltou a falar e Rihanna soltou um suspiro cansado. 

 

- Tudo bem, eu vou falar. - afirmou. - Descanse um pouco, meu bebê. - Rihanna beijou novamente a cabeça da menina. - Amo-te. 

 

- Amo você. - Lizzie respondeu, apertando a mão de Rihanna uma última vez antes da barbadiana levanta-se. 

 

Rihanna caminhou até seu quarto, chamando por Katheryn que não respondeu. Mas Rihanna ouviu o barulho de água no banheiro e caminhou até lá. 

 

- Amor, que história é essa... - Rihanna se calou e mordeu os lábios, observando Katheryn nua dentro da banheira. 

 

- E aí, você vem? - Katy levantou a perna, gargalhando. - Que foi, amor? Tá tensa? - Rihanna sorriu um pouco, coçando a nuca. 

 

- Eu não estou não. - murmurou, tirando sua própria roupa lentamente. 

 

- Olha ela! - Katy exclamou, sorridente. - Linda. 

 

Katheryn observou Rihanna tirar suas roupas e entrar dentro da banheira, sorrindo. 

 

- Você é tão bonita. - Katy elogiou, olhando a barbadiana do outro lado da banheira. - Tão linda. - mordeu os lábios, beijando Rihanna que sentiu o corpo entrar em uma espécie de colapso. 

 

- Eu sei. - Rihanna sorriu um pouco, mordendo o lábio inferior de Katheryn e o puxando. 

 

A banheira estava pela metade de água quente, Rihanna estava sentada com as costas em contato com a porcelana gelada, e Katheryn estava entre as pernas dela. Rihanna tentava fazer uma massagem suave nos ombros de Katheryn, ora beijava ali, ora mordia. Já Katy, só aproveitava o carinho que recebia e passava as unhas com leveza na perna de Rihanna, subindo e descendo.

 

- Isso era pra ser um banho relaxante. - Katy murmurou sorrindo. 

 

- Vai ser relaxante, isso que importa realmente. - Rihanna sussurrou no ouvido de Katy. 

 

A mão da barbadiana agarrou o seio direito de Katheryn, que gemeu baixinho e colocou sua mão por cima da mão de Rihanna, em busca de mais contato. A mão livre de Rihanna puxou com força o coque frouxo do cabelo de Katy, desfazendo o nó. Beijou e mordeu o pescoço de Katy, agora que estava com mais acesso ao local. Katheryn suspirou fundo, se aproximando ainda mais de Rihanna e virou-se, ficando de frente para a mulher. Rihanna mordia os próprios lábios e só parou parar começar a beijar Katy, enquanto os seios das duas entravam em contato. As mãos de Katy percorriam a cintura fina de Rihanna, puxando-a para mais perto ainda. Katy gemeu quando Rihanna mordeu seu lábio inferior, deslizando sua mão para a intimidade de Katy, que fez o mesmo, aproveitando que a situação poderia dar prazer a ambas no mesmo instante. 

 

Katheryn masturbava Rihanna lentamente, Rihanna fazia o mesmo, aumentando o ritmo aos poucos. 

 

Rihanna podia sentir Katheryn ao seu redor, quente, apertada e sua. De mais ninguém, nunca. Apenas sua. 

 

Katy gemeu um pouco mais alto quando sentiu toda a tensão se esvair de seu corpo em um orgasmo calmo. Katheryn aumentou a velocidade em que masturbava Rihanna, acrescentando mais um dedo e viu a barbadiana morder os lábios quando também atingiu seu limite. As duas sorriram se olhando. 

 

- Eu amo banhos de banheira com você. - Katy mordeu os lábios, encarando Rihanna que a olhou com um sorriso no rosto.

 

- Eu amo você. - Rihanna respondeu, passando a mão pelo rosto de Katy. - Você não ideia do quanto eu amo você. - sorriu um pouco, tirando os fios de cabelo molhado do rosto de Katheryn. - Queria que você soubesse. 

 

- Ei, eu sei. - Katheryn respondeu, segurando a mão de Rihanna que estava em seu rosto. - E eu amo você também. - Rihanna sorriu sem humor, assentindo com a cabeça. 

 

Depois de tomarem banho realmente, as duas apenas jantaram, sem Lizzie que alegou não está com fome e Katheryn achou melhor não forçá-la a comer nada. Depois Katy apenas deu um banho na filha, e foi para o seu quarto, pronta para dormir.

 

Rihanna já estava deitada na cama, lia um livro qualquer quando Katheryn deitou-se ao lado dela. 

 

- Tive que acordar Lizzie para dar banho e depois colocá-la para dormir novamente. - Katy falou com uma risadinha. - Você precisava ver a carinha que ela me olhou. 

 

- Imagino. - Rihanna murmurou com o pensamento um pouco distante, ela fazia carinho no cabelo ainda úmido de Katy. - Amor, Lizzie me contou o que aconteceu na casa de John. Você não ia me falar? 

 

- Foi bobagem, Rihanna. - Katy deu de ombros. 

 

- Eu não gosto disso. - Rihanna comentou, continuando com o carinho suave no cabelo de Katy. - E eu não acho bobagem o ex-marido da minha mulher ficar empurrando-a na parede, ainda mais na frente de criança. 

 

- Foi insignificante. - Katheryn afirmou novamente. - Não me machucou. 

 

- Eu queria que você tivesse me falado. - Rihanna rebateu. - Insignificante ou não. Eu queria saber por você. 

 

- Saber pra quê? Não foi nada. - Rihanna não respondeu. - Às vezes a gente precisa apenas superar as coisas. - Katy deu de ombros e Rihanna suspirou impaciente. 

 

- Você não entende como isso é grave? - Rihanna sentou-se na cama, encarando Katy. 

 

- Isso não... - Rihanna interrompeu. 

 

- É grave sim, tá legal? - a barbadiana passou a mão no cabelo. - Eu vou falar com John. 

 

- Falar o quê? Pare de procurar confusão. - Katy bateu as mãos na cama. 

 

- Não sou eu que estou procurando confusão. - Rihanna rebateu, ainda calma. - Ele que está. Queria ver se John tivesse uma namorada e eu a agredisse em algum lugar. 

 

- John não me agrediu. Pare de criar uma tempestade em uma tampinha, pelo amor de Deus. - Katheryn resmungou. - Esqueça isso. 

 

- Eu estou lidando com os problemas antes que eles virem uma tempestade. - Rihanna  corrigiu.

 

- Depois não venha dizer que eu não te avisei. - Katheryn falou, virando-se ao lado aposto de Rihanna. - Boa noite para você! 

 

(......)
Dia seguinte // Estúdio de Katy // 10:33 am.

 

- Tem uma cliente para você. - Anna entrou na sala de Katheryn, que ficava no segundo andar do estúdio. - Solta o cabelo, por favor. - Anna falou, reprimindo uma gargalhada. - Solta o cabelo, tá cheio de vermelho aí. - Anna gargalhou, vendo as bochechas de Katy ficarem vermelhas enquanto ela desfazia o rabo de cavalo. - Tudo bem, Katheryn, todo mundo faz sexo. Não precisa ter vergonha.

 

- Ah, me deixa, Anna! - Katy sorriu um pouco, ainda envergonhada. - Quem é que quer falar comigo? - Katy fez uma careta, abrindo rapidamente sua agenda e checando se tinha alguma cliente marcada. - Eu não marquei nada com ninguém hoje. E eu estou ocupada aqui, tenho...

 

- Ela disse que só fala com você e só sai quando conseguir falar com você. - Anna falou rápido. - O que eu digo para ela? 

 

- Nada. Eu mesma vou. - Katy murmurou e levantou-se. - Obrigada, Anna. 

 

Quando Katy desceu as escadas e bateu o olhar em sua cliente, não acreditou no que viu. Ela teria voltado correndo para sua sala se Jennifer não a tivesse visto antes.

 

- Oi, Jennifer. - Katy falou, quando se aproximou o suficiente. - Não me lembro de ter marcado nada com você essa manhã. - Katy brincou, quebrando o clima. 

 

- Irina pediu que eu viesse. 

 

- Vamos pra minha sala. - Katheryn rebateu um pouco rude, tensa. Subiu as escadas rapidamente com Jennifer logo atrás dela. - Podemos conversar melhor aqui. 

 

- Gostei do ambiente. - Jennifer sorriu, observando a sala. 

 

- O que Irina quer? Eu liguei para ela. Não vou mais. - Katheryn falou logo, deixando claro que todo o assunto que ela tinha com Irina estava encerrado. 

 

- Ela queria que eu perguntasse se você está bem. - Jennifer falou calma, cruzando as pernas. - Olha, Katheryn, ela ficou preocupada desde que ela falou com sua mulher. 

 

- Diga para ela que eu estou ótima, obrigada. - Katy falou somente o necessário e Jennifer sorriu de lado, mexendo no cabelo. 

 

- Katy... - mordeu os lábios. - E a Dance To Kiss você realmente não vai? - Jennifer colocou as mãos na mesa, suspirando. - Você queria ir. O que aconteceu?!

 

- Eu não posso, ok? Eu não quero! - Katy afirmou. - Eu não posso criar uma crise em meu casamento. Eu estou fora, desculpe, Jennifer. 

 

- Você seria um sucesso lá, sabe disso. - Jennifer insistiu. 

 

- Eu não vou. - Katheryn repetiu com mais firmeza desta vez. - Entenda: Eu estou fora. 

 

- Você está fora porque Rihanna mandou, não é? - Jennifer questionou debochada. - Rihanna não muda. Ainda é a mesma egoísta e mandona que eu conheci na faculdade. 

 

- Você não a conhece. - Katheryn falou firme, mordendo os lábios. - E eu não vou deixar você entrar aqui no meu estúdio para ofender minha mulher. 

 

- Ei, calma que eu vim em missão de paz. - Jennifer ergueu os braços, sorridente. 

 

- Eu agradeço a preocupação de Irina, mas não vou. Talvez um dia eu possa aparecer lá para assistir vocês. - Katy comentou, gesticulando. - Mas dançar não. 

 

- Tudo bem. - Jennifer levantou-se, pegando sua bolsa. - Não precisa me levar até a porta. Eu vejo você por aí? - abriu os braços, esperando Katy para um abraço.

 

- Deixe que o Destino decida. - Katy brincou, abraçando Jennifer. 

 

- Pense um pouco melhor, querida. - Jennifer sussurrou, quando estava com Katheryn envolvida em seus braços. - Pense melhor. - sussurrou novamente, depositando um beijo muito suave no pescoço de Katy, que ficou parada sem reação alguma enquanto Jennifer deixava sua sala. 

 

(......)
Em casa // 19:54 pm.

 

Hoje Katheryn havia chegado em casa mais cedo que Rihanna, o que era muito raro. A barbadiana sempre costumava chegar mais cedo e pegar Lizzie na escola, mas não hoje. Katheryn estava com medo de que Rihanna tivesse ido atrás de John. 

 

- E está pronto. - Katheryn exclamou para a filha, colocando o pudim na geladeira. - Agora temos que deixar aqui por algumas horas. Depois do jantar já vai estar perfeito.

 

- Eu acho que eu aprendi a fazer, eu prestei muita atenção. - Lizzie comemorou sorrindo. - Eu amo cozinhar com você, mamãe. 

 

- Eu te amo tanto. - Katy beijou a cabeça da filha. - Olha, eu acho que Rihanna chegou. - Katheryn avisou ao ouvir o barulho da porta sendo aberta, desceu Lizzie do balcão da cozinha e caminharam para o hall de entrada, e pra surpresa de Katheryn, Rihanna não estava sozinha. 

 

- Tamara. - Katy falou abraçando a amiga, depois depositou um beijo suave em Rihanna. - Que bom te ver. Veio pro jantar? 

 

- Não avisou a ela? - Tamara questionou Rihanna, que mordia os lábios enquanto segurava Lizzie no colo. 

 

- Me avisar o quê? 

 

- Lizzie, fique com Tamara, ela trouxe umas coisas legais para vocês. - Rihanna beijou a cabeça da menina e puxou Katy pela mão na direção da escada. - Eu recebi um convite hoje... 

 

- Para viajar de novo? - Katy perguntou e puxou sua mão do aperto de Rihanna. 

 

- Não, garota! - Rihanna sacudiu a cabeça, puxando Katheryn pela mão novamente. - Pra uma festa com uma galera da faculdade, olha, nós vamos! 

 

- Eu não conheço seus amigos da faculdade. - Katy falou, quando as duas já estavam finalmente no quarto. 

 

- Mas vai conhecer hoje. - Rihanna falou óbvia. - Minha amiga Leandra que organizou tudo. - Rihanna falava enquanto tirava a própria roupa. - Ela fechou uma boate por essa noite, pra essa festa. - a barbadiana sorriu. - Eu quero muito que ela conheça melhor você. Leandra tem uma ideia muito errada sobre você, meu amor. 

 

- Que ideia errada? - Katy cruzou os braços e engoliu um seco, olhando Rihanna apenas de peças íntimas. 

 

- Ela pensa que você é louca e desequilibrada. 

 

- Então, ela está certa. - Katy deu de ombros, desviando o olhar. 

 

- Ei, pare já com isso! - Rihanna se aproximou de Katy, segurando o rosto dela com as duas mãos. - Já falei para você parar com essa merda de ficar se diminuindo, você é incrível. Eu odeio quando faz isso. - beijou com suavidade os lábios de Katheryn. 

 

- Tudo bem, nós vamos... - Katy resmungou e Rihanna sorriu, comemorando. - Por que você está tirando a roupa toda? 

 

- Eu vou tomar banho. Tamara ficará com Lizzie - Rihanna deu de ombros. - Eu vou estar linda essa noite. Quero que todos aqueles carinhas que cursavam junto comigo e falavam que eu não conseguiria me formar, me vejam hoje. - Rihanna mordeu os lábios. - Quero que eles vejam como eu estou rica e me casei com o tipo de mulher que eles só pegariam em seus sonhos mais distantes. 

 

- Você é cruel. - Katy sorriu, observando Rihanna piscar enquanto ia para o banheiro. 

 

- Depois que eu tomar banho você vem! - Rihanna gritou, fechando a porta.

 

- Por que eu não posso entrar com você? - Katy perguntou próxima da porta, maliciosa. - Me deixa entrar? - pediu, ao notar que a porta estava trancada. 

 

- Se você entrar aqui, ninguém vai tomar banho, use o banheiro de Lizzie, amor. Vai lá. - Rihanna falou sorrindo, sabia das intenções de Katheryn. 

 

- É a segunda vez que você me recusa essa semana. Cê tem outra? - Katy perguntou e sorriu baixo ao ouvir Rihanna destrancar a porta. 

 

- Tá falando sério? - Rihanna abriu a porta. 

 

- Não, eu só queria te ver nua. - Katheryn gargalhou da careta de Rihanna. - Você precisava ver sua cara. 

 

- Katy, vai tomar banho, vá logo. - Rihanna empurrou Katy para longe da porta, com cuidado. - Meu Deus, parece criança. - resmungou enquanto trancava novamente a porta. 

 

(.....)
21:47 pm.

 

- É aqui mesmo. - Rihanna entrou na boate segurando a mão de Katheryn. - Ela disse que seria só uma festinha para os mais próximos. 

 

- Será quanto que ela pagou para fechar aqui por uma noite? - Katy sorriu, beijando a bochecha de Rihanna. 

 

- Ei, cadê sua aliança? - Rihanna segurou na mão de Katy. 

 

- Ah, está aqui. Eu tirei para tomar banho, sabe como eu sou. Não consigo ficar com nada enquanto tomo banho. - Katy sorriu, abrindo a bolsa de mão pequena que ela carregava e colocando o anel novamente.

 

- Eu não quero vê-la sem esse anel nem por um segundo. Me ouviu? - Rihanna falou séria, mostrando sua mão para Katheryn. - A minha está aqui, fique com a sua. 

 

- Ei, calma. - Katy sorriu. - Acho que você precisar relaxar um pouco mais. - Katy brincou e recebeu um olhar severo de Rihanna. - Eu estou brincando, amor. Mas.. eu acho que não é o momento, não é? - Rihanna não respondeu, apenas entrou na boate segurando na mão de Katy e sorriu ao ver Leandra. 

 

- Ei, Leandra! - cumprimentou ao se aproximar da amiga. - Trouxe Katy. 

 

- Eu não te vejo desde do ano novo, né, Katheryn? - Leandra falou, abraçando Katy, que sorriu. 

 

- Bom te ver. - Katy sorriu. 

 

- Querem beber algo? - Leandra ofereceu. - Eu já estou indo no bar, posso trazer. 

 

- Não, eu não quero nada. - Katy negou, sorrindo um pouco. 

 

- Eu também não. - Rihanna negou, pegando Katy de surpresa. 

 

- Então, eu vou lá e volto logo. - Leandra saiu andando e logo sumiu no meio das luzes piscantes. 

 

- Como assim você não vai beber nada? - Katheryn olhou para Rihanna. - Você sempre bebe algo.

 

- Mas hoje eu decidi que vou apenas olhar, assim como você. - Rihanna sorriu, beijando Katy. - Isso se chama apoio moral. 

 

- Te amo. - Katy sorriu, abraçando Rihanna. 

 

Depois de algumas músicas e de muito Rihanna se vangloriar em cima de seus ex-colegas de faculdade que não acreditavam nela, Rihanna já tinha bebido um pouco e dançava na pista com pessoas que Katheryn não tinha se enturmado. 

 

- Não lembro de você na faculdade. - um rapaz sentou-se ao lado de Katy, bebendo. - Me chamo Thomaz. 

 

- Eu não estava lá. - Katy deu de ombros. - Katheryn. 

 

- Hm... - ele resmungou. - Então, você veio acompanhando quem está noite, Katheryn? 

 

- Rihanna. 

 

- Oh, então você é a mulher da Fenty. - Thomaz sorriu, bebendo toda sua bebida em um único gole. - Eu a odiava. 


- Por quê? - Katy o olhou sorrindo. - Ela é ótima. 

 

- Oh, claro que é. - debochou. - Naquela época, eu brigava muito com todo mundo. 

 

- Talvez o problema fosse você. - Katy revidou, deixando Thomaz calado por algum momento. 

 

- É, quem sabe. - sorriu um pouco. - Posso te pagar uma bebida? 

 

- Eu não bebo. - Katy sorriu da expressão do homem. - E você já sabe que eu sou casada. - piscou para ele, séria. 

 

- Não custa tentar. - Thomaz sorriu. - Afinal, não é todo dia que eu encontro uma mulher linda em um bar, que não bebe e não usa aliança. 

 

- Eu uso aliança. - Katy rebateu sorrindo, procurando a aliança em sua mão. - Meu Deus. 

 

- O quê? Perdeu? 


Notas Finais


Quem nunca perdeu um anel de extrema importância quem nunca


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...