História Teus Olhos Azuis. (TOA) Delena - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Enzo, Giuseppe Salvatore, Hope Mikaelson, Isobel Flemming, Jeremy Gilbert, John Gilbert II, Klaus Mikaelson, Lilian "Lily" Salvatore, Malachai "Kai" Parker, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Amor, Bonezo, Delena, Família, Klaroline, Romance, Serie, Tvd
Visualizações 64
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Nos vamos ter


P.O.V Autora

Um ano depois.

Um ano havia se passado, o caso da garota havia sido esquecido, a menina hoje na faculdade sabia que tinha suas preocupações em casa, já não morava mais com os pais. Tinha sua vida própria, morava com a filha em um pequeno apartamento em um bairro sem luxo, se sustentava com o dinheiro que ganhava na lanchonete, pouco porem o que ajudava muito.

A vida havia mudado, porem não tinha levado os sentimentos. O delegado havia feito a diferença na vida não só dele mas também da jovem menina, o envolvimento com a prima da menina não havia lhe feito bem. Com os problemas em sua casa tomou a guarda da filha, uma menina linda de cabelos negros que corria pelo parque enfrente a lanchonete onde a jovem trabalhava todo dia indo para escola.

O dia havia amanhecido frio, o dia do grande recital de balé da escola das havia chegada, Elena como toda mãe e professora estava preocupada para tudo dar certo, corria dentro de casa como uma louca checando se tudo estava certo, a ultima checada deu a certeza, pegou a filha nos braços e saiu pela porta seguindo ao grande salão.

No outro quarteirão Damon, também checava se estava tudo certo, não havia se acostumado com a filha no balé, a menina sempre fora com a mãe, mas depois do termino tudo mudou. A menina cantava alegremente no banco de trás do carro com um sorriso no rosto cantava a musica que havia ensaiado a dias.

[...]

-Estou nervosa faz tanto tempo que não me apresento. -Comentou pondo a filha no chão que correu para as amigas, Rebekah a loira que a olha com um sorriso no rosto respirou fundo.

-Pense bem Elena e só uma apresentação não a porque ficar nervosa, você sempre soube dança. -Disse a loira passando a mão no braço da garota.

-Turma 1, 2 e 3  por favor. -Disse a organizadora

-Vamos meninas em fila. -Disse a loira, Elena colocava a sapatilha sentada em um banquinho, quando foi surpreendida por um abraço da filha.

-Boa sorte querida. -Um abraço e um beijo foram dado a menina que correu para alcançar a fila

P.O.V Elena

Respira disse a mim mesma antes de entrar no palco. Subi no palco com o olhar fixo no chão, minhas bochechas coraram meu nervosismo bateu mais ainda, a musica começou a soar, meu coração acelerou, minhas mão soaram. Com a batida das musicas os passos surgiram, as mão de Collin seguram minha cintura, os passos surgiram.

Meu olhar se elevou a um ponto fixo, olhos azuis no meio da plateia me chamou atenção, o sorriso foi um belo mostruário da saudade. O grito da plateia me fez olhar pro lado, minha pequena menina dando seus passinhos de balé, sorri e segurei sua mãozinha a acompanhado, ao final da musica me agachei abraço a minha menina. As lágrimas desciam sem dor, entre o riso, o abraço e a emoção.

-Você foi linda. -Rebekah disse vindo em minha direção. -Gostou da minha surpresa?

-Isso foi ideia sua!? Meu Deus Rebekah você me fez borra minha maquiagem. -Disse rindo e a abraçando.

-Tia meu papai que falar com você. -Susani disse puxando minha saia.

Susani era uma menina adorável tinha 2 anos, os cabelos castanho e os olhos pretos o que  ressaltava sua beleza, a segui indo direto a um lugar mais reservado sem muitas pessoas, me aproximei vendo Damon com um sorriso lindo nos lábios, seus braços se abriram em um abraço apertado, não havia percebido que sentia tanta falta dele.

-Não sabia que tinha um filha. -Disse sorrindo -Ela um anjo

-Sim, e meu anjinho. -Ele disse olhando a filha -Sua apresentação foi linda.

-Obrigada. -Sorri sem graça -Como anda as coisas?

-Estão seguindo.  Soube que não esta morando mais com seus pais.

-Estou fazendo faculdade e trabalhando queria o meu lugar, queria começar a minha vida. -Disse vendo as crianças correr. -Julia não faz isso. -Repreendi a menina que puxava o cabelo da outra

-E professora das meninas? -Perguntou me olhando

-Apenas da turma 3. Porem sempre ajudo Rebekah na turma 1. -Sorri

-O que acha de sair pra tomar um café? Eu você e as meninas. -Ele perguntou me olhando

-Um café e uma coisa que eu não nego. Só preciso trocar de roupa. -Disse e ele afirmou, sai de seu lado e fui para o vestiário troquei de roupa, peguei minha bolsa e sai. -Vamos Camilla. -A chamei e ela correu pulando em meu colo, pus o casaco nela.

-Como você ta grande. -Damon disso passando a mão no cabelo de Camilla.

-Quem e mamãe? -Camilla perguntou me olhando

-E o Delegado querida, amigo da tia Kathe. -Disse ela olhou para ele de novo.

-Não lembro. -Damon sorriu e me olhou

-Tudo bem. -Ele disse passando a mão no cabelo dela -Vamos então? -Afirmei e ele pegou Susani que brincava com meu cabelo

O caminho ate o café foi silencioso, Damon me olhava de canto uma vez ou outra, seu sorriso era notável. Quando chegamos no café pedimos uma mesa reservada, fizemos nossos pedidos e ficamos ali naquele silencio que machucava.

-Então, como vão as coisas na delegacia? -Perguntei sem muita importância

-Estamos avançando, descobrimos um suposto lugar onde Steven pode esta morando. -O nome do Senhor me fez ter um arrepio, respirei fundo e fechei os olhos, a mão de Damon tocou a minha, o mesmo fez um leve carinho. Apoiei minha cabeça em seu ombro relaxando o corpo -Vamos pegar ele, eu prometo.

-Espero. -disse, nossos cafés chegaram, ficamos entre conversas e risos quando uma barulheira se fez presente na frente do café, me levantei rápido procurando Camilla. -Damon cade as meninas? -Perguntei

-Na piscina de bolinha, por quê? -Disse me olhando

-Elas não estão lá. -Disse saindo da mesa com Damon atrás de mim. -Licença, você viu duas meninas que estavam brincando aqui?

-Elas saíram a pouco menos de 5 minutos com um cara alto, loiro e de barba. -A atendente disse

-Damon. -vi tudo preto, meu corpo gelo me senti mole. Segurei seu braço.

-Elena. -Ele me chamou. -Olha pra mim.

-Quero minha filha de volta. -Disse

-Nos vamos ter nossas filhas de volta.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...