História Texting Camren - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Cabello, Camila, Camren, Fifth Harmony, Jauregui, Lauren
Exibições 900
Palavras 3.689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para compensar o hot que eu interrompi kkkkkkkkkkk

Capítulo 46 - I Do/Futebol Americano


Lauren POV

- Karla Camila Cabello Estrabão, você aceita se casar comigo?

Fiquei olhando para Camila esperando por uma resposta, mas ela parecia em estado de choque. Me olhava com os olhos arregalados, a boca entreaberta e se eu não visse seus ombros subindo e descendo lentamente, pensaria que ela havia parado de respirar. Comecei a entrar em pânico. E se ela não aceitasse? E se ela falasse que era cedo demais? E se...? Meus pensamentos foram interrompidos quando o baque do seu corpo se chocando ao meu me trouxe de volta à Terra.

- Eu aceito! É claro que eu aceito! Eu te amo Lauren Jauregui.

Senti um alívio, como se tivessem retirado de minhas costas um enorme peso. Abracei Camila com toda força possível, como se eu quisesse provar que as leis da física estavam erradas e que dois corpos podem ocupar o mesmo espaço.

- Você aceita mesmo?! - perguntei ainda sem acreditar.

- É claro que aceito, meu amor, você ainda tem dúvidas de que eu não fosse aceitar?

Um sorriso brotou nos meus lábios e eu me peguei admirando a beleza de Camila, me perdendo naqueles olhos castanhos.

- O que foi Lo? - perguntou após eu a estar encarando por um longo tempo sem dizer nada.

- Você... É tão linda. - falei quase que num sussuro.

Vi o rosto de Camila ganhar uma leve coloração vermelha. Eu a havia deixado envergonhada, e, por Deus, aquilo a deixava ainda mais linda. Coloquei uma de minhas mãos em sua bochecha, iniciando ali um leve carinho. Camila levou sua mão de encontro a minha e fechou os olhos, aproveitando a carícia.

- Eu te amo Camila. Meu Deus, como eu te amo. - falei e vi um enorme sorriso nascer em seus lábios.

Lentamente fui de encontro a sua boca, que se encaixou perfeitamente na minha. De início era quase somente um roçar de lábios, mas logo pedi passagem com a língua. Fui ao céu e voltei. Nunca iria superar o fato do beijo dela me deixar de pernas bambas. Suas mãos foram de encontro a minha nuca e as minhas foram para sua cintura. Sem interromper o beijo fui andando para frente até chegarmos no sofá. De repente uma ideia me surgiu a cabeça.

- Camz... - falei entre o beijo. - Amor... 

- O quê? - perguntou impaciente.

- Lembra daquele dia das algemas...?

Camila abriu um sorriso malicioso e concordou balançando a cabeça.

- Sim... Por quê? Quer repetir a dose?

Me levantei e a deixei sentada no sofá me olhando curiosa.

- Lembra do que você fez comigo...? - perguntei com uma voz sedutora enquanto tirava minha blusa.

- S-sim... - gaguejou.

- Se lembra de não ter me deixado te... Tocar? - perguntei me inclinando e sussurando a última palavra em seu ouvido.

Ouvi Camila engolir em seco e concordar com a cabeça novamente.

- Lembra de ter me perguntado se eu fui uma má garota? - perguntei abrindo os botões da calça e ficando apenas com minha lingerie.

Camila engoliu em seco novamente.

- Eu...

Ri baixinho do seu estado e continuei a falar:

- Acontece que a única pessoa que foi má aqui foi você, e por isso, acho que merece um castigo...

- Qu-que castigo?

- O mesmo que você me deu, você só vai observar. Vou te fazer um showzinho.

Sentei em seu colo e rebolei lentamente. Camila soltou um gemido baixinho e tentou colocar suas mãos em minha cintura, mas eu logo as retirei.

- Só toca quando eu mandar... Enquanto isso aprecie a vista.


Camila POV

Lauren se sentou na outra ponta do sofá e abriu as pernas, me permitindo ter uma perfeita visão de sua calcinha já extremamente molhada. Ela sorriu para mim mordendo seu lábio inferior e ergueu sua mão direita e levou dois de seus dedos até sua boca, sugando-os lentamente. Minha boca foi ao chão com aquilo.

- Caralho...

Lauren levou seus dois dedos em direção ao seu sexo e por dentro da calcinha inicou movimentos circulares em seu clitóris. Ela gemeu roucamente e jogou sua cabeça para trás, levando sua outra mão ao seu seio esquerdo, massageando-o e apertando o bico excitado. Sabia que minha calcinha agora estava em um estado deplorável. Céus, Lauren era meu céu e ao mesmo tempo meu inferno.

- Vem cá... - me chamou, cessando os movimentos.

Levei alguns segundos para acordar do transe em que estava e ir até ela. Uma vontade absurda de beijá-la me dominou. Quando fui aproximar meu rosto do seu ela me impediu, segurando meu queixo.

- Espera. Primeiro, chupe! - ordenou levando seus dois dedos até minha boca.

Gemi ao fechar os lábios em volta de seus dedos. O gosto de Lauren era simplesmente maravilhoso.

- Me faça gozar daquele jeito gostoso que só você sabe fazer. -  Lauren sussurou no meu ouvido para depois lamber meu lóbulo e mordê-lo.

Gemi baixinho com isso e olhei para ela que me encarava com um sorriso malicioso. Empurrei seu corpo de volta no sofá e com um movimento rápido rasguei sua calcinha. Separei suas pernas e, literalmente, caí de boca no seu sexo. Lauren gemeu alto quando circulei com a língua seu clitóris. Ergueu seu quadril numa numa tentativa de obter mais contato com a minha língua.

- Isso... Caralho Camz, ah... Delícia de boca.

Lauren gemia cada vez mais alto a medida em que eu chupava, lambia e sugava seu clitóris. De repente uma ideia surgiu em minha cabeça e eu me afastei dela.

- Mas que porra... - Lauren me fuzilou com os olhos por ter parado.

- Eu quero fazer uma coisa. - falei me levantando e me despindo.

O jeito que Lauren me olhava, como se estivesse me comendo com os olhos me excitou ainda mais. Me deitei no sofá e a chamei com um movimento do meu dedo indicador.

- Sobe aqui. - pedi e Lauren passou a perna direita por meu quadril, ficando sobre minha barriga. - Mais para cima. - pedi novamente a puxando para a colocar no lugar que eu queria.

- O que você vai faz... Aaaaaah Camilaa... - Lauren praticamente gritou quando seu clitóris roçou no meu mamilo.

Sorri com sua reação.

- Gostou? - perguntei ajudando-a nos seus movimentos.

Lauren só concordou com a cabeça antes de soltar outro gemido. Ela rebolava lentamente em meu mamilo. Gemi alto quando Lauren levou sua mão para trás e começou a me masturbar. A medida que os movimentos de sua mão aumentava, o seu rebolado também. Lauren fechou os olhos com força e com os lábios entreabertos estava claro que ela estava quase gozando. Só com essa visão senti aquela conhecida dorzinha se concentrando em meu ventre, anunciando que eu também estava quase lá. As pernas de Lauren começaram a tremer e ela arqueou as costas gemendo ainda mais alto quando seu orgasmo chegou. Segundos depois foi a minha vez. Lauren deixou seu corpo cair sobre o meu e eu a abracei, acariciando suas costas.

- Uau... - foi tudo que ela conseguiu dizer.

- Eu sei... 

- Minha noiva. - disse olhando nos meus olhos.

- Só sua.


Dois dias depois...


Lauren POV

- TOUCHDOWN!!!! - gritou Dinah.

- Shhhh... Fala baixo Dinah. Se a Camila...

- LAUREN!

Olhei feio para Dinah que me deu um sorriso amarelo.

- LAUREN MICHELLE, SE VOCÊS ESTIVEREM VENDO A DROGA DO JOGO EU QUEBRO ESSA TELEVISÃO NA SUA CARA! 

Camila tinha me encarregado de arrumar a mesa para o almoço. Dinah se ofereceu para me ajudar, mas na verdade ela queria assitir ao jogo, e acabou que foi isso que ficamos fazendo o tempo todo enquanto Camila e Normani cozinhavam. 

- Fodeu! 

Me levantei num pulo e Dinah foi logo atrás, desligando a televisão. Corremos até a mesa, que está lotada de papéis e outros objetos. Escutei passos se aproximando e a única coisa que eu poderia fazer naquele momento era rezar.

- Lauren, acho bom você... VOCÊ NÃO ARRUMOU ESSA MESA AINDA?!

- Depende do ponto de vista... - falei tentando amenizar o clima, mas surtiu efeito contrário.

- O que foi que você disse? - Camila perguntou quase que rosnando.

- Foi culpa da Dinah, amor, eu juro!!

- O quê??? Não acredite nela Chancho!

- Sabia que estava muito estranho você querendo ajudar a Lauren. NORMANI!!! 

- Fodeu! - falou Dinah.

- O que aconteceu Mila?

- Sua namorada ao invés de estar ajudando com o almoço estava assitindo futebol com a Lauren.

Normani fuzilou Dinah.

- Amor, eu só queria ver o placar... - Dinah tentou explicar.

- Pra cozinha, agora Jane! 

Dinah abaixou a cabeça e seguiu Normani até a cozinha, me deixando à sós com Camila. Sorri para ela que me olhava com a cara fechada.

- Se a Ally e o Gabriel chegarem aqui e encontrarem essa casa assim, diga adeus ao sexo por um mês. - falou e voltou para a cozinha.

Engoli em seco e fui correndo arrumar a mesa. 

- Que noiva brava que eu fui arrumar...  


Mais tarde...


- Pronto, o peru  já está assando. - disse Camila.

- Sabe gente, eu estava pensando... - começou Dinah - Que tal se a gente jogasse futebol americano enquanto esperamos? Eu costumava jogar com a Lauren, mas faz tempo que não jogamos.

-Aii eu quero, nunca joguei. - disse Camila toda empolgada.

- Você marca a Ally então. - falei rindo.

- Ha, ha, ha, que engraçado. - falou Ally.

- Posso entrar nessa brincadeira também? - perguntou Gabriel.

- Claro, aí serão 3 contra 3! - respondi.

- Podemos jogar naquele campo aqui perto. - sugeriu Dinah.

- Então vamos rápido! - falei.

Fomos para o campo e chegando lá fiquei trocando arremessos com Dinah.

- Amor, joga pra mim! - Camila pediu.

- Lá vai. 

Lancei a bola para Camila, um lançamento fácil de ser pego, mas ela só tampou seu rosto e deu um tapinha na bola, deixando-a cair no chão.

- Ouch! - olhou para mim com os braços abertos. - Quase acertou meu rosto! - falou como se eu tivesse culpa.

Olhei para Dinah que ria de mim.

- Então, vamos começar. - falou Gabriel. - Vamos escolher os capitães.

- Da areia? - perguntou Dinah gargalhando.

Gabriel olhou para ela e revirou os olhos.

- Que tal Dinah e eu sermos as capitãs? - perguntei e todos concordaram.

- Eu escolho primeiro! - disse Dinah - Quero o Gabriel!

- Dinah! Eu sou sua melhor amiga! - Camila disse decepcionada.

- Não se preocupe amor, você vai ser escolhida. - falei e ela abriu um sorriso achando que eu a escolheria - Normani!

- Lauren!!! - Camila me chamou indignada.

- Ally! - escolheu Dinah e Camila a olhou com ódio.

- Viu amor, agora eu escolho você. - falei sorrindo.

- Você não me escolhe, você vai ter que me engolir. Eu fui a que restei. - falou emburrada.

- Então, vamos jogar da lata de lixo até o poste de luz, tudo bem? - perguntou Dinah e todos concordamos. - Ok, dois toques e podem começar, vocês vão precisar. - disse me provocando.

- Escutem, temos 28 minutos até eu ter que ir olhar o peru. - falou Normani.

- Ah, como nos jogos profissionais... - brincou Dinah - Time, agrupar!!


Narrador POV

Ally e Gabriel se juntaram a Dinah.

- Ai que legal, meu primeiro agrupamento. - Ally disse animada. - Ok, o que vocês acham do noivado Camren?

- Ally, você sabe o que está fazendo né?  - perguntou Dinah. 

- Sim!

- Ok, o Gabriel vai pegar e nós duas vamos bloquear.

- O que é "bloquear"? 

- Você não disse que sabia o que estava fazendo? - Dinah perguntou um pouco irritada. 

-Pensei que era da vida. - Ally respondeu inocentemente.

Dinah revirou os olhos e disse um "vamos" para sua equipe. Enquanto isso, do outro lado do campo, Lauren apoiava a bola em seu pé para que Normani a chutasse, mas ela acabou acertando o pé de Lauren.

- Filha da... Caralho Mani! - Lauren choramingou.

- Desculpa!! Acho melhor nós só arremessarmos.

E com isso se deu início ao jogo. Normani arremessou e Gabriel pegou a bola.

- Vai, vai, vai! - disse Dinah.

Lauren foi para cima de Gabriel que fingiu ir para um lado, e, quando Lauren achou que iria derrubá-lo, ele foi para o outro e Lauren caiu no chão enquanto ele marcava o primeiro ponto da partida.

- PONTO!! Sete a zero! - comemorou Dinah.

- Amor, você tá bem? - Camila foi até Lauren e ela só acenou com a cabeça e se levantou irritada. 

- Perdedores andam! - Dinah disse para Lauren.

- Perdedores falam. - Lauren retrucou.

- Na verdade eles rimam. - Dinah disse rindo.

Depois da leve troca de farpas, eles retornam ao jogo. Lauren se posiciona e manda a bola para Normani enquanto Camila corre.

- Aqui, aqui! - Camila pede pela bola.

Normani lança a bola em sua direção e Camila a deixá cair no chão e volta animada com os braços abertos dizendo:

- Eu quase peguei! - comemora.

- Ótimo, agora está 7 a quase 7. - Normani disse irônica.

Camila não percebeu sua ironia e vibrou com aquilo. Lauren se reuniu a elas e disse:

- Mani, nessa jogada quero que você corra pela direita, tudo bem?

- Ok!

- Então vamos!

- Espera, e eu? - perguntou Camila.

- Você...? - Lauren pensou em algo que Camila pudesse fazer sem tocar na bola - Você corre longe.

- O quão longe? - Camila perguntou inocentemente.

-Até nós ficarmos bem pequenos.

- Certo! Vamos! - Camila disse animada.

Ally mandou a bola para Gabriel que entregou para Dinah. Ela faz o lançamento para Gabriel que corre para tentar pegar a bola, mas esta passa longe.

- Vamos lá pessoal, segundo down. - falou Dinah batendo palmas. 

- É o terceiro down. - falou Lauren. 

- Não, é o segundo. - Dinah disse novamente. 

- Uau. - disse Lauren. 

- Uau o quê?

- Ainda me impressiona que você use truques assim.

- Que truque? É o segundo down.

- Ok, é o segundo down. - Lauren disse com sarcasmo - Pegue todos os segundos downs que você quiser. - falou se virando de costas para Dinah. 

- Eu ouvi isso!

- Bem, eu falei alto.

Dinah abriu a boca em descrença e se virou irritada.

- Mani, eu quero que você faça uma jogada pela esquerda, e Camz...

- É, eu sei, corra longe. - Camila falou chateada - A única coisa que faço é correr e voltar para o agrupamento. - reclamou. 

- Você quer ficar ali fora? - Lauren sugeriu como se aquela fosse a única alternativa. 

- Pode me emprestar por um segundo? - Camila pediu apontando para a bola. 

- Claro. - disse Lauren entregando a bola para ela. 

Camila pegou a bola, olhou-a por uns segundos e jogou ela na cabeça de Lauren, dando as costas para ela depois, deixando-a sem reação.

- Vamos lá gente, está empatado. - Dinah fala para seu time. 

Ally manda a bola para Dinah e corre. A campainha toca e Ally pega a bola que Dinah arremessou de volta para ela. 

- Ai meus peitos! - Ally reclamou do impacto.

- Corra Ally, corra! - Gabriel e Dinah gritaram. 

Ally começou a correr e Camila até tentou a parar, mas foi em vão. 

- TOUCHDOWN!! - gritou Ally e foi comemorar com Dinah e Gabriel. 

- Não, não, não... Quando soa a campainha não vale. - falou Lauren. 

- Depois do snap! - disse Dinah.

- Antes do snap! - retrucou Lauren. 

- Depois! - falou Gabriel. 

- Antes! - disse Normani. 

- Isso realmente importa? - perguntou Camila.

- SIM! - todos disseram em uníssono.

- Mas eu fiz um touchdown. Foi meu primeiro touchdown. - disse Ally.

- Ally, isso é ótimo, mas não valeu. - falou Lauren.

- Valeu sim! - Dinah disse.

- Ladra, ladra, sai da quadra. - Lauren cantou. 

Dinah a fuzilou antes de responder:

- Tudo bem,  talvez você não tenha crescido, mas eu sim. 

- Ah, ok. - Lauren disse com sarcasmo. 

- Perna morta! - Dinah chutou a perna de Lauren que começou a mancar gemendo de dor. 

- Tudo bem, se quer ganhar roubando vá em frente. Ally, o touchdown valeu, você venceu. 

- Não! Eu não vou passar por isso com você de novo Lauren! Quero te vencer sem reclamações. Acabou o primeiro tempo e está empatado. - Dinah falou. 

- Eu não jogo com quem rouba! - rebateu Lauren.

- Está com medo de perder Jauregui? 

 Lauren olhou furiosa para Dinah. 

- Vamos jogar! 

- Nós não vamos comer nunca?! - reclamou Camila. 

Dinah olhou séria para ela e foi se reunir com seu time. Tudo estava indo bem até isso acontecer: Dinah lançou a bola e Lauren recebeu, começando a correr. Dinah correu em sua direção, derrubando-a no chão. Deixou Lauren caída, se levantou e saiu limpando as roupas.

- Que porra foi essa?! - Lauren perguntou furiosa. 

- O quê? - Dinah se fez de desentendida - Eu toquei em você e você caiu. - justificou. 

- Tudo bem, você quer pegar pesado vamos pegar pesado.

A partir daí começou uma guerrinha entre os times. Dinah recebeu a bola e mandou para Gabriel que marcou. Ele começa a comemorar e Normani pula em cima dele, o derrubando e comemorando logo em seguida em cima dele. Em outro lance, Dinah se posicionou para pegar a bola arremessada e Lauren chegou por de trás dela, abaixando suas calças e aproveitando do susto de Dinah para pegar a bola e marcar. Depois Ally, numa tentativa de parar Lauren, agarrou em sua cintura e ficou a rodeando enquanto gritava. Enquanto tudo isso acontecia, Camila os observava do outro lado do campo, entretida em seu chiclete.


Alguns minutos depois...


Lauren chama seu time para se reunir e Camila aparece com um sanduíche em mãos.

- Onde arrumou isso? - Lauren perguntou. 

- Eu corri bem longe...

- 42 a 21, igual ao peru a Lauren já era. - cantou Dinah. 

- Você escolheu primeiro, seu time é mais forte. - Lauren justificou.

- Isso é patético, por que você não aceita que estamos ganhando porque eu sou melhor que você?

Lauren faz um barulho nasal e fecha a cara. Dinah a imita antes de dizer:

- Nossa, que argumento, exalar. Certo, eu vou provar pra você. Troco o Gabriel pela Camila e ganharei mesmo assim.

- Fala sério...

- Com medo?

- Ok, Camz, vá com a Dinah. Gabriel vem comigo. - disse Lauren. 

- Eu não acredito que você está me trocando. - Camila disse incrédula. 

- Vem Mila, vem ver como é estar num time vencedor. 

- Vai me deixar jogar? - Camila perguntou com um bico em seus lábios. 

- Ok, vamos mostrar quem manda aqui. - Dinah disse fugindo da pergunta. 

- Vamos lá pessoal, não temos tempo e estamos perdendo. - falou Lauren. 

- Nós não vamos perder. - falou Normani. 

- Está 42 a 21. - disse Lauren. 

- Droga, eu gostava dessa diferença. - reclamou Gabriel. 

- Vocês vai ficar batendo papo ou vão jogar? - perguntou Dinah. 

Lauren mostrou o dedo do meio para ela e então continuaram a partida. O time de Dinah passou a usar táticas não muito comuns. Gabriel estava indo marcar um ponto, ele passou por Ally, mas deu meia volta e ficou olhando para ela que havia levantado sua blusa. Aproveitando que Gabriel estava hipnotizado, Ally tomou a bola de suas mãos. Na sua segunda tentativa, Gabriel fechou os olhos e continuou a correr, mas acabou caindo em um arbusto. Vendo que isso não iria mais funcionar, quando Gabriel estava novamente com a bola Camila pulou em suas costas e Dinah e Ally seguraram as pernas dela, tentando parar Gabriel, que foi arrastando-as até marcar o ponto.

- Falta um minuto e meio e estamos perdendo por dois pontos. - falou Dinah.

Enquanto isso, para provocá-la, Lauren chamou seu time para um high five coletivo e uma dancinha da vitória. Dinah bufou e continuou a falar:

- Ally, vamos repetir aquele passe. Camila, corra longe.

- Não, me usa, eles nunca me marcam! - pediu Camila. 

- Tem uma razão para isso. - falou Dinah.

- Eu não sou ruim, eu posso fazer algo. - insistiu - Me deixa arremessar, eu também estou no jogo. 

- Deixa ela arremessar. - pediu Ally. 

- Está bem. - Dinah concordou - Passe por trás e depois lance para Ally.

- Obrigada! - Camila agradeceu.

- Vamos!

Ally passou a bola para Dinah que passou para Camila. Lauren, Gabriel e Normani foram para cima de Camila que se assustou e saiu gritando para fora do campo, dando a volta nele por fora e entrando por outro portão. Assim que ela viu Dinah a sua frente gritou "pega!" e jogou a bola para Dinah, acertando seu rosto.

- Aaaaai!! 

- Desculpa!! Você está bem?

- Não, eu não estou bem! - Dinah disse irritada.

- Eles iam me pegar e eu não sabia o que fazer...

- Faltam 30 segundos! - comemorou Gabriel. 

- Vamos depressa, não temos tempo. - falou Dinah reunindo seu time.

- Ah, é nosso último agrupamento. - lamentou Ally.

- Certo, Ally abra e Camila corra longe.

- Ok... - Camila disse com uma voz chorosa.

- Vamos!!

Ally mandou a bola para Dinah e correu, sendo marcada por Gabriel e Normani, Camila correu ficando sem marcação nenhuma e Lauren correu em direção a Dinah. Dinah olhou para Ally que não tinha condições para receber a bola e depois para Camila que estava com as mãos levantadas, pedindo pela bola. Dinah sem saber o que fazer, fechou os olhos e mandou a bola para Camila antes do corpo de Lauren se chocar com o seu. Camila olhando para a bola se posicionou para agarrá-la e conseguiu, fazendo Dinah e Ally comemorarem enquanto Lauren, Gabriel e Normani olhavam sem acreditar. Camila abriu um sorriso e jogou a bola no chão. 

- EU CONSEGUI! TOUCHDOWN! GANHAMOS!! - saiu comemorando com seu time.

- Isso é engraçado... - começou Normani - Na verdade a linha final começa naquele poste. Então falta 1,5m, ou seja, nós ganhamos!

Lauren e Gabriel começaram a comemorar até Ally se manifestar:

- Espera, me expliquem então. Se ninguém parou a Camila o jogo continua?

Todos pararam de fazer o que estavam fazendo e olharam para a bola largada no chão. Todos se jogaram na bola enquanto gritavam:

- Solta!

- Solta!

Lauren e Dinah permaneceram agarradas na bola enquanto os outros se levantaram.

- Gente, chega! - falou Normani - Não importa quem ganha ou perde.

Lauren e Dinah ignoraram Normani e permaneceram na mesma posição. Camila se lembrou do peru, e olhou as horas, vendo que já tinham dado os 28 minutos. Eles voltaram para a casa, deixando as duas agarradas na bola. Elas ficaram assim até cair uma tempestade,  obrigando-as a correrem de volta para a casa, chegando ensopadas, tornando-as assim a piada do resto do dia.


Notas Finais


Kkkkkkkkk empolguei com esse capítulo.
Até o próximo
Amo vcs 😂❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...