História Thank you for everything - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Gune, Guto, Malhação
Visualizações 213
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente! Volteeeii 😁😁😁

Espero que gostem!!!!

Capítulo 5 - Aqui? ... Agora!


Fanfic / Fanfiction Thank you for everything - Capítulo 5 - Aqui? ... Agora!

(Benê e Guto já estavam na casa dos Sampaio.)

(Eles vão pro quarto e decidem tomar um banho e logo após, Guto sai com seu calção de pijama e Benê pega uma camisola de Samantha emprestada.)

(Guto havia trago dois sanduíches da cozinha e Benê já estava na cama.)


Guto: Quer assistir algum filme, amor?

Benê: Quero.

Guto: E qual o tipo de filme você quer ver?

Benê: Aquele romance que lançou a pouco tempo.

Guto: Oque a menina se perde e depois de 20 anos o cara procura por ela? (se deitando na cama e se cobrindo.)

Benê: Esse mesmo.

(Guto procura pelo filme, o acha e coloca pela opção de iniciar. Abraçou Benê.)

Guto: Não vou cansar de repetir que eu senti sua falta.

Benê: E eu a sua, Guto.

Guto: Posso te perguntar uma coisa?

Benê: Pode.

Guto: Quais são os motivos pelos quais você me ama?

Benê: Tá querendo uma jura de amor? (Guto responde com a cabeça que sim.) Não tenho mais tanta dificuldade de me expressar mas...

Guto: Por favor?! (fazendo biquinho com a esperança de que Benê se derreta.)

Benê: Tudo bem então. Eu amo as suas perfeições; amo suas imperfeições; amo como você tenta ser participativo em outra classe que não é a sua, e isso sempre dá certo; amo sua paixão pelo piano; amo seu sorriso conjunto das suas covinhas enfim... Eu te amo por você ter me mostrado o amor.

(Guto dá um selinho em Benê.)

Guto: E quer saber o porquê de eu te amar tanto? (Benê responde com a cabeça que sim.) Eu era um cara arrogante, vivia dentro da minha própria bolha, daí veio você e amoleceu esse meu coração de pedra.

Benê: Eu amo você simplesmente porque você existe.

Guto: Eu também te amo. Amo cada partícula de você e do que você é.

(Benê o beija.)

(E depois que eles acabam de ver o filme, eles dormem agarradinhos.)


(No dia seguinte, Benê acorda Guto com um selinho.)

Benê: Bom dia!

Guto: Eu morri?

Benê: Não. Você tá vivo aqui do meu lado. Por que a pergunta?

Guto: É porque eu acho que fui pro céu e agora tô vendo um anjo.

(Encantada com o elogio de Guto, Benê lhe dá mais um selinho.)

Guto: Quantas horas?

Benê: 8 da manhã. Porquê?

Guto: Fala sério né, amor? A gente chegou da festa do seu irmão às 3 horas da manhã, fomos dormir às 5 horas... A gente mal dormiu.

Benê: Mas, meu amor... A manhã de hoje tá linda. E eu pensei que a gente podia aproveitar.

Guto: Mas eu quero aproveitar essa manhã sim. Dormindo juntinho de você.

Benê: Mas é que eu não tô com sono.

Guto: Então faz cafuné em mim? Eu queria cair no sono de novo com você me fazendo carinho.

Benê: Faço. Mas com uma condição.

Guto: Qual?

Benê: Que você me prometa que vai sair comigo hoje mais tarde.

Guto: Tudo o que a minha menina normal quiser. (selinho.) Agora faz um cafunezinho no seu Guto, vai?! (fazendo biquinho.)

(Benê apenas ri da atitude de Guto e lhe faz o cafuné que ele queria. O mesmo adormece.)


(Mais tarde...)

(Eram meio dia. Guto e Benê vão pra cozinha preparar algo pra comer e dão de cara com Samantha e MB.)

MB: Boa tarde, belos adormecidos!

Gunê: Boa tarde!

Samantha: Bora fazer um piquenique no parque?

Guto: Eu acho uma boa. E quem mais vem?

MB: Geral vem. As fours, os boys dela...

Guto:Eu topo.

Benê: Eu também. Daí eu aproveito e dou uma corridinha por lá. E você vai correr comigo né? (olhando para Guto.)

Guto: Pra ficar do seu lado eu faço qualquer coisa. Mas te acompanhar vai ser pedir demais né? Você é praticamente uma maratonista.

Benê: Prometo que vou correr no seu limite, amor. (dando um selinho em Guto.)

Samantha: Então partiu, casal?

Gunê: Partiu.


(No parque...)

(A turma se separou em duas légua: meninos e meninas.)


(Meninas:)

Lica: Para tudo Brasil! Gunê voltou com força total?

Tina: Que fofos!

Keyla: E conta amiga, como foi?


(Meninos:)

Jota: No elevador?

Anderson: 'Carai tiu'.

Tato: Isso é que é reconciliação à primeira vista que mata direito a saudade hein?

(todos os meninos riram.)

Felipe: Nem preciso falar que você tá feliz né mano?

Guto: Muito.


(Meninas:)

Benê: Eu tô feliz, meninas.

Ellen: Que bom, Benê. Aquela escorrida da Isabella não conseguiu acabar com o amor de vocês dois.

Benê: E por falar nela, ela ainda mora por aqui?


(meninos:)

Guto: Espero que a Isabella tenha dado uma pausa de criar confusões.

Felipe: Soube que ela recebeu uma punição dos pais e tá 'pianinha'.

Jota: Ainda bem né?

Tato: Eu nunca falei com ela, mas percebi que ela não é flor que se cheire.

Anderson: Pode crer, apercebi isso também mano.

Guto: Mas o que importa é que tudo o que a Benê e eu sofremos ficou pra trás e agora é só seguir em frente. Só eu e ela.


Samantha: Chegamos! (disse ao lado de MB.) (Eles haviam ficado com a função de comprar mais coisas pro piquenique. Então voltaram cheios de sacolas.)

Benê: Vamos correr, Guto?

Guto: Vamos. (Disse se levantando, tirando a camisa e começando a correr junto com ela.)


(Guto e Benê corriam num ritmo simétrico.)

(À medida em que avançavam, muitas meninas olhavam para Guto.)

Benê: Elas não param de olhar pra você né?

Guto: Quem?

Benê: Essas meninas. Olhando pro seu abdômen como se você não tivesse namorada.

Guto: Tá com ciúme?

Benê: Ciúme? Eu considero um cuidado meu.

Guto: Assume vai, amor?! É ciúmes.

Benê: Tá e se for? (parando de correr e fazendo com que Guto também pare.)

Guto: É que não precisa. Esse abdómen aqui é seu. (Levando a mão dela até lá.)

Benê: E como eu posso saber disso?

Guto: Vem cá. (A puxando em direção ao seu carro.)


(No carro de Guto...)

(Eles se beijavam desesperadamente, Benê já estava sem a regata verde-água que estava usando no piquenique, deixando seu sutiã azul-celeste à mostra.)

Benê: Espera, Guto. (ofegante.)

Guto: O que? (também ofegante.)

Benê: Aqui?

Guto: Agora. (beijando o pescoço dela.)

Benê: Mas a gente tá num local público sabia?

Guto: Mas ninguém vai ver. As portas estão travadas e o vidro é totalmente preto do lado de fora. Nada impede a gente de fazer amor. Só se você não quiser. Você quer fazer?

(Mesmo com vergonha do local, Benê sentiu um calor estremecer o seu corpo. Então se rendeu ao desejo, beijou Guto.)


(E assim eles ficaram dentro daquele carro, consumindo o desejo de ambos e alcançando o objetivo de Guto: Mostrar à Benê que ele era dela e de mais ninguém. E mesmo sem saber, Benê acabou provando o mesmo: Ela era dele e de mais ninguém.)


Notas Finais


Bom é isso...😊 Até a próxima!! 💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...