História Thank you for everything - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Gune, Guto, Malhação
Visualizações 342
Palavras 1.143
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - A confirmação


Fanfic / Fanfiction Thank you for everything - Capítulo 7 - A confirmação

Alana: Acaba com esse suspense, Benê.

Benê: Positivo. O resultado deu positivo. Mais de 2 meses de gravidez.

(Alana foi a primeira a abraçar Benê.)

Alana: 'Beautiful'! Aposto que o meu sobrinho ou sobrinha vai ser tão lindo ou linda quanto você e o Guto.

(Logo após, as fours a abraçam dando os parabéns para a amiga, mas Benê ainda estava perplexa.)

Lica: E aí? Quando você vai contar a novidade pro papai do bebê?

Benê: Eu não vou contar.

Keyla:Oi?

Tina: Como assim Benê?

Ellen: O Guto é o pai e tem o direito de saber.

Benê: Mas é que eu tenho medo.

Tina: De quê?

Benê: Da reação dele.

Lica: Seja como for, ele não tem o direito de ficar bravo. Você não fez esse filho sozinha.

Keyla: E além do mais a gente sabe que o Guto é completamente apaixonado por você, Benê.

Lica: E ele vive repetindo que quer casar com você...

Tina: E ainda deixou em ênfase "o mais breve possível."

Ellen: E ainda disse que deseja que você dê 3 filhos pra ele.

Benê: Sim, eu sei. Eu também quero me casar com ele e no máximo ter um filho com ele. Mas no futuro. Eu tinha outros objetivos. Eu não cogitei a possibilidade de uma gravidez. Eu ainda não tô pronta pra maternidade.

Alana: Vem cá, cê não vai fazer que nem as outras mães desesperadas que abortam né?

Benê: Tá louca, Alana? Claro que não. É o meu filho. (passando a mão na barriga.) Mas eu não sei se eu vou ser uma boa mãe pra ele.

Eliza: Você tá grávida, Benê?

Josefina: Que história é essa, Benedita?


(As duas haviam chegado juntas no galpão pois a mãe de Guto havia visitado a mãe de Benê.)


Benê: Mãe? Eliza? É que... É que eu...

Alana: Esquece, Benê. Não tem como disfarçar. Tia Jose, Tia Eliza... O Guto engravidou a Benê.

Eliza: Mas vocês não se preveniram?

Benê: Não.

Josefina: Você ainda tem 20 anos, Benedita. Como será que cê administrar a sua carreira com essa gravidez? (em um tom um pouco bravo.)

Benê: Eu não sei mãe. Eu não sei. Eu só sei que eu tô com medo. Tô com medo de perder tudo o que eu conquistei, eu tô com medo da reação do Guto. Mas principalmente, eu tô com medo de não ser uma boa mãe pro meu filho. (Caindo em lágrimas.)

Josefina: Desculpa, filha! É que eu fui pega de surpresa. E claro que você vai saber cuidar do seu filho. Você já tá até se preocupando com ele. (Abraçando Benê.)

Eliza: Fica tranquila! (Também abraçando Benê.) Tá certo que isso aconteceu antes do planejado. Mas saiba que eu tô muito feliz porque o meu netinho ou netinha tá aí dentro da sua barriga. Que bom que o Guto escolheu você! Falando no Guto, ele já sabe?

Benê: Ainda não. Uma hora ou outra ele vai ter que saber né?

Josefina: Isso é verdade.

Eliza: E nada de ficar adiando hein?

Benê: Pode deixar. Hoje a noite eu conto pra ele.


(Mais tarde no quarto de Guto e Benê...)

(Benê estava apreensiva.)

Guto: Como foi lá com as meninas?

Benê: Foi tudo bem. Eu vou tomar um banho e depois eu quero te contar uma coisa muito séria. Uma coisa não, aliás alguém.

Guto: Nossa, e eu conheço?

Benê: Não. Na verdade nem eu. Só daqui um tempo. Bom daqui a pouco eu te explico tudo. (Indo pro banho.)

Guto: Tá bom meu amor.


(3 minutos depois que Benê estava no banho, Guto entra no banheiro e vê a namorada nua no chuveiro.)

Guto: Será que eu posso ir até aí me juntar à você?

Benê: Deixa de ser bobo.

Guto: Um bobo que te ama e que queria muito tomar esse banho com você. Mas eu tenho que ensaiar um pouco mais. Quando você sair,que tal se a gente tocasse juntos?

Benê: Acho uma boa.

Guto: Quer que eu já pegue suas partituras pra gente tocar.

Benê: Quero sim.

Guto: E onde ela tá?

Benê: Na minha bolsa.

Guto: Posso pegar?

Benê: Pode.

(Guto sai de seu banheiro e volta pro quarto. Visa a bolsa de Benê, a abre e acha as partituras, mas sem querer, deixa a bolsa cair, espalhando pelo chão tudo o que ali dentro estava.)

(Guto começou a pegar tais coisas e as colocar dentro da bolsa até que viu algo que roubou totalmente sua atenção.)

(De volta ao banheiro...)

Benê: O teste... O teste tá na bolsa... O Guto vai ver. Droga! (desligando o chuveiro, se secando rapidamente, colocando uma blusa de manguinha e um short e indo imeditamente pro quarto.)

Guto: Um teste de gravidez? E positivo? A Benê tá com enjoo esses dias... O corpo dela mudou... (pra sí mesmo incrédulo.)

Benê: Guto, Guto! A bolsa... (Até que foi interrompida.)

Guto: Tava com medo que eu achasse isso? (Mostrando o teste pra Benê.)

Benê: Guto eu...

Guto: Era isso que você queria me contar depois que saísse do banho? Eu vou ser pai? Você tá carregando o nosso filho aí dentro da sua barriga? (com a expressão séria.) Responde, Benê. O teste de gravidez é seu mesmo? Você tá grávida?

Benê: É meu sim. Eu tô grávida de você.

Guto: A gente vai ter um filho?

Benê: Ou uma filha.

Guto: E desde quando você sabe disso?

Benê: Desde hoje. Eu não tinha desconfiado disso ha algumas semanas. Não mesmo. As meninas foram quem me alertaram por causa dos meus sintomas como enjoo com frequência, desejos de comidas estranhas, a minha menstruação atrasada.

Guto: Eu percebi que você tava mesmo com esse enjoo ha muitos dias, e até percebi que você tava com esses desejos estranhos.

Benê: E percebeu também que eu dei uma engordada né?

Guto: É, mas eu não quis te falar pra não te magoar. Se bem que isso não faz a mínima diferença pra mim, eu te amo de qualquer jeito. Mas pra todos os efeitos, eu achava que você tomava pílula.

Benê: E eu tomava. Ha 3 anos antes da gente terminar.

Guto: Eu vou ser papai? (emocionado.)

Benê: É. Olha Guto, eu sei que essa gravidez foi precoce. Mas eu... (Foi interrompida por Guto que deu-lhe um beijo.) E o que foi isso? (Surpresa.)

Guto: Um beijo. Um beijo com amor.

Benê: Mas você não ficou bravo?

Guto: Com o que? Você não fez esse bebê sozinha. É o nosso filho. Eu tô um pouco assustado afinal eu não tava esperando por ser pai agora. Mas eu tô muito feliz. Muito mesmo.

Benê: Eu também tô muito feliz. Mas e se eu não for uma boa mãe?

Guto: Como assim? E por que não seria?

Benê: Não sei, mas é porque eu tenho medo de que ele sofra no futuro. Pelo meu autismo. Porque eu sou doente.

Guto: Você não é doente. Tira isso de uma vez por todas da sua cabeça. Você é a garota mais especial que eu já conheci. E eu tenho certeza de que o nosso filho ou filha vai ter muito orgulho de ter você como mãe, assim como eu tenho orgulho de ser o seu namorado.

Benê: Eu te amo!

Guto: Eu também te amo! Amo vocês dois. (passando beijando a barriga de Benê e logo após, dando dois selinhos na mesma.)


Notas Finais


Então é isso flores!!!😁😁 Até a próximaaaaa!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...