História Thanks For The Memories. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Kaisoo
Exibições 35
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá ^~^ cá estou eu, uma semana depois postar a introdução (não parece, mas aquilo foi uma introdução)
Boa leitura~~

Capítulo 2 - Você não presta


Fanfic / Fanfiction Thanks For The Memories. - Capítulo 2 - Você não presta

 

Chegamos na festa por volta das nove e vinte, estava MUITO lotada. Ainda bem que não tenho fobia de lugares cheios, porque caso contrário já teria tido uma crise aqui. Falando em crise...

 

- Kai você trouxe a sua bombinha de ar, certo? - eu já sabia a resposta, mas é bom perguntar.

- Já disse para você não me chamar de Kai, Soo. - ah, ele já estava querendo mudar de assunto. Safado.

- Não tente mudar de assunto, você esqueceu, não é mesmo? - ele fez uma cara de arrependimento. - Kim JongIn, quantas vezes quantas vezes terei que lhe dar uma bronca por isso? Quantos anos você tem? Cinco? - já estava ficando aborrecido. Poxa, ele sabe muito bem o que pode acontecer caso ele fique com falta de ar, e mesmo assim ele esquece a bendita bombinha! Ainda mais quando estamos em uma festa: um lugar abafado, com gente pra caralho.

- Soo, eu juro que iria trazê-la, estava dentro do bolso da minha jaqueta. Mas ai eu pensei que não fosse necessário trazer a jaqueta, já que estaria quente o suficiente aqui. Me desculpa, de verdade. - disse pegando em minha cintura, puxando-me para perto de seu corpo. Não consegui resistir ao jeito manhoso que ele falava.

- Tudo bem, mas dá próxima vez que nós formos sair, eu mesmo pego a bombinha e taco ela na sua cara, está me ouvindo?

Ele riu sonoramente - Estou Soo. - e então beijou meus lábios levemente. Quase tivemos uma D.R, e agora estamos em um momento fofo, no meio de uma festa. Irônico.

- VÃO PARA UM MOTEL!

Ah, estava demorando.

Saí dos braços de JongIn e vi: ChanYeol, BaekHyun, SeHun e LuHan vindo em nossa direção. Tinha que ser. JongIn riu e os cumprimentou, fiz o mesmo em seguida.

- SeHun você não pode falar nada, ou pensa que aquele dia em que vocês dormiram lá em casa eu não ouvi os gemidos do LuHan enquanto Soo e eu estávamos tentando dormir?

JongIn não presta, é a má influência de SeHun e ChanYeol.

Nunca vi LuHan ficar tão vermelho quanto agora. Todos riram, obviamente, nem eu me segurei desta vez.

 ~Flashback on~

- SeHun, nós dois já vamos dormir, o Soo está com muito sono. - JongIn disse enquanto eu já estava no banheiro escovando os dentes, na verdade eu estava praticamente dormindo em pé, tamanha lerdeza em que eu escovava.

- De boa, boa noite para vocês.

JongIn desejou boa noite para ele e LuHan, e veio para o quarto. Eu já estava deitado, quase dormindo, porém, assim que ele deitou ao meu lado, perdi o sono. Então ficamos conversando sobre coisas aleatórias até eu ficar com sono novamente. Alguns minutos depois, ouvimos uns barulhos suspeitos vindo do quarto de hóspedes. Eu e JongIn nos entreolhamos, eu estava corado e ele estava se segurando para não dar uma gargalhada.

- Me diz que eles não estão fazendo o que eu estou pensando. - sussurrei.

- Jogando xadrez é o que eles não estão fazendo, né Soo? - riu baixinho.

O pior veio depois.

-Hunnie... ahn... mais forte... ah, mais fundo... Oh Sehun...

 Peguei meu travesseiro e o coloquei em meus ouvidos, em uma tentativa falha de não ouvir mais os gemidos de LuHan. E para completar, começamos a ouvir o barulho da cama batendo na parede. Amanhã eu vou matar esses dois! Na verdade só o SeHun, porque aposto que ele ficou provocando LuHan, e ele cai facilmente na lábia do SeHun.

E assim que eles acabaram, fui dormir pensando em dez maneiras de matar Oh SeHun.

~Flashback off~

- Não acredito que vocês ainda lembram disso - LuHan disse com a voz abafada, pois estava com o rosto afundado no peito de SeHun enquanto abraçava o maior.

- E tem como esquecer? Ah Hunnie, mais rápido por favor... mais fundo! - JongIn disse fazendo uma voz fina para imitar os gemidos do LuHan.

- POR QUE VOCÊS NÃO ME CONTARAM ISSO ANTES? - ChanYeol morria de rir após JongIn contar a história nos mínimos detalhes.

- Eu estava esperando chegar a hora certa. - riu

- Eu já falei que vocês não prestam? - BaekHyun disse rindo.

- Nós sabemos. - ChanYeol respondeu enquanto abraçava BaekHyun de lado.

- Bem, eu vou pegar umas bebidas, Kai, me ajuda? - disse SeHun.

- Você tem duas mãos, SeHun. - dei um soco em seu estômago, ele estava todo soltinho hoje.

- JongIn não custa nada você ajudar o SeHun, vá logo. E ChanYeol vá também.  - disse com a voz firme. E sem dizer mais nada, os três foram.

- Você manda mais no meu namorado do que eu. - disse Baek rindo, e LuHan concordou.

-Conheço SeHun e ChanYeol desde pequeno, e como sou o hyung deles, eu posso.

Alguns minutos depois, eles voltaram. Cada um bebeu algo diferente, JongIn trouxe uma bebida qualquer para mim, já que não tenho preferências. A casa de seu colega da faculdade era enorme, então tinha vários lugares para ir. SeHun logo puxou LuHan para dançar, ChanYeol disse que queria mostrar um lugar para BaekHyun, que eu sei que é algum quarto disponível, porque ChanYeol e BaekHyun são dois coelhos. Restando apenas JongIn e eu, ele me puxou para seu colo, pondo suas mãos em minha cintura.

- O que iremos fazer Soo?

- Eu iria dizer que podemos dormir, mas isso não é possível agora, silêncio é algo que está faltando neste lugar. - disse formando um biquinho em meus lábios, o fazendo rir.

- Soo, tem um lugar lá nos fundos, que pedi para TaeMin reservar para mim e não deixar pessoa alguma entrar.

- E quem é TaeMin? - franzi o cenho.

- Estão falando de mim? - uma voz soou logo atrás de mim.

Tomei um susto tão grande, que quase caí do colo de JongIn, o fazendo rir novamente. Me ajeitando no colo de JongIn pude ver um garoto aparentemente mais alto que eu, magro, de cabelos platinados e um sorriso muito bonito. Ele parecia uma criança. Mas ele também não parecia.

Ah, vocês entenderam.

- Soo, este é meu amigo, TaeMin, dono da festa. TaeMin, como você já sabe, este é KyungSoo, meu namorado.

- Prazer KyungSoo, embora eu já te conheça. - riu.

- Igualmente TaeMin... de onde você me conhece?

-  Tirando o fato de sermos da mesma faculdade, JongIn já me falou de você e eu sempre te vejo nos corredores da faculdade. - sorriu simpático. Que menino feliz, nossa.

- Ah sim. - sorri também. Tinha que parecer simpático, né?

- Bem, não irei mais atrapalhar vocês, vou indo. Ah, JongIn, aqui está a chave. - entregou uma chave para JongIn.

- Muito obrigado Tae. - sorriu.

E esse apelidinho ai? E por que ele chama JongIn pelo nome?

TaeMin deu um último sorriso, e saiu.

-Soo, podemos ir agora.

- Para onde?

- Você verá.


Notas Finais


Olá novamente~~
Espero que tenham gostado, e desculpe se tiver algum erro~~
Eu juro que tentei fazer capítulo grande, mas non consigo, ~invejinha das autoras que escrevem bíblias~ *sorry sorry* *dançando Sorry Sorry do SuJu também* *porque SuJu é vida*

B-joos💞💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...