História That Crazy Kind Of Love - Capítulo 38


Escrita por: ~ e ~baby3girl

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Personagens Originais, Slash, Steven Adler
Tags Axl Rose, Bad Boy, Clichê, Drama, Good Girl, Romance
Exibições 22
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O DUFF BÊBADO É UMA GRAÇA

Capítulo 38 - ~Erin


Fanfic / Fanfiction That Crazy Kind Of Love - Capítulo 38 - ~Erin

Axl POV


Algumas semanas haviam se passado desde o incidente de Slash, e fazia tempos que o Guns N Roses não se apresentava, esse tempinho foi o suficiente para deixar os caras da banda meio que financeiramente quebrados,ou seja, não teríamos Lua de mel tive que contar para Mel,ela aceitou numa boa, disse que no futuro poderíamos viajar para compensar, essa mulher é incrível...


Era mais ou menos meia-noite, a casa estava completamente silenciosa,Flora, Liza e Mel dormiam como anjos, meus olhos quase fecharam, então a campainha tocou, mas que caralhos...


Levantei em um pulo e corri para a porta, abrindo-a rapidamente e resmungando palavrões para quem quer que esteja do outro lado.


-Você está diferente honey!-Não podia ser... Era ela mesmo?


-ERIN?-Perguntei boquiaberto


-A original!-Ela abriu um sorriso diabólico


-O que você quer de mim? Quer sugar mais dinheiro sua vagabunda?-Só não gritei para não acordar minhas garotas.


-É, esqueci que você nunca foi delicado...Mas calma, eu só vim aqui porque senti saudades! Te quero de volta amorzinho!-Ela choramingou


-Pra quê? Para me dar outro processo por violência doméstica com falsas acusações? Ah, Erin, faça me um favor e vai dar seu cu pra lá! -Tentei fechar a porta mas ela me impediu


-Olha aqui, eu estou realmente tentando me controlar, mas só de olhar para você me dá vontade de tacar sua cabecinha na parede!-Eu disse cerrando os dentes


-Tem certeza que não quer nada?-Ela sorriu maliciosa


-Erin, pelo amor de Deus, me deixa em paz-Supliquei


-Fiquei sabendo que você tem até uma namoradinha agora...


-Foda-se o que você ficou sabendo, vai embora da minha casa, stupid bitch!-Gritei com ela


-Ai, meu bem, não precisa gritar comigo...


-O que está acontecendo-Olhei para o lado e vi Mel se aproximando, sonolenta


-Ah oi! Então você é a Sr. Rose? -Erin se aproximou de Mel-Prazer!


Ela apenas me deu uns olhares confusos...


-Vocês são tipo... Namorados de verdade certo? -Ela perguntou à Mel


-O quê? Sim... Não!  Estamos casados!-Mel respondeu mesmo não entendendo nada- Quem é você? -Ela finalmente perguntou


-Uma insignificante!-Gritei e puxei Erin para fora


-Axl! Não a machuque! -Mel veio atrás


-Você não acha que já estragou demais minha vida sua piranha?-Puxei seus cabelos


Erin gemia de dor


-Está vendo isso garota?-Erin perguntou a Mel enquanto eu lhe expulsava de casa- Ele faz isso sempre, ELE TE AMA, DEPOIS TE DESCARTA!-Desferi um tapa em seu rosto


-E O PIOR! ELE AINDA TE BATE! VOCÊ NÃO RESPEITA AS MULHERES SENHOR AXL ROSE!-Em um desequilíbrio de raciocínio,  dei um soco e seu rosto, Mel tentou me parar mas não conseguiu, Erin foi embora chorando...


Mel olhou em meus olhos e chegou bem perto, passou a mão em minha bochecha e entrou em casa.


♣♧♣♧♣♧♣♧


Deitei na cama e tentei me aproximar de Mel, na tentativa de abraçá-la, ela apenas se esquivou, não entendi sua reação


-Algum problema? -Perguntei


-Me explica o que aconteceu lá embaixo por favor?-Senti seu tom de desaprovação e revirei os olhos


-A gente pode por favor, esquecer isso?-Pedi


-Quem era ela?-Ela lançou a pergunta


-Tudo bem, você quer a história completa? Então VAMOS LÁ! -Eu disse meio irritado.-Aquela piranha que estava na porta era Erin, minha ex...Que me acusou de violência doméstica-Mel parecia não acreditar

-Axl, você deu um soco nela-Ela disse 

-Mas Mel...

-Eu não quero discutir, por favor... Só me deixa... dormir. -Ela ficou de costas para mim e adormeceu

Porra! Eu faço tudo errado

□■□■□■□■□■□

Slash POV


-Tá Duff! Para de reclamar e me ajuda!-Pedi impaciente

-Você sabe que fez uma merda gigante né? E que talvez ela não aceite desculpas e você vai ter que partir pra outra!-Ele gargalhou e bebeu mais cerveja

-Eu tô falando sério porra!

-Então deixa de ser viado e vai falar com ela caralho!-Ele disse sereno

-O quê que tá rolando?-Steven disse adentrando a cozinha

-O Slash tá tão zoado com mina quanto você! -Duff gargalhou

-Eu não tô zoado com mina!-Steven se defendeu 

-Então por que você não comendo a Nick agora?-Eu perguntei

-Vão se foder vocês dois-Steven disse meio triste

-Ah não Stee, se você for começar com essa viadagem de ter sentimentos pelas bucetas, pode avisar, porque eu já fico bêbado aqui pra fingir que tô escutando!-Duff disse.

Steven suspirou e saiu da cozinha

-O que você acha de nós ajudarmos nosso amiguinho?-Sussurrei

-O QUE VOCÊ QUER FAZER COM O MEU PAU?-Duff se assustou

-NÃO IDIOTA! O STEVEN!-Gargalhei

-Ah! Como assim?-Fez uma cara de desentendido

-Simples... A gente enche o saco da Nick até ela pegar o Stee! -Eu disse

-Isso não seria meio forçado?-Ele arqueou a sobrancelha

-Não... É só a gente ficar falando as qualidades do Stee pra ela, ela vai ficar meio perdida, mas se a gente irritar mesmo, talvez ela pegue ele!

-Você é doido-Duff riu

-Eu tenho parceiro de crime?-Perguntei

-Com certeza-Duff respondeu rindo












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...