História That's My Girl - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Camreng!p, Laureng!p
Exibições 865
Palavras 2.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


No último capítulo não tivemos muitos comentários oque me chateou bastante. Gente eu não quero obrigar ninguém a comentar, mas comentários são oque motivam o autor, é como saber que realmente estão interessados na sua história, que estão gostando, que estão entendendo e acompanhando de verdade. É bom saber a opinião de vocês sobre os Shippers da história, e sobre todas as coisas que acontecem

Capítulo 39 - Thirty nine


Fanfic / Fanfiction That's My Girl - Capítulo 39 - Thirty nine

 

POV   DEMI

 

Estava na escola, no intervalo, Selena estava abraçada ao meu corpo, acariciava seus cabelos enquanto conversava com Reagan, paramos de falar assim que Bella chegou, atraindo nossas atenções

 

- Vocês não acreditam! -Bella disse- A Emily sofreu um acidente e machucou o ombro 

- Oque? Que acidente? -perguntei confusa

- Não sei direito, eu só sei que agora a gente tá sem a líder da nossa equipe -Bella respondeu

- A Emily era uma ótima jogadora, o campeonato tá quase aí e a gente perdeu ela. Nós estamos ferradas... -Reagan disse suspirando

 

Apenas ouvia oque elas falavam, e elas estavam certas, Emily era ótima no bloqueio e também pra cortar, talvez fosse pelo seu tamanho, ou habilidade mesmo, e agora, iriamos ter que ir ao campeonato sem ela. Olhei em direção ao refeitório cheio, de longe vi uma pessoa que com certeza poderia ser a nossa salvação

 

- É isso! -falei empolgada ao ter uma ideia

 

Minha namorada, Bella e Reagan me encararam confusas

 

- A gente pode chamar a Lauren pro time, vocês sabem como ela queria entrar, e agora que a Emily não é mais a líder pra impedir isso, ela pode entrar -falei animada- A gente só precisa fazer uma votação com as meninas do time, pra ver se elas aprovam 

- Ótima ideia -Bella disse concordando 

- Bem pensado, a Lauren é ótima jogadora mesmo, com certeza ela iria até ajudar a gente a ganhar -Reagan falou

 

Sai dali junto com a minha namorada, a mesma estava quieta demais, diferente de sempre, que ela costuma falar muito, fomos até a biblioteca, aonde ficamos quase todos intervalos, é o lugar favorito da Selena na escola, segundo ela, é o lugar mais calmo, sem todas aquelas pessoas, as falações e a gritaria

Me sentei e ela se sentou na minha frente, deixando o rosto entre as mãos

 

- Oque foi Sel? -perguntei realmente preocupada

- Eu não to me sentindo bem hoje -Selena confessou

- O que você tem? 

- Só dores de cabeça, não é nada demais -ela respondeu calma

 

Selena tinha uma calma que me assustava, ela sempre pensava bem nas coisas, pensava bem antes de falar, diferente de mim, que tenho pouca paciência e as vezes falo coisas sem ao menos pensar antes, ela era tão carinhosa e fofa, já eu sempre fui tão grossa, Selena era totalmente o oposto de mim, e acho que foi isso que me atraiu nela

 

- Vem, vamos na enfermaria, vou ver se tem um remédio pra você lá -falei me levantando

 

Fui até Selena e peguei na sua mão, andamos devagar até a enfermaria, quando chegamos, ela se sentou na maca a pedido da doutora da escola, que é uma jovem estagiária que cuida de pequenos casos. Depois dela ver, e revelar que minha namorada estava com febre, ela disse que iria ligar para os pais dela para irem busca-la

Me aproximei de Selena que estava na maca e fiquei entre suas pernas, abraçando sua cintura

 

- Quando você chegar em casa, pede pros seus pais te levarem no hospital, assim que eu sair do treino de vôlei eu vou pra sua casa -avisei e ela assentiu

- Não precisa se preocupar comigo -Selena falou

- E tem como não me preocupar com você? -perguntei

 

Deitei a cabeça em seu peito, ela começou a acariciar minhas costas. Respirei fundo soltando todo ar depois

 

 

 

POV   LAUREN

 

Terminei de vestir meu shorts das cheerleaders, saí do vestiário e dei de cara com Demi, que estava com o uniforme do time de vôlei

 

- Só vim avisar que a Selena não vai poder vir hoje, ela não ta passando bem. Me espera na porta da escola no fim do treino, preciso conversar com você -ela falou rapidamente

 

Nem tive tempo de responde-la, pois logo Demi saiu praticamente correndo pra fora da quadra, provavelmente indo pra quadra externa, pro seu treino de vôlei

Me virei dando de cara com Alison, sim, ela tinha entrado pra equipe, assim como Hayden, que depois de muita insistência minha, decidiu entrar também, até porque precisavamos de uma garota nova, já que minha irmã saiu das cheerleaders, alegando que iria ter que sair daqui uns meses de qualquer jeito, sorri pra Alison que sorriu de volta, passei por ela e fui parada por Hayden 

 

- Oque você achou? -ela perguntou dando uma rodadinha

- Hum...coube em você -falei perdida

 

Não sabia oque responder, caso elogiasse ela, Camila me mataria, me afastei de Hayden e do restante das meninas pra não arrumar problemas com a minha namorada, me aproximei de Camila que já estava passando a coreografia com as meninas

 

Camila ficava tão sexy dançando com aquela blusa que deixava sua barriga a mostra, e aquela sai curta, a roupa vermelha a deixava mais sexy ainda

 

Voltei pra realidade assim que comecei a ouvir uma gritaria só

 

- Oque elas estão fazendo? -Normani perguntou confusa

- Elas estão discutindo em espanhol -respondi 

- Acho melhor você ir lá resolver, alias, acho que realmente não vai dar certo deixar duas latinas no mesmo lugar -Mani falou

 

Olhei pra cena a minha frente por alguns minutos, resolvi intervir assim que vi que a briga estava ficando séria demais. Me coloquei entre Camila e Santana que estavam cada vez mais próximas e discutiam em voz alta

 

- Puta! -Camila xingou Santana

- Puta es tu madre! -a outra latina disse raivosa

 

Abracei Camila por trás a segurando forte assim que ela ameaçou partir pra cima da Santana, se aquelas duas começassem uma briga séria, com certeza não iriamos ter mais controle

 

- Chega, para as duas -pedi e Camila bufou em meus braços- Santana para de provocar a Camila

- Eu não tenho culpa se a sua chica é estressadinha e... -Santana começou a falar porem a cortei

- Eu não quero saber de quem é a culpa. Vocês querem perder o campeonato pelo terceiro ano seguido é isso? -perguntei

- Essa equipe perdeu porque a gente não estava aqui, agora que a gente chegou, não tem como perdermos -Quinn falou e suas amigas assentiram

- Tem, tem sim como a gente perder fácil, se vocês continuarem brigando, agindo como se não fossem uma equipe é isso que vai acontecer -falei estressada- Nós somos uma equipe, e se vocês querem ganhar, temos que começar a agir como uma, a partir do momento que entramos nessa quadra pra treinar, temos que deixar todas as nossas diferenças e briguinhas de lado

- A Lauren tá certa -Hayden disse concordando comigo- Vocês não podem perder tempo brigando quando o campeonato já estava logo aí 

- Tá bom, eu vou tentar, mas se ela mexer comigo... -Santana falou levantando as mãos

- Já pode me soltar agora Lauren -Camila disse

 

A soltei dos meus braços, ela ajeitou o próprio uniforme, encarou Santana por alguns segundos, e depois, voltamos a ensaiar, sem nenhuma briga, ou impedimento dessa vez

 

 

 

POV   CAMILA

 

Sai do treino junto com Lauren, ela iria me levar pra minha casa, assim que passamos pelas portas da escola, Demi que estava parada encostada em um carro, veio até nós

 

- Oque você queria falar comigo? -Lauren perguntou a ela

- A Emily machucou o ombro, não vai poder jogar mais, a gente tá precisando de uma nova jogadora e todas concordamos em chamar você pra entrar pro time, o que você acha? -Demi falou e Lauren sorriu largamente

- Sério? Isso é demais... -Lauren falou empolgada- Quer dizer, não a parte que a Emily se machucou, claro...

- Isso é um sim? Você vai entrar pro time? -Demi perguntou e Lauren assentiu positivamente- Então aparece na próxima segunda, no treino

- Ta bom -Lauren disse

 

Depois de Demi se despedir de nós, ela foi embora, segui com minha namorada até a minha casa, conversávamos enquanto íamos em direção a mesma

 

- Os treinos da equipe de vôlei são toda segunda? -perguntei e Lauren assentiu positivamente

 

Sua resposta me deixou preocupada, os treinos das cheerleaders também eram de segunda-feira, se ela entrasse pro treino de vôlei, iria ter que parar de treinar com as cheerleaders, e não teria outro dia pra treinarmos, já que o único dia que a sorveteria que a Lauren trabalha não abre, é de segunda-feira

 

- Você vai sair das cheerleaders então? -perguntei preocupada

- Tinha me esquecido desse detalhe -Lauren respondeu- A gente pode ver outro horário pras cheerleaders treinar

- Mas você trabalha o resto da semana toda amor -falei e ela me olhou

- Como eu iria falando, temos que arrumar outro horário, pode ser segunda também, só que mais tarde, depois do treino de vôlei -ela respondeu

- Você vai ficar muito cansada se sair de um treino e for pra outro -disse e parei de andar a olhando- Além do mais, sua mãe pediu pra mim ficar de olho em você, ela disse que você não pode fazer muito esforço, ainda mais com as pernas

- Eu não sinto mais dores nas pernas Camz, eu posso muito bem fazer os dois -ela alegou 

 

Nós duas  voltamos a andar, Lauren insistia que poderia fazer os dois treinos. Chegamos na minha casa e depois de passarmos por Lola, que corria pelo quintal, entramos em casa, iriamos subir quando escuto a voz do meu pai nos chamando, me virei para ele e Lauren fez o mesmo

 

- Sua irmã está no seu quarto te esperando -avisou meu pai- Boa tarde Lauren -ele disse sério

- Olá senhor Alejandro -Lauren falou também séria

 

Lauren não concordava nenhum pouco com meu pai deixar eu e minha irmã de lado e focar apenas no seu trabalho, ela se irritava com o fato dele na maior parte do tempo agir como se Sofia e eu nem existíssemos

Subi pro meu quarto, encontrei Sofia deitada em minha cama, assim que me viu, ela pulou diretamente em meu colo, a abracei forte, a colocando na cama novamente. Lauren se sentou na cama dando Oi pra minha irmã

 

- Eu to brincando de boneca -Sofia disse animada

- Hum, e oque suas bonecas estão aprontando hoje? -perguntei me sentando junto com elas

- Elas não tão aprontando Kaki, elas são princesas, e hoje essa daqui, tá se casando -ela falou levantando a boneca

- Com quem ela esta se casando? -Lauren perguntou soltando uma risada baixa

 

Só então percebi que minha irmã tinha apenas bonecas, não tinha nenhum boneco pra fazer com que estivesse se casando com sua boneca igual ela tinha falado

 

- Eu não tenho um brinquedo menino... -Sofia falou triste- Mas ela tá se casando com um príncipe imaginário

- Porque ao invés de você forçar a cabeça pra imaginar, você não faz ela se casar com essa daqui? -Lauren sugeriu levantando a outra boneca

- Porque não pode, elas duas são princesas, e a princesa tem que ficar com o principe Laur, não com outra princesa -Sofia respondeu rapidamente 

- Mas se as duas princesas se gostarem, elas podem ficar juntas -Lauren falou e Sofia negou com a cabeça

- A princesa fica com o príncipe -minha irmã falou

- A sua irmã é uma princesa, certo? -Lauren perguntou pra Sofia que me olhou e assentiu- E eu também sou, certo?

- Sim -Sofia respondeu assentindo com a cabeça- Então, nós duas somos princesas e nós duas ficamos juntas 

 

Arregalei os olhos ao ouvir as palavras que sairam da boca da minha namorada, se Sofia grava aquilo, sai falando, e chega no ouvido do meu pai, não sei oque ele é capaz de fazer

 

- Você fica com a Kaki? -Sofia perguntou com os olhos arregalados

- Não Sofi, a Lauren ta brincando -respondi acariciando os cabelos da minha irmã- Termina de fazer o casamento da sua boneca que eu vou falar com a Lauren rapidinho

 

Sorri pra minha irmã que sorriu de volta pra mim. Me levantei e chamei Lauren com o dedo, ela se levantou vindo até mim, vi que estavamos afastadas o suficiente da Sofia e comecei a falar

 

- Você não pode falar essas coisas pra ela, ela vai acabar contando pro meu pai -falei aflita

- Amor a Sofi tem que entender que todo amor é válido, ela não pode achar que duas garotas se beijando, ou dois garotos, é errado, ela não pode achar que o certo é um casal hétero. Seu pai não vai ensinar isso a ela, e se a gente não ensinar, ela vai crescer uma criança homofóbica -Lauren respondeu

- Eu sei Lo, mas eu tenho medo, medo do meu pai descobrir -confessei

- Porque todo esse medo? Oque ele faria se soubesse que a gente namora? -ela perguntou

- Eu não sei, isso é o pior, eu não sei oque ele faria, ou oque ele falaria -respondi abaixando a cabeça

- Não fica assim, olha eu não vou mais falar essas coisas pra Sofi, eu respeito seu tempo e suas escolhas, se você não quer que seu pai saiba, por mim ta tudo bem -Lauren disse pegando na minha mão

- Você é perfeita meu amor -falei em voz baixa

 

Lauren sorriu largamente, me deu um breve abraço e nós duas voltamos a brincar com a Sofia 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...