História That's the way it is - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Vhope Jikook Namjin
Visualizações 12
Palavras 1.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii... Como vocês estão?? Espero que bem😊😊
Trouxe mais um capítulo, desculpa qualquer erro!!
Boa noite..
Boa leitura😉

Capítulo 2 - Sua Regra


Fanfic / Fanfiction That's the way it is - Capítulo 2 - Sua Regra

 TAEHYUNG ON

 Acordo e caminho até o banheiro, preciso tomar um banho logo cedo. Depois de acordar Yontae e fazer o café para Yuri, ligo para Yoongi para saber como está, já que ele não teve tempo para fazer isso. Depois que terminamos de comer pego a bolsa das crianças e caminho em direção à escola, Yuri parecia mais feliz hoje. 

- Papai, será que podemos comprar sorvete hoje? - A menina fala sorrindo para mim.

 - Claro querida, quando vocês sairem da escola vamos ao parque - digo - Papai vai sair do trabalho e vem aqui em casa direto buscar vocês, ok? - Os dois afirmam com a cabeça.

 Quando chego em frente à empresa penso em como Hoseok foi gentil ontem à noite. O modo como tratou Yuri e Yountae foi de certo modo fofo, mesmo que esteja claro que o mesmo não parece se dar muito bem com crianças. 

 Saio de meus pensamentos e entro no local. Falo com todos e me encaminho até a sala de Hoseok, pois o mesmo disse que eu seria seu assistente. 

HOSEOK ON

 O dia de hoje será um grande alívio para mim. Meus pais voltam de viagem e finalmente não terei que tomar conta da empresa sozinho.

 Escuto uma batida na porta e mando entrar. Tento disfarçar o sorriso quando vejo quem é, vejo que a pessoa não está com o humor tão bom como o meu. 

- Está tudo bem? - pergunto tentando entender as expressões que o garoto fazia.

 - Ah sim... eu estou apenas distraído hoje. - ele responde e levanta a bandeja que estava segurando. - Café senhor? 

- Taehyung, não precisa me chamar de senhor o tempo todo, é meu secretário agora, pode me chamar apenas de Hoseok quando estivermos sozinhos. - sorrio. 

- Desculpa, mas não acho certo te chamar apenas pelo nome sendo que o senhor é meu chefe.

 - Tudo bem, se é assim que você se sente melhor.. - ele apenas confirma. 

Taehyung estava realmente em outro mundo hoje, o garoto parecia se distrair até com a quantidade de açúcar que tinha no biscoitos. 

 - Vai querer seu café agora senhor? - ele pergunta e eu afirmo sem tirar os olhos dos papéis que estava lendo. 

Escuto um leve barulho e vejo que Taehyung está tremendo para trazer a xícara.

  Mas o que está acontecendo com esse garoto hoje?

Tento me levantar para o ajudar, mas não tenho sucesso já que o mesmo se encontra caindo pela minha sala derrubando o café pelo chão.

 - Taehyung!! O que pensa que está fazendo? - pergunto olhando fixamente para o mesmo. 

- M-Me desculpe senhor!! Eu estava apenas tentando pegar o café e... eu acabei me distraindo e... - 

-Taehyung! - ele para e abaixa a cabeça - Está tudo bem, sério. Apenas traga outro e limpe tudo depois. - falo e sorrio. 

O mesmo confirma e sai do local para buscar outra badeja. Quando volta percebo que está mais calmo e até consegue segurar a xícara. 

Pelo menos isso ... 

Mudo de ideia quando percebo que meu ombro está queimando e o culpado e nada mais nada menos que TAEHYUNG!

 - VOCÊ É IDIOTA?? PEGA UM PANO RÁPIDO, ESTÁ QUEIMANDO! - grito com o mesmo enquanto o vejo desesperado para procurar um pano.

 -Achei! - Taehyung fala e me manda sentar. Eu tiro a camisa às pressas para tentar diminuir a dor e percebo que Taehyung se sente desconfortável. 

- Taehyung! VAI LOGO COM ISSO! - grito para ver se o outro acorda. - Ahh... claro! Só vai levar alguns minutos.

 TAEHYUNG ON

 Eu gostaria de conseguir raciocinar, mas Hoseok tirou minha capacidade! QUE HOMEM!Eu só consigo olhar para o mesmo que está sem camisa na minha frente, e que não parecia se incomodar com isso. Será que ele tira a camisa constantemente, por isso não sente vergonha? AHHH POR QUE NÃO MOLHEI A CALÇA?? Pera, NÃO! Meu Deus o que estou pensando? O hyung teria vergonha se me ouvisse falar isso.

 Pego o pano e começo a passar pelo ombro de Hoseok, o mesmo faz uma cara de dor por conta da queimadura. Passo o pano por toda a extensão do abdômem de Hoseok e desço cada vez mais. 

- Ah.. - Escuto o mesmo grunir baixinho e me assusto. Nos olhamos e me levanto rapidamente vendo que ele faz o mesmo. Apoio uma das mãos na mesa e o vejo sério. Talvez até demais... Ele chega mais perto e parece prestar atenção em cada parte de meu rosto.

 - Perdeu alguma coisa aqui? - pergunto tentando não parecer que estou com vergonha. 

- Por que está vermelho? - Falhei. 

- Quem está vermelho aqui? hã? - falo atropelando as palavras. O que está havendo? Hoseok apenas sorri de lado e suspira.

 - Me dê licença, preciso voltar a trabalhar! - falo e o empurro, preciso tomar um ar. Abro a porta e dou uma última olhada para Hoseok. 

Enquanto estou no corredor vejo dois funcionários conversando, me aproximo e percebo que estão falando sobre o chefe.

 - Por que não posso mais te tocar? - um deles fala e percebo que a mulher apenas abaixa a cabeça.

 - Você sabe quais são as regras do senhor Hoseok! Nada de relacionamentos entre os funcionários! - ela fala, mas percebo que há mais tristeza do que raiva em sua voz.

 - Mas... eu realmente gosto de você Luna, não podemos nos ver fora da empresa? 

 - Mas é claro que sim! E... eu também gosto de você.. - ela apenas abaixa a cabeça e os dois ficam trocando palavras fofas um com o outro.

 Ok, acho que essa é a hora em que eu saio... Então Hoseok criou uma regra estúpida dessas? Eu sabia que ele tinha que ter algum defeito! Acho melhor eu tomar cuidado para não gostar de ninguém, preciso desse emprego.

[...] 

Termino de fazer os relatórios e entrego todos ao gerente, dessa vez não tive erros. Achei melhor trocar meu setor e desisti de ser o assistente de Hoseok, prefiro algo mais fácil e decidi ficar com os outros funcionários no andar de baixo. Os funcionários dividem o mesmo local, e somos separados por apenas alguns centímetros, as mesas são bem próximas.

 Continuo meu trabalho como de costume e às vezes consigo conversar com alguns dos funcionários, todos parecem ser bem simpáticos. E como de costume todas estão falando sobre Hoseok, ele deve ser querido aqui.

 - Já viu quando ele mexe no cabelo? ahhh... ele é bom em tudo o que faz! - escuto uma delas falar.

 - AI MEU DEUS! SE ARRUMEM! O CHEFE ESTÁ VINDO AQUI! - um homem grita e todos correm.

 - Está ficando doido? O chefe nunca veio aqui em baixo na parte dos funcionários, não é agora que.... AI MEU DEUS ELE ESTÁ AQUI! CORRAM! - vejo outro falar, mas nao dou muita importância, afinal era apenas o Hoseok.

 - ONDE ESTÁ O TAEHYUNG?? Escuto meu nome saindo da boca de Hoseok e congelo no mesmo momento, ele veio até aqui só para gritar comigo? O que eu tinha feito desta vez? Todos apontam para uma pessoa que está na cara que está ferrada, Eu! Me levanto e caminho até ele. 

- Na minha sala agora! - ele grita e fico irritado.

 - Não. - digo simplista. Todos olham espantados para minha coragem... ou burrice!

 - O que disse? - ele me olha surpreso. Nunca um funcionário foi tão burro. 

- Estou cheio de coisas para fazer aqui em baixo, não posso largar tudo e deixar meus companheiros sozinhos. - falo.

 - Taehyung, na minha sala! - ele repete.

 - Primeiro diz por favor.. - cruzo os braços enquanto bato um dos pés no chão. Hoseok suspira e depois sorri.

 - Você é realmente impressionante. OK! Por favor, me acompanhe até minha sala.

 - Não posso, estou ocupado agora! - falo e percebo que os funcionários estão rindo de Hoseok.

 - Que se dane! - Hoseok segura meu braço e me leva para fora da sala. Tento tirar sua mão, mas ele está decidido a me levar consigo. Quando chegamos em sua sala e fecha a porta, volta a me encarar e solta meu braço.

 - Por que fez isso? - eu pergunto. 

- Eu que devia te perguntar isso! Por que disse que não seria mais meu assistente? - ele fala e em seguida passa a mão pelo cabelo. 

- V-você ficou irritado por causa disso? - falo e começo a rir - Eu achei que seria mais fácil começar com algo mais simples. Apenas isso. - falo e ele se aproxima. 

- Então não saiu porque estava morrendo de vontade de me beijar e quebrar a regra? - ele fala próximo a meu rosto. idiota!

 - Eu te beijar?? Você que quase me agarrou! Admita que era VOCÊ que queria me beijar! - falo e rio. 

- Eu?? Pode apostar que eu NUNCA te beijaria! Essa é uma das coisas que eu nunca faria! - ele fala e não posso negar que doeu um pouco..

 - Ótimo! Porque eu não queria mesmo! - falo e me preparo para sair, mas ele ele segura meu braço e me puxa para perto.

 - Tem certeza de que não iria me beijar? - ele pergunta me olhando nos olhos. Tremi com seu toque em minha cintura, senti que iria morrer se não respirasse. 

- Beijar quem? - Um senhor abre a porta e nos encara. 

- Pai? - Hoseok fala assustado. 

Que vergonha! Hoje é um ótimo dia para ser demitido! 

O senhor apenas sorri.   


Continua....



Notas Finais


Foi isso!! Espero que tenham gostado😃😊
Até o próximo...~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...