História The 10 Year Plan (Camren) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Madison Beer
Personagens Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Madison Beer, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah, Romance
Visualizações 121
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Helloo 💙

Capítulo 3 - Dance


Fanfic / Fanfiction The 10 Year Plan (Camren) - Capítulo 3 - Dance

Camila:

- Se eu conheço você, uma noite de sexo selvagem significa usar a mão esquerda - Lauren falou e eu ri. - E seu arsenal de brinquedos esta vazio. Olha, ser solteira requer equipamento apropriado, e não há melhor lugar para consegui-lo do que aqui - ela pegou uma caixa. - Esse é melhor do que uma boca, sabe por quê? - neguei. - Porque não fala! - revirei os olhos e ela pegou outra caixa. 

- Pode-se ver que você pesquisa muito sobre o assunto. 

- Posso não ser boa em muitas coisas, mas no que sou boa, sou especialista - continuou olhando as prateleiras e eu ri. - Frescura mentolada - mostrou-me o frasco e eu neguei.

[...]

Lauren:  

- Muito obrigado. Bom apetite - o senhor disse após entregar o meu hotdog e eu agradeci.

 - Não acredito que me faz comer aqui - Dinah reclamou pela milésima vez. 

- Está de brincadeira? Todos sabem que o melhor de LA está nos food trucks - argumentei. 

- Sim, as bactérias também. 

Me apoei na viatura e senti algo no meu bolso, lembrando do que havia trago para ela. 

- Comprei algo pra você - lhe estendi e ela me olhou confusa. - É um brinquedo sexual. Acredite, vai gostar disso - ela pegou. - Fui às compras com a Camila ontem - Dinah me olhou de forma estranha e eu logo tentei me explicar. - Estava tentando animá-la. Ela terminou com seu último namorado - mordi meu hotdog.

- Mais um? Sinto muito. 

- Sente muito pela Camila? Não sinta. Se quer ter pena de alguém, tenha de mim! Camila e eu fizemos um acordo dez anos atrás de que se ainda estivéssemos solteiras aos trinta e cinco, seriamos um casal.

- Isso é ridículo. Camila é uma advogada inteligente de sucesso. Ela consegue algo melhor que você. 

- Eu sei, não é? - pensei um pouco. - Espere, o quê? 

- Nem sei por que está reclamando. Acho uma ótima ideia. 

- Não. 

- É sorte ter alguém como a  Camila. 

- É a última coisa do mundo que eu preciso.

- Parece que, se não quiser ser a namorada da Camila, terá que fazer algo sobre isso. Rápido. 

- Camila faz trinta e cinco em um mês. Temos trinta dias para achar uma namorada ou namorado para ela. 

- Nós não. Você.

[...]

Lauren:  

- Ei! Está pronta para uma noite de garotas? - falei animada. 

- Sim, quer uma bebida? 

- Eu te treinei bem. Deixa que eu pego - peguei a garrafa de whisky e servi um pouco. - Podemos passar na minha casa? Não tive tempo de voltar à delegacia para tirar o uniforme. 

- Claro, o que você precisar. 

- Esperei o dia todo por isso - falei satisfeita após tomar um bela golada do liquido alcoólico. Notei que a camila me olhava dos pés a cabeça e sorri. - Você está olhando o que? 

- É que raramente vejo você de uniforme. 

- Gosta de mulheres de uniforme? - sorri sugestiva me aproximando dela. 

- E quem não gosta? 

- O que você acha?

- Acho que parece pouco com uma policial e muito com uma stripper - ri e ela ergueu as sobrancelhas. - Não me espanta que pegue tão facilmente os bandidos. - sorriu.

- Sério? Uma stripper? Certo - tirei o celular do bolso e coloquei uma música para tocar, deixando-o sobre a mesa em seguida. Me aproximei mais de Camila e o sorriso que ela tinha no rosto deu lugar a uma expressão confusa. Abri alguns botões do meu uniforme e ameacei tirar ele, tendo total atenção dos olhos castanhos no local. Segurei seus braços colando nossos corpos e ela riu. - Você foi uma garota má, Cabello? 

- Burlei algumas leis - entrou na brincadeira. 

- Alguém precisa de um tempo na dureza? 

Empurrei seu corpo contra a mesa onde ela apoiou as mãos e eu logo coloquei as minhas mãos em sua cintura, deixando nossos rostos a centímetros um do outro. Camila fitou minha boca por alguns segundos e eu fiz o mesmo.

Então ela levou as mãos até meus ombros quando eu ameacei juntar nossos lábios.

- Temos que ir - sussurrou. 

- Sim, temos que ir - me afastei um pouco confusa com o que havia acabado de acontecer. 

- Vou pegar minhas chaves. 

- Vou pegar meu... - cocei a nuca, nervosa. - Estarei no carro - tomei o resto do whisky em meu copo e a Camila rapidamente saiu do cômodo.

[...]

Camila:  

- Um bar de strippers? - perguntei assim que entramos no local e a Lauren assentiu.

- De vez em quando uma mulher tem que soltar a franga - se virou para o Barman. - Dois martínis, tão sujos que a vigilância sanitária vai querer fechar aqui por servi-los. 

- Por que gosta tanto desse bar?

 - Tenho quatro das minha coisas favoritas aqui - sorriu daquele jeito cafajeste que ela sempre usava ao falar de mulheres. - Bebidas, música, mulheres gostosas quase nuas. 

- Isso são três - ela tocou seu ombro no meu e entendi que eu era a quarta coisa.- Own - rimos. 

- Não deveria torcer o nariz para bares assim. São uma ferramente importante no arsenal sexual de alguém - os olhos dela não desgrudavam das duas mulheres que dançavam sobre o balcão. 

- Como vela e morangos mergulhados em chocolate. 

- Sim e não - maneou com a cabeça. - Você precisa de menos romance e mais sexo - pareceu pensar um pouco. - Certo, preste atenção. Defina ela - apontou uma mulher que dançava. 

- Mulher jovem, atlética, atraente, vestindo quase nada, balançando sua grande... - pontuei analisando. - Digamos que é uma dançarina sensual. 

- Sim, exatamente, sensual. São animais visuais, vemos uma mulher gostosa, ficamos excitadas. Essas dançarinas barra strippers são apenas provocação. 

- Certo. 

- Estão aqui para provocar. Você não pode tê-las, só olhar e tocar gentilmente - pegou uma nota e prendeu na lingerie da mulher que sorriu para ela. 

- Tudo bem, mas isso não tem nada a ver comigo.

- É aí que está errado. Tem tudo a ver com você - franzi o cenho. 

- As pessoas querem elas, mas ficam comigo? - tentei entender. 

- Finalmente - ela deu um soquinho no balcão, animada. - Sim, você quer uma mulher. Essas garotas vão ajudá-la. 

- Mas eu quero alguém que se importe comigo. Não alguém que transa comigo enquanto pensa nela - apontei pra dançarina/stripper. 

- Sexo é sexo. 

- Para você, Lauren! - me olhou em repreensão. 

- Você precisa relaxar - colocou a mão em meu ombro. - Olhe - apontou para uma garota que estava um pouco distante segurando uma bandeja. - Viu aquela gatinha ali? Vá pegá-la. Ela está passando bebida com a boca. 

- Junto com uma possível meningite! Acho que prefiro meu drinque no meu... - peguei o copo na intenção de beber um pouco, mas pensei antes. - Copo quase limpo - voltei a colocar o copo no balcão e Lauren se levantou segurando uma nota e olhando para uma das mulheres que dançava sobre o balcão. - Eu não quero fazer isso. 

- Eu sei, mas faça assim mesmo. 

Eu peguei a nota e a mulher se abaixou rebolando enquanto se virava de costas para mim. 

- Aqui, para você - coloquei a nota na parte de trás da sua lingerie e bati em sua bunda. 

- Uau - Lauren murmurou. 

- Se vou fazer isso, é melhor fazer direito - tomei meu drinque.


Notas Finais


O que acharam?
Comentem

Até o próximo 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...