História The Alpha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dominic Sherwood, Dove Cameron, Justin Bieber, Katherine McNamara, Lily Collins, Matthew Daddario
Personagens Dominic Sherwood, Dove Cameron, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Katherine McNamara, Lily Collins, Matthew Daddario, Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - C A P Í T U LO III


Fanfic / Fanfiction The Alpha - Capítulo 4 - C A P Í T U LO III

-Eu não acredito. Eu não acredito- era isso que eu estava mentalmente repetindo, afinal eu não estava acreditando que nos estávamos nos mudando para Alemanha, mas especificamente na cidade Hornberg -Que por sinal é praticamente um vilarejo, secado por floresta- bem não que eu goste de florestas ou vilarejos -Bem a cidade parece realmente um vilarejo perto de Nova York- , mas bem dês que eu me lembre eu sempre vive em Nova York -Que é uma cidade super movimentada, com várias novidades- e bem Hornberg parece ser uma lugar agradável -Mas aqui não parece ser uma cidade movimentada, e a novidade dessa cidade somos nós- afinal por onde o nosso ''carro'' passa alguém olha .

___Achei nós fôssemos, morar em uma casa e não em barracas___ digo irônica -por que estamos um pouco longe das outras cassa o que eu quero dizer é que estávamos um pouco longe  .

___E vamos, morar em uma casa___ Cindy fala me olhando.

___Ou você acha, aquilo parecido com uma  barraca?___ Meu pai pergunta parando o carro na frente de uma casa.

Eu apenas saio do carro e comecei a andar em direção a casa, e comecei a observar -A casa era bonita mas o estilo da casa era de uma casa de época, mas mesmo a casa parecendo uma casa de época dava para perceber que é bem cuidada-.

___Kathya vem me ajudar___ Cindy me chama pelo o meu nome e não por filha -O que eu fiz?-.

Eu ajudo pegando umas malas, e com isso eu vou em direção a entrada da casa -ou seja eu vou em direção a porta- é um pouco antes de minhas mãos chegarem na maçaneta a porta se abre e eu apenas abro meus olhos bem e deixo as malas caírem.

___Kathya que saudade___ a minha cópia fala me abraçando fortemente enquanto eu fico para com um único pensamento -Quem é ela? É porque somos tão parecidas?  E como ela sabe me nome sendo que eu nunca a vi na vida?-.___ Pai que saudades.___ fala indo em direção ao meu pai e o abraçando e o meu pai corresponde ao abraço.

___Kirsten, que saudades que eu estáva de você minha filha___ Meu pai fala a saltando.

___Filha?___ perguntei o olhando e indo em sua direção ___Que eu saiba o senhor e a Cindy só tem eu como filha.___ essa frase saiu um pouco alto de mais.

___Kathya abaixa o tom que eu sou o seu pai___ fala me olhando sério -E aquele olhar é novo para mim-.___Agora peguei as malas que você deixou cair e as leve para dentro ...

___Eu não saio daqui até o Senhor ou a Cindy me falar quem é ela ___ digo apontando para a minha cópia ___E do porque dela ter lhe chamado de pai.___ digo séria.

___Pelo o visto Kahy puxo a teimosia da nossa mãe ___ Kirsten fala olhando para o meu pai.

___Você está enganada, pois Cindy não tem teimosia___ digo a olhando ___E não me chame Kahy, pois nos não temos nem uma intimidade.

___Mas está tão enganada___ Fala pegando uma mala que havia na mão do meu pai.

___Kathya eu já disse que é para entrar___ meu pai fala me olhando da mesma maneira ___Kathya não me faça repetir o que eu acabei de dizer.

___Kathya___Cindy se manifesta e eu a olho ___ Faça o que seu pai está pedindo, por favor.___ pedi e eu vou em direção as malas.

___Estou fazendo pois Cindy pediu e não porque o Senhor pediu.___ e com isso entre na casa.

E me deparei com uma mulher -De cabelos ruivos, alta e com um corpo muito bonito, com um verde esmeralda como cor de olhos e sua face muito parecida com a minha-. Quando a mulher percebeu a minha presença a primeira coisa que ela fez foi colocar a mão em sua boca e logo depois veio em minha direção e me abraçou forte muito forte -Na verdade estava parecendo que ela estava com medo   de que eu pudesse sair dali-.

___Filha, não acredito que você está aqui novamente ___ fala ainda me abraçando.

-Filha? Quem são essa pessoas? Porque estão me chamando de filha? Porque tem uma cópia minha aqui? E porque o meu pai chamou a minha cópia de filha?-. Eu me afasto da mulher e percebo que ela ficou um pouco ''surpresa'' por eu ter feito isso, escutei a porta se fechando.

___Me desculpa senhora, mas eu sou Kathya e não a Kirsten ___ digo a olhando e  me afastando mais um pouco ___E eu sou filha da Cindy ___ digo me virando para Cindy que estáva completamente diferente  - Seus cabelos agora era da cor pretos, sua expressão facial é diferente da minha os seus olhos agora são azuis muito azuis-. ___Cindy como você fez isso?

___Filha, por favor se senta aqui para explicamos tudo isso.___ Meu pai fala apontando para o lado esquerdo do sofá -Afinal Kirsten estáva sentada ao seu lado direito-.

___Não estou bem aqui.___ digo o olhando. ___E pronta para ouvir todas as explicações possíveis e impossíveis sobre isso tudo___ digo me escorado na parede.

___Certo então... por onde nós devemos começar?___ Meu pai pergunta olhando para a mãe da Kirsten.

___Que tal começar pelo o começo, séria uma boa mãe e pai___ Kirsten fala os olhando.

___Kathya, eu e a Mary somos o seus pais, Mary é a sua mãe e não a Cindy...

___Há Claro, e daqui a pouco eu não sou mais a sua filha para ser filha do Brad Pitt certo?___ perguntei sarcástica.

___Kathya, agora não é hora para sarcasmo ou ironias pois isso é um assunto sério...___ Meu pai me repreende.

___Como seu pai estava dizendo, eu sou sua mãe e bem a Kirsten é sua irmã gêmea ...

___Olha pai e Cindy eu acho que vocês se enganaram, na verdade acho que todos se enganaram porque hoje não é dia 1 de Abril.___ digo os olhando e me sentando no chão.

___Filha apenas escuta e depois tira suas próprias conclusões ou nós encham de perguntas e tudo o que você quiser, pode ser?___ Meu pai pergunta me olhando.

___Claro, afinal eu tenho uma outra opção?

___Não.___ Mary fala sorrindo para mim.


___Kathya você e Kirsten são irmã gêmeas, mas bem quando vocês nasceram o nossa ... nossa ...

___Mary ela sabe___ Cindy fala a fazendo com que todos nós a olhamos.

___Ela ...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...