História The alphas - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Konan, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Utakata
Tags Alphas, Sasusaku
Exibições 201
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capitulo 7


Fanfic / Fanfiction The alphas - Capítulo 7 - Capitulo 7

P.O.V Sasuke

Eu acordei na manha seguinte e senti que havia algum do meu lado, então me lembro de tudo o que aconteceu durante a noite, e não consigo reprimir um sorriso, eu acho que talvez eu realmente esteja gostando dela, e acho que não é por causa da marca, eu sinto que ela esta acordando, e então finjo estar dormindo, sinto ela tentar se soltar, já que eu estava com uma perna em volta dela, e com os braços na cintura dela, mas assim que eu sinto ela tentar se soltar eu a aperto mais, ela continua a tentar se soltar com cuidado, porem eu continuo com os olhos fechados e a apertando, ate que ela subitamente para de tentar se soltar, eu percebo um pequeno movimento, e percebo que ela estava olhando para o meu rosto.

Sakura: Sasuke, eu sei que você esta acordado, será que você pode , me soltar?

Sasuke: não estou com vontade.

Sakura: por favor.

Então eu olho para o rosto dela e sinto algo estranho, ela estava fofa, muito fofa, e era quase como se eu não pudesse recusar o que ela me pedisse, porem estava confortável ficar abraçado com ela, então eu decidi que iria resistir a essa minha vontade de fazer tudo o que ela me pedisse.

Sakura: por favor Sasuke, eu quero tomar banho, e ainda tenho que fazer o café, por favor.

Sasuke: ahhhh, não se acostume com isso.

ESPERA UM POUCO, O QUE EU ACABEI DE DIZER? COMO ASSIM NÃO SE ACOSTUME, NÃO É COMO SE ISSO FOSSE ACONTECER NOVAMENTE. Apesar de que eu não me importaria. Eu lentamente a solto, ela se levanta um pouco divagar, como se excitasse sair de lá, e assim que ela se levanta eu começo a sentir falto do calor que o corpo dela me passava, além da sensação de tranquilidade e de segurança, como se meus pesadelos não me pudessem alcançar enquanto ela estivesse aqui. Depois de um tempo eu decido me levantar, faço minhas higienes matinais, e me dirijo ate a cozinha, sentindo um delicioso cheiro, e ao entrar na cozinha me deparo com uma mesa com diversas coisas, me sento de frente a ela, e comemos em silencio, ate que ela se levanta, e começa a se dirigir ate a porta.

Sasuke: onde você vai?

Sakura: vou ir conferir algumas coisas.

Sasuke: que coisas?

Sakura: sobre os ataques.

Sasuke: você já tem algum suspeito não tem? Quem você acha que esta fazendo isso?

Sakura: o padrão dos ataques me é familiar, mas eu preciso ir ate os lugares onde os ataques aconteceram para ver conferir alguns detalhes que vocês nunca perceberiam.

Sasuke: você esta falando que somos incompetentes? Por que nos verificamos tudo em todos os lugares.

Sakura: não é nada disso, na verdade eu acho que vocês são mais competentes que muitas das alcateias que eu conheci, mas vocês não achariam o que eu vou procurar por que nunca imaginariam algo do tipo, ou não dariam nenhuma importância a isso.

Sasuke: e o que seria isso?

Sakura: é mais fácil mostrar. Se quiser saber é só me seguir.

Ela sai pela porta, sinto ela sussurrar algo e após isso um pequeno formigamento, mas apenas ignoro isso e a sigo, saio pela porta bem a tempo de ver ela se transformar em uma bela loba branca, uma visão incomum, já que ela mostrou habilidade ao se transformar durante um salto, algo que também me deixou curioso já que poucos lobos sabem fazer isso, e já que eu nunca havia visto uma loba fazer isso, há imito, e começamos a correr em direção a floresta, com ela na frente em direção a alguns dos locais de ataques e surpreendentemente ela nos leva na sequencia em que os ataques ocorreram, e começa a olhar ao redor em arvores e também a cheirar em alguns locais.

 

P.O.V. Sakura

Eu tinha quase certeza de que eram eles que estavam comandando esses ataques, apenas eles poderiam conhecer esse padrão e essa estratégia, o Sasuke me segue e começo a ir em direção ao local dos ataques na sequencia em que deveriam ter acontecido, e verificando pelo cheiro se eu estava certa, e quando cheguei ao ultimo confirmei que era aquela estratégia, a minha. Ao confirmar minhas duvidas eu volto a minha forma humana, e o Sasuke me imita, e começa a me olhar come se pedisse uma explicação para minha atitude, e apesar de não ter certeza de que estava preparada para contar para ele, já que para que ele entendesse eu teria que contar sobre toda a minha infância, o que era um assunto um tanto delicado para mim. Mas apesar dele ser extremamente irritante algumas vezes ele é o meu marcado e sabe ser fofo as vezes.

Sasuke: você pode me explicar o que exatamente esta acontecendo?

Sakura: é uma historia um tanto complicada e muito longa. Se eu for contar eu não vou conseguir continuar caso você me interrompa, então se você estiver disposta a me escutar eu peço que não me interrompa. Você realmente quer saber?

Eu vejo ele pensar durante um tempo, além de parecer estar confuso, como se estivesse pensando e ponderando o que responder, como se decidisse se realmente estava preparado para saber o que quer que eu fosse contar, e pensando o por que de eu dizer que era uma longa historia.

Sasuke: e por que é uma longa historia?

Sakura: simples, eu  não posso simplesmente dizer de quem eu desconfio e o por que, já que assim  você provavelmente iria ataca-los assim que eu disse-se de quem eu desconfio, para que você entender eu tenho que te contar como eu conheci a pessoa, e o por que de eu não querer que você os ataque, é algo muito complicado, e eu teria que te contar sobre varias coisas que aconteceram durante a minha infância, e algumas que aconteceram depois. Mas com esse meu passeio eu tenho certeza de quem é.

Sasuke: e como você tem certeza?

Sakura: por que eu inventei essa estratégia.

Sasuke: com assim você inventou essa estratégia? E que estratégia? Eles não estavam atacando de maneira  aleatória? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...