História The Appearances Deceive - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jimin, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Colegial, Hentai, Kai, Kris, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Exibições 55
Palavras 1.993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gentee, espero que vocês gostem, boa leitura

Capítulo 2 - Will i still like it?


Acordei no outro dia e pelas graças de G-deus meu irmão não tava enchendo meu saco pra acordar, pelo que eu tô vendo meu pedido de ontem a noite deu certo, eu acho, tô nem na metade do dia, posso falar nada. Fiz minhas higienes matinais, coloquei meu uniforme e fui para a cozinha, onde minha mãe preparava o café da manhã.

- Bom dia mãe.

- Bom dia filha.

- Onde tá o Baek?

- Já tá descendo.

- Bom dia mãe... Seohyun? Teve insônia pra já tá aqui essa hora? – falou Baekhyun um pouco assustado e também com um pouco de tom sarcástico na voz por eu estar ali em plena 06h38min da manhã, já que nessa hora ele estaria me chamando pela milésima vez pra eu levantar de uma vez.

- Talvez eu tenha tido a sorte de não ser acordada por você hoje Baek. – falei, enquanto ele revirava os olhos.

- Comam logo se não vai se atrasar. Bom, já vou indo, beijos crianças!

- Tchau mãe! – falamos em uníssono.

- Que horas é a festa sábado? – perguntei a Baek que estava todo lambuzado de chantilly, fazendo com que eu soltasse algumas risadas.

- 21h00min, mas já vou avisando, eu não vou trazer vocês duas pra casa.

- Por quê?

- Porque eu não vou poder, pede pro Xiumin ou pro Suho uma carona. – falou retirando seu prato da mesa, e depois eu fiz o mesmo.

- Vai ficar com a Yun-suk? – falei com um tom de voz malicioso. Yun-suk era uma das pirivagabunda da faculdade e quase sempre Baekhyun tava pegando ela.

- Talvez... Não sei ainda.

- Ai que nojo. – falei fazendo uma cara de nojo, tirando risadas de Baek.

- E você? Vai ficar com quem?

- Vou ficar com o vento.

- Sehun tem nome de vento agora e eu não sabia? – Baekhyun sabia que eu gostava do Sehun, e sempre ficava me caçoando por causa disso.

- Aish, cala a boca que eu não vou ficar com esse idiota.

- Sei... Bom, acho que é melhor a gente ir indo. – Baek falou olhando as horas em seu celular.

- Ok. – peguei minha mochila e fui pro carro.

Ficamos o trajeto inteiro em silêncio, só escutando a rádio chata e entediante. Quando chegamos na faculdade, Baek foi direto para sua sala, e eu pra minha, mas não tinha visto Hani ainda, se ela tiver faltado eu vou matar ela.

Mensagem on

Seohyun: Aonde você tá??

Hani: Desculpa miga, mas eu tô super mal, não pude ir hoje pra escola

Seohyun: Nem pra me avisar, daí eu também faltava. Magoei.

Hani: Aish, para de ser chata, depois tu me passa o conteúdo?

Seohyun: hmm... Deixa eu pensar... Não.

Hani: Ah faz favor né

Seohyun: Tô brincando cria, eu te passo depois, agora deixa eu ir porque a aula vai começar, tchau miga, melhoras tá, kissus

Hani: Ok, obrigada, kissus

Mensagem off

A Hani ainda me paga, essa disgraça. Espera... Impressão minha ou o Sehun tá olhando pra cá? Não eu devo ta louca... Não pera... Aí, ele olhou pra mim, meu Deus tenha piedade que eu sou cardíaca, ai meu kokoro. Porque ele tava olhando pra mim? Ele sabe que eu sou cardíaca? Com certeza tava tirando sarro de mim. Tenho certeza. Quando o professor vai chegar?... Ah, chegou. Pelo menos o professor de filosofia, o Sr. Do-hyeon é bem mais legal o que Sr. Bon-hwa.

- Bom dia alunos, como semana passada vimos o capítulo 8, eu decidi que vocês irão fazer um trabalho em dupla, onde vocês vão fazer um pequeno esquema. Antes que vocês formem as duplas, fiquem informados que eu já escolhi as duplas. – Ah não. Eu nunca tive sorte em duplas que os professores escolhem, tomara que eu fique ou com a Hani, que vai ser difícil, ou eu fique com o nerd da turma.

- Bom as duplas são... – eu não estava prestando muita atenção, não sei nem com quem a Hani ficou, até ouvir meu nome, juro que eu congelei total quando ouvi meu nome. – Seohyun e... Meu Deus, não entendo nem minha própria letra. – AH PELO AMOR DE DEUS, TÔ TENDO UM ATAQUE CARDÍACO E ELE VEM COM ISSO, VAI SE FUDER. – E... Oh Sehun. – AI, AI, AI, TÔ MORTA. EU JURO. MORRI AGORA. – podem se juntar com a dupla de vocês, o trabalho deverá ser entregue semana que vem. – Só acordei pro mundo quando ouvi o Sehun arrastando a cadeira dele do meu lado. Acho que eu vou morrer. Meu coração vai sair pela boca. Jesus me leva.

- Então... vamos começar? – Sehun perguntou folheando seu caderno, e... Puta que pariu que boca linda a dele hein? – Seohyun? Seohyun, você tá bem?

- Hã? O que? Ah... Tô bem sim, só tô um pouco cansada. – falei, na verdade menti, porque eu não to cansada, TÔ TENDO UM ATAQUE CARDÍACO COM ESSE MENINO LINDO NA MINHA FRENTE.

- Tá, então vamos fazer a resenha?

- Claro – falei dando um sorriso, que Sehun contribuiu dando outro sorriso e, QUE SORRISO MINHA GENTE, TÔ MORTA.

 

*

 

- Bom, acho que a gente vai ter que terminar em casa. – Sehun falou olhando para nossa resenha.

- Também acho, mas falta pouco até.

- É... A gente pode se encontrar hoje? – Sehun falou com um sorriso malicioso no rosto, não parecia aquele menino que eu vi há minutos atrás.

- Sim... Pode ser na minha casa, mas é só pra fazer o trabalho. – quem esse menino pensa que é? Não sou as putinha dele não.

- Tá bom, eu passo ali pelas 3h?

- Você não quer vir junto comigo e com Baek?

- Hm, pode ser. – falou dando um sorrisinho de canto. E que sorriso meu G-Deus do céu.

   Depois de alguns minutos entrou a nossa professora de ciências naturais, a Sra. Yun-seok. Ela também é legal, mas quando ela se irrita, sai da frente senão tu morre.

- Bom dia, hoje vocês irão fazer um trabalho avaliativo para ser entregue semana que vem. – Tá de brincadeira né? Deu a louca de todos os professor fazer trabalho avaliativo hoje? Eu hein coisa chata. – vocês irão exprimir tudo o que sentem nesta folha que estou entregando. Espero que esteja bem colorido, se não poderão perder nota. – É pra exprimir o que tá sentindo? Posso desenhar um hambúrguer então? Tô com fome poxa.

 

*

 

 Até que hoje a escola não foi tão chata assim. Até tava legal fazer aquele trabalho de artes. Só que agora eu tô esperando o Baekhyun e o Sehun pra gente ir pra casa, mas cadê eles? Eu lá vou saber onde se meteram. Acho que daqui a pouco vou ir pra casa a pé e ainda vou chegar antes deles.

- Seohyun... – Ah, até que enfim apareceu – Desculpa... A demora, ai meu deus, deixa eu respirar um pouco.  – falou Baekhyun com falta de ar.

- Porque vocês demoraram tanto?

- É por que... Ah esquece vamo logo. – Baekhyun falou entrando no carro. Tô achando isso um pouco estranho, mas tô pouco me fudendo mesmo.

  O trajeto até em casa foi silencioso, mas tava meio constrangedor e como Sehun tava no sentado no banco da frente, às vezes ele olhava pro Baek, às vezes pra mim, aí ele olhava pra frente, olhava pro lado, depois vou ter que falar com o Baekhyun sobre o que aconteceu, porque isso não ta normal não. Fui a primeira a sair do carro, acho que o Baekhyun e o Sehun ficaram conversando, realmente, isso não ta normal não. Esperei as damas subirem pra chamar o Sehun pra gente poder terminar o trabalho.

- Baekhyun, me desculpa, mas agora você vai me emprestar o Sehun.

- Tá, só um aviso, usem camisinha. – Baekhyun falou com uma cara maliciosa.

- Ai cala a boca disgraça. – falei jogando uma almofada do sofá nele. – vem Sehun. – Puxei Sehun até chegar ao meu quarto. – Bom, vamos começ... – fui interrompida por Sehun que havia roçado nossos lábios, que depois pediu passagem com a língua e eu cedi. Gente, como ele consegue ser lindo e beijar bem ao mesmo tempo? Mas não pera, isso é errado, a gente devia tá fazendo nosso trabalho. Empurrei-o pra frente, fazendo com que ele batesse na parede. – SEHUN? O QUE CÊ TÁ FAZENDO?

- Te beijando oras. – falou com uma cara sarcástica.

- É, mas a gente tem que fazer o trabalho, não ficar se pegando, eu te falei que a gente só vai fazer o trabalho.

- Então isso quer dizer que em outra hora você também me pegaria?

- É óbvio que não. – É óbvio que sim, mas eu não sou tão fácil assim.

- Hm... Sei.

- Aish, vamo fazer esse trabalho logo.

 

*

 

Depois que eu e Sehun terminamos a resenha, ele foi jogar videogame com meu irmão. E eu fiquei lendo umas fanfic bem legal do G-dragon. Mas quando a gente tava fazendo a resenha o clima não tava muito legal. Primeiro foi por causa do beijo, e segundo porque às vezes o Sehun ficava fitando ou minha boca ou meus olhos em vez de prestar atenção na resenha.

Desci pra cozinha pra vê se tinha alguma coisa pra eu comer, e por sorte pude achar uma barra de chocolate. Tava subindo as escadas pro meu quarto quando fui chamada por Baekhyun.

- Seohyun, tá a fim de vê o Sehun perde o jogo aqui?

- Eu não vou perder nada, quem vai perde é você. - Sehun falou empurrando Baekhyun para o lado.

- Não muito obrigada. – falei subindo as escadas. Porque eu iria ficar vendo eles jogarem, eu hein.

Depois de ficar 1 hora jogando com o Baekhyun, Sehun foi embora e logo depois mamãe chegou com um monte de sacola nas mãos. Eu e Baekhyun a ajudamos a guardar as coisas e depois fomos ver um filme enquanto mamãe cozinhava o jantar.

- Então Seohyun, vocês usaram camisinha? – falou Baekhyun se virando pra mim.

- Cê tá louco Baekhyun, fala mais baixo, e não, até porque não rolou nada, a gente só se beijou e... – depois de alguns segundos eu percebi o que eu tinha falado. Nos primeiros segundos Baekhyun me olhou assustado e depois começou a bater palma e gritar que nem um louco. – BAEKHYUN CALA A BOCA SEU VIADO. – Gritei colocando minhas mãos em cima da boca dele.

- O que tá acontecendo? – perguntou nossa mãe aparecendo na porta.

- Nada mãe. – falei dando um sorrisinho, que depois desapareceu quando ela foi pra cozinha. – Baekhyun seu louco!

- Vocês se beijaram? Quanto tempo foi? Ele beija bem? Você ainda gosta dele? – Baek perguntou se recompondo do que havia acontecido agora pouco.

- Ai, é muita pergunta calma... Sim, a gente se beijou, não sei direito, acho que foi mais ou menos um minuto, sim ele beija bem e... Qual foi a última pergunta?

- Você ainda gosta dele?

-... – travei quando ele me perguntou isso.

- É você ainda gosta dele.

- Não, eu não gosto dele. – falei e Baekhyun me olhou com uma cara de “é óbvio que você gosta dele ainda sua anta”. – Eu não gosto dele! Eu juro!

- Se você diz. – falou levantando as mãos em rendição.

- Gente o jantar tá pronto! – falou mamãe, me salvando de Baekhyun falar mais alguma besteira.

 

*

 

Depois de termos jantado, ajudei mamãe a lavar e guardar a louça e depois fui pro meu quarto tomar um banho bem quente, porque eu tava precisando. Depois escovei meus dentes e me deitei, pensando em tudo que havia acontecido hoje. Amanhã vou ter que explicar tudo o que aconteceu pra Hani. Sobre eu fazer o trabalho com o Sehun, o beijo, depois o Baek enchendo meu saco, realmente o dia foi puxado hoje. E só agora eu me toquei que não perguntei sobre o que havia acontecido pro Baek porque ele demorou tanto pra sair da escola. Ah pergunto amanhã também, tenho que dormir agora.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...