História The Armitage Project - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Richard Armitage
Personagens Personagens Originais, Richard Armitage
Tags Oneshots, Richard Armitage
Visualizações 20
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais uma oneshot saindo do forno :)

Capítulo 12 - Liches


Fanfic / Fanfiction The Armitage Project - Capítulo 12 - Liches


-corre Richard-ela subiu na moto e deu partida 
-eu to indo-subi na moto,mas tive que dar uns tiros pra despistar um filho da puta que queria atirar na Melanie 
Como ja deu pra perceber,me chamo Richard e trabalho com a Melanie,quer dizer,eu trafico armas com a Melanie.
-obrigada por me salvar,meu herói-ela me deu um beijo no canto da boca 
-não me provoca Mel,o dia que eu te pegar,você se prepara
-se fosse pra me pegar,você ja tinha pego
-eu só não te peguei,porque tenho respeito ao Kirk
-o Kirk morreu a 10 anos Richard
-quer me pegar tanto assim? 
-eu vou pra casa,não esqueça da entrega do Josh amanhã hein
-pode deixar,14h estarei na sua casa 
-estarei esperando,bonitão!
Ela saiu e eu corri pro chuveiro,precisava de um banho.
-você vai me deixar louco Melanie
Eu conheço a Mel a 17 anos,lembro como se fosse ontem daquela festa na virada para o ano 2000,o Kirk me apresentou a bela morena de olhos azuis,cheia de curvas,uma bela bunda,cara de má,disse que era sua namorada,ele era um cara de sorte,depois de dois anos,eles se casaram,eu fui padrinho,eu sempre achei a Mel bonita,mas nunca tive nenhum interesse nela,sempre respeitei o Kirk,mesmo agora estando apaixonado por ela e com o Kirk morto a 10 anos.Eu vou explicar a morte dele,eu conheci o Kirk em 95,tinhamos 21 anos,livres para podermos beber a vontade,ele tinha uma Harley,eu também,ai decidimos montar um Motoclub,os Liches,de inicio éramos só nós dois,mas o negocio foi crescendo,ate que em 2008,com o lançamento da serie Sons Of Anarchy,eu,o Kirk,a Mel,a única mulher do clube,o Martin e o Sam queríamos levar os Liches a outro nivel,mas os caras falaram que era loucura,que isso era fogo no rabo da serie,podia ate ser,mas nós décimos levar a serio quando a irmã do Martin foi estuprada e nós fomos atrás do cara,bem,os outros caras saíram do clube e montaram o outro,o monótono e sem graça Diablos,mas os Liches se mantiveram firmes,ate 2010,quando o Kirk foi morto em uma emboscada,a Mel ficou tão mal,mas ficou mais sangue no zoio ainda,o Martin e o Sam continuam com a gente,ajudamos policiais a conseguirem armamentos mais pesados e eles não nos prendem,pelo menos não na nossa cidade haha,mas com exceção da Mel,todos nós já fomos pra cadeia.
No dia seguinte eu fui até a casa da Mel e nós fomos fazer a entrega pro Josh,ele é dono de uma joealheria,queiria umas armas pra proteger a loja.
-o que acha de irmos até a cidadezinha vizinha e pegar umas coisinhas?
-roubar de novo Mel?
-faz isso a mais de 20 anos e não se acostumou ainda?
-o que você quer dessa vez?
-preciso de um celular novo,o meu quebrou ontem-ela me olhou com cara de criança pidona 
-tá,vou ligar para os caras
-te amo!-ela me deu um beijo no canto da boca 
Liguei para o Martin e para o Sam e fomos pegar o celular da Mel:
-eu vou,distraio os caras e você pega o celular Sam-a Mel falou 
-beleza 
Ela entrou na loja e eu fiquei posicionado na moto,ela veio sem a dela,oa sair da loja,pular na minha garupa e iamos fugir.
-VAI RICHARD!!!-Ela pulou na garupa com a mochila cheia 
-BORA BORA BORA!-O Sam saiu da loja,mas eu vi um funcionário da loja sair com uma arma
-droga-sai da moto e apontei a arma pro cara 
-ta doido Richard?-o Martin falou 
-larga a arma rapaz-falei
-devolva os produtos
-eles são nossos agora 
-a Polícia ta a caminho
-mentira
-verdade 
Nisso eu ouvi sirenes 
-merda!
-FILHO DA PUTA!-a Mel atirou no cara 
-LOUCA!-corri pra moto e dei partida 
Por sorte a policia não pegou a gente,mas quando chegamos na casa da Mel:
-você tem problema?Pega mais coisa do qie era pra levar,mata um cara,quer morrer?
-não,eu gosto de viver perigosamente,você anda muito careta ultimamente,qual é,quer virar motoqueirinho bonzinho?-ela abriu a geladeira-cerveja?-ela deu uma garrafa pra mim 
-valeu-abri a garrafa-não,mas eu me preocupo com a sua sevurança
-eu sei me virar bonitão,me viro a tanto tempo 
-tá bom,vou deixar você tomar um tiro no meio da testa da proxima vez 
-você fica tão sexy quando fico nervosinho-ela sentou no meu colo 
-Mel...
-chega Richard,pare de lutar,você quer tanto quanto eu
-mas eu me sinto mau
-o Kirk morreu,já tá mais do que na hora de virar esse página e começar do zero 
-você só quer transar comigo Mel
-claro que não,quero oficializar você como meu herói,acha que eu não fico balançada quando você me defende,meu deus,eu fico toda boba 
-sério?
-claro que sim
Finalmente minha espera acabou,eu vou poder ter a Mel só pra mim,o Kirk que me desculpe,mas agora ela é minha.Eu peguei ela no colo e fui levando ela pro quarto:
-agora você vai ser minha-joguei ela na cama
Nós fomos tirando nossas roupas e era engraçado ver as roupas voando e as armas sendo colocadas no criado-mudo,as vezes eu olho pra Mel e não vejo uma mulher que rouba e mata sem dó,ela é o exemplo mais lindo de que as aparências enganam.
-pronta?-falei abrindo as pernas dela 
-prontissima!
Eu comecei a chupa-lá com vontade e ela gemeu alto,eu esperei tanto por esse momento,que quero que seja perfeito.
-isso Richard!
Eu chupava e usava os dedos,ate ela chegar ao orgasmo dando um pequeno grito e ficando sem fôlego:
-meu deus-ela falou recuperando o ar-se eu soubesse que só o começo seria assim,eu teria falado que te amo antes 
-mas você não falou que me ama
-eu falo agora-ela inverteu as posiçoes-eu te amo-ela segurou me membro e começou a chupar sem cerimônia 
-puta que pariu-segurei em seus cabelos e comecei a empurrar sua cabeça para que ela me chupasse com mais intensidade
Ela me chupava com vontade,até que parou e começou a chupar meus testículos e me masturbar,eu ofegava bastante,isso era golpe baixo,acabei soltando um gemido rouco e gozei na mão dela e ela lambeu tudo.
-delicia!-ela falou sentando no meu colo e rebolando 
-sua boca faz maravilhas 
-fico feliz em ter te agradado 
-agradou muito-lhe dei um beijo 
Nosso beijo ficou mais selvagem e eu aproveitei para penetra-la de uma vez,fazendo ela gritar de prazer.
-isso,grita,mostra pro mundo que eu consigo fazer você gritar 
Nossos movimentos eram fortes,era muito tesão acumulado,anos de um sentimento reprimido.
-essa foi a melhor noite de sexo que eu tive até agora-ela falou
-digamos que você casou com o homem errado 
-to começando a achar isso 
-mas agora pode recuperar o tempo perdido 
-o que acha de recuperar o tempo perdido indo atirar em alguns traficantes de droga?
-eu acho uma ideia maravilhosa 
Nos trocamos,pegamos nossas armas,nossos coletes,sumimos nas nossas motos e fomos resolver o problema da cidade como os Liches sabem saber,meter bala sem dó,mas quando voltarmos pra casa,vamos nos amar como os bons amantes sabem fazer,sem querer parar nunca mais.
 


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...