História The arrival of the night of queen - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Anna, Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Emmaswan, Henry Mills, Onceuponatime, Regina Mills, Reginamills
Exibições 441
Palavras 2.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Galera ta corrido então cap pequeno para vocês ficarem apenas na vontade <3 Foi de coração
espero que gostem

Capítulo 21 - Quase tudo sobre Robin


Assim que cheguei a casa reparei que Zelena e Ruby não estavam em casa e janela que dava acesso para o terraço estava aberto.

- Acho que vou subir vê se esta tudo bem com elas e depois vemos algo só eu e você- Falei dando um selinho na Emma.

- Tudo bem – Emma disse se jogando em meu sofá.

- Sinta-se em casa – falei meio irônica.

- Desde o dia que eu te comi ali no balcão eu já me sinto em casa – Emma falou piscando para mim enquanto estava já na escada que dava acesso para o Terraço.

- Eu te odeio – falei sorrindo e seguindo para o terraço.

Ao chegar lá em cima encontrei Zelena sentada sozinha e fumando.

- Você não pode fumar Zelena – falei se sentando ao lado dela.

- Eu estou estressada – Zelena falou e eu alcancei o cigarro da sua mão e joguei lá me baixo – Tudo bem tinha um gosto horrível mesmo.

Zelena tinha o dom de tirar a risada de qualquer pessoa em qualquer situação, algo que eu Regina Mills nunca iria conseguir fazer com ninguém.

- Você quer conversar? – Perguntei olhando em direção aos prédios, como eu os amava.

- Bom eu vou ser mãe – Zelena falou olhando para mim tentando chamar minha atenção, não tem algo que não odeia mais que eu tenha atenção em outro lugar que não seja ela.

- Bom eu vou ser tia – Sorri para Zelena me mostrando muito animada, bom eu realmente estava animada.

- O Robin não sabe ainda – Zelena uso um tom baixo para essa frase olhando para suas próprias mãos.

- Você esta com medo? – Eu tinha que perguntar.

- Íamos nos separar – Zelena suspirou, e eu estava chocada, Robin era uma pessoa excelente e não merecia isso- Não fique surpresa as coisas não iam bem entre a gente há um tempo.

- E porque nunca me contou? – Eu estava surpresa.

- Porque você estava sofrendo por causa do Daniel e tinha seus próprios problemas e sem contar que metade das nossas brigas tinha seu nome – Zelena falou olhando para os prédios.

- Como assim? Eu nunca fiz nada para vocês dois -  Falei chocada, cada minuto eu estava mais chocada com isso, eu realmente estava perdendo uma boa parte da minha vida.

- Você nunca precisou fazer nada Regina, a única coisa que você precisou fazer é ser você – Zelena falou suspirando.

- você esta brava comigo? – Eu estava realmente chocada e preocupada com Zelena e com o rumo que a conversa estava tomando.

- Claro que não Regina- Zelena falou puxando a cadeira para mais perto de mim e sorrindo- Eu sabia disso, sempre soube Regina e não posso cobrar nada dele porque eu sabia.

- Sabia o que? – Eu estava confusa, Zelena estava me assustando.

- Céus – Zelena revirou os olhos e sorriu- Robin é apaixonado por você.

- O que? Claro que não – Falei rindo, Robin apaixonado por mim, jamais.

- Regina, Céus – Zelena falou rindo – é cômico, ele nunca me abraçou ou me tocou da forma que ele te abraça e te toca e olha que ele transa comigo.

- Eu sinto muito – falei olhando incrédula para Zelena.

 - Você nem sabia – Zelena falou suspirando.

- Desde quando? – Perguntei olhando o rosto da minha irmã, agora entendia a traição com a Ruby, ela deveria me odiar, mas não.

- Desde o primeiro dia que ele te conheceu e eu descobri alguns meses depois que Daniel morreu- Zelena falou suspirando.

- O que vamos fazer? – perguntei preocupada.

- Eu realmente não sei – Zelena falou rindo- ele estava morrendo de ciúmes da Emma.

- Você esta zangada comigo né? 

- Claro que não – falou suspirando- Eu a conheci, conheci a pessoa.

- Você esta falando da Ruby? – ela fez que sim com a cabeça.

- Eu não estava procurando por ela e eu não precisava realmente me complicar, mas aconteceu ela sorriu para mim e contou alguma piada e pronto, não precisou de muito e ela apareceu, mas eu estou gravida do Robin e bom ele vai querer essa criança e eu vou querer e eu não posso lutar ou brigar com alguém, eu não sou forte para isso entende? – Fiz que sim com a cabeça, mas eu não tinha certeza sobre isso, bom eu fiz direito em Harvard e sabia sobre guarda compartilhada e entre outras coisas.

- Emma ira dormir aqui – Falei mordendo meus lábios de forma apreensiva.

- Ah tudo bem – Zelena falou sorrindo- vocês ficam ótimas juntas.

- Ela é a pessoa – soltei- é ela.

- E o que você esta fazendo aqui? Perdendo tempo com sua irmã, vá para dentro e namore, mas tarde eu entro – Zelena falou abrindo um sorriso.

- você realmente quer ficar sozinha? – Perguntei mordendo os lábios.

- Não – Zelena fez cara de dó- mas tudo bem.

- vou chama-la para tomar um vinho com a gente – falei me levantando e gritando por Emma da ponta da escada.

- Tudo bem – Zelena falou sorrindo.

Emma subiu com as taças e o vinho, eu estava a esperando ali na ponta da escada, assim que se aproximou de mim me deu um selinho o que me deixou corada na frente da Zelena.

- O que foi sis? – Zelena falou e eu senti que ela estava tirando sarro de mim- esta envergonhada?

- Não Zelena – falei se sentando ao seu lado enquanto Emma se sentou no chão em minha frente e basicamente encostou sua cabeça sobre meu corpo enquanto tentava abrir o vinho.

- E ai sobre o que estavam falando? – Emma perguntou colocando um pouco de vinho para mim e um pouco para Zelena- você não deveria não tomar vinho?

- você ficaria chocada com o que eu vi quando cheguei – falei acariciando os cabelos loiros da Emma- ela estava fumando.

- Céus – Zelena revirou os olhos- Eu nem tinha tragado e sim posso tomar só hoje Emma.

- Okay não esta mais aqui quem falou – Emma falou bebericando um pouco do vinho- e onde Ruby esta?

- Ela foi embora – Zelena falou suspirando.

Nesse momento eu queria contar tudo para Emma, contar sobre o que Zelena tinha me falado sobre o Robin, mas não me pareceu o melhor momento então deixei o silencio ficar ali e voltei meu olhar sobre os prédios, Emma pegou minha mão e levou até os lábios deixando um beijo meigo e leve.

- Achei que vocês iriam dormir juntas – Emma falou bebericando um pouco mais do vinho.

- Emma é uma situação complicada – Zelena falou suspirando- sei que ela é sua amiga e eu a adoro você não faz ideia do quanto a adoro, mas como disse é uma situação complicada.

- você sabe que se a magoa-la eu vou ser obrigada a te socar – Emma falou meio que brincando.

- você não vai me socar – Zelena falou rindo.

- não – Emma falou rindo- mas foi legal ter esse papo sabe.

- Sim – Zelena falou rindo e eu só estava escutando as duas conversarem, parecia ser uma das coisas mais simples entre elas apenas ia rolando- digo o mesmo Emma, se machucar minha irmã eu vou ser obrigada a soca-la e eu não estou brincando.

- Céus, eu estou bem aqui – falei fazendo as duas gargalharem.

- vocês duas tem o mesmo bordão – Emma falou bebericando novamente o vinho. Algo na fala dela me fez pensar que ela já devia ter bebido antes de subir aqui – Céus, vocês falam para tudo, quando estão bravas ou quando estão brincando e até no sexo.

- como sabe que falo isso no sexo também – Zelena perguntou e eu já estava mega corada, em menos de um segundo os olhos de Zelena estavam arregalados – Céus ela te contou não foi?

- Céus, novamente viu – Emma falou bebendo um pouco do vinho.

- já chega – peguei a taça de vinho da mão da Emma- você bebeu antes de subir aqui?

- talvez umas duas cervejas – Emma falou sorrindo- quem estava contando.

- tudo bem – falei rindo- mas chega de bebidas para você.

- não – Emma falou fazendo bico.

- adorável – Zelena suspirou.

- você não da moral para ela – falei me aproximando da Emma e nesse momento eu tive uma súbita vontade de beija-la e acho que ela leu minha mente porque sua mão foi de encontro com meu moletom e me puxou para um selinho demorado.

- Nesse momento estou arrependida de ter deixado Ruby ir – Zelena falou enquanto Emma acariciava meu rosto.

- tem para você também – Emma falou meio risonha.

- não tem nada – falei puxando Emma para mais próximo de mim- você é minha Emma Swan.

- Sua? – Emma me perguntou com um sorriso no rosto, um sorriso doce.

- sim – falei meio corada.

- acho que vou vomitar – Zelena falou fazendo-nos duas rir.

- para Zelena – falei brincando.

- Não serio – Zelena falou se levantando- preciso ir.

Zelena desceu as escadas correndo e naquele momento eu entendi que ela estava com vontade de vomitar de verdade.

- Devo segurar o cabelo dela? – perguntei fazendo Emma sorrir.

- você deve me beijar – Emma falou aproximando aquela boca linda a mim.

- você esta meio bêbada – falei me aproximando também de Emma- seria um péssimo momento para falar que tenho sentimentos muito fortes por você e amanha você ira esquecer?

- acho que lembrarei – Emma falou sorrindo.

- certo então não falarei – aproximei de Emma deixando nosso espaço nulo e a beijei.

Assim que nos beijamos e nos separamos Emma ficou me encarando, aqueles olhos verdes que poderiam mostrar toda a sua alma, e naquele momento eu percebi que estava amando a Emma, que ela e Henry eram uma parte importante da minha vida e muito importante para minha felicidade. Meu coração estava apertados só de olhar para ela, senti sua mão na minha.

Como poderia passar a vida inteira com alguém ao meu lado desse jeito? Bom pode ser uma resposta simples a qualquer pessoa, mas para mim era algo complicado, quando tinha 15 anos e imaginava minha vida ao lado de uma única pessoa e agora eu basicamente não conseguia.

- Do que você tem tanto medo?- Emma me tirou dos pensamentos mais dolorosos. Tudo estava voltando a Daniel e se voltasse eu não seria capaz de continuar.

- De você Emma – falei passando a mão em seu rosto, sentindo sua pele branca gelada onde suas bochechas estavam coradas e de nariz vermelho, era uma imagem linda, Emma era frágil e linda- Dessa necessidade que tenho de você- Completei e ela sorriu de forma doce e beijou minha mão que a acariciava.

- Regina você esta sempre com medo – Emma falou de forma divertida- você ira deixar de viver para que o medo possa te consumir? Eu estou aqui ao seu lado falando que gosto de você e que gostaria de passar o resto da minha vida ao seu lado e você esta sendo consumida pelo medo.

- Emma as coisas no seu mundinho são tão simples às vezes – Falei alcançando seu nariz e deixando um leve selinho, podia sentir em meus lábios o quanto frio Emma estava.

-Regina em que mundo você vive? As coisas não são simples no meu mundo, mas possa ser no seu basta você querer – Emma puxou meu pescoço e me tomou em um beijo calmo, sentia seus lábios doces e calmos ali todo para mim, me mostrando o que eu poderia perder caso a deixasse ir embora.

O beijo continuo calmo, podia sentir o gosto do vinho e o cheiro em suas narinas. Emma separou o beijo com uma leve mordida em minha boca, podia sentir o seu sorriso, mesmo com os olhos fechados eu sabia que ela estava sorrindo.

- Vamos dormir? – Emma perguntou e eu ainda estava com os olhos fechados.

- Vamos – falei abrindo os olhos lentamente e senti Emma ficar de pé e sorrir me vendo.

- Então vamos – Emma falou me dando a mão para levantar.

Peguei em sua mão e levantei calmamente e prossegui em silencio e acompanhando Emma até chegar a casa, nada foi dito e não precisava. Entrei com Emma para dentro do meu apartamento e ela estava sorrindo e os olhos estavam em um macho de cigarro em cima da mesa, que era da Ruby, provavelmente teria esquecido ali. Emma não fumava há muito tempo.

- Você quer fumar?- Perguntei assim que entrei na sala.

- Não – Emma falou meio corada.

- Emma tudo bem, pode fumar- Falei sorrindo.

- Eu não quero – Emma falou sorrindo- É que eu prometi ao Henry e olhando o cigarro na mesinha agora eu percebi que não fumo há bastante tempo, acho que os dias ao seu lado tem me feito bem.

- Henry deveria estar orgulhoso de você – falei sorrindo e ela sorriu para mim também.

- Sabe como ele é a gratidão dele é nos adotamos algum animalzinho – Emma falou e me tomou em um abraço- Vem vamos dormir.

- Vamos – falei fechando meus olhos e sentindo o leve aroma da Emma e o toque leve dela.


Notas Finais


Comentem ajuda muito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...