História The bad girl - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~jadc

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel
Exibições 91
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 11 - ''obrigada tomate!''


Eu e Castiel, acordamos com um puta barulho infernal que vinha da rua. E adivinha que horas são. 9:30 DA MANHÃ!  SER DESGRAÇADO VAI QUEIMAR NO INFERNO! Como qualquer pessoa normal, fomos ver o que era. (AUTORA: a casa dela é grande também, porque é parte da herança da mãe dela. Ou seja: a casa dela tem um jardim nos fundos, só um pouco grande, e dois andares) Eu e o tomate, fomos ate a janela do meu quarto e vimos que, um filho do capeta, estava mexendo numa caixa de som GIGANTE! E pra completar, o idiota sem amor a vida, ainda estava ''cantando'' ( se é que podia chamar o que ele estava fazendo de cantar! ) completamente DESAFINADO! Pelo que percebi, ele é um vizinho novo. Como eu sei? Ontem quando eu cheguei, tinha um caminhão de mudança na porta da casa da frente.

-O SEU FILHO DE DEMÔNIO!- eu e o ruivo falamos em coro. Quando o ''projeto de demônio'' calou a boca, olhou para nós dois- CALA A PORRA DA BOCA QUE NINGUÉM É OBRIGADO A ESCUTAR SUA DESAFINAÇÃO NÃO! PRINCIPALMENTE ÀS 9:30 DA MANHÃ!- eu, ele, em coro, de novo.

-VEM CALAR GOSTOSA!- ele disse com um sorriso malicioso.

-PODE DEIXAR QUE EU VOU!- disse e sai o mais rápido possível do meu quarto, e o ruivo, veio atrás. Desci a escada pulando vários degraus, e como sempre Castiel atrás. Cheguei no andar de baixo e abri a porta com tanta força que quase a quebrei ''FILHO DA PUTA! DESGRAÇADO!''~pensei. Abri o portão do muro, e esse eu quebrei. Fui ate ele e segurei a gula de sua camisa, o deixando bem próximo a mim, ele cheira a álcool, mas não esta bêbado. Bêbado eu identifico de longe!- OLHA AQUI! SE CONTINUAR COM ESSA VIADAGEM, TE DOU UMA SURRA! E DE QUEBRA, AINDA CHAMO A POLÍCIA! SABE POR QUE SEU ANIMAL? PORQUE ISSO É CRIME! SOM ASSIM NO MEIO DA RUA É CRIME!

-É verdade delícia? Então me leva pra cadeia com você vem!- o pior é que essa merda NÃO ESTA BÊBADA! Ele tem cheiro de álcool porque alguém jogou bebida alcoólica nele! Ele não tem bafo!- Vem cá vem!- ele me prensou no muro da casa dele, segurou meus pulsos encima da minha cabeça com uma mão só, e ainda por cima, colocou uma perna dele entre as minhas me impedindo de sair ou te dar um chute no saco! ''A BESTA É MAIS INTELIGENTE DO QUE EU PENSEI!''~pensei. A unica coisa que consegui fazer, foi me debater, mas não adiantou, ele era muito mais forte.- Marrenta hein?! É assim mesmo que eu gosto!- depois de dizer isso  ele selou nossos lábios, pediu passagem com a língua, mas eu não dei. Por isso ele me deu um murro na barriga com a sua mão livre, o murro me fez abrir a boca para um gemido, o murro doeu, doeu muito! Ele colocou a língua em minha boca e começou a explora-la,  eu comecei a me desespera. ''o que eu vou fazer?''~pensei. Eu ia morder sua língua, isso iria fazer ele me desencostar da minha boca, mas depois ia repetir os gestos, incluindo o murro.

P.V.O CASTIEL 

Eu demorei para chegar na rua, por quê? Porque a dona da casa me fez cair da escada, e ainda por cima, tropecei no portão que ela quebrou. Quando me levantei, vi o filho do capeta forçando um beijo nela, isso fez meu sangue ferver dentro das veias. ''EU VOU ACABAR COM A  TUA RAÇA SEU ANIMAL!''~pensei. Mas quando vi ele dando um murro na barriga dela, foi o cumulo! Fui ate ele, o puxei pela camisa fazendo o animal se virar pra mim.

-Veio defender a namoradinha foi?- ele falou. Meu sangue ferveu, dei um soco nele, não foi tão forte, mas fez sua boca sangrar '' VAI PRECISAR DE UM BOM DENTISTA PALHAÇO!''~pensei. Peguei a gola de sua camisa e o levei para um muro qualquer, o joguei com força na parede e dei mais quatro socos, dessa vez fortes, muito fortes, isso fez ele cuspir uns dois dentes, mas eu quero mais! Dei um murro em sua barriga, assim como ele deu na Lucy, isso fez ele cuspir sangue. ''PARA CASTIEL! SE VOCÊ CONTINUAR VAI MATAR ELE! VOCÊ NÃO PODE IR PRA CADEIA! NÃO POR CAUSA DESSE PALHAÇO!''~pensei. Dei um chute no saco e joguei ele no chão.

-Se você quiser apanhar mais, faça de novo palhaço!- disse apontando para ele. Fui ate a Lucy que estava no chão, horrorizada com o que o animal fez.- Lucy - disse me ajoelhando em frente a ela -, ele fez mais alguma coisa? Se fez vou lá e termino o serviço!- disse tocando o rosto dela com a duas mãos

-N-não ele não fez- ela falou olhando nos meus olhos-, ele não fez orque você não deixou!- ela falou e me deu um abraço apertado- Obrigada tomate!- ela sussurrou no meu ouvido apertando mais o abraço

-Disponha beterraba!- agora, eu que apertei o abraço.

P.V.O LUCY

////quebra de tempo 1 dia////

 

Depois do dia que o ruivo me ajudou, estamos mais próximos do que qualquer pessoa que exista na face da terra! Mas eu sei o que vocês querem saber, rolou beijo? Sim! Rolou dois beijos ontem. E amanhã tem aula. Que merda! E adivinha que horas são? 11 em ponto da NOITE! Vou dormir. Não precisa dizer por que né! Boa noite!

////quebra de tempo 7h20min////

-VAI SE FUDER!- disse desligando o despertador.- EITA PORRA!- adivinha? Estou atrasada! De novo! São 6:20 e a aula começa às 7:00, ou pelo menos, tenho que estar na escola às 7:00.

Tomei um banho MUITO rápido! Depois peguei uma regata do Slipknot preta, com o nome em vermelho e outros detalhes pequenos, uma calça jeans preta rasgada  e coloque meu all star cano médio  vermelho, Passei um delineador, coloquei uma roupa leve na mochila porque hoje tem educação física e fui pra escola correndo. Por quê? Minha moto ta na oficina. Quando cheguei estava um pouca suada, mas relevei. As primeiras aulas são de educação física. Então fui para o ginásio. Quando cheguei lá, Boris começou a falar.

-Hoje vai se queimada! Então, venham escolher os times... Lucy e Ambre.- ele falou e fomos ate onde ele estava -Comece Lucy.


Notas Finais


quem será que vai ficar no time de quem? Não sei só no proximo cap vai dar pra descobrir!
Se quiserem dar opinião, eu aceito e vejo se da pra encaixar com o objetivo do proximo cap.
BEIJO NA BUNDA GOSTOSAS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...