História The Bangtan Theory - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Theory, Yoonjin
Exibições 24
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu não ia voltar tão cedo, na realidade estava pensando em excluir a história para aprimorá-la e depois repostar, mas dai eu taquei o foda-se mesmo e retornei :)
Enfim, é aqui que as coisas começam parcialmente, já que, na real, não segue o tempo certo então isso pode virar uma baita confusão, maaasss vamos ao que interessa... ou não, já que você pode ter chego nessa página aleatoriamente e não sabe o que está acontecendo... tá, tá, blz eu já estou indo...

Capítulo 3 - Introdução: Fall (everything)


O sentimento que os seis garotos compartilharam foi esmagador, talvez não o interpretaram da mesma forma, mas a intensidade com que o sofreram não é algo comparável, foi forte o suficiente para comprimir todo o universo em um só átomo, ou em uma subpartícula ainda menor. A dor de receber a notícia, mesmo que em tempo e em situações diferentes, foi insuportável, não apenas quase insuportável, na realidade, não deixa de ser surpreendente o fato de ainda ser tão doloroso nos segundos, minutos, horas, dias, semanas e até meses seguintes, um sentimento constante e perturbador que fez com que tudo o que conheciam ruísse.

A sensação talvez se assemelhasse a seguinte descrição (apesar de ser algo emocional, assim a capacidade humana de a por em palavras não é certeira): você vive em uma praia, sozinho, por anos e, ao caminhar lentamente pela orla numa manhã, finalmente nota que pertence aquele lugar; A areia em seus pés entra em harmonia com o seu corpo, quente, solta e viva, o vento calmo conforta a sua alma, úmido, pouco salgado, mas, ainda sim, suave e o mar fundo ao longe se aproxima de você, calmo e constante, acompanhando as batidas de seu coração, as camadas finas de água ocasionalmente molhando a areia que não deixa de ser um pedaço seu, a resfriando. Tudo é perfeito, você é aquilo que vivência.

No entanto, no horizonte distante o oceano começa a se agitar, de repente, seu coração acelera assim que o sol acolhedor some, deixando a areia gélida, o vento para e todo o ar parece paralisar, a única coisa em movimento é uma grande onda que se quebra sobre sua cabeça e te envolve de maneira agressiva, diferente dos momentos anteriores, preenchendo seus pulmões de água salgada, embaçando sua visão e deixando seus pensamentos turvos. O desespero chega a ser quase palpável, um dos poucos sentimentos racionais que seu cérebro fraco consegue processar, acompanhado de uma solidão intensa por estar sozinho naquele vasto oceano que havia, praticamente, te engolido e uma tristeza revoltante por se sentir traído pelo ambiente que te completava, ser traído por você mesmo.

Foi algo assim que aconteceu no íntimo de Yoongi, quebrando todas as suas barreiras e contrastando com sua personalidade, muitas vezes julgada, insensível. Hoseok também sentiu e, além disso, não conseguiu esconder a enorme decadência em que entrou, acabando com as piadas e risos que costumava dar, assim com Taehyung, que tentou se reprimir, escondeu o desespero de estar se afogando, esquecendo que, em algum momento, tudo iria vir à tona. Acabou mudando Jungkook, o menino tímido, o mais novo, o melhor amigo que alguém poderia desejar, como mudou, também, Jimin, sua alegria infantil se perdendo conforme a pressão invisível da água dominava seus pulmões. Foi algo que obrigou Namjoon a tentar se mostrar forte para os outros, mentir sobre como se sentia para os seus melhores amigos e para ele mesmo, "a vida voltará a ser boa".

A causa de tamanha dor foi a existência efêmera de Jin. Ele estava triste e sua morte acabou se tornando um mistério para aqueles que gostariam de acreditar que ele apreciava viver, como por exemplo, para os seus amigos, que não só o perderam como perderam com ele todos os momentos que acreditavam ter sido bons, questionavam a causa do acidente sem, talvez, nunca descobrirem a verdade, assumindo como fato aquilo que queriam ou negavam do fundo de seus corações, agora, conturbados. Jin e sua ações se tornaram, além de tristeza, um fardo para os garotos que possuíam boas memórias com o rapaz, iniciando uma sequência de ações terríveis tomadas pelos arrependidos e preenchidas pelo vazio.

Um vazio que o hyung não compreendeu ao continuar presente, não estava exatamente vivo, mas estava lá, sozinho, mesmo que ainda em harmonia com seu novo ambiente, o único que, apesar de ter realmente se afogado, não havia afundado. Poderia se sentir triste, mas ainda faltava, para ele, a onda se quebrando sobre sua cabeça. 

Mas ela chegaria.


Notas Finais


Ai, eu estou de saco cheio, sabe quando você tem muitas ideias e quando você tenta escrever sai uma merda?
Então, senti isso enquanto escrevia, não é legal. Ficou confuso, mas eu vou deixar assim mesmo, pois tenho a desculpa de ser um reflexo da confusão interna dos personagens, who cares.
Credo, parece que eu esqueci como se escreve...
Acho que por hoje é só :33
(coloquei carinhas fofas para não parecer que eu apenas reclamo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...