História The Banshee - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Personagens Originais, Scott McCall, Stiles Stilinski
Exibições 24
Palavras 814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Não me aguentei tive que postar esse capitulo, como eu tinha dito antes eu vou postar todo domingo, sei que postei hoje mas no domingo vou postar tbm. Me perdoem pelos erros eu apenas dei uma revisada rápida.

BOA LEITURA.

Capítulo 2 - Beacon Hills Part.II


Fanfic / Fanfiction The Banshee - Capítulo 2 - Beacon Hills Part.II

P.O.V Sophie Lockwood

Uma semana se passou e depois daquele dia eu não falei mais com o Liam, ele nem ao menos me procurou, não ligou, não mandou mensagem e eu também não fui atrás, por mais que eu sentisse a falta dele, eu ainda sim estava magoada. Mas eu não podia fazer nada quanto a isso.

Hoje era o dia em que eu me mudaria para Beacon Hills. Toda a mobília da casa já havia sido mandada para a outra casa e provavelmente já estava tudo arrumadinho. As malas já estão no carro e a casa já esta vazia, pronta para ser vendida. John – meu pai – já esta dentro do carro, caminho até lá entrando no mesmo. Me acomodo no banco do passageiro e olho para John.

- Pronta? – pergunta.

Assinto não tendo total certeza se estou mesmo pronta pra começar uma nova vida. Papai liga o carro e aumenta o volume do rádio. E foi assim pelas horas seguintes até chegarmos em Beacon Hills.

[...]

Minha bunda parece estar quadrada de tanto ficar sentada e quando saio do carro é como uma libertação. Solto um suspiro olhando para casa a minha frente. Não é muito diferente da antiga, é uma casa de dois andares, por fora sua pintura é cinza com detalhes brancos. A casa é linda, eu espero que por dentro também seja.

- Vamos querida, ou você vai ficar ai fora? – pergunta papai.

- Ah sim, vamos – digo entrando casa a dentro.

Assim como por fora, por dentro a casa era maravilhosa. Olho para papai e ele aponta com a cabeça para o andar de cima. Entendendo o que isso significa subo as escadas correndo. Dou de cara com um corredor que continha três portas. Uma de cada lado e uma bem no final do corredor.

Ando até a ultima porta e a abro encontrando um quarto não muito grande mas também não muito pequeno. As paredes são brancas, somente uma é preta. Em frente a essa mesma parede contém uma cama de casal, de cada lado da cama há uma pequena escrivaninha com um abajur em cima de cada. Na parede do lado esquerdo há a porta – obviamente –, uma cômoda com porta retratos e meu guarda-roupa. Na parede ao lado direito há uma grande janela, abaixo dessa mesma janela há uma mesinha de estudos e em cima dela contém uma impressora e meu notebook. Ao lado da mesinha esta minha querida penteadeira com um grande espelho. E por fim na parede a frente da cama esta a porta do banheiro.

Coloco minhas malas ao lado da porta e caminho direto para tomada colocar meu celular pra carregar já que o mesmo tinha acabado a bateria no meio da viagem. Com uma faísca de esperança checo se há alguma mensagem do Liam mas esta exatamente como a alguns dias atrás, não há nada além das mensagens da operadora. Eu deveria ter feito uma surpresa e não contado a ele. Ou não, talvez a reação dele seria pior.

- Soph, eu pedi pizza – grita papai lá de baixo assim me tirando de meus pensamentos.

- Ta pai, eu já desço – grito de volta.

Deixo o celular em cima da cama, desço até a cozinha e coincidentemente a pizza chega no mesmo momento que eu. Não fui a única a notar esse detalhe já que meu pai diz.

- Bem na hora – diz ele rindo. Acompanho sua risada e junto a ele vou até a cozinha.

Ajudo-o a arrumar a mesa, e depois de pronta nos sentamos e começamos a comer.

- Ah filha, esqueci de dizer, segunda começa suas aulas – diz ele antes de morder um pedaço da sua pizza.

- O que? Mas já? Eu nem comprei meu material ainda.

- Sim, já. Aproveite que amanhã é sábado e algumas lojas estarão abertas para comprar.

Não o respondo apenas reviro os olhos frustrada com a situação. Poxa eu nem cheguei direito e já vou ter que começar a estudar, injustiça isso. Termino de comer e lavo o prato e copo que usei.

- Pai, vou subir ta. Estou cansada da viagem – aviso.

- Tudo bem querida. Boa noite.

- Boa noite pai – dou um beijo em sua testa e caminho até a escada subindo a mesma e indo em direção ao meu novo quarto.

Pego roupas intimas e um pijama dentro da mala. Entro no banheiro trancando a porta. Tiro minha roupa e abro o chuveiro no quente. Eu adorava banhos quentes, eles relaxam meus músculos e são como tranquilizantes. Eu nunca tomava banhos frios, simplesmente odiava.

Saio do banheiro e deito na cama cansada, apesar do banho quentinho, eu ainda estava cansada e com sono. Pego o celular na esperança que tenha alguma mensagem, então pela última vez no dia, verifico se Liam mandou alguma coisa porém esta do mesmo jeito, sem nenhuma notificação, sem nenhuma noticia dele.


Notas Finais


Eu sei que os capitulos estão pequenos mas prometo que tentarei deixa-los maior. E sobre a fanfic eu tbm percebi os capitulos estão que ta meio pombo mas tambem prometo que vai melhorar nos proximos. É isso obg a todos que estão lendo.

Até o proximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...