História The bartra song - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias André Schürrle, Marc Bartra, Marco Reus, Mario Götze, Sven Bender
Personagens Marc Bartra, Personagens Originais
Exibições 59
Palavras 571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 1 - Porque a gente acabou...


Fanfic / Fanfiction The bartra song - Capítulo 1 - Porque a gente acabou...

- Você é patética Lalisa! – Marc grita – Você acredita em todo mundo, menos em mim! Você não confia em mim?
- Confiar em você? – Eu digo chegando perto dele – Passou a ser difícil desde aquela vez...
- Você definitivamente é patética! – Ele diz se afastando e passando a mão na testa – Você me aceitou de volta porque quis! Eu não apontei uma arma na sua cabeça e mandei você voltar comigo, porra! Não me estressa com esse assunto.
- Estressar? Marc, você está fazendo nosso relacionamento afundar, eu estou estressada aqui – Grito, ele se vira e me encara – É isso mesmo!
- Eu estou afundando? Bom, que eu saiba o relacionamento não é apenas eu – Ele dá de ombros – Mas, se eu estou afundando, eu vou embora!
- Embora? – Cruzo os braços – Jura? Vai sair correndo dessa vez? – Ele estava subindo a escada, encho meu peito de ar e grito – Volte aqui e assuma suas responsabilidades! – Ele para, vira e me encara – Eu estou grávida Bartra! – Subi até no degrau que ele estava – De três semanas...
- Vai mentir pra outro – Ele está subindo de novo quando agarro seu braço – Me solta Lalisa! – Faço que não com a cabeça, ele puxa seu braço, eu meio que desequilibro e saio rolando escada abaixo.

Fico encarando o teto com os olhos quase fechando, quando sua figura aparece ali e fica me sacudindo pedindo para eu não dormir, sinto seus braços envoltos de mim, quando olho para o lado vejo que estou do lado de fora da casa.

Quando abro os olhos novamente vejo que estou em algum lugar e não é a minha casa, olho para o lado e o vejo ali sentado na poltrona me encarando, seus olhos estavam inchados e vermelhos, franzo o cenho por um momento.

- Marc? – O chamo e é o suficiente para ele se levantar e começar a chorar – O que houve?
- Me desculpa – Ele me abraça fortemente – Por favor, me desculpa!
- O que você fez, pelo amor de Deus? – Pergunto desesperada ao ver seu choro intensificando.
- Eu matei nosso filho! – Arregalo os olhos – Você perdeu o bebê! Droga era verdade. Eu não sabia Lali, me desculpa.
- Marc... – Eu digo com a voz embargada, ele me olha e seus olhos parecem estar mais claros que nunca – Vai embora daqui.
- Lali...
- Vai embora! – Eu grito – Vai logo embora daqui!

Eu não conseguia acreditar, não podia ser, algumas horas atrás ele estava ansioso para ir embora e agora não queria ir, o empurro do meu abraço e aponto para fora e ele entende. Marc sai do quarto de cabeça baixa e eu comecei a chorar descontroladamente, o que chamou atenção das enfermeiras que vieram correndo.

(...)

 

Peguei-me olhando nossa foto pela décima vez, eu não conseguia o tirar da cabeça e muito menos o que ele fez,  tudo bem que eu agarrei o braço dele. A culpa foi dos dois, eu por ter começado a briga e ele por ter se soltado bruscamente.

Depois do ocorrido, ele nunca me mandou mensagem, nunca me telefonou e nunca mais o vi na rua. Ele simplesmente desapareceu do mapa, como sempre fez em situações assim: Correu, se escondeu e só aparece de novo em jogo decisivo do Borussia.

Achei que nunca conseguiria perdoa-lo pelo o que ele causou, mas, eu sentia sua falta e com isso vinha o perdão que por causa do orgulho consegui dizer. 


Notas Finais


desculpem por esse capítulo pequeno, os outros vão ser maiores.

gostaram? beijos!

e se preparem para uma fanfic muito muito dramatica! hahaha
beijox


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...