História The beginning of everything - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arty, Zoro
Personagens Personagens Originais
Tags Morte, Revelaçoes
Visualizações 0
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


:^ odeio ler notas do autor principalmente as faze-lás... então:^ tchau.

Capítulo 3 - The perverted brothers


Fanfic / Fanfiction The beginning of everything - Capítulo 3 - The perverted brothers


SUNGOH 

[7:00]

Acordei, olhando em volta e vejo que Max não estava a dormi ao meu lado, meio estranho meio não né, muito. Levantei logo percebendo que estava de pijama, que eu me lembre, noite passado eu dormi sem mesmo colocar o pijama, já meio assustado olho em baixo de meu short, é como imaginei max tinha tirando minha roupa e colocado meu... mais ele precisava mesmo ter tirado minha cueca

-A-Aquele pervertido. Irei matar esse filho da mãe.(Pq porras eu gaguejei? Ah merda!)

Me levanto, vou para o banheiro, tomo banho, me seco, e coloco um terno de Color azul escuro, arrumo o cabelo e passo perfume. Desço para a cozinha, vejo um papelzinho em cima da mesa e leio, era do max e nele dizia que tinha indo na padaria comprar pão, suspiro

-Aff, ok entã-.

Sinto algo ou algum me puxando assim me interrompendo, o olhei rapidamente por um curto tempo e vi que era o Kisu, o garoto se encostou na pedra da pia enquanto me "abraçava por trás", logo senti suas mãos  desabotoarem a parte de cima de meu terno, a camisa, o mesmo a tirou completamente, eu estava já  sem camisa em um instante, meu peito estava amostra, suas mãos foram descendo 

-Ei baka, Para com isso....

Suas mãos percorriam meu corpo, elas entraram em minha calça, exploram aquele lugar, não vou mentir no começo eu até gostei um pouquinho... mas agora já to ficando com raiva disso, logo ele aderiu suas mãos por dentro da minha cueca e segurou minha intimidade, as  mãos do garoto eram quentes, muito quentes. Fiquei um pouco vermelho, o garoto começou a chupar meu pescoço, Quando o rapaz inicia aquele ato em meu pescoço ouço passos que com certeza seria do Max[...].Vejo-o entrando na cozinha, ele se deparou com o que estava acontecendo e deixou o pão encima da mesa, andou até mim, pegou na cola da camisa do garoto que estava a me segurar, dando-lhe um soco na cara, fiquei impressionado, o mesmo sempre foi tão sensível e tímido, nunca pensei que daria um soco em alguém.

MAX

Chego em casa, tinha ido comprar pão pois Sungoh ama comer, entro e vou andando até a cozinha... Me deparo com o Kisu agarrando o Sungoh.

-Que porras vc está fazendo com meu homem, Kisu?

Falei super irritado e bravo, desde crianças ele sempre pegava o que era meu, ou até coisas que eu gostava muito, sempre deixei, nunca ligue muito, mas.... tentar pegar a pessoa que eu mais amo, mesmo que ele não note meus sentimentos por sua pessoa, irei faze-lo notar... então... até lá, ninguém vai botar a mão nele além de mim.

Ando até Kisu, puxo Sungoh para perto de mim e longe do garoto, o pego pela cola de sua camisa e lhe sou um soco no rosto, chuto sua barriga fazendo o mesmo cair no chão.

-Baka!! O que veio fazer aqui?

-O-Oxe!! Porque me bateu? Eu só vim te ver maninho -_Sorrio de canto e Rio fraco me levantando.-(Kisu)

-Me vê? Porque tava pegando, agarrando meu hom- quer dizer, meu amigo? -_Max falou sério em um tom grosso.

-Sim, porra, por que ele é gostoso! -_Falei sério, e sentei no chão em posição de índio. -(Kisu)

-Aish, sou obrigado a concordar com isso... é gostoso mesmo hen....-_Coloco a mão no queixo em forma de pensativo e me sento em sua frente na mesma posição . - já viu o tamanho do pênis dele?.

-Não. Mas senti....e parece ser enorme, to até imaginando, ai que delícia cara!! - (Kisu)

-PORRA!! PAREM DE FALAR DO TAMANHO DO MEU MEMBRO!! SEUS TARADOS!! -_Falei meio envergonhado. - (Sungoh)

Ambos riram da cara de Sungoh, O mesmo (Sungoh) vai até a mesa e se senta logo revirando o olhar.

-Ah, esqueci de falar, a partir e hoje, irei morar com você maninho. -_O mesmo sorrio. - (Kisu)

-Ah, mais só temos dois quartos... que seria o meu quarto e o do Sungoh.

-Ah, se quiser eu posso dormir no quarto do seu amiguinho. -_Vou até Sungoh que estava sentado, me sento no colo do mesmo, pego suas mãos em coloco em minha cintura logo pondo meus braços envolta de seu pescoço e lhe dando beijos em seu pescoço. - (Kisu)

-Ahh, mas não vai mesmo. -_Tiro Kisu do colo do Sungoh, e o empurro. - Se você ficar só beijando o pescoço dele, ele vai ficar com raiva. Então, olhe e aprenda queridinho. -_Me sento no colo do Sungoh de frente para ele, igual o outro tinha feito, seguro seu cabelo e o puxo, fazendo o garoto tomba sua cabeça para trás, início chupões em seu gogó(Sim, gogó, a fic e minha e eu faço o que eu quiser) em seguida ouvindo sungoh deixar escapar um leve arfo, ri fraco com aquilo e olhei para Kisu meio que "Toma sua vadia, aprendeu como se faz meu sungoh gemer?".

SUNGOH

Meu deus eles pensam que eu sou oque cara? Um ser que qualquer um chega e já vai pegando? A meu poupe né. Empurro Max de meu colo, me levanto com Raiva

-Porra, Hahahaha até parece que vou deixar dois tarados que parecem que querem fazer coisas impuras comigo, dormi junto a mim. Vocês vão dormi juntos tá, irei sozinho na minha cama.

Me dirigi ao meu quarto, peguei meu skate e fui para a praça.

KISU

-Viu o que você fez Max?

-O que eu fiz? O que você vez Kisu!! -(Max)

-Eu não absolutamente nada!! Agora vou ter que dormi com você, era só o que me faltava. -_Falei pegando minhas coisas e subindo para o quarto de Max, chego no local e abro a porta logo em seguida entrando, arrumando minhas coisas.

-Aff.... -_Suspirei e fui atrás do mesmo. -Só tenho uma cama, vai te que dormi junto a mim. -_Revirei o olhar -(Max)

-Ah, tanto faz.

Me deitei na cama dele, me arrumei em uma posição confortável, não demorou muito para cair no sono, pois estava cansado da Viagem e mais cansado pelo fato de ter gastado minhas energia com aquela palhaçada na cozinha, mas o bom foi que consegui sentir o membro daquele garoto, que para começo de conversa não faço ideia de como ele se chama.


Notas Finais


Ah :^ valeu por lerem minha fic:^ eu não sei se irei continuar... pois ando muito ocupada... então tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...