História The best bitch forever - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Acampamento, Colegial, Diversão, Drama, Festas, Floresta, Jovens, Meninas, Praia, Romance, Skins, Tbbf
Exibições 6
Palavras 711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A maior vadia de todas


Fanfic / Fanfiction The best bitch forever - Capítulo 2 - A maior vadia de todas

Não se sabe dizer quando aconteceu, mas quando perceberam as quatro meninas já estavam tão envolvidas e íntimas umas das outras que nem parecia que antes eram tímidas e introvertidas. Alguns segredos e pensamentos foram compartilhados e igualmente as outras concordavam.   Um dia, Kakau (apelido de Katrine) começou a falar o que pensava sobre a mulher na sociedade:
- Acho um absurdo como a gente é tratada, não podemos fazer nada demais que ja somos vadias miseráveis.
- isso me deixa com muita raiva também, e quer saber, se ter liberdade e fazer o que quiser é ser chamada de vadia. Então eu sou a maior vadia de todas! - falou Ully.
- eu também, vadia mesmo, e fodam se os outros! - completou Rafa.
Todas riram, e no fundo sabiam que não eram iguais as outras meninas, elas eram únicas, independentes e fortes. Então Nicole teve a brilhante de idéia de chamar todas elas de vadia, como se fosse um apelido secreto.
- Eu gosto disso, "sua vadia". Nos auto xingar só mostra o quanto não ligamos para as opiniões alheias. Não é?
- É claro Nick! E ah, melhor, vamos chamar de "bitch" também, parece bem mais único - comentou Rafa.
E assim surgiu o hábito de se xingarem dos piores palavrões, aliás, sabiam que isso só era uma afirmação do quanto se gostavam e não tinham frescuras.

Alguns dias se passaram e uma notícia ótima surgiu para as meninas:
- Gente, adivinha! Conheci uma menina do terceiro ano chamada Ariadna, ela é bem louca e nos chamou pra fazer algo na sexta, ir a praia. Que tal? - perguntou Kakau.
- pqp! Vamos sim, já estava louca pra fazer algo de interessante - respondeu ully.
- Ah, eu topo - disse nick.
- eu adoraria. Mas não tenho certeza... - falou Rafa.
- Como assim não tem certeza? Ta louca? vamos sair, vai ser divertido bitch - disse kakau.
- Sei lá, o que a gente vai fazer? Só nós cinco numa praia?
- ah, deixa de ser chata, sempre tem algo, talvez a Ariadna tenha alguma idéia em mente...
- ok, ok. Vou pensar... - por fim, disse Rafaele.

Quando chegou a sexta, as meninas sairam para se encontrar com a Ariadna, porém Rafaele ainda não tinha chegado. Esperaram por meia hora, ate que receberam uma mensagem dela
*Bitches, foi mal, mas não rolou pra mim. Se divirtam!!*
- Que cuzona - falou ully.
E assim elas já estavam com Ariadna que sugeriu que comprassem uma Natasha e elas sem saber o que eram perguntaram juntas:
- Quê?!?!?!?
- Natasha, gente, Vodka barata, nunca beberam?
- Não... - disseram elas.
- ah, mas vão beber, essa noite promete muita diversão- disse Ariadna rindo.
E assim compraram a bebida e mais um energético e foram para a praia, estava de noite a lua iluminava bem.
Em casa Rafa estava na sua cama estudando e pensando na saída com as amigas que ela não foi "Eu sei que vacilei, mas, não sei se estou preparada pra fazer isso: socializar. Eu nunca saí desse jeito antes. Bom, prefiro ficar aqui e estudar..."
A noite passou, e Rafa mal esperava pela segunda-feira, para saber de tudo que acontecera na sexta.

No Colégio as garotas estavam suoer empolgadas e não paravam de comentar sobre a sexta, entretanto, quando Rafa perguntava detalhes, elas só diziam o quanto foi legal.
- A Rafa, não tem como explicar assim, foi tão incrível que não tem palavras pra descrever... - Dizia Ully.
Felizmente, ficou por isso mesmo.
Depois do Colégio, elas iam tomar sorvete na Praça da cidade com a Ariadna, depois disso elas saiam para a casa de uma delas. Na maioria das vezes Rafaele não estava, por escolha própria. Ninguém entendia o por quê dela agir assim, porém não questionavam muito. Estavam envolvidas com suas próprias descobertas.

Até que um dia Rafaele mudou de idéia. "Já chega de ser assim, está na hora de viver mesmo é não ter medo das novas experiências." E resolveu marcar uma saída com as bitches, numa sexta também.
- Vamos sair, eu quero, e com tudo que eu tenho direito!
- ok, então, leve dinheiro e se prepare - falaram as outras rindo.
E assim, Rafa o fez.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...