História The Best Of Me - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Lesbicas
Exibições 185
Palavras 2.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Adivinha quem voltou? 😂😂 Sorry a demora, gente. Mas vamos ao que interessa, o capítulo 🌝. Boa leitura

Capítulo 12 - Sweet Kisses


Fanfic / Fanfiction The Best Of Me - Capítulo 12 - Sweet Kisses

                   Pov Camila

Saí praticamente correndo, deixando uma Lauren confusa para trás. Eu precisava falar com  Dinah, ou iria enlouquecer.
Fui até a pista de dança, onde ela estava dançando com Normani, Lucy e Vero; puxei-a pelo braço e saí em direção a casa.

- Camila, o que está acontecendo? - Perguntou curiosa. - Camila, me responda!

- Dinah… - Comecei. - Eu preciso te contar uma coisa. - Falei ao adentrar a grande "sala do piano" que Lauren havia me mostrado.

Passei a mão por cima das teclas, tentando em vão me acalmar. Meu coração ainda estava acelerado, desde o momento em que senti os lábios de Lauren nos meus.

- Camila?! - Saí de meus devaneios e olhei para minha melhor amiga, que estava em pé na minha frente.

- Chan, eu preciso terminar com o Shawn. - Falei cruzando os braços.

- Terminar o que, Camila? Vocês nem namoram. - Riu.

Revirei os olhos com sua afirmação e fui até a janela que havia no cômodo. Olhei pela mesma, os convidados felizes enquanto dançavam animadamente. Até que meus olhos encontraram ela; Lauren estava dançando ao lado de Lucy e Veronica.

- Eu e Lauren nos beijamos. - Falei ainda olhando o movimento lá fora. Sabia que minha amiga estava me encarando, senti o seu olhar em mim o tempo todo.

- Você fez o que?!

- Isso mesmo que você ouviu, Chancho. Ela se declarou pra mim na piscina e então nos beijamos. - Me virei para minha melhor amiga, que me olhava com uma sombrancelha arqueada e os braços cruzados.

- E o que fizeram depois? - Perguntou curiosa.

- Bem, eu… - baixei a cabeça e respirei fundo.- Eu a deixei lá e praticamente saí correndo. Eu precisava falar com alguém, ou iria ter um ataque. - Gesticulei nervosa.

- Você gosta dela! - Dinah exclamou e eu senti minhas bochechas esquentarem. - Karla Camila, você está caidinha pela Jauregay. - Zombou.

A essa altura eu já deveria estar a ponto de explodir de tanta vergonha, o que fez Dinah zombar ainda mais de mim.
Voltei minha atenção mais uma vez, para o lado de fora da casa; Lauren ainda estava dançando com suas amigas e o sorriso não saia de seus lábios. A vontade de ir correndo e agarrá-la na frente de todos era enorme, mas antes, eu precisava terminar o que eu tinha com o Shawn.

- Liga pra ele. - Ouvi a voz da minha amiga, que agora estava parada ao meu lado. - Depois você me conta o resto. - Piscou para mim.

Abracei-a de lado e dei um beijo em sua bochecha.

[…]

Depois da minha conversa com Dinah, fui para um quarto, que estavam as malas da nossa família, para ligar pro Shawn.

-Alô? - Shawn atendeu após os terceiro toque.

- Oi, Shawn! É a Camila…

- Oi, baby. Desculpe, atendi sem ver quem era. Como você está? E o casamento como foi? - Perguntou interessado.

- O casamento foi lindo, estão todos na festa lá fora. - Suspirei ao lembrar do real motivo de ter ligado para ele. - Eu preciso falar com você… - Comecei.

- Porque você não está na festa? - Perguntou, ignorando o que eu havia dito.

Respirei fundo para não xingá-lo.

- Shawn, eu preciso falar com você. - Falei pausadamente.

Pelo silêncio do outro lado da linha, ele pareceu ter entendido que era sério; apenas fez um sinal nasal para que eu continuasse.

- Eu não posso mais ficar com você. - Falei tudo de uma vez.

- Como assim, Camila? Porque isso agora? - Falou, aumentando o tom da voz.

- Apenas não da mais pra mim, tente entender, por favor.. - Respirei fundo pela décima vez.

- Não vamos decidir isso por telefone. Quando você voltar, marcamos algo e conversamos.

Quando fui responde-lo, ele já havia encerrado a ligação. Ele realmente tinha desligado na minha cara?
Bufei e fui em direção ao banheiro que havia no quarto. Joguei uma água no rosto e me olhei no espelho; mesmo após a conversa com o Shawn, o sorriso ainda estava ali, e eu sabia muito bem o motivo.
Saí do banheiro, mas parei assim que vi Lauren dentro do quarto; a mesma ainda não havia notado minha presença, pois estava de costas para mim.

- han.. oi. - Falei timidamente, chamando a sua atenção.

- Ah, oi. Não tinha te visto aqui... - Falou, me olhando por cima do ombro.

Sorri sem mostrar os dentes e me aproximei da cama, onde Lauren estava.

- Pra que essas malas? Já vai ir embora? - Desandei a fazer perguntas. Eu não queria que ela fosse, pensei que iríamos passar a noite na casa.

- Respira, Camz. - Riu baixo. - São as malas do meu pai e da sua mãe. Eles vão ir pra lua de mel, lembra?

Me martirizei mentalmente por ter esquecido da lua de mel; tenho certeza que eu estava ruborizada, pois sentia minhas bochechas arderem.

- Mas e as outras duas, são de quem? - Perguntei ao ver que haviam quatro malas em cima da cama.

- Essas - Disse ao puxar as duas malas para mais perto. - São da Sofi e da Taylor.

Uni as sobrancelhas em sinal de confusão, mas Lauren logo se apressou  em explicar.

- Sinu disse que era melhor elas irem junto, assim ela poderia 'cuidar' delas de perto. - Disse gesticulando com os dedos.

Ri e balancei a cabeça em sinal de negação. Só minha mãe para levar duas crianças pra lua de mel.
Percebi que Lauren agora me encarava com aquele par de olhos verdes; ficamos nos encarando por um tempo, até que eu resolvi quebrar o contato visual, para tentar explicar o modo que agi com ela.

- Lauren… - Sussurei, assim que a mesma foi se aproximando, até ficar a centímetros do meu rosto. - Eu preciso te..

Minha fala foi cortada, por uma Sofia alegre adentrando o quarto. Lauren voltou para o lugar que estava antes, arrumando as malas. Sofi pareceu não ter visto nada, o que eu agradeci mentalmente.

- Kaki! - Disse ao pular em meu colo. - Mama disse para levar as coisas lá pra baixo, nós já vamos ir.

- Vamos ajudar a Lauren então? - Perguntei, lhe fazendo pequenas cócegas na barriga.

Pegamos as malas e logo estávamos no andar de baixo, junto de Normani, Dinah, Vero e Lucy,  nos despedindo do mais novo casal.

- Juízo, meninas. - Minha mãe alertou, dando um beijo na bochecha de cada uma. - Voltamos em uma semana. Mantenham a casa arrumada, Camila. - Olhou para mim e eu revirei os olhos.

Assim que os quatro saíram pela porta, suspirei triste. Odiava ficar longe da minha família, pelo menos tinha minhas amigas por perto.
Saí de meus devaneios quando a voz de Dinah se fez presente no cômodo.

- Eu não sei vocês, mas eu estou acabada e preciso dormir.

- Eu também! - Normani, Lucy e Vero, responderam em uníssono.

Eu também estava cansada, já estava tarde e eu só precisava de boas horas de descanso, antes de voltar para casa.

- Nós só temos três quartos. - Lauren se pronunciou. - Como a Ally foi embora, vamos ter que nos dividir.

- Eu durmo com a Lucy! - Vero disse animada e todas olharam pra ela. - Não me olhem assim. - Reclamou de braços cruzados.

- Tudo bem, eu posso dormir com a Dinah. - Exclamou Normani.

Dinah me olhou com um olhar preocupado e eu assenti levemente, mostrando que estava tudo bem em dormir com Lauren.
Subimos para os nossos devidos quartos, apenas Lauren ficou no andar de baixo, para fechar a casa.
Aproveitei que estava sozinha e fui tomar um banho rápido; vesti meu pijama e saí do banheiro. Lauren ainda não estava no quarto, então resolvi arrumar a cama; coloquei o ar no mais frio, peguei duas cobertas grossas e deitei no lado esquerdo.

- Boa noite pra você também, vadia. E eu quero silêncio. - Ouvi Verônica gritar do outro quarto.

- Cala a boca, Vero. - Lauren gritou de volta ao entrar no quarto. - Desculpe por isso. - Falou olhando para mim.

- Sem problemas. - Falei calmamente.

Lauren sentou na ponta da cama e começou a tirar os sapatos; fiquei atenta a cada movimento que a mesma fazia. Quando ela desceu alça daquele tecido vermelho, meu coração errou uma batida. Ela não iria fazer isso que eu estava pensando… ou será que iria?
Minha respiração estava falhada e então Lauren parou bruscamente o que estava fazendo, como se lembrasse da minha existência naquele quarto. Olhou-me por cima do ombro e murmurou um "ops", antes de levantar e ir para o banheiro.
Ela fez de propósito? Maneei a cabeça em negação e apaguei as luzes, deixando apenas a luz do pequeno abajur ligada.

- Credo, Camila. Esse quarto está parecendo o Polo Norte! - Reclamou Lauren, ao sair, já de pijamas, do banheiro.

- Eu gosto assim. - Dei de ombros, me cobrindo ainda mais com as cobertas.

Lauren bufou e veio em direção a cama, deitando na mesma logo em seguida. Eu estava deitada de lado, com o braço apoiando a cabeça;  já Lauren, estava de barriga para cima, olhando para o teto.
Fiquei olhando cada detalhe do seu rosto, até que a mesma virou de lado, ficando na mesma posição que eu estava. Seus olhos verdes não pararam de fitar os meus por um segundo; quebrei o contato ao fitar sua boca, o que fez Lauren entreabrir a mesma e soltar uma lufada de ar.

Olhei novamente para os seus olhos, e agora era Lauren quem fitava a minha boca. Sem esperar mais, colei nossos lábios em um beijo calmo, porém cheio de desejo. Nossos lábios se moviam em sintonia, fui parando o beijo com pequenos selinhos e uma mordida no seu lábio inferior, o que fez Lauren soltar um suspiro.
Abri meus olhos e fitei-a, ela foi abrindo os seus olhos lentamente e então sorriu.

- Camz… - Sussurou.

- Shhh. - Coloquei o dedo indicador sob os seus lábios. - Eu disse que tinha que resolver umas coisas e bem, eu resolvi. - Dei um meio sorriso. - Eu quero viver isso com você Lauren, mas nossos pais não podem saber, tudo bem? Só por agora.- Expliquei.

Ela assentiu e abriu aquele sorriso lindo para mim. Sem me conter, sorri de volta e a mesma me puxou para mais um beijo de tirar o fôlego, mais um de muitos daquela noite.

[…]

- Me liguem assim que chegarem, ta bom? - Lauren disse pela décima vez as suas amigas.

Estávamos todas na sala, nos despedindo umas das outras. Lucy, Vero e Normani, iriam voltar para Nova York, já eu e Lauren, iriamos para casa.

Me despedi de todas e resolvi esperar Lauren no carro. Coloquei uma música qualquer, fechei os olhos e comecei a cantarolar a mesma. Nem havia percebido que Lauren estava no carro, até sentir um beijo em minha bochecha; abri os olhos e sorri timidamente.

- Adoro ouvir você cantando. - Lauren falou ao dar partida no carro.

- Obrigada. - Falei baixo. Lauren tinha o dom de me deixar sem graça.

Nossa viagem foi rápida, logo estávamos em casa, guardando nossas coisas e decidindo o que iríamos jantar.

- Eu quero pizza. - Falei ao me jogar no sofá.

- Eu já esperava por isso. - Lauren riu e se jogou em cima de mim. - Sabe o que eu quero?-Falou olhando pra minha boca.

- Oque? - Sussurei.

- isso… - Falou ao me beijar.

Ficamos nos beijando por um tempo, até eu ouvir o barulho da campainha. Lauren saiu de cima de mim, alegando que iria ligar para a pizzaria. Levantei calmamente e fui atender a porta. Abri a mesma e dei de cara com um Shawn sorridente.

- Oi, baby. - Disse ele.

- Oi, Shawn. - Disse seca. - O que faz aqui a essa hora? - Dei uma espiada para dentro de casa e não consegui achar Lauren.

- Eu vim te ver. - Falou ao se aproximar para me dar um beijo, mas espalmei minhas duas mãos em seu peito e o afastei.

- O que pensa que está fazendo? Eu já disse que não temos mais nada a não ser amizade. - Falei raivosa.

- Um último beijo então, Camila. - Falou impaciente.

- Eu já disse que não temos mais na..- Shawn não me deixou terminar de falar e me agarrou a força. Não sei quantos segundos durou, mas assim que consegui me soltar de seus braços, dei um tapa em seu rosto.

- Nunca mais fale comigo, entendeu? - Vociferei e entrei para dentro de casa, batendo a porta logo em seguida. Me escorei na mesma e fechei os olhos, respirando fundo. Quando abri os olhos, Lauren estava parada a poucos metros de distância, com os braços cruzados e a cara de poucos amigos.


Notas Finais


Como estamos? Dkdkks os erros eu corrijo depois. Até o próximo capítulo, não esqueçam de curtir a fic, comentar, mostrar pro amigo skdk enfim, até mais 😘😘💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...