História The Bet - Camren - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Norminah
Exibições 384
Palavras 2.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey pessoal!


Boa Leitura!

Capítulo 18 - Você já está cuidando, há muito tempo!


Fanfic / Fanfiction The Bet - Camren - Capítulo 18 - Você já está cuidando, há muito tempo!

**ANTERIORMENTE**

Lauren? - falei assim que abri a porta

Camila, graças à Deus! - disse Lauren me abraçando - Você está quente! Por que não foi na escola? Por que está com essa cara?

Eu...- falei  - Eu fiquei na cama o dia inteiro!

Você está doente? - disse Lauren. Dei espaço pra ela entrar e nos sentamos no sofá

Não! É que...- falei e abaixei a cabeça

Então o que houve? Por favor Camila, me diz o que está acontecendo com você! - disse Lauren e eu respirei fundo
 

Preciso te contar uma coisa! - falei

                        ************

Então me diga...- disse Lauren

Eu só vou te contar porque confio muito em você...- falei

Claro, pode confiar em mim! - disse Lauren - Mas se não estiver confortável em dizer, não diga!

Eu vou dizer, preciso te contar! Não aguento mais guardar isso dentro de mim! - falei

Certo...- disse Lauren. Eu respirei fundo e criei coragem pra falar

Tudo aconteceu quando eu tinha 14 anos, eu conheci uma garota nova na escola, ficamos muito próximas e novos sentimentos entre nós duas foi descoberto, então um dia nos beijamos e começamos a ficar. - Lauren ouvia tudo atentamente - Porém um dia meu pai foi me buscar na escola e viu nós duas nos beijando, eu não sabia que ele tinha nos visto, eu só fui saber quando chegamos em casa e ele começou a gritar comigo. Fiquei muito assustada, eu nunca tinha visto meu pai daquele jeito antes, ele dizia que eu era uma vergonha, que ele não merecia ver aquela nojeira. - meus olhos já estavam marejados - Minha mãe não estava em casa, ela tinha levado minha irmã na casa da minha vó, então meu pai me puxou pelo braço e me levou até seu quarto, pegou seu cinto e começou a me bater, mas não foi apenas uma surra, ele estava com tanta raiva, ódio na verdade, que estava descontando tudo em mim. - lágrimas ja rolavam pelo meu rosto e a Lauren segurou minha mão - Eu tentava me soltar, porém quanto mais eu tentava, mais ele me batia. Ele ficava repitindo que não criou filha pra ser lésbica e quanto mais eu gritava, pior era! Depois de tanto apanhar eu comecei a ver tudo em volta girando e desmaiei

Eu não acredito! - disse Lauren - Não acredito que ele foi capaz de fazer isso com você!

Eu também não! - falei e mais lágrimas cairam pelo meu rosto - Não sei o que aconteceu depois daí, só sei que no outro dia eu acordei no hospital com muita dor e marcas pelo meu corpo todo, tenho algumas até hoje no meu corpo. A policia estava lá no hospital e o conselho tutelar também, minha mãe disse que o próprio médico os chamou. Eu contei tudo pro policial e pra minha mãe, então meu pai foi preso por 1 mês, eu sai do hospital e voltei pra casa. Porém, como meu pai tem muitos contatos, pagaram a fiança dele e ele implorou pra minha mãe o aceitar de volta, então ela aceitou e ele voltou pra casa. - percebi que Lauren estava se segurando pra não chorar - Você não sabe o quanto eu fiquei com medo. Sabe? Ter medo do proprio pai, que te fez tão mal e ter medo de que ele faça tudo de novo! Era horrível sentir isso!

E depois o que aconteceu? - disse Lauren. Ela ainda estava segurando minha mão

Ele nunca me pediu desculpa! Depois que ele voltou pra casa, ele mudou completamente. Ele ficou muito rígido e vivia brigando com a minha mãe. - respirei fundo - Então, um dia ele disse que iríamos nos mudar e que ele não queria me ver nunca mais com uma garota!

Então vieram pra cá! - disse Lauren

Isso! - falei - Nos mudamos pra cá, porém nada mudou, pelo contrário, tudo só foi piorando! Minha mãe me disse um dia que se arrependeu de deixar ele voltar e que ele devia ter ficado preso! Eu entrei na nossa escola e ele ficava muito em cima de mim. Ele não me deixava sair pra lugar nenhum, literalmente nenhum! Só de casa pra escola!

Por isso você não ia nos passeios da escola, e nem saia com a turma nos finais de semana! - disse Lauren

Por isso! - falei - Ele mal falava comigo, e quando falava era pra brigar, ele estava sempre discutindo com a minha mãe por minha causa, ele dizia que eu ter ficado assim era culpa dela que não cuidava de mim direito. Eu nunca mais vivi em paz desde que tudo aconteceu! - Lauren passou a mão pelo meu rosto - Ai teve um dia, quase no final do ano, que ele reclamou que eu tinha demorado pra voltar pra casa, eu falei que atrasei apenas 5 minutos e que não aguentava mais ele me perturbando, ele ia vir pra cima de mim só que minha mãe não deixou! Ela disse que já estava cansada de tudo, e que queria se separar dele, eu fiquei no chão encolhida e chorando vendo eles brigar. Ela falava que ia chamar a policia...- comecei a chorar novamente - Ela ia chamar a policia e deixar ele na cadeia por anos... Ele apenas saiu de casa e voltou só no dia seguinte. Ele voltou estranho. Minha mãe me disse que eles conversaram e meu pai não iria mais agir dessa forma! Eu fiquei com muito medo e queria dizer pra ela não continuar com ele, mas não falei nada! - respirei fundo -  Ele veio falar comigo, mas não me pediu desculpas, ele apenas disse que os dias não seriam mais turbulentos, porém ele deixou bem claro que não queria me ver com nenhuma garota, e que se isso acontecesse de novo a gente se mudaria quantas vezes fossem preciso...

Camila...- disse Lauren tentando encontrar palavras - Então como ele deixou eu me aproximar de você?

Ele só deixou porque eu falei que você é amiga da Ally e da Mani, meu pai conhece elas, e quando a gente saia eu falava que elas iam também, somente elas sabem de tudo isso, e agora você sabe! - falei - Do ano passado pra cá, tudo tem ficado mais tranquilo por aqui, meus pais se dão bem novamente, mas meu pai ainda fica no meu pé, mas não como antes, mesmo assim tenho que tomar muito cuidado, eu nunca sei quando ele vai explodir ou algo assim! Agora você entende? - chorei mais

Camz, eu não fazia ideia que tinha acontecido tanta coisa assim na sua vida! - disse Lauren - Eu sabia que você estava escondendo algo, mas eu não sabia que era tão grave!

Lauren! - falei chorando e a abracei. Ele me apertou contra ela e passou sua mão em meus cabelos

Estou aqui com você! Não tenho medo do seu pai, você não precisa ter também! Estamos juntas nessa! - disse Lauren e eu a abracei mais forte

Ele não pode saber de nós duas! - falei soluçando e nos separamos do abraço - Não quero ir embora, não quero te deixar - abracei-a novamente aos prantos

Olha pra mim! - disse Lauren e eu olhei em seus olhos - Vai ficar tudo bem! Não vou deixar ele tocar em você novamente, se ele fizer algo com você eu mesma vou ser a primeira a ir na polícia! Por favor, para de chorar! - ela começou a chorar também

O pior é que não tem como eu esquecer, toda vez que tiro minha blusa, vejo as marcas que não querem sumir! - falei soluçando

Eu...eu posso ver? - disse Lauren e eu abaixei a cabeça

Acho melhor não, nunca ninguém viu, nem minha mãe, nem a Ally e nem a Mani! - falei

Tudo bem, não precisa me mostrar! - disse Lauren

 E tem mais uma coisa! Uma coisa que ninguém, mas ninguém sabe! - falei

Tem certeza que quer me contar? - disse Lauren

Tenho, certeza absoluta! - falei - Apenas ouça, tá bom? - ela sentiu - Bom, ano passado, meu pai recebeu na empresa dele um estagiário, eles ficaram bem próximos, ele sempre vinha aqui em casa e trabalhava com o meu pai no escritório. Ele ficava sempre me olhando e ficava dando em cima de mim, isso me incomodava e eu não gostava dele. Meu pai amava ele, e dizia que adoraria ser sogro dele, mesmo eu só tendo 16 anos e ele 21. Aí um dia... - comecei a chorar - Um dia eu estava sozinha aqui em casa e ele apareceu dizendo que queria entregar um documento pro meu pai, eu falei que meu pai não estava em casa e ia demorar, mesmo assim ele foi entrando e disse que poderia me fazer compania...

E o que aconteceu? - disse Lauren com um olhar de raiva

Eu mandei ele ir embora, mas ele não foi, ele veio na minha direção e me agarrou. - falei. A cada palavra que eu dizia, eu soluçava por conta do choro.

-flashback on-

Para, me solta! - falei  tirando as mãos dele da minha cintura

Não banca a difícil, seu pai mesmo diz que você deveria ser minha! - disse ele segurando meus pulsos

Mas eu não vou ser! - falei  - Eu te odeio! - cuspi em seu rosto e ele me jogou no sofá

Para! - falei chorando e me debatendo.

Agora você vai ver...- disse ele me puxando pelo braço e passou sua mão pelo meu corpo

Por favor para, eu imploro! - falei aos prantos, completamente desesperada.

Agora você vai ter o que merece! - disse ele e tirou sua calça, em seguida tirou toda minha roupa me deixando nua

Agora você vai virar mulher! - disse ele tampando minha boca com sua mão

-flashback off-

Camz, ele...- Lauren não conseguia dizer - Ele abusou de você?

Uma vontade de chorar cresceu mais ainda dentro de mim, e não me controlei. Lauren envolveu seus braços em mim e fiquei uns minutos chorando, mesmo sem olhá-la, percebi que ela também estava chorando baixinho.

E você não contou pro seus pais? - disse Lauren

Não! - falei ainda chorando - Ele disse pra eu ficar quieta, se eu contasse algo ele iria fazer coisas ruins com a minha família.

Mas e você, Camz? - disse Lauren - Como ficou depois? Não foi ao médico?

Não! Apenas fiquei em silêncio e deixei ele fazer o que queria, fiquei com muito medo, Lolo! - falei soluçando - Quando ele terminou, me ameaçou de todas as formas e foi rapidamente embora. Eu peguei minhas roupas e subi imediatamente pro meu quarto e fiquei horas deitada chorando. No dia seguinte eu fingi que nada aconteceu, porém, eu passei noites chorando, durante semanas. Meus pais não sabem de nada até hoje! Não fazem a mínima ideia!

Esse otário ainda mora por aqui? - disse Lauren com os punhos cerrados e um olhar de raiva

Não, logo após tudo o que aconteceu ele mudou de país, meu pai até estranhou a mudança repentina dele! - falei e as lágrimas não paravam de rolar pelo meu rosto - Por que isso aconteceu, Lolo? - Lauren novamente me abraçou. Fiquei no seu colo como se eu fosse um bebê e ela me apertava transferindo pra mim todo o calor de seu corpo.

Eu estou aqui, nada, mas nada disso nunca mais vai acontecer com você! - disse Lauren - Eu quero matar aquele desgraçado!

Você vai me obrigar a contar pros meus pais? Por favor, não me obrigue a fazer isso, Lolo! - falei e escondi meu rosto em seu pescoço

Claro que não vou te obrigar, Camz! Nunca vou te forçar a fazer algo que não queira! - disse Lauren. Eu não consegui falar mais nada, apenas chorar e Lauren respeitou isso, fiquei quase meia hora em seu colo apenas chorando, Lauren fazia carinho em mim até que eu me acalmei.

Posso te pedir uma coisa? - falei e ela assentiu - Por favor, não conta pra ninguém! Só você sabe disso!

Nem a Ally sabe? - disse Lauren

Nem a Ally! - falei - Você promete que não vai contar?

Prometo! Fica tranquila, Camz! - disse Lauren e deu um beijo na minha testa

Obrigada! Você não sabe como estou me sentindo mais leve de ter te contado isso! - falei

Pode confiar em mim sempre! Não gosto de te ver triste, isso parti meu coração! - disse Lauren - Você pracisa tomar um banho e descansar um pouco - ela levantou comigo no colo e subimos até o meu quarto.

Ela me colocou no chão, fui até o banheiro, e ela ficou me esperando no meu quarto. Tomei um banho rápido, coloquei um pijama e voltei pro quarto. Lauren arrumou a cama e eu deitei. Em seguida ela se deitou comigo e ficamos abraçadas debaixo da coberta.

Obrigada! - falei e suspirei contra seu pescoço

Não precisa agradecer! Eu só quero te ver bem! - disse Lauren

Você realmente é quem eu quero por perto, promete que nada e ninguém vai nos separar? - falei

Prometo! - disse Lauren e me deu um selinho - Eu juro!

Você vai ficar aqui comigo? - falei

E se seus pais chegarem? - disse Lauren

Eles só vão voltar depois das 6 da tarde, ainda são 3! - falei

Tudo bem, eu fico! - disse  Lauren e apertei mais ela contra mim - Saiba que você pode contar comigo pro que você quiser, okay?

Okay! Eu agradeço, você é muito importante pra mim! - falei

Você também é importante pra mim! - disse Lauren sorrindo

Eu vou chorar de novo! - falei rindo

Não, não chora! - disse Lauren e deu um beijo no meu pescoço. Ela ficou por cima de mim na cama e passou sua mão pelo meu rosto - A partir de agora, você é a minha prioridade! Vou cuidar de você, eu prometo!

Você já está cuidando, há muito tempo! - falei e Lauren juntou nossos lábios em um beijo calmo e carregado de carinho.

Você quer dormir? - disse Lauren assim que terminamos o beijo

Quero só tirar um cochilo! - falei. Lauren se deitou na cama e deitei minha cabeça em seu peito, ela envolveu seus braços em mim, suspirei, fechei os olhos e dormi

Dormi por uma hora e meia, quando acordei vi que Lauren estava dormindo e tive que acordá-la, uma pena pois ela é tão linda dormindo, tive que fazer isso porque meus pais já iam chegar, prometi pra ela que eu iria na escola amanhã e ela foi embora, mas antes me deu um beijo demorado, algo que eu precisava mesmo, pois seus beijos me deixam melhor!


Notas Finais


Eu fiquei sem estruturas depois que terminei de escrever! :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...