História The Bet - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinski, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany Lox, Matt Espinosa, Nash Grier, Old Magcon, Sammy Wilk, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 51
Palavras 1.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou aqui de volta. Vocês devem estar se perguntando: Por que capítulo três dias seguidos? Essa garota tem prolema?. Não é isso, é só que se eu não postasse hoje, minha amiga @Doraizaa iria me matar. E como eu tenho amor a vida, aqui está outro capítulo!
Espero que curtam bastante! Vejo vocês lá em baixo!

Capítulo 3 - She's Just Different


Fanfic / Fanfiction The Bet - Capítulo 3 - She's Just Different

Bianca's POV:

Eu estava saindo da aula, indo em direção ao portão. Já que eu ainda não tinha carro e estava tirando a carteira, voltava a pé para casa.

- Bianca! Ei! - Ouvi uma voz masculina gritar o meu nome.

Quando olho para trás, me deparo com um Cameron ofegante, por causa da corrida que ele deu até chegar em mim.

- Ei! Ta tudo bem? - Perguntei, quando ele começou a tossir e a ficar vermelho.

- Sim! To sim! Só preciso de água. Você tem aí? - Assenti com um aceno de cabeça.

- Toma! - Falei, quando tirei uma garrafinha de dentro da minha bolsa.

- Obrigada! - Ele bebeu como se não tivesse visto água em dias. - Pronto, aqui.

- Pode ficar!

- Mas a garrafinha é sua...

- Mas eu compro outra. Pode ficar.

- OK!

- Agora eu vou indo. Se não fica tarde para eu voltar sozinha. - Falei, enquanto me virava para o portão. Mas Cameron segurou o meu braço.

- Quer uma carona? - Sorriu com seus lindos lábios carnudos.

- Cam, eu não quero atrapal... - Me cortou.

- Não vai! Agora vamos para o meu carro e você me fala onde mora. - Foi andando de costa enquanto piscava um olho. Eu apenas revirei os olhos, e segui ele.

Depois de dois minutos, chegamos à uma Lamborghini branca.

- U-au... - Silabei.

- Está tudo bem?

- Sim! É só que o seu carro... É muito bonito.

- Obrigado! Eu trabalhei muito para compra-lo. - Eu apenas sorri em resposta e entrei no carro.

Eu falei o meu endereço e nós seguimos para a minha casa.

Durante o caminho nós ficamos cantando as músicas que tocavam. Quando começou a tocar Lip Gloss, o Cam dançou de uma forma muito engraçada, igual a que eles fazem na Magcon. Só que agora ele estava sentando em um carro, enquanto dirigia o que a tornou mais engraçada.

- Cam! Olha pra frente! - Falei enquanto limpava as lágrimas de tanto rir.

- Aeh! Você tem razão! - Falou ele, finalmente acordando para alguma coisa.

Depois de alguns minutos chegamos na minha casa.

Confesso que minha casa não é nem um pouco pequena e muito menos normal. Meus amigos falam que ela fica em um "Bairro de Rico". Por isso não gosto muuto de pegar carona com as minhas amigas nem fazer festas aqui. Odeio passar essa ideia de garota mimada e riquinha. Isadora passa pelo mesmo que eu.

- Está entregue... - Cameron falou, enquanto olhava para casa boquiaberto.

- Obrigada pela carona Cam. Sério mesmo...

- Imagina! Está de boa! Sempre que precisar de uma carona pode pedir.

- Ok! Obrigada de novo! Até amanhã! - dei um beijo na bochecha dele que o surpreendeu e depois saí do carro.

Cam's POV:

OK! Eu esperava por um beijo em outro lugar. Mas parece que essa garota vai ser mais difícil do que eu pensei.

Assim que ela entrou em casa, eu arranquei o carro.

Decidi ir para a casa do Sam, já que o pessoal provavelmente estava lá.

Assim que cheguei, o carro de Taylor confirmou a minha dúvida. Nem toquei a campainha, já fui entrando.

Quando cheguei na sala, me deparei com todos mexendo no celular.

-  KOEEEEE RAPAZIADAAAAA! - Gritei.

- E aí pegador? - Matt veio na minha direção.

- Por que pegador?

- Por causa da Bianca... - Shawn falou.

- Mas eu nem fiquei com ela ainda...

- Ainda? - Nash perguntou, erguendo uma sombrancelha.

- Então você quer ficar com ela? - Lox perguntou.

- Talvez...

- Falei que você também queria pegar ela... - Jacob falou e eu apenas revirei os olhos. Mal sabe ele que é só por causa de uma aposta estúpida, e eu já sei bem o que vou querer como prêmio.

- OK! Agora vamos gravar alguns Vines juntos. Nossos fãs estão sentindo falta disso... - Carter falou.

- Perai, Cameron, por que você não chama ela para a festa do Gilinski? Aí vocês ficam lá... - Jack J falou.

- Boa ideia!

- Agora, partiu gravar vines! - Jack G gritou.

Dito isso nós pegamos os celulares e começamos a gravar vários vines juntos. Eu amava isso! Amava esse pessoal! Eles eram minha segunda família!

Bianca's POV:

Eu tinha chegado fazia vinte minutos e como sempre, meu pai estava na empresa. A empregada tinha saído para ir no mercado. O que significava, que eu estava sozinha e ia almoçar sozinha de novo.

- Ótimo... - Falei, enquanto me sentava sozinha na mesa.

Assim que acabei o almoço, meu celular começou a tocar. Olhei no visor e estava escrito "Dora a Aventureira ������". Ela estava me chamando para uma conversa via FaceTime.

FaceTime On:

Isadora: Oi Miga!

Bianca: Oi!! Tudo bem?

Isadora: Sim! E com você?

Bianca: Normal...

Isadora: Você está estranha, pode ir falando.

Bianca: É só que, meu pai não estava em casa de novo. Ou seja, sozinha no almoço e provavelmente o resto da tarde.

Isadora: Sinto muito miga... Mas aqui, eu te vi saindo com o Cameron!!!

Bianca: Nem vem! Ele me ofereceu uma carona, e eu aceitei... Só isso...

Isadora: Só isso... Você fala como se ele nem fosse o seu Choose da Magcon.

Bianca: Isadora!

Isadora: Que foi? Eu sei bem que ele é o seu crush. Sou sua melhor amiga, esqueceu foi?

Bianca: Não! Não é isso... É só que ele se tornou um babaca pegador.

Isadora: Eu sei...

Bianca: Mas e aí? Alguma novidade?

Isadora: Bem, não minha...

Bianca: Pode ir falando!

Isadora: Sabe a Lice? (Bianca On: Alice, ou Lice como à chamamos, é uma das nossas melhores amigas).

Bianca: Sim! O que tem ela?

Isadora: Ela pegou o Taylor!

Bianca: Pera! O Taylor da Magcon?

Isadora: O próprio!

Bianca: Como aquela piranha não me conta isso?

Isadora: Ela falou que tentou, mas você não atendia o celular!

Bianca: Deve ser porque ele estava sem bateria. Mas migs, eu tenho que ir. Tenho que fazer coisas importantes...

Isadora: Com isso você quer dizer que vai dormir?

Bianca: Você me conhece tão bem...

Isadora: (Risadas) Beijo miga! Te love!

Bianca: Tchau miga! Te love!

FaceTime Off.

Deixei a louça na pia e segui para o corredor, para em seguida entrar no meu quarto.

Deitei na minha cama e em menos de cinco minutos, já estava dormindo.

�� Quebra de tempo ��

Acordei depois de uns 40 ou 45 minutos, não sei direito. Mas o que me acordou foi a droga do meu celular que estava tocando.

- Droga! - Bufei antes de pegar o celular e atender sem nem olhar quem era.

Ligação On:

Bianca: Que foi?

XXX: Nossa! Por que ser tão agressiva?

Bianca: Porque eu estava dormindo! Quem é?

XXX: Além de agressiva você não olha quem está ligando? Vai que eu sou um estranho que só quer pegar a sua localização através de uma ligação? Sou eu! Cameron!

Bianca: Ah! Oi! Desculpa ser tão grossa! É que eu odeio que me acordem.

Cameron: Não! Ta de boa! Eu só queria te ligar, porque sexta-feira, o meu amigo, Gilinski, vai fazer uma festa. O que você acha de aparecer lá?

Bianca: Cam, eu não sei... Essa vida de festas já me trouxe muito problema no passado...

Cameron: Qual é? Uma festa!

Bianca: Não sei...

Cameron: Vai! Por mim! Pelo seu pai! Pelo seu cachorro...

Bianca: Não tenho cachorro...

Cameron: Foda-se! Se não for fazer isso por mim ou pelas suas amigas, faça por você mesma...

(Coloquem a música: Cayendo - Deorro)

Um silêncio se instalou na chamada.

Eu já tinha me ferrado tanto por causa de festas e bebidas...

Flashback On:

- Me dá essa garrafa aqui! - Falei, mesmo não sabendo o que era, eu já estava muito bêbada para conseguir raciocinar sobre o que eu fazia.

Eu bebi todo o líquido da garrafa e isso me deu uma tontura maior ainda.

Segui para o meio da pista de dança, onde encontrei Enzo, namorado da Ana, minha segunda melhor amiga.

- Qual é Enzo! - Cumprimentei-o.

- Qual é Bi! Você está bem?

- Eu to bêbada! - Gritei e comecei a rir seguida por ele.

- Percebe-se!

Nós começamos a pular igual o resto do pessoal. Até que começou a tocar uma música diferente, não sei descrever como, mas ela não era do tipo que você fica pulando. Qual é galera! Me da um desconto! Eu to bêbada!

O Enzo diminuiu o ritmo e eu fiz o mesmo. De repente, ele se tornou mais bonito e mais atraente. Não sei o que aconteceu.

Eu apenas olhei para ele, e dei um sorriso malicioso enquanto me aproximava e agarrava a gola da sua camiseta.

- Bi, o que você está fazendo? - Perguntou, e eu senti o seu hálito já que nossos rostos estavam muito próximos.

- Não sei... - Falei fazendo com que nossos lábios se tocassem suavemente devido a proximidade. Então eu acabei com a mínima distância e o beijei.

Achei que ele ia me afastar, mas não, ele correspondeu. Colocou uma mão na minha cintura e apertou, enquanto a outra se localizava na minha nuca para nos manter mais próximos.

O beijo ganhou uma intensidade muito grande. Não que eu gostasse dele. Pelo menos eu acho que não gosto. Sei lá! Mas o beijo estava muito bom!

- Posso saber o que é isso? - Ouvi a Ana gritar.

Eu me afastei do Enzo imediatamente e olhei para a Ana assustada.

- Ana, não é que você está pensando... - Enzo tentou explicar.

- É lógico que é! O meu namorado e a minha melhor amiga ficando...

- Ela que me beijou!

- Eu? - Perguntei. - Pera! Eu beijei? Por que todo mundo está girando? - É! Eu realmente estava muito bêbada.

- Eu já deveria saber! Você é mesmo uma vadia Bianca! Eu te odeio! E você... - Falou apontando para o Enzo. - Não ouse falar comigo de novo! - Ana gritou e saiu andando.

Eu não entendia o que estava acontecendo. A última coisa que me lembro é tudo apagando e eu caindo no chão.

Flashback Off.

(Desliguem a música por favor)

Camerom: Bi! Você está aí?

Bianca: Ahn? sim!

Cameron: Então, você vai ou não?

O mínino de racionalidade que eu tinha, gritava no meu subconsciente: Não! Não! Não! Mas como nós nunca damos ouvidos ao que é certo...

Bianca: Sim! Eu adoraria ir nessa festa!

Cameron: Ótimo! Até amanhã!

Bianca: Até...

Ligação Off.

Eu fiquei olhando para a porta do quarto por uns cinco minutos depois que desliguei.

- Que merda eu acabei de fazer?


Notas Finais


IHHH parece que a Bianca tem um passado cheio de surpresas! Espero que tenham curtido meus amores! Até o próximo capítulo! 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...